A Luta Ideológica no Brasil

Jul 30, 2016 por

A Luta  Ideológica no Brasil

 A Luta  Pelas Mentes No Braz$L – Ideológica.

Olimpíadas em curso . E ela presente já também nelas – mentiras, manipulações .Cf. nota (***) ao final. 

O velho Brasil deu uma volta por baixo , nas últimas décadas . Resultado de um planejamento estrangeiro rigoroso – e bem sucedido.

[É ingenuidade acreditar na ocorrência de um conjunto de “casualidades” , relacionadas entre si. E quem teria poder para concatenar e produzir tal tragédia, retrocesso acentuado(Petras, J.,2004)  ?].

Brasil . Neocolonizado, desindustrializado, subordinado, endividado – desde 1964 , em especial, um povo derrotado , militar, política , economicamente. Por quem? Por oligarquias nacionais aliadas/subordinadas a interesses estrangeiros . Segurando os cordéis, o Império do Capital.

E pior, antes de tudo, povo hoje algemado , dominado ideologicamente . Ponto  este que determina , nos últimos séculos , os demais .Como , por quê ? Porque na década sessenta (1960/70), e desde até um pouco antes(com Vargas) , alguns governos ainda tentaram manter/afirmar a já parcial soberania e independência brasileiras (caso de Jango).

Sofreu o Brasil uma  intervenção estrangeira(mascarada), com as tarefas as mais sujas , de um lado , e as públicas ,de outro ,  reservadas aos próprios brasileiros, na medida em que a soberania nacional e independência  não interessavam , eram  prejudiciais mesmo, aos interesses do Império Americano. Este objetivava enorme mercado consumidor,  perto de suas empresas , ou um país que, ao menos,  as hospedasse de forma conveniente(com protecionismos, incentivos , financiamentos e ,  ainda, garantindo segura remessa de  seus super-lucros para as matrizes , no exterior ) ; isto, além de dispor, livremente, das então  amplas reservas de minérios e outras matérias primas brasileiras  .(Cf. N.Chomsky, abaixo).  

Primeiro, o Brasil foi submetido à violência a mais brutal, simples  assim, policial- militar :  golpe, prisões, revogação de leis que controlavam remessas de lucros e minérios ( Ranieri Mazzili , 1-4-64, de madrugada, empossado pelo STF, presidente Álvaro da Costa . Mazzili escondido num apartamento de Brasília, sempre por perto um funcionário do consulado dos EUA, Bentley(cf. em diversos livros) ; Castelo Branco/Vernon Walters  , em 24 horas após a tomada do poder), contra-revolução anti-nacional e anti-democrática desenvolvidas em etapas planejadas  –  mas, desde logo , instalação progressiva de um regime de terror , com assassinatos , sequestros, torturas, esquartejamentos , visando uma futura “democracia sem inimigos, em especial os comunistas “-  em conjunto,  uma traição popular/nacional, desde 1964 até, aproximadamente, 1985, sob o terror ; e daí em diante, sob a “democracia construída” ) .

Afinal ,  “democracia” não conquistada , mas concedida – a dominação ideológica via educação, cursos, pós-graduações, brazilianistas , bolsas de estudo no exterior , financiamento de pesquisas, livros, tvs , internet  – tudo isso  mais , especialmente, concentrado no campo das “ciências sociais” . Inteligentemente,  o objetivo inicial é ,sempre,  a conquista das mentes . (Cf.Joseph N.Jr., “O futuro do poder”) . Seria casual , por exemplo ,  neste momento de profunda crise  e transição política  , com  as absurdas Olimpíadas iniciando-se  , discutir tema  como “escola sem partidos “( um tópico de “luta ideológica”) ?

Em suma, além do controle econômico e político , e como barreira inicial a qualquer mudança – o controle ideológico. Sem superar este , com uma perspectiva crítica sobre a situação nacional , entendimento dela  , a começar sobre sua verdadeira realidade, sem falsidade(por aqui, até dados do IBGE são manipulados) . E, depois, quem sabe , um projeto popularmente aceito , que una diferentes classes e setores sociais. Fora isso, jamais os brasileiros superarão a situação dramática em que se encontram –  em vista de um país, que se pretenderia realmente democrático,  soberano e independente . Apenas , mais uma vez , conseguirá aparente e relativa  estabilidade , com mais subordinação, genocídios, mentiras, propaganda , pagamento de juros absurdos de uma dívida pública sem fim . Ou seja, uma província(Ianni) sem futuro .

A CORRUPÇÃO É ARMA POLÍTICA

A corrupção tão enfocada, atualmente,  é apenas um dos muitos  problemas, sem dúvida tendo sido usada, deliberada e planejadamente, como arma de dominação política , recurso conhecido desde Sun-Tsé , “A arte da guerra ” , 400 AC . Não apareceu , há pouco, na escala em que está sendo descoberta , sistêmica e institucional , casualmente, atingindo o cerne da economia nacional – as suas principais estatais, motivo de competição e permanente combate por parte de interesses estrangeiros, principalmente do Império.

Pior, com verbas delas desviadas para financiamento de apoio parlamentar a uma administração lulista comprometida , desde antes de assumir , com o “Consenso de Washington”, via “Carta aos Brasileiros”(2002),ou seja, o Império Americano,  o que cumpriu, rigorosamente. Mais – chegando ao ponto de utilizar o BNDES , capital nacional, para financiar multinacionais, do que até Maluf e Roberto Campos, ícones da direita ,  discordavam .

Note-se que já em 2005(mensalão) , essa situação de escandalosa corrupção fora detectada, encoberta pelo STF, sob protestos do Ministro Joaquim Barbosa, que demitiu-se sob ameaças de morte . E Lula , mesmo acusado, elegeu-se em 2006  e elegeu e reelegeu Dilma , em 23010/14. Como explica-se isso ? Imenso poder por trás dele, apesar e contra os fatos evidentes . A farra do Império/Lula durou até 2016 , quando , de forma bastante exitante , face aos escândalos continuados, concordou em substituir Lula por Temer – de outra fração política também neoliberal. 

Possivelmente, tal corrupção foi instigada , e  até ensinada,  manipulada , por técnicos de alto nível , ligados a interesses estrangeiros. Especialistas a nível de um Meireles,  em especial desde a administração do  irresponsável  Lula ,  eis que  envolvendo operação sofisticada , complexa , em países estrangeiros , ao fundo financiando esses interesses . Tudo numa dimensão tal,  , via lulismo, que dificilmente não teria sido antes detectada por órgãos de informação, nacionais ou estrangeiros.

Quando alguns mencionam que foi montado, no Brasil , um “enorme projeto criminoso de poder”, sistematizada a corrupção , desde Lula, em especial(caso do PSDB e outros partidos)  , ter-se-ia que indagar, em seguida – projeto, sim, mas  em benefício de quem ? PT, PC do B, Lula da Silva e outros . Muito bem – mas , o que eles representam(aram)  e em que direção atuaram durante todos esses anos ? Direita,  direita” braba”, fantasiada de esquerda – interesses estrangeiros . Então, quem estava, de fato , por trás de  toda essa atuação lulopetista  e da corrupção por ela liderada ? Quem teria poder e interesse para promover esse escândalo financeiro  ?

O Império do Capital ,  que financiou, construiu , manipulou e usou seu fantoche Lula da Silva, auferindo grandes lucros e levando o Brasil, fiel seguidor de sua política , à situação caótica em que se encontra . 

 [Há muitos dados neste sentido , desde o apoio da embaixada americana à greve que tornou Lula ídolo e líder(Gaspari, “A ditadura acabada”) , após seus cursos nos EUA e Japão, até afirmações documentadas de Tuma Jr(“Assassinato de reputações ) , que com ele trabalhou. Cf. adiante ]

Ę através dele , Lula , também muitos outros discípulos , durante décadas , o que está comprovado(Cf. neste blog e bibliografia citada)  .  Fecha-se o quadro – o Império seria o único com poder e condições, de fato ,  para executar o acima referido(“projeto criminoso de poder”, segundo muitos ) –  ou seja, organizar, no Brasil e no exterior, um esquema –  de desfalques , destruição das estatais brasileiras , fraudes, corrupção, da dimensão  do descoberto no Brasil , afinal levada adiante sua devassa e “descobrimento”, anos depois,   pelo jovem Juiz Moro/Curitiba,  entre outros.

(Na verdade , todo o esquema conhecido desde 2005, até antes, mas sempre encoberto pelas autoridades, inclusive e especialmente, judiciárias – foro privilegiado, processos secretos,etc. , ajudadas pela mídia totalmente controlada pelos que a financiam – multinacionais e capital financeiro (é só ver a propaganda nelas inserida ). 

E AS AGÊNCIAS  DE INFORMAÇÃO ?

Mas, há outro ponto corroborativo  – como tal projeto ou “esquema” não teria sido  detectado pelos serviços de informação , brasileiros e estrangeiros. Ora, houve descalabro de grande monta, nele envolvidas  pessoas sem qualquer nível cultural maior, ou treinamento , comunicando-se por e.mails que mostravam relações e objetivos ilícitos . Tal esquema, obviamente, teria sido  identificado por serviços de informação .  Só que o próprio presidente, Lula , e depois Dilma, estavam envolvidos – e não havia interesse numa divulgação que interrompesse o conjunto de interesses por trás disso tudo . Se, quase com certeza,  “tudo” foi  detectado , antes, há muito tempo atrás , por que não foi divulgado ?

Porque não quiseram . Isso não interessava , desde que a corrupção assinalada e crimes conexos iam ao encontro de certos interesses, inclusive dos responsáveis pelos serviços de informação, servidores do Império . Assim, sequer os  pseudo amigos do Brasil , os americanos, por exemplo ,  nada informaram ? Mas não se tratava  apenas corrupção e não de política ? Então, por que não divulgaram , interrompendo antes os prejuízos  ? Não buscaram impedir a continuidade dos ilícitos –  muito ao contrário .

As oligarquias locais , alta cúpula estatal e interesses estrangeiros participavam , pois, de tal projeto ou “esquema”, todos de alguma maneira sendo beneficiários dele , inclusive nações estrangeiras. No Brasil, fácil imaginar os interesses integrados  , já identificados e  na mídia . Mas , e os dos serviços de informação , quer dizer, de outras nações , que teriam muitas formas indiretas de antes divulgar até internacionalmente ?  Mas, não o fizeram . Por quê ?

Estavam interessados em silenciar sobre o assunto  e na continuidade do projeto – única resposta razoável. Ora, se não havia interesse financeiro direto, qual era o interesse ? No casos dos EUA , a corrupção brasileira chegou, inclusive, a atingir milhares de cidadãos americanos , acionistas da Petrobrás , prejudicados pela corrupta política da estatal (cidadãos americanos estão indo à Justiça e requerendo milionárias quantias de indenização) . Portanto, os serviços secretos desse país teriam , e  há muito , até interesse nessa situação, em interromper prejuízos  – contudo,  silenciaram.

Quer  dizer , haveria interesse americano maior do que na defesa individual de seus  cidadãos – prejudicados. Nenhuma casualidade, pois, ou  corrupção, eventual , no caso brasileiro /2016 . Os fatos vão em sentido contrário a essa ingênua interpretação  . Não teria se tratado  de projeto do PT/PC do B, mas de algo maior – basta ver que atingiu o coração da nação brasileira, esmagou sua economia já debilitada, multiplicou seu endividamento, liquidou sua maior empresa , consolidou um domínio econômico, político e ideológico estrangeiro sobre todo um povo. Tudo isso vai direto ao  encontro das citações de Chomsky sobre documentos do Conselho de Segurança dos EUA (Cf.neste artigo), definindo interesses do Império, por aqui. 

A discussão e avaliação do antes referido , o entendimento exato da situação brasileira atual e do que realmente se passou nas últimas décadas -superando limitações ideológicas e propaganda – tarefa prioritária.Tudo indica que houve mesmo um  “projeto criminoso de poder “,  sim, mas mais amplo do que o de que são acusados apenas PT,PC do B e aliados , partícipes também – que não poderiam desconhecer a dimensão diabólica e destrutiva de seus atos .

Mas, este projeto foi  além de mera coleta de propinas para benefício pessoal e o poder de certos cidadãos e partidos . Só isso já envolveria algo maior, desde que o PT, e seu líder Lula , num abraço íntimo com o estranho PC do B , tinham e têm ainda como sustentáculo o Império do Capital (e o programa assumido por Lula,  sua práxis todos os últimos anos e os resultados concretos mostrados pela caótica e subordinada situação nacional constituem prova indiscutível. 

O projeto de poder detectado teria  como objetivo a própria   nação brasileira, seu Estado , a destruição e controle da economia nacional, já tão debilitada à época que talvez ele objetivasse  a consolidação de dominação já existente – sua irreversibilidade . Estudar e entender essa hipótese , as dificuldades colocadas em relação à discussão ampla dessas questões (o que não é feito , em parte alguma, na big mídia brasileira, por exemplo, ou pelos intelectuais por ela convidados para debates políticos, ao contrário da década 60) .

E  ir adiante , além da desinformação em curso que enfatiza Olimpíadas, omite protestos contra ela e, quando muito, bosqueja  a votação do impedimento de Dilma ( o que pouco significa,a esta altura ,  eis que este é do interesse , e  indispensável, neste momento , a quase todas as classes e setores da sociedade brasileira  , além  do Império e seus aliados locais, o que foi antes analisado ).

E OS MILITARES , COMO PENSAM ? 

Há tentativas de impedir o entendimento do que ocorreu no Brasil , pós-golpe de 1964, o significado da chamada “transição democrática ” , a famosa distensão de Golbery/Geisel , as ações  dos presidentes civis , um Sarney, Collor , FHC e Lula/Dilma , o Jararaca , seu falso governo de “esquerda ” , em que pese tanto já escrito e publicado  .

Ou seja , 1964 e décadas  seguintes ,  sendo que já sabe-se que o ocorrido desde 1964 foi muito mais que um simples golpe . Tal estudo , com  debate amplo,  significará passo pequeno, mas  prioritário , que precisa ser dado pelos brasileiros , inclusive com a participação de militares, que devem ser chamados à discussão sobre esse período, e à autocrítica  – e não deixá-los  à parte , silenciosos , “emburrados” , como hoje ocorre.

Se bem observarmos, a participação militar é o que o Império menos deseja, hoje, através de seus  aliados locais , depois de tê-los manipulado durante décadas . Agora ,  sob a desculpa (implícita , a maior parte das vezes) , que os militares devem ficar isentos , longe da política , pois , insinua-se poderiam atentar , de novo , “contra a democracia existente “. Ora, tal assusta as anteriores vítimas , seus parentes, a sociedade –  o medo mais uma vez usado contra o povo para conter avanços políticos e sociais , confundir ,desvirtuar.(Medo –  o mais forte condicionador social conhecido. Cf. artigo neste blog. “Povo brasileiro – traumatizado e manipulado ?” , onde este fator é analisado).

Atualmente , não interessa ao Império a participação de militares brasileiros , pois já detêm o poder , no Brasil. Por isso,  ele não os insufla mais , como fez contra Getúlio e Jango , entre outros , desde que conseguiu o que queria , o Brasil dependente , tornado província , mesmo mantendo a pantomima de forma de estado soberano e independente.(Ianni, Arruda Sampaio, Jaguaribe, entre outros) .De fato, o Império e aliados já “usaram ” os militares brasileiros  , mais diretamente, quando lhes interessava( golpe/1964 e anos seguintes)  ,  quando seus interesses locais corriam risco (décadas 60 e 70 , em especial) . 

Agora, pretenderia , com seus prepostos locais,  o contrário – “lugar de militar é no quartel ” . “Esqueçam todos  o velho soldado/cidadão”, tradição brasileira. “Política é só para Generais . O resto dos oficiais não deve participar , muito menos a hierarquia inferior “ -coisas assim . ( Geisel, sua política e “democracia” .Cf.Chirio,M., “A Política nos quartéis” ) . Quer dizer, no Brasil todo “quebrado”, dependente, povo morrendo, vivendo de “pão e circo” (“bolsas”,”minha casa,minha vida” ,distribuição de alimentos + Copa de Futebol 2014 , Olimpíadas , piscinas ,etc. tudo imerso em corrupção) , eles ficariam assistindo , apenas? É esse o sonho deles, do Império , é o que pretendem? É o que pretende também , para eles, a sociedade brasileira? 

Ora ,  os cidadãos em geral “arrebentam-se”(favelas, transporte, hospitais) , ficam desempregados , todos atingidos pela repressão, genocídios ocorrem, e eles, militares, devem  ficar recolhidos aos quartéis , “indiferentes” ? Quer dizer, participaram da origem disso tudo , mais “daquilo que sabemos” (precisamos repetir ? Mortes, ah ,todos sabem) , mas não devem discutir , com clareza, as soluções ou saídas ? Trata-se de uma situação que  se (também )criaram, não foram os únicos, muitos os culpados ; ou talvez, genericamente, todos -Darcy Ribeiro   , muito provocaram . E agora ficariam  à parte – isolados.Por quê e para quê ? 

Se um dia, em meio à crise geral, que será muito longa , os militares acharem erradas as soluções dadas pelos “outros cidadãos “(e nada discutiram com eles) – o que farão  ? Quanto aos civis, cidadãos em geral, indaga-se – que cursos pensam estarem os militares fazendo , nesse isolamento e  em surdina ? E , com que professores de História deles estará a bibliografia e interpretação dos fatos passados , muito importantes para a construção do futuro ?

O que esses civis partidários do isolacionismo militar  acham que os militares estão fazendo, em salas de aula, academias, “isolados da sociedade”? Quer dizer, devem ficar assim até…até…quando ? Até que um dia resolvam intervir ,  levados por meia-dúzia ou menos de generais, sem nada discutir com a sociedade ?  Isso parece sem sentido – essa “democracia” do STF, Lewandowsky , Renan, Cunha, Temer, e ainda Lula e Dilma,  anda  “alimentando”  exatamente o quê, dessa maneira, num país como o nosso ? 

“DEMOCRACIA” .QUE DEMOCRACIA?! 

Sim , fala-se em “democracia”…, mas de que “democracia” se trata  ? A de Geisel seria cristã, sem ideologias , autoritária , dirigida por alguns iluminados(Chirio,M.”A política nos quartéis”,id.) -impossível é pouco democrática . Na época, década sessenta, quem atentou contra a democracia vigente  foi o Império Americano,via militares brasileiros, escondido atrás deles , muitas provocações conhecidas (IBAD, CIA, IPES, agentes policiais infiltrados nas organizações de esquerda , caso de Mallavasi, Cabo Anselmo , Jover ,  e até entre militares cubanos e em Cuba).Fora  outras provocações ainda desconhecidas, por aqui manipulando militares antinacionais e serviços secretos, com ardis diversos, tendo havido reação de muitos outros militares- abafada . (1014 afastados , logo depois do golpe inicial, havendo várias mortes, ao contrário do que diz-se. Cf. Chirio,ib.) . Inclusive, reação de alguns generais , em 1968/9 , até  Costa  e Silva , depois presidente , que “pretendeu” levar o Brasil de volta à democracia , modelo anterior(JK), (Carlos Chagas ,”Guerra das Estrelas” , “113 dias…” ) .Assim, até enfrentou Lincoln Gordon, e no exterior, EUA ,  que estava coagindo-o ,  e depois a própria Junta Militar , mas dias  antes da data marcada para a volta à democracia(significativamente 7/9)   – adoeceu, seguindo-se radical mudança da rota pretendida . 

Não sem antes ter sofrido tremenda campanha pessoal (taxado de ignorante, boa-vida , jogador inveterado , etc.) pelo setor castelista/golberyano/americano ; depois , obrigado a assistir a ação política de Castelo Branco, para prejudicá-lo , futuramente –  violentas medidas anti-democráticas tomadas pouco antes que ele, Costa e Silva , assumisse(fechamento do Congresso, prisões, etc, buscando antipatizar  mais ainda o regime militar perante o povo , estudantes em especial), para dificultar  o caminho do sucessor , que logo assumiria  .

E houve mais – um atentado terrorista contra Costa e Silva  , no Aeroporto de Guararapes , PE , claro, atribuído à esquerda, no caso a AP(?!), esta então em transição política e até com linha ainda parcialmente católica. Atentado negado  por um conhecedor da AP de então, o Padre Alípio de Freitas (consultar livros ) . O modelo do atentado,  , ao contrário, era o dos de direita , de então – todos de direita, grupos de Perdigão, Burnier  e outros militares(fatos comprovados – Tavares,F.”Memôrias do …” ; “A direita explosiva no Brasil” , etc);   . Objetivo – impedir a volta de um regime mais democrático, o que foi conseguido, unindo militares e sociedade na repressão contra “os comunistas” – endurecimento. (Sociedade e esquerdas não distinguiam as frações políticas militares. Imaginavam sólida unidade inexistente  ) . 

Em resumo,  seguiu-se um outro golpe militar,  isolando o Vice-presidente  civil Pedro Aleixo e assumindo o poder uma Junta Militar ( Militares “fazem  política” , ou não?).   Ademais, sobre democracia e política militar , na outra ponta , em que consiste o cerne do Império Americano, ao fundo, senão o mesmo velho complexo industrial-militar  ,  ultranacionalista de “direita”, fato comprovado em  livros, pela práxis , e até por um General-Presidente dos EUA, (Eisenhower ), que o divulgou ,  há décadas   ?(Centenas de intervenções militares , inúmeras na América Latina , cerca de de 800 bases  militares pelo mundo ).

Nós, no Brasil “depredado”(Vamos todos  discutir isso ? ) ,iremos  “inventar?”Aquele nacionalismo ” americano , armadíssimo ,nuclear ,  etc. seria bom apenas para os EUA, não para o Brasil? Nada de bons armamentos, fábricas próprias  , energia nuclear, por aqui  – isso , só para eles ? Não dá para entender isso – é preciso debater . Quer dizer que, neste caso,  o que é bom para eles, americanos, não o é para nós , brasileiros? E em sentido contrário. O tal  “livre-mercado”  , por exemplo, é bom só para nós, não para eles?

AS OLIGARQUIAS CEDERAM TUDO

AO IMPÉRIO.E AGORA? 

 

Mas, por que , há 50 anos seguindo, aqui , o Brasil, tudo que

mandaram ” o Império / aliados locais (desde a “ditadura”) 

 e ,depois , todos os “governos”, inclusive os farsantes

    Lula e Dilma   ,  estamos nessa situação calamitosa/2016 ? 

Porque o objetivo nunca foi o sucesso do Brasil , mas a liquidação de qualquer projeto de Brasil soberano,industrializado,independente . O que o Império conseguiu .

Estranho o alijamento completo dos militares, no Brasil,  de todas as grandes discussões da política,   e dos problemas nacionais , em público e de forma transparente . Não parece razoável. Eles sempre o fizeram , no passado, por vias diversas , o “militar-cidadão” , sempre ativos , caso daqueles da reserva e dos Clubes Militares. E logo agora, que  têm uma  dívida com o povo brasileiro , face à  liquidação da nação, em curso acelerado, são recolhidos apenas aos quartéis ?  Quem teme e por que temem a discussão com eles ? Há falta de argumentos ? Não estamos numa democracia “consolidada”, como repetem elites e big mídia  ? Melhor discutir abertamente do que sofrer os métodos lulistas da “porrada”(Lula, Fernando Moraes, etc.) , por discordar .

Note-se que após os descalabros ocorridos desde 1964 e , após 1985, a nação foi entregue às oligarquias brasileiras as mais retrógradas, subordinadas a interesses estrangeiros , que destruíram a economia nacional e estão matando brasileiros via genocídios diversos,   disfarçados . Eles, militares , não se interessam mais por nada disso? Quem deveria  cuidar  disso seriam  apenas  os Cunhas , os Lulas, os Sarneys ou Renans…todos sob graves suspeitas e acusações? Não dá para entender .  

Afinal, para que existem forças militares senão para a defesa da nação, sua sobrevivência , soberania e independência ? Devem participar , sim, discutir os problemas nacionais  , e não tomarem atitudes como as de 1964 . Então,  insufladas do exterior deram uma bofetada na cara do povo brasileiro(para não usarmos termos mais pesados) , povo que,  majoritariamente,  não queria qualquer ditadura(Ibope- 62% de apoio, à época, a Goulart)  , em que pese quase 200 milhões de dólares jogados pela CIA na propaganda e em atos contra ele (Agee, P., “Por dentro da CIA) .

Vive-se lento e silencioso “suicídio político e econômico induzido” , do exterior . Dever-se-ia esquecer todos os hinos nacionais e o “progresso” da bandeira ? Sem coerência . Se é isso ,  que essas oligarquias dirigentes subordinadas , em cadeia nacional de mídia, declarem , desde logo, que , acovardadas , incapazes , incompetentes , sem nada quererem arriscar ou perder, já decidiram, antecipadamente, sem também consulta popular, conformarem-se com um Braz$l/Província( Ianni,Jaguaribe, Arruda Sampaio,etc.) .Por isso, tendo já entregue o antigo Estado Brasileiro aos ratos e baratas, digo, aos interesses estrangeiros , e o próprio povo , os brasileiros , à sua própria sorte . 

 Tudo isso faz parte dos graves  “problemas brasileiros”  – e também precisa ser amplamente discutido . 

(Redação)

 

A VERDADE É MENTIRA ? 

O BRAZ$L , antigo Brasil, os brasileiros não mais  têm  noção veraz de sua realidade atual  – economia, política , Justiça , situação militar , geopolítica , noção de poder, entre outros tópicos . Sequer sobre o que ocorreu com o antigo Brasil, aquele das belezas naturais, alegria, cordialidade ao menos aparente ,  que ,em especial os mais velhos , um dia chegaram a conhecer. E que encantava estrangeiros . 

Vive numa espécie de sonho já passado, envolto em lembranças , em parte ofuscadas , confundidas pelo regime de terror anteriormente  sofrido , durante décadas . Mais censura, propaganda científica de falsos paraísos  alcançados, apenas na imaginação e sonho – situação alternada com a  instigação também científica , e através da mesma “big mídia” , do medo, na maioria dos casos com origem remota através de pais e avós .  E até bisavós .

A imagem esmaecida da escravatura , das torturas, prisões, negros maltratados e discriminados , índios doentios ,magros ,ceifados pelas doenças , gente torturada , “desaparecidos” , mortos , presos , mal anistiados , torturadores e assassinos políticos pelas ruas , risonhos , tudo isso paira ,ainda ,  ao fundo do  quadro nacional  – Tristes Brasileiros .

 Pior – índios também ceifados por napalm, dinamite, genocídios de origem militar e ditatorial. Jovens estudantes que, no Araguaia , esfomeados e raquíticos , dando tudo de si, acreditaram no respeito à dignidade ,por isso entregando-se às forças militares e sendo barbaramente assassinados .

O PARAÍSO FOI DESTRUÍDO? 

Fatos inesquecíveis, sem qualquer auto-crítica dos assassinos , que serão cobrados,   e ,um dia,  os mortos reverenciados , por gerações . Longe tudo isso de qualquer visão antiga ,européia , daquele paraíso edênico( Buarque de Holanda, “Visões do Paraíso”) . Brasil, que teria sido descoberto por Cabral , imagem paradisíaca que correu mundo e permeou sonhos e permanece , falsa, ainda em algumas mentes  – em nossos dias .O que prova a força das ideologias, verdadeiras ou falsas. Hitler  e Goebels , assim como  a CIA e o discípulo aplicado Lula , competentes , bem  o sabiam. 

 Darcy Ribeiro  ”Nós , latino-americanos, estamos aprendendo nos últimos anos que muito pior do que ser República das Bananas é ser República das Multinacionais.”(“Somos todos culpados”, Record ,RJ,2001,p.179).

Plínio de A.Sampaio: … “o governo não manda em si mesmo, estão sendo mandados por uma política feita pelo mercado e pelo imperialismo, essa é a verdade ….” (Plínio de Arruda Sampaio , “Caros Amigos”, Maio , 2005). 

Por  isso , tudo de “positivo ” , embora que há muito inexistente , revivificado por uma mídia agressiva , colorida , espetaculosa , que vende (ainda! ) esse sonho onírico , com imagens, textos , mensagens , cuidadosamente editadas . (Que carioca consciente tem hoje coragem de propagandear sua “cidade maravilhosa”? Mas, muitos brasileiros , e mais estrangeiros ainda , para cá vêm , pois a imagem , falsa hoje, permanece viva – e serve a interesses econômicos e políticos das oligarquias  .

E essas falsas “verdades” são expedidas por “objetos”  muito mais sofisticados que antigas facas  e espelhos, do tempo da descoberta  – tvs enormes ,telas planas, computadores , i pads, celulares , tabletes , sons e imagens de alta tecnologia .  E não esqueçamos a presença de estrangeiros , direta e indireta ,por aqui  – processo de transculturação acelerado. Ianni) .

 [ Isto , tal quadro , só foi parcialmente alterado não pelas oligarquias locais  , via seus filhotes deputados federais ou senadores  ou ministros, sequer  por uns “construídos”  Luladilma, Ptpcdob ,etc. – todos  calados, décadas , e em festa permanente e corrupta, com recursos oriundos de verbas que deveriam estar em hospitais , favelas, transportes ,  ( líderes , de fato, de barro , e esculpidos pelo Império e sua mídia)  .

O povo , desordenado e reprimido, foi quem quem denunciou a real situação brasileira, caótica , parcialmente, em junho/2013 , com milhões de pessoas nas ruas , as elites oligárquicas pegas de surpresa . Daí em diante, elas tiveram que reconhecer, via sua mídia,  ao menos parcialmente , a verdade sobre o Braz$l –  a economia, a política e seus corruptos  “construídos” líderes, em especial Lula Jararaca . Assim como , um dia, desabou a farsa  do” milagre econômico “, durante a ditadura , agora desabou a corrupção lulista fantasiada de ” esquerda” ]. 

Braz$l , uma província . Viagens , jatos , carro sofisticados , estrangeiros , e não carroças, imagens e sons também sofisticados , face books , e.mails ,  fotos gravações,  you tube – um conteúdo de autoritarismo encoberto por uma forma liberal , sem controle democrático  , em que cada um pode berrar o que quiser em blogs e sites , desde que sempre preservado o “status quo” e a impossibilidade de controle do estado pelo povo . Por trás, sempre o Império,  com militares ou civis à frente , aqueles agora nos bastidores, mas a mesma política neoliberal cadenciada  – há pouco,  Luladilma , agora Temer.

LULA JARARACA E AS “ESQUERDAS”

         Lula e cia., sua fração política neoliberal, tinham sido usados o suficiente(2016) pelo Império manipulador, na defesa de seus  interesses . Muitos serviços prestados( altos juros , formação de grande mercado consumidor , legislação conveniente , BNDES financiando multinacionais, anestesiamento dos movimentos sociais, UNE , MTST , MST , dos partidos políticos , a começar pelo PT, PC do B mais aliados ,tropas no Haiti ,etc.

Mas, nos últimos anos , desde o “mensalão” , em especial, vinham cumprindo mal suas funções de bem administrar o Estado , auxiliar a superexploração sobre o povo brasileiro(o que ocorre e ele ajudou, incentivou, assumidamente- ” Nunca os banqueiros ganharam tanto,etc.”)  e  corrompê-lo ,com eficiência (Petras, em 2004 já) ( é só pensar em Dirceu,Vaccari, etc.auxiliares diretos, todos presos , na Petrobrás ,,,) ) e “anestesiá-lo ” , bem como controlar as massas em geral .Tal foi mal feito a ponto de escandalizar  e assustar oligarquias locais , elites e classe média  , com uma evidente e  escancarada corrupção , fraudes, desfalques , uso pessoal de dinheiro público, massas revoltadas nas ruas , o que até levou alguns diretamente responsáveis à prisão (Dirceu, Vaccari,etc.)

.

ENGANANDO O POVÃO 

 

            Essa situação acabou por receber o aval das outras principais frações políticas neoliberais no sentido de substituir no poder a fração lulista por outra mais competente, recompondo-se  o bloco de poder dominante sob nova liderança local(PMDB, Temer ,etc.)  . Não se tratou ,por desnecessário, do uso de um “hard power”(poder forte, pesado)  pelo Império, que atua sempre de forma quase invisível,  esconde-se , inteligente – usa um “smart power” , muito esperto poder  (J.Nye Jr., “O futuro do poder”) , enquanto possível e conveniente  – leis e Constituição rigorosamente cumpridas ou seja, a democracia .

Violência, só se indispensável, o que não era o caso – o risco era quase zero, nada igual a 1964. O Império não precisava  agora de esquadra próxima à costa brasileira, como então – para dissuadir , o que ocorreu, ou para , em caso de reação, agredir /intervir . No caso da troca de Dilmalula por Temer não se tratava de defender um aliado americano contra um inimigo “comunista/nacionalista” (Jango e seu governo/1964; Brizola e outros) . Sim , de substituir , na administração estatal brasileira , um aliado subordinado e dependente por outro na mesma situação, mais comedido e competente .

Nenhum “golpe”anti-lulista/petista, muito menos anti-imperialista ,  em 2016 – muito ao contrário, o Império no poder , via prepostos , uma mera troca legal dentro de poder dirigente , no bloco dominante, de uma por outra fração neoliberal. Mas, nessa situação, de fato, poderia estar Lula , com sua proposta de reação,violenta , negando-se a aceitar as regras estabelecidas e decisões dos tribunais ,  envolvido em outro plano mais sutil, na defesa , após identificada sua roubalheira e corrupção.

Sim, havia (há) ampla maioria parlamentar pelo impedimento (por parte das outras frações neoliberais , representadas no Legislativo) , da “presidenta” Luladilma . Além disso, uma legislação complexa mas a favor , desde que regras cumpridas , tudo legal e legítimo. De fato, troca mais legitimada ainda sob o prisma da sociedade capitalista e seu “estado democráticos direito” , face aos crimes realmente cometidos pela dupla Lula e Dilma .

Basta ver que os líderes do novo bloco de poder dominante, Temer(PMDB)  à frente,  têm-se dado até ao luxo de não exacerbar ódios, deixando de lado as mais graves acusações a Dilma,  e aos lulistas,  isto é , “esquecendo”  muitos ilícitos, e concentrando a questão em “pedaladas fiscais” e questões relativas à improbidade administrativa – mais “leves” perante o povo em geral.  .

Afinal , foram sócios dos lulistas no “butim” anti-popular em curso  , desde mais de uma década, contra o povo brasileiro , quando ainda liderados pelos incompetentes e abusados lulistas neoliberais . Sabem muito bem que todos estão do mesmo lado, afinal, apenas disputando “democraticamente”(segundo eleições, regras constitucionais e legais ) a liderança do bloco no poder – agora perdendo os lulistas , pelos exageros cometidos(corrupção descarada ,em especial)  e incompetência, devendo conformarem-se . 

ESQUERDAS SOB “FOGO AMIGO”- LULA E CIA  

A corrente neoliberal lulista , uma fração política neoliberal (financiada por multinacionais/capital financeiro) ,  foi e é de grande importância para o Império, assim como seu aliado PC do B , pelo papel auxiliar fundamental desempenhado antes da eleição de Lula, depois dela  , e até agora . O Império aceitou retirá-la da linha de frente política, da direção, em meio dessa crise, depois de  exitar ,  pelo exposto acima . Mas,  tornara-se inviável, pelos escândalos e incompetência  , que ela continuasse no centro de gravidade do poder neoliberal, no Brasil  , até pelas milhões de pessoas protestando nas ruas contra ela e as acusações diversas de corrupção e outros crimes .Ela começava a prejudicar tanto política como, pior, os negócios . O que não significa que a deixará  morrer ou sequer  “definhar “ demasiado, com ou sem o uso da antes valorizada sigla PT  .

O Império precisa dessa fração lulopetista , direita com fachada de esquerda, e já tradicional,  para melhor continuar a implodir as verdadeiras esquerdas e a enganar o povão delas simpatizante  – e isso de “dentro” da esquerda( como um peixe na água , entre militantes/bases – a pregação de Mao,  usada em sentido contrário  ) . Embora detenha ainda outro trunfo , de menor projeção popular , a valiosíssima ajuda da velha sigla PC do B , que tem-no apoiado via Lula, PT , aliados ( uma situação que precisa de melhor estudo , tema incômodo e doloroso , caso que lembra o de Dirceu/Molipo/década 70 ).

[Há muitos indícios do que ocorreu , quando do “desmonte” do PC do B , então clandestino(e isto é importante , por facilitar seu “desmonte” , de cima para baixo, pois apoiado no “centralismo democrático” , dominada e destruída a direção política  ,  pelo CIE/CIA /DOI/CODI)  , na Lapa(1976) , no Araguaia,  e por posteriores torturas , depoimentos /prisões/”desaparecimentos”  (alguns dirigentes presos e , estranhamente, depois  soltos, afastados do partido, por “falarem demais” , e mais tarde readmitidos , com mudança na direção partidária  ) . Isso  e mais a ação conhecida  de Jover Teles, militante de décadas,  fundador do partido,  , dirigente nacional , que tornou-se agente colaborador ativo da repressão , durante muitos anos, podem explicar,parcialmente, o que ocorreu. 

 [Pelo seu passado , décadas de militância,  este dirigente nacional antes comunista deu um prejuízo muito maior a todas as esquerdas, democratas e povo brasileiro (ele veio na direção desde o antigo partidão, PCB)  – aliás,  muitíssimo maior – que o dado pelo famoso Cabo Anselmo, emérito traidor, mas noviço,não dirigente , não conhecedor das raízes as mais então firmes da esquerda brasileira ) .( cf.neste blog, se interessar.Há muitas refs.em livros) ].

Mais tarde, o PC do B , com  o que restava da APML , massacrados principais dirigentes , integraram-se , de um lado(no PC do B ) , e legalizaram-se ,de outro,  ambos , o restante da APML no PT – com os resultados conhecidos, à nossa volta(50 anos de retrocesso nacional e de atraso ,confusão e desmonte da esquerda brasileira e do Brasil, perseguição a democratas, corrupção geral e capitulação  do país aos interesses estrangeiros)   .

Quanto aos velhos membros da APML , PC do B  , demais esquerdistas a eles aliados , todos , afinal,  sob a liderança de…Lula, o homem da “Carta aos Brasileiros “(2002) , da adesão ao neoliberalismo/Consenso de Washington, etc. Todos  a reboque dele(?!) , direta ou indiretamente , financiados por multinacionais e capital financeiro internacional, mesmo as tendências de “esquerda” do PT , servindo  de fachada “esquerdista”  , recebendo cargos e verbas, submetidas à fração lulista neoliberal – sempre majoritária, é claro . E ainda ridiculamente submetidos ao  “centralismo democrático” e votações viciadas . Um triste “fim” de forças políticas que exerceram, no passado, respeitável papel, à esquerda – servindo , ingenuamente , ao Império.

Como nota-se , a “repressão” inteligente,  “física” , prende, mata , tortura , usa infiltrados , delatores, agentes ,”cria-os” , “virando” ex-opositores pela corrupção, violência , psicologia , ou por estes e outros métodos . E até depois solta-os como seus “cachorros” (gíria da repressão) para continuarem seu precioso serviço – de delatores , informantes, espiões. Serviço no qual informam de um lado, desinformam de  outro, confundem, caluniam, jogam uns contra outros – luta ideológica e repressão política e militar cruzando-se . Alguns setores democratas e das esquerdas sabem disso, a maioria ,ingenuamente, não o sabe . O IRA  , da Irlanda, por exemplo , tinha um importante setor de informação e contrainformação que atuou ,continuamente,  até suas vitórias e chegada a objetivos e acordos , no poder.

Aparentemente, por aqui,  foi seguido , por esses partidos , e outros , o modelo , negativo para socialistas e comunistas(!?) , de “legalização” do PC dos EUA ,  que tornou-o inócuo a ponto de ser tido, por muitos , pouco mais tarde,  como sustentado pelo FBI e suas contribuições , tantos os agentes policiais nele infiltrados .O que pode ser triste piada ou realidade inegável, face ao que ocorreu depois , nos EUA , e a suas esquerdas , de lá até nossos dias – derrotas sempre , com perdas acentuadas .   (Cf.  em Saunders,F., ” Quem pagou as contas”?, entre outros  ).

O POVO TEM CONHECIMENTO DISSO?

O escândalo lulista” foi escancarado de  2005 a 2016(“mensalão/petrolão” ) ,em especial, e Lula sobreviveu , politicamente  .O que mostra a força  de seus apoiadores. E atenção -esses escândalos (envolvimento comprovado em corrupção e outros crimes) da fração da direita neoliberal lulista , “fantasiada” ,espertamente ,  de esquerda , colocaram holofotes sobre ela – como surgiu ? Teria  sido idéia de quem,  mesmo ? Note-se se como demorou o “desmascaramento” político  de Lula, enquanto o Brasil tornava-se Braz$l ,  destruído dia a dia. O que explicaria  essa força toda dele ?

Donde veio a idéia esperta desse “neoliberalismo fantasiado de esquerda”, Lula /PT/PC do B(?!) à frente ? Na Europa , não se chegou a tal ponto , com as mudanças do “comunismo” , eurocomunismo e suas táticas – e não se tratava de algo oculto,farsesco, mas assumido, declarado , justificado, que implicou até em extinção de partidos à esquerda . 

Aparentemente , tal “construção , no Brasil, incluindo Lula, originou-se  “daquela”  agência americana  ,no final da década 70, numa SP /ABC de greves ,  confusão , usando ela o trunfo de seus sindicalistas americanófilos , alguns estudantes nos EUA/Japão,AFL-CIO –  em especial o coringa Lula. O objetivo era criar, no Brasil, uma “esquerda” assimilável pelos EUA , alternativa aos “comunistas” . (Cf. “A revolução impossível” , de L.Mir ,depoimento de Manoel Cyrillo , citando diálogo dele com Ellbrick, então embaixador americano sequestrado, década 70).Tal era também do interesse da Igreja Católica , antiga patrocinadora da JEC , logo AP, e  APML , uma tradição e origem avessas ao comunismo “ateu” de outros partidos .  

 Este PT, integrando Lula , PC do B ,Igreja ,Império , Lula , operário muito bem explorado/construído , que chega a nossos dias, corrompendo, traindo, mentindo, financiado pelo Império , o mesmo que quando surgiu pretendia combater ,   desgastou as verdadeiras esquerdas e democratas .

Defender até o fim tal falsidade, indefensável (em 2016),  seria tolice , e impossível , por parte de autênticas esquerdas e democratas radicais  –  levando-se adiante, sem sentido,  situação falsa, dúbia, e pior , talvez até uma nova armadilha para o povo brasileiro . Com resultados possíveis  que poderiam implicar em  destruição maior , grande desgaste político ,  “arrebentação”das esquerdas , situação de difícil recuperação, não bastassem erros anteriores (Cf. adiante).

PROVOCAÇÃO?

Essa defesa violenta  de Dilma e Lula , proposta dele , poderia levar a uma derrota e a  mais um  “desmonte” da verdadeira esquerda , talvez até  com “salvadora” (e aplaudida,  popularmente ) intervenção armada , militar, ou “neofascista” , mais à direita ainda(com repressão ,afinal, contra apenas os  verdadeiros esquerdistas) .E tudo de pior, por certo, sendo atribuído a eles , os  “comunistas vermelhos”, a “esquerda”. (Claro, depois –  mais uma aprovação apressada de mudanças  na CLT , por exemplo, entre outras medidas neoliberais que LuladilmaPT , embora pretendendo, não conseguiram antes tomar/ aprovar, por suas contradições internas, pressão de movimentos sociais enganados , cultivados via verbas/demagogia, desgaste político, corrupção ) .

AS ESQUERDAS E AS ARMADILHAS DA DIREITA ? 

Poderia  essa situação  de resistência lulista , violenta , seguida de derrocada ,  até acabar sendo aplaudida , popularmente, não ela , mas a repressão violenta desencadeada contra ela-  “a esquerda dos comunistas corruptos”.  Em resumo – tudo que a direita sempre sonhou, atualmente ,  pois  com a legalidade dos comunistas, há amplo fichário deles e facilidade absoluta de repressão .

Um grande prejuízo político à esquerda porque , de fato, (1) há e havia  enorme corrupção, (2)Lula e Dilma e muitos petistas e “comunistas”  estão /estavam mergulhados mesmo nela e (3)ela tem sido atribuída , genericamente, à “esquerda” , aos ” comunistas como Lula”, o que é falso, mas está bem difundido . Deve ,nainda,  haver (4)muito mais provas contra os lulopetistas que as apresentadas  ao público – não se deve desprezar o trabalho sério dos quadros do MP, Polícia Federal, Juízes  .

 Além disso,(5)  Lula é um farsante ,  ligado a interesses estrangeiros .Tudo claro , tal o número de dados e fatos. Só não enxerga quem não lê, não estuda, ou dele (Lula) depende e/ou não pode deixar de apoiá-lo (compromissos públicos, “amizades”, parentesco, serviços(advogados) favores,empregos,verbas,etc.).De nada adiantará ,pois, (6) marketing esperto, berrar “golpe” , mentir , dizer que é tudo calúnia da Veja, Época ,Isto é, etc.

Os que assim porventura tivessem agido teriam sido   esbofeteados pelos fatos – e ponto para a extrema direita militar .  Esta , misturada com as classes médias revoltadas com a corrupção e má administração lulista, nas ruas. Classes médias abandonadas pela esquerda , execradas e xingadas, especialmente ,  pela “esquerda” lulista – taxadas  de  “fascistas” , “coxinhas” , tratadas “a porrada”( Lula, Fernando Moraes,   Maria  C.Tavares ,Marilena…) .Quer dizer, os lulistas à frente empurrando as “classes médias” )para os braços  abertos da extrema-direita de Bolsonaro e cia. 

Portanto, ficar a favor dessa resistência violenta lulista  seria ficar contra a verdade dos fatos  e a maioria do povo brasileiro e ainda pela ilegalidade  – mais uma vez . Com grandes riscos de entrar numa armadilha – neoliberal . 

           O POVO TEM CONHECIMENTO DISSO? 

Muito bem: analisemos a tal resistência firme e violenta ao “golpe”/2016 , antes prometida  por Lula, apoiado por Dilma . Isto é – depois de “tudo”  já ocorrido(corrupção, escândalos, ridículos de Lula e Dilma , manifestações manipuladas , maiores contra Luladilmaetc.do que a favor)…SE …tivesse havido efetiva resistência em defesa de Lula e Dilma .

Detalhemos – a resistência provável :  ocupações , uso de foices, algumas espingardas,etc., com não acatamento de ordens  judiciais . Resistência violenta, sob direção da “esquerda”lulista ,corrupta , neofascista ( “o que ela é, na práxis “,  não o que ela pensa ou diz  que é)  – daí  , o que aconteceria ?

Derrota certa , os vencedores  do “governo” avançando para a direita radical, provavelmente militar , usando  a PM , policiais militares , sequer militares das Forças Armadas . 

PROVOCAÇÃO  , com violência,  da vencedora, DA DIREITA extrema,  outra fração neoliberal não lulista .  ( De fato,  quanto à resistência , anunciada por Lula, dela os lulistas fugiram, antes tentando convocar a sociedade e jogá-la à frente deles , como defesa , mas logo desistindo , por –  (1) saberem   quem são eles próprios, fora conversa fiada  (farsantes, blefando ,  mascarados de “esquerda”) e (2) a sociedade não acorrer aos apelos de Lula , massas populares em número suficiente , muito ao contrário – os blefes de Lula não deram certo , desta vez, como em outras.

Mas, analisemos o que poderia ter ocorrido se , ainda assim, outros , como Boulos(MTST) ,Steddile(MST),  etc. ou terceiros levassem à prática a proposta e ameaça lulista de “reação violenta” . 

Os vencedores, após enfrentarem efetiva resistência (repita-se- viável só se Lula tivesse firmeza e ideais e estivesse falando a verdade, longe da corrupção ) – teriam realizado  , na práxis , o início daquela “intervenção militar” pedida , com faixas , por alguns , nas ruas . Com essa resistência ilegal teriam tido o motivo para isso – teria havido desobediência dos lulistas e dos comunistas às leis e Constituição .

 Lula , se a levasse isso adiante , ou (a) lideraria a revolta (não é de seu  feitio , sempre negociou facilidades , conciliou)  ou ( B ) mais possivelmente, recuaria  ,  deixando à frente um Stedile,Boulos e/ou outros ,   “buchas de canhão”, papel tipo Dirceu ou Vaccari  ; (c) após quebrada  , com violência , a hipotética resistência , Lula abandonaria(se não o tivesse feito antes)a “culpadíssima esquerda”vermelha comunista (esquerda de fato, sofrida , bem atingida  com a corrupção lulista) , – às bordoadas, pelas ilegalidades  que só ela teria cometido. 

 Quanto à esquerda lulista , “sua  esquerda” /de fato direita , ela apenas “de tabela” sofreria algo ,   e bem levemente , isto é, a dita repressão, mais como disfarce  . A esquerda” lulista de fancaria , que serve , de fato, ao Império, pouco seria atingida . A autêntica esquerda , sim, receberia toda a carga de violência. Em qualquer caso, haveria derrota dos lulistas/aliados , por “forças legais” – apoiadas por grande massa popular.

Assim, esses  “novos  vencedores”  ,  no poder, radicalizariam à direita( a -reprimindo;  B –   tomariam as medidas legais que , desde antes, precisavam ; e (c) afinal , voltariam  à  conveniente ,e cômoda “democracia neoliberal” (entre aspas , pois nem isso há, no Braz$l , mas, sim , um regime liberal-autoritário, sem controle democrático) .

Quer dizer, a provocação dos  lulistas , ultrapassando os marcos da Lei, justificaria mais repressão contra autênticas esquerdas e guinada à direita, além de  fortalecimento popular  à direita também  , pois justificadas suas  ações  “pela violência ilegal  da esquerda”. Tudo de acordo com as leis e a Constituição Federal. (Soluções “diferentes”? – só nos bastidores, com acordos com o STF, extrema direita, Império, o que sabe-se o que significa) . Essa a proposta/sugestão de Lula – estranha .

   ARMADILHA/2016 , MONTADA PARA A ESQUERDA ?

Ou seja , e logo voltariam  os vencedores , também direita neoliberal, como Lula, mas ostensivos, militaristas, mostrando “a cara “, a posarem  de “democratas” , com apoio do Império – autoritarismo disfarçado, liberalismo, sem qualquer controle de poder pelo povo. Como agora na atual situação, mas as esquerdas muito mais desmoralizadas e “arrebentadas”  , pelas ações de resistência “ilegais”por elas praticadas, sugestão ameaçadora de Lula – ocupação de prédios públicos, alguma reação armada, com foices,depredações ,desobediência a ordens judiciais , etc.- repitamos. 

Seria esta a provocação sonhada pela direita , via propostas de  Lula? Talvez com Stedile, Boulos,etc. à frente- enveredando pela ilegalidade ? Conscientes ou não, os últimos , de seu papel de provocadores coadjuvantes .

Mas…parte , ao menos ,  da autêntica esquerda não deu respaldo à provocação feita por Lula , diretamente (estas e outras – ” Está aí o exército do Stedile(MST) …etc.Eu não quero, quero a paz, mas” …) . Além disso, a sociedade , em geral, não o seguiu  .Talvez algumas correntes  à esquerda , que antes o apoiavam , tenham desconfiado do acima descrito – e recuado .

Lula , sem apoio suficiente ,  foi  levado a recuarseus  apoiadores diretos idem . Isto pode ter evitado erro grave e provocação , com desastrosos resultados políticos à esquerda  . Talvez parte da direita não lulista e militares de extrema direita (inclusive velhos torturadores) acabassem saindo  dessa confusa situação nacional como heróis,  “redimidos” do passado tenebroso  – o que implicaria  em  mais décadas de atraso político .

 “FUTICANDO” A HISTÓRIA -TIRANDO LIÇÕES 

Isso porque o povo vinha protestando contra a corrupção, atribuída à esquerda e , realmente, praticada pela falsa “esquerda” lulista– extrema-direita , como analisado . A direita , até militarista , poderia ser a maior vencedora isolada no combate a tal corrupção , da “esquerda no poder “, claro que isso tudo não entendido pelo povo, isto é,  que não se tratava de socialistas ou comunistas ou democratas radicais ,  mas de oportunistas fingindo de esquerda, a serviço da direita , o Império  .

Observe-se que, em que pese tal hipotético projeto não ter sido concretizado (ou finalizado ? )  , a direita cresceu e a votação de um Bolsonaro prova-o – 450 mil votos , com linguagem de extrema-direita  e proposto como candidato a Presidente  .  Quem o responsável por tudo isso,  ?

Lula da Silva/Dilma  e cia. desmoralizaram as esquerdas verdadeiras, parcialmente com o consentimento destas, que demoraram a reagir , e   com uma política de direita,  mascarada de esquerda  , e depois com uma corrupção escancarada , recheada de mentiras, contradições, propaganda – cujo resultado foi inflação, processos, “lava-jato”, administração incompetente , dívida pública multiplicada . 

“Projeto militar” ? – poderia  ser essa a espécie  , um projeto de “resistência com violência” , lulista , antes citado, levando ao oposto: provocação . Os estrategistas militares projetam cenários futuros , após a vitória  , assim como no jogo de xadrez(Cf.,p.e., Gal.Beaufre,”A estratégia da ação” ). As esquerdas brasileiras já deram demonstrações de infantilidade , neste “jogo”contra aliados do Império . Essa situação toda poderia envolver outros objetivos , em vista da corrupção lulista identificada . 

A maior “jogada” e derrota teria ocorrido  , em 1969 , quando uniu-se  a maior parte da sociedade  contra as esquerdas , cedendo a provocações e partindo para assaltos com uso de slogans comunistas  ( uniram contra elas empresários, classes médias, e , afinal,  as diversas correntes militares, sempre com divergências , entre si, mas daí em diante  fechadas com a repressão violenta, torturas  e  o projeto americano de Golbery/Geisel- e com a posterior “distensão lenta e gradual”- democracia controlada , concedida ) . 

[ Sim , os militares têm frações e correntes políticas, como assinalado   – cf. Além de Stepan, “Os militares no poder” ; Frota ,”Ideais traídos” ; Sodré, “História Militar…” e outros livros ; Chirio, “A política nos quartéis” ; etc.]  

De fato, uniram-se todos contra as esquerdas , especialmente desde  quando Marighella  organizou sua guerrilha tendo sempre ao lado um informante da CIA(Mallavasi) , que até carro arranjou-lhe .Cf. , com documentos – “Marighella”, Mário Magalhães ) .Houve outros que fizeram o mesmo, com Cabo Anselmo ao lado .

[O que significa que , desde antes de 1964 , a própria CIA provocou, agrediu,  fez propaganda ,nas ruas e por certos deputados(IBAD,IPES) , depois incentivou jovens para uma luta armada inviável, pré-decidida, em especial estudantes, sem mínimas condições para isso. Tudo  sob controle , dela e de serviços de informação locais , exato o que a extrema-direita (pró-interesses estrangeiros ) buscava .

 A CIA/outras agências  poderiam terem impedido a guerrilha de Marighella , antes que começasse , mas , ao contrário, incentivaram-na , via agentes infiltrados  , mais  os do CIE e outras agências . Quase poder-se-ia dizer que criaram-na  , desde o golpe de 1964. Precisavam dela para justificar mais repressão,tortura, união dos militares  e, depois , mais domínio econômico e político .  Os do “outro lado,  foram   os inocentes, ingênuos  – ou os provocadores , “buchas de canhão” ].

        Provocação de direita, infiltrada na esquerda enganada , para justificar mais repressão , no Brasil . Enganada como ocorreu em 1935 , 1964, 1969, 1985 e em outros momentos históricos .Um ex-guerrilheiro , Manoel Cyrillo (sequestro de Ellbrick, embaixador dos EUA) depois bem o percebeu (Cf.Mir, L., “A revolução impossível”). Assim como Flávio Tavares(“Memórias do esquecimento”), de outro grupo . O incentivo a tal tipo de ações, como fez o famoso Cabo Anselmo (1964) , entre outros , se errado no tempo e espaço, pode apenas levar resultado oposto do pretendido , tenha havido, ou não uma inicial provocação policial (Marighella reconheceu tal , como os citados )  .

            Estes os reais riscos corridos pelos democratas e esquerdas , com a continuidade da fração neoliberal lulista corrupta , incompetente , escandalosa e  com um líder sem caráter(Chico de Oliveira) e amoral , na direção do bloco de poder  dominante (2016) . Lula foi longe demais , em todos os sentidos , tal o sucesso do plano neoliberal aqui executado, que levou-o até a Presidente . Mas, isto ocorreu de forma explicável [ver nota ao final (**)] . O Império tinha plenas condições para isso.

       Enormes riscos aparentes   nas estapafúrdias propostas de um suspeito Lula Jararaca (repita-se sempre – financiado pelo Império , multinacionais e empreiteiras ). Pretendia  colocar “o exército de Stedile na rua ” etc. tendo indicado  ainda , como Ministro da Defesa , Aldo Rabelo , PC do B. Ora,  os militares nunca  admitiram reconhecer sua própria política terrorista de estado (Gaspari, “A ditadura”…e outros) , nem os crimes de muitos seus oficiais – não  punidos , ao contrário premiados e condecorados , o que  o STF (omisso ) garantiu . Então …farsa de quem, fingimento, teatro, por quê? 

O que pretenderia Lula com tudo isso,tal “valentia”  ?  Achava que a CIA/Império, mais CEBS mais esquerdas e movimentos sociais beneficiados por verbas , nunca o abandonariam? Logo ele  , o grande corrupto,  segundo o povo nas ruas e a mídia , servidor comprovado e premiado do Império, pego em flagrante , em vários ilícitos, mas protegido pela Justiça do Império(do contrário estaria preso, há tempos ) ? Que absurdo seria  esse,  por ele proposto, nessa situação, que só poderia gerar mais derrotas ? Para os outros, não para ele? Qual  o significado dessa frustrada provocação lulista  ? 

 ENTENDENDO AS ALTERNATIVAS E CRISE

O que explica essa  “confusão” da política lulopetista ? Uma luta ideológica em curso , cruzando-se desinformação com contrainformação , mentiras , disfarces  , manipulação de conceitos como “esquerda”, “direita”, “fim da história” , ” conciliação “, “socialismo”, “comunismo”, “esquerdas”, etc. O “Príncipe Eletrônico” atuando , firmemente, em defesa dos interesses prevalecentes(**), em todo o mundo. A quem interessa essa “confusão” ? Aos conservadores , que querem que tudo continue como está. Acontece que, no Brasil, todo deteriorado, é impossível a qualquer pessoa honesta e bem informada ser conservador.

Mais derrotas do povo brasileiro com a continuidade lulista e ainda as esquerdas defendendo farsantes(Lula e outros, como Dilma),    talvez caindo numa armadilha neoliberal? 

Quem afastou Luladilmaptetc. do ” centro de gravidade do bloco dominante de poder nacional neoliberal “(ufa, detalhamos) foram os mesmos que lá o colocaram, é certo – o bloco de poder neoliberal mundial . Então , à época ,  Lula foi colocado na direção estatal, presidência,  com o auxílio das esquerdas – enganadas . Lula foi ” construído” , desde a década 1970 – e arrasou as esquerdas(como esquerdas autênticas) , e o Brasil, hoje Braz$l. Deturpou todos os valores à esquerda, confundindo-as e ao povo. O fato delas virem da clandestinidade, muitos torturados, mortos , estarem fragilizadas – facilitou essa tarefa . 

Natural , nessa complexa situação, anos de engodo e armadilhas do Império, as dúvidas e contradições, em 2o16  , com essas mudanças de agora , troca de Dilma por Temer, embora tal mudança   , de certa forma, favoreça às esquerdas verdadeiras e democratas – livrando-as de Lula .

Com um traidor tipo Calabar ou Silvério dos Reis ( e assinalamos  isto, com tranquilidade, a esta altura , tal o número de provas nesse sentido )  , na direção nacional, Lula(mentindo,corrompendo, entregando, cooptando ) ,  jamais se iria a lugar nenhum. Mas, nesse momento, o bloco neoliberal também não avançaria seus interesses , por aqui, com um corruptíssimo e incompetente grupo petista  na direção estatal , escândalos dia a dia . Daí , estranha coincidência de interesses , momentânea, que ocorre, por vezes , na História (Caso  também da luta contra o nazismo) . 

Estivessem , atualmente , as verdadeiras esquerdas e democratas mais fortes , organizados , com movimentos populares não aparelhados , e poderiam deixar o bloco no poder liderado por lulistas, deteriorar-se , ao menos muito mais , o fantoche Lula à frente– e o caos aumentando, gradativamente.Mas, este não era nem é o caso brasileiro, os riscos sendo tipo os acima, não havendo perspectiva de mudança mais democrática imediata , muito  ao contrário.Mais uma vez,  enfrentamentos sem mínimas condições, programa , unidade, organização, planejamento , nada ? É isso que Stedile , Boulos e outros, liderados por Lula(?!) pretendiam ou pretendem ? Atenção ao acima.

Por isso tudo,  Lula foi e ainda é o “inimigo Um “do povo brasileiro( o Império não o “demitirá”, mas  ele poderá  não aguentar a situação, acostumado à farsa e conforto  e proteção ) . Ao isolar Lula/Dilma e ao deixar Lula falando quase sozinho  , a armadilha vazia (se havia mesmo, o que nunca saber-se-á com 100% de certeza  ) , isto quase vale como triste pequena vitória, mesmo com outro neoliberal assumindo seu lugar(Temer)  – e apenas mantendo-se a relativa  democracia limitada. 

Lula , Dilma , PT/PC do B,  num grande papel teatral , até em comissões parlamentares  , fizeram provocações que poderiam prejudicar mais ainda democratas e esquerdas  . Com o atual desfecho, sem depredações ou ilegalidades, “lideradas” pelo falso líder Lula, retiraram-se da linha de frente as desculpas para reprimir duramente os democratas e as verdadeiras esquerdas  – já que a lulista, do PT e do  PC do B , nada tem de esquerda como exposto (embora , evidente, haja pessoas honestas nas bases deles  e ,por certo ,em algumas direções  ).

De que adiantaria a continuidade da administração lulista/dilmista(nem era governo, sem condições de tomar decisões fundamentais, apenas administrando e mal  )  ?

Nada organizou, não fez  reforma alguma ,em uma década , sequer a agrária, manipulou , adiou, corrompeu . Mas, tirou a independência e autonomia dos movimentos sociais , financiou multinacionais, fez demagogia , entregou ao povo  fogões (ao invés das dentaduras,  de 1930)  , em troca de votos , despolitizou os brasileiros , confundiu  –  não avançou sequer com a questão da anistia, nem mesmo identificou os túmulos dos “desaparecidos” , depois de 14 anos no mais alto cargo do poder federal. 

Que democratas ou esquerdistas foram e são  esses do PT , PC do B, e demais aliados deles,  à esquerda ? Devem explicações , não conversa  – ou então,simplesmente,  calem-se , cabeças baixas. Mas, fazem o contrário. O homem das malas de dinheiro , em  Nova Iguaçu(fato lá famoso, Isto é ) , Lindebergh , senador lulista…grita na TV , todo dia , pró-Dilma e “contra o golpe ” – como se ele e Dilma fossem honestíssimos. Grande ator, escola lulista.  

Onde está ou ficou o processo(ou proçessos? ) contra ele? Estava(m) sob os tapetes da Justiça – lá continua(m) ou arquivado(s) por alguma ‘interpretação ” jurídica do estado de exceção ? E Dilma , que sabia de tudo na Petrobrás e pressionou para aquilo (Cerveró, Paulo Costa)  , dando bilhões de prejuízo? E o que fez ela na venda da Varig a interesses estrangeiros, quando era Ministra das Minas e Energia? (Jornais da época. Pesquisem se quiserem ). E a Senadora esposa do acusado,Paulo Bernardo,  ambos envolvidos em corrupção e lavagem de dinheiro, ela também feroz defensora de Dilma?

Futuro, próximas eleições para presidente  … com Lula, etc.  ?  Alguém acredita, no Brasil,  em resultado eleitoral justo, por exemplo,com urnas eletrônicas(sem controle popular, nem voto impresso) , sob controle “dessa Justiça”( ler páginas policiais dos jornais)  com um Toffoli como Presidente do Tribunal Superior Eleitoral e Lewandowsky como Presidente do STF, como em 2014  ? E ainda um Lula ou Dilma ou outro desse mesmo tipo   como presidente? 

Talvez ,  parte do problema /crise geral , posterior a 2014 , seja por Dilma sequer ter sido realmente eleita ,  tendo havido manipulação eleitoral, a dupla Luladil à frente , mais o uso de propinas da Petrobrás e empreiteiras . Essa a “esquerda lulista/comunista” execrada por multidões,  nas ruas , com razão . Uma farsa que durou décadas e poderia ter acabado em outra farsa mais à direita ainda , como analisamos acima . 

Quem sabe , tudo planejado , pelos mesmos autores da anterior farsa , que levou Lula à presidência , agora para produzir um “grande final” para a peça farsesca iniciada com ele , na década setenta. Afinal , ele estudou nos EUA e fez greves apoiadas pela embaixada americana (Gaspari,  “A ditadura acabada”, com citação de docs.) , o que quer dizer CIA . 

Ir adiante e não perder-se tempo na defesa desses farsantes . 

   O POVO TEM CONHECIMENTO DISSO?

As esquerdas (talvez)tenham escapado de caírem dentro (?!) da “armadilha capitalista”/2016- como em 1935 , 1964, 1969, 1978(“distensão política” de Geisel/Golbery/EUA /PT /Lula), anistia , 1985 , (morte de Tancredo) , 1986, Constituinte ,1988(C.Federal).E , depois, já  na saga neoliberal – Collor, Sarney,FHC,Luladilma(a fração política mais inteligente do Império, destruindo a esquerda “por dentro” ) , e ,afinal , Temer.

As esquerdas e democratas, sempre a reboque do Império , via Lula,PT,PC do B ,etc.   Enganadas , novamente . Natural , em parte, tudo isso como resultado  da derrota de 1964, e depois com mais  derrotas acachapantes. Mas, houve traição, oportunismo ou ignorância , à esquerda ? Só, um dia , talvez logo,  a História e estudos responderão, com certeza . (Mas,será tarde) .Interessados à esquerda, apressados – perguntem  a um Prestes(a seus anteriores escritos/posições) ou a uma Anita Prestes (viva) , que ,por certo, acenderão algumas luzes . 

ATÉ A VOLTA DE BRIZOLA? 

Sim. Como pode-se pensar que a  “democracia”(de 1985) fora “conquistada” pelo povo e oposições  ?  

Um completo absurdo e inverdade . Concessão de Geisel, quer dizer, Golbery, quer dizer EUA , quer dizer Império, quer dizer serviços secretos , que dizer CIA . Tudo sobre controle – até o velho Brizola , que voltou ao Brasil ,  mas  , antes passou , não inocentemente>>>

[ pois não era tolo (?!) (Jango havia morrido- Operação Condor , em ação)]  >>>

>>>do Uruguai para a Argentina(sob ditadura) , depois para os  EUA , afinal Brasil- com a   anuência dos militares , quer dizer…Golbery …dos …quer dizer CIA ...(ver acima) .Então, como , por quê e quem permitiu isso tudo, isto é,  tal recambolesca volta de Brizola , antes proibida ? Por quê ?

Note-se o dedo dos serviços secretos( Quem desejar,pesquise,verifique)  . Nem o General Frota , “linha dura”  ,então Ministro do Exército, sabia disso(cf.”Os ideais traídos” , de sua autoria ). Pego de surpresa , Frota teve que engolir a volta de Brizola , comunicado por Armando Falcão , então Ministro da Justiça. Tal fato mostra, inequivocamente, quem mandava de fato e manda por aqui . 

[ Verifique-se quem fez toda a logística deste processo da volta de Brizola,  ao Brasil, nas declarações de um filho (“apolítico” ) e  de jornalista da “Folha de São Paulo” , que publicou e investigou a viagem (cf.arquivos da Folha .Tudo ocorreu com o aval do Império, CIA, militares, Golbery,Geisel,etc. com planejamento ,logística ,etc.que só eles(CIA)  têm ,em todo o mundo .

Uruguai(com prazo de 5 dias,  para sair) , Embaixada dos EUA, Argentina, B.Ayres , proteção CIA ,EUA , Brasil ,etc.(cf.”Folha de São Paulo” ,com detalhes).( Gaspari considera que Brizola “reinventou-se”nos EUA, como social democrata -“A ditadura acabada” ) . Democracia conquistada ou concedida(?!) , no Brasil, indagação de Costa Couto( “História Indiscreta”…) .

Pergunta – as esquerdas, sem aspas, enganaram-se , muitas vezes , por simples ignorância (falta de preparo, estudo) ou por conivência ou oportunismo e conveniência? Quem seria quem nesse  trágico conjunto de erros , que custou tempo,retrocesso, torturas e mortes ? ]

    O POVO TEM CONHECIMENTO DISSO?

O eixo de poder continuou o mesmo , desde 1964 ,  com o Império, agora sem os militares , na linha de frente ,  ostensiva, aliás por eles  serem prejudiciais ao Império   , nessa fase , por seus pruridos nacionalistas( a essa altura,  até Geisel revoltado com a sabotagem dos EUA ao acordo nuclear com a Alemanha, o que ocorreu, entre outros atritos )  , Militares foram talvez afastados , diretamente, do poder estatal , por recusarem-se a destruírem  a Petrobrás e outras empresas estatais . Sem dúvida, havia outros muitos “radicais” então ressentidos(os não da cúpula” americanófila “) , por perderem  algumas benesses do Estado ( não bem  informados das táticas secretas de Golbery/serviços secretos /americanos )  .

O povão ? Enganado, levado a apoiar(quase naturalmente, à reboque)  os militares envolvidos na “distensão” – …projeto americano/Geisel/Golbery , ou seja , os que , afinal, liquidaram , antes e depois, a “linha dura ” – …mas nacionalista (Costa e Silva, Albuquerque Lima,etc.) .Complicado ou complexo? Pois é – Política mi,itar/civil , luta pelo poder de fato.

Depois(ou antes)  , poucos problemas ao curso do processo político , para o  Império, fora questiúnculas , com, primeiro,  um Collor , Sarney(houve, sim, mas com Tancredo Neves – logo morto ) , FHC ou Luladilmapt , etc, como viu-se.  A crise lulista foi a da política neoliberal , sempre inviável, ao fundo super-exploradora e elitista , mesmo a mais assistencialista, corruptora, demagógica , encoberta por capa  “esquerdista”, como fizeram Lula/Dilma. Incapaz de dar solução efetiva aos problemas sociais  . Ainda que liderada, espertamente,  por um líder construído e financiado pela direita do Império – com objetivo de ser  barreira real ao socialismo e à organização política não encabrestada,  de cima para baixo,   democrática , popular –  e apenas independente, Nada disso é permitido aqui, pois   fora  do controle do Império .

Que, por sinal, controla também , totalmente, a maioria dos partidos legais, incluindo-se PT (via sua corrente mais forte, a lulista/ neoliberal)  e PC do B , reorganizado pós-Araguaia /Lapa , por dirigentes afastados antes por mau comportamento , quando presos –  e depois readmitidos , críticas sérias havendo, por exemplo , quanto a Haroldo Lima(!-!(saccxa inclusive sobre suas estranhas ações posteriores , relativas à política do petróleo e outros problemas nacionais) .  (Há livros , com  declarações a respeito).

O POVO  TEM CONHECIMENTO DISSO?

Claro que não. 

É impossível esse  raciocínio acima , detalhado, esmiuçado, levantando hipóteses, deduções, induções, apoiado em fatos reais, cotejando-os , longo, ser colocado em poucas linhas ou 14o palavras.Ele confunde, é longo, desanima os amadores , ainda mais assinado pela Redação –  confunde a maioria das pessoas, lendo apenas partes e rápido , não especializadas , minimamente (até por questões de tempo)  para essa discussão política  , ou pouco interessadas nela .

Gente que nem começa a ler  quando vê um longo texto ,”complicado”, o que não é – é apenas complexo . Sabemos disso  – mas, infelizmente , nem sempre é possível  resumir . E este texto não é para maiorias , mas para  poucos, muito poucos  . Se estes derem-se ao trabalho de lê-lo, com atenção , a despeito da falta de boa revisão. 

Mas, política, luta pelo poder , tentar  entendê-la,  é isso   – pensar sutilezas, ardis, conspirações,  etc.  Qual o nível cultural dos que prepararam as estratégias e táticas de dominação usadas no Brasil, com êxito ?Alto , muito alto , estudaram nas universidades americanas, as melhores do mundo, e foram muito bem preparados. Dispõem de tempo, recursos, salários elevados, equipes multidisciplinares.  

OS ESTRATEGISTAS DO IMPÉRIO

Não são amadores, ou apenas professores ou outros profissionais , nas horas vagas dedicando-se a pensar o futuro do Brasil ou a democracia ou o socialismo . São profissionais, com  equipes sofisticadas, informações e bibliografia , arquivos que não temos, nunca teremos- oriundos de serviços de informação, documentos secretos à disposição.Levam muita vantagem. 

Os estrategistas do Império venceram e vêm vencendo, por aqui , em praticamente tudo , talvez tudo que pretenderam . E , hoje , integram-se ,num fortíssimo bloco de poder dominante , expresso no “Príncipe Eletrônico”, de Ianni , com uma tecnologia de alto nível, mídias diversas, destacando-se a televisiva , internet , face book ,etc. ,  imperando sobre uma imensa comunidade global passiva, geralmente, e sob controle  – situação que altera , direta e radicalmente , formas anteriores de fazer-se -“política”.(Confira nota ao final).

O povo tem sido enganado e manipulado , ideologicamente, pois, de forma sutil, inteligente, não apenas por um primário secular ” pão  e circo” , mas por planos sofisticados elaborados por doutores de alto nível – e com poder para executar o planejado  , com ou sem  violência. Basta ver aArgentina, Brasil, Chile , Uruguai e outros países  “dançando” no mesmo ritmo , e na mesma época, década setenta, como que obedecendo aos gestos de poderoso e influente maestro .

Ou o Vietnan , Iraque, Líbia, Afeganistão sentindo o peso não mais do “poder leve” ou “inteligente” , mas do “pesado”. Que remonta  àquele velho e não anedótico bastão americano  famoso, há pouco utilizado por Bush , no Iraque, rindo por ter ficado  provado que Sadam não tinha qualquer arma  química – foram  mortas mais de 600 mil pessoas .Na Indonésia, 2 milhões .  

 Como superar-se tais barreiras , como discutir o Brasil , e tantas questões,  ao meio da atual situação política e econômica  ? As análises via big mídia são superficiais , conjunturais, sequer uma delas menciona , por exemplo, a influência ou dominação estrangeira . Na década 60 , vide livros, tal ainda era discutido.

Como se hoje não tivesse qualquer importância e fosse algo superado, aquele suposto “fim da História”, da “esquerda”, da “direita” que chegaram a serem famosos , mas hoje novamente contestados . Discutir essas questões, que , ao contrário do afirmado pelo poder prevalecente , continuam sendo problema central para os brasileiros – em que pese propostas de novos caminhos possam ser diferentes . 

O poder “pesado”, quente , invisível ,  só aparecerá , e gradualmente , novamente, na América, no caso de um novo Chile/Allende  , com um outro Pinochet , ou , num hipotético Brasil , ao aparecer fortalecido um reformista  nacionalista ou socialista mesmo que não não radical, mas cordial  , tipo Jango – o que é inviável , embora mudanças haverão de   ocorrer , pois tudo se transforma . De qualquer modo, “aquele poder pesado e violento”está bem vivo , mascarado por constituições ,ONU ,  leis e gritos pela democracia e direitos humanos e defesa de líderes amestrados .

A essa altura , os políticos tradicionais ou conformam-se com  isso ou não serão  jamais eleitos(Jaguaribe) . Os discordantes estão condenados a outros caminhos . Possivelmente , suas carreiras destruídas antes mesmo de começarem  a ascender, politicamente , se apelarem para a trilha legal eleitoral neoliberal – a aceitação do programa neoliberal , imposto de cima  para baixo , precede outros projetos e a conquista de algum poder . Lula da Silva e outros sabem disso .  

Quanto ao farsante da vez(Lula não será o último) , sua voz será cada vez mais de falsete e quase inaudível para o povão, que buscará outras. Talvez , em pouco , o bloco neoliberal dominante , sua face local ,  já possa dar-se ao luxo de eleger , abertamente , um representante seu , sem máscaras , que assuma claramente sua defesa e política -sem precisar enganar a ponto de um Lula . Melhor um Temer que qualquer Lula – o jogo fica mais claro para o povão e mesmo para os que negam-se a ler mais de dez linhas seguidas.

O povo , em geral, e isto inclui até mesmo intelectuais e uma classe média tradicional, têm  discutido o acima? Não, porque  têm  uma visão “alienada” , distorcida , ultrapassada , falsificada,   poderíamos dizer , sobre o país em que vive. Vive um passado inexistente no presente, sonhos , imaginação,  seja via  pensamentos, teorias ou mesmo quando procura solução de problemas. Raciocina com os temas e jogos apresentados por aqueles que sequestraram o país , as instituições , e até sua anterior  simplória democracia e economia. Mesmo os que pretendem-se críticos,  e até oposicionistas radicais , não vêm escapando  dessa armadilha .

Refletir .

   Hélio Jaguaribe  “O Brasil se converterá num mero segmento do mercado internacional e em mais uma província do império (…)o Brasil, e os demais países sul-americanos …tornar-se-ão , aceleradamente , meras expressões geográficas, domesticamente controladas , pelas grandes multinacionais e internacionalmente dirigidas por Washington, embora conservem as aparências formais da soberania : bandeira , hino, exército de parada e até eleições. Eleições a partir das quais , quaisquer que sejam os eleitos  , estes se verão compelidos, o queiram ou não , a seguir as diretrizes do mercado internacional e as ordens de Washington .”(“A história é implacável com os estúpidos”,  “O Globo”, 05-05-2005).

 HISTÓRIA CONSTRUÍDA – MUNDO FÍSICO E  MENTES 

Violência , se preciso; se não , a conquista das mentes.  O Império bem retirou as lições do Vietnan  – e como mostrou , no Brasil , nas últimas décadas, sabe levá-las à prática, para conservar ,  muito melhor do que aqueles que pretenderiam mudar – a realidade . Dupla vantagem do Império  – mesmo podendo usar mais violência , adequa seus métodos e tipo de luta à sociedade – e não para mudar, mas para reformar , no máximo – conservar , enfim .

Exemplos . Um novo , novíssimo , com vários deputados e milhares de filiados , PC do B neoliberal , pacifista , comunista( ?!) ,sustentado pelo  Império, com até empresários ricos (ex-ditadura, Arena) em suas hostes(Leomar Quintanilha), há alguns anos  ; ex-líderes de esquerda fazendo gestos estapafúrdios, mas quase abertamente pró-neoliberais(Dirceu, Lula,Dilma , Jesuíno)   ; um PT dirigido por um ex-operário esquerdista , líder de greves apoiadas pela embaixada americana (1978/SP) , formado nos EUA/Japão/1975/6 , elogiado por agentes antigos do DOPS/década 70 (os Tuma e outros ) que saudam-no como ex-colega , informante de ótima  categoria ,o  que ofereceram-se para provar, se preciso(o líder recusou o confronto) ; um líder que era tão amigo deles(isto o prova, aliás) ,  que , ao atingir altos cargos , apoiou-os para o Senado Federal (o pai) e para um alto cargo ministerial(o filho ) .

Em crise, os sindicatos americanos , acusados por suas ligações com a CIA (AFL-CIO, EUA) mandaram para o Brasil  a fina flor de sua representação , até  o famoso Dany Glover(“Máquina mortífera” ), para defender seu afilhado Lula da Silva, encarapitado em caminhões de som , no AbC paulista , retratos do ex-presidente na camisa. A que ponto chegamos. Nada a ver com aquele passado , década 60 ou 70 – uma mudança qualitativa na política brasileira e no Brasil . O Braz$l de Lula, Dilma e cia. , governado e administrado, via frações neoliberais locais,  pelo bloco  mundial dominante . 

Quanto a Lula e os Tuma , um dia  as comadres brigaram …e apareceram as verdades acima  (Tuma Jr., ” Assassinato de reputações”).  

Ao mesmo tempo ,  todos eles financiados por multinacionais e capital financeiro internacional e aplaudidos pela extrema  direita mundial – a ponto do operário ser chamado de “0 Cara  ” , por uns(Obama, elite mundial) , e de Jararaca Odebrecht por outros(povão, já opositor dele)  . (Quanto a Lula, apoio dos EUA  ,cf.Elio Gaspari “A ditadura acabada ” , entre outros autores) . A “esquerda” que a direita financiou e construiu .Enganando a esquerda .

Enquanto isso, um país endividado, atrapalhado , com uma das piores educações do mundo, pagando os maiores juros  conhecidos , com inflação acentuada , municípios e estados também endividados , favelas , desindustrializado , criminalidade incontrolada , forças armadas sucateadas,  voltadas para tarefas policiais – um paraíso de multinacionais,  lucro inédito para o capital internacional.

O povo  ? Hipnotizado , imerso na velha tradição brasileira de vaidade , deslumbrado com o “face” ,internet,  abacaxis e bananas na cabeça escrevendo asneiras curtas(é claro)  ,a alegria dos cirurgiões plásticos e donos de academias( de ginástica, evidente) – 2016.   (Vaidade- cf. Buarque de Holanda,S., “Raízes do Brasil”) . E alegria também das agências de informação- tudo na internet , no “face”, nas gravações , esquerdas legalizadas e bem “infiltradas” .

Isso significa um povo subordinado que desconhece seu passado e , por extensão, o presente , a História mais recente – contemporânea . Que aceitou , pós-ditadura , anistia limitada , integral para autores de crimes hediondos . Que admitiu depois uma estranha urna eletrônica fora de seu controle , supervisionada pelo poder o mais suspeito( ligado ao corrompido Executivo) – o Judiciário. Povo que  sofre com um estado disfuncional, submetido a interesses estrangeiros , que luta contra seus interesses . Que até hoje parece desconhecer que não conquistou democracia alguma – que ela foi-lhe concedida, sob condições que ele nunca bem soube quais .Por isso, democracia mongolóide, anistia deturpada , estado esfrangalhado voltado contra a nação.   

Que entendeu a “democracia” apenas liberal como democracia ao menos com  algum controle do poder . Que suporta a exigência, de um ministro do STF  , de 40 testemunhas num processo de impedimento da “presidenta” , cujo máximo legal conhecido era oito – tudo para retardar o impedimento de um presidente envolvido em delitos vários , prejuízos de bilhões apenas  na Petrobrás, arrazada por ela e Lula .  

 Noam Chomsky  

…”Eis aqui…uma citação : o principal empenho dos Estados Unidos…no Terceiro Mundo deve ser impedir a ascensão de regimes nacionalistas que atendam às pressões das massas da população por uma melhora nos baixos padrões de vida... ; o motivo é que precisamos…um clima estimulante ao investimento e garantir condições que facilitarão uma adequada remessa de lucros para nós.Uma linguagem assim se repete…relatórios do Conselho de Segurança Nacional sobre a América Latina… – e é…isso que fazemos pelo mundo todo .(52)

...o nacionalismo a que nos opomos não precisa ser esquerdista – nós nos opomos igualmente ao nacionalismo de direita …nós nos opusemos a Perón na Argentina...o intervencionismo americano não tem nada a ver com resistir à disseminação do “comunismo”, é à independência que sempre nos opusemos em toda parte…olhem o Brasil : potencialmente um país extremamente rico, com tremendos recursos naturais, só que teve a maldição de ser parte do sistema ocidental de subordinação “. (…) ( Chomsky, Noam ;  Bertrand Brasil, 2005, p.96/97) (Grifo da Redação) .

POVO DESINFORMADO E CONTRAINFORMADO

Um país atoleimado, desmoralizado mundialmente , que pensa ainda ter “conquistado” a democracia , ao invés de te-la recebido de “bandeja ” , do Império , em meio a festas e não lutas – democracia concedida . Que aguarda durante meses o julgamento ridículo de uma ex-presidente , óbvia culpada ; que promove festas e competições sem qualquer  condição financeira para isso ; incapaz , mesmo com bilhões  de dólares gastos, de limpar as latrinas em que tornaram-se suas mais famosas praias.

O povo não percebeu o que continha essa “democracia” , entregue com bonito papel de presente e muita festa – além de “cavalos de Tróia” , como Lula e Dirceu ,  enorme dívida, total domínio do capital financeiro e internacional , além das multinacionais , terras e minérios sucateados , bases estrangeiras secretas , medidas provisórias , urnas eletrônicas estranhas .

E mais muitos lindos e enfeitados ” cachorros”amestrados , soltos pela repressão, lépidos e fagueiros ,  de presente para nossas esquerdas , tão amadas pelo Império, como provado pela APML( Machado , Wright ) , velho e autêntico PC do B  (Lapa)  , PCB , mesmo tido  como “pacifista” .(Ah, o Império não concordou com isso) .(Cf.”Massacre na Lapa” , P.Pomar; “Combate nas trevas” , J.Gorender; Marco.A.Coelho,”Herança de um sonho”,entre outros) . (Sobre os “cachorros” deixados , mérito para os que se auto-denunciaram .Vergonha para os que mentem, fazem-se de heróis e disseminam até hoje confusão nas infantis esquerdas e democratas .Cf. “O que vocês fuzeram  com nossos mortos? ” Aloísio Palmar) .

Em resumo, uma nação que , um dia , fora soberana  , agora transformada em província – sem estradas, ferrovias, população envelhecida pelo controle de natalidade patrocinado do estrangeiro( Império, cf.arquivos EUA/CSN)  , povo derrotado pelo Império /ditadura tupiniquim /militares traidores /aliados estrangeiros diversos ,como ingleses, que deram lições de tortura , usadas contra o IRA , Irlanda . 

 Octávio Ianni :“Nós estamos vivendo uma globalização que é a globalização  de cima para baixo. Que é a das grandes corporações, dos grandes negócios, dos grandes mercados . E essa globalização é um fato irreversível e danoso.(…) o Brasil ensaiou um projeto nacional , um projeto de capitalismo nacional…nos anos 1930 a 1964. Os militares começaram a destroçar …E o governo Fernando Henrique está completando o processo de desmonte…Este país não redefiniu a sua soberania. Apagou … Quem monitoriza as decisões cruciais da economia e das finanças no país ? Não é governo brasileiro . Vamos ser objetivos. O país foi transformado numa província. Perdeu a capacidade de decidir sobre o seu destino . “( “Roda Viva, TV Cultura , 26-11-2001).

Mas, o povo não tem exata noção disso, desinformado, confuso, mal educado ,tratado autoritariamente em todas as atividades – trânsito, repartições públicas, imposto,de renda ,etc. Um processo deliberado incrementado por vários meios, desde o golpe estrangeiro de 1964, apoiado  por  oligarquias brasileiras integradas e aliadas. Enganado pelas meia-verdades dos PhDs de Harvard e outras universidades , que pululam por aqui , pesquisas financiadas pelas Fundações Ford e outras, indicações/ligações comprovadas com a CIA ( Frances Saunders, “Quem paga as contas?”) .

Como isto ocorreu? Por quê? Via um planejamento feito pelo poder dominante – o Império. Primeiro, com o objetivo de vencer a luta ideológica – pelas mentes dos brasileiros. Incrementou-a desde antes de 1964 e , em especial, depois – bolsa  de estudo, pesquisas , financiamentos ,prêmios, fundações, doações , presença de professores estrangeiros. Livros, grande mídia , em especial tvs – e , afinal, povão. ( Saunders, F.id.) .

E os intelectuais e as “esquerdas” ? No Brasil, enganados pela pressão / esperteza dos interesses estrangeiros – dando caminho a interesses antinacionais . Abaixo , uma primeira abordagem mais detalhada a respeito. (Depois será acrescentada bibliografia)  .

*****************************************************

1-NEUTRALIDADE,  AUTORIDADE, VERDADE

                                               (NA ANÁLISE POLÍTICA)

bitmap-em-chapeuzinho30         A análise do que ocorre, política, econômica e socialmente , no Brasil, em nossos dias , talvez já por “vício profissional“de nossos historiadores e cientistas políticos, ou por ensinamentos em cursos de pós-graduação,  direta ou indiretamente financiados por fundações ou entidades norte-americanas ou européias , exigiria,antes de tudo,   sempre – (a)  provas , comprovações do fato ou afirmação feita  , que deveria ser (b)“científica“, com uso de certo métodos”científicos”e (c)“neutralidade”absoluta do“cientista”,indispensável para qualquer afirmação sua ser vista como séria – científica – meio de ajudar a dar legitimidade e  ares de veracidade às conclusões de seu trabalho .

      Baseado nesses critérios, acrescentaríamos ainda a exigência formal, a nível acadêmico, informal fora dele , de   argumentos de “autoridade” a serem apresentados por  parte do autor . Isto é , deveria comprovar  anterior competência, para que outros ou a sociedade em geral não  perdessem sequer tempo com leitura ou estudo de suas análises ou conclusões , talvez  alheias ao objetivo  ,por incompetência  . Seu trabalho, pois, é antecipadamente castrado , não divulgado, sem meios de serem conhecidos e muito menos assimilados conhecimentos ou descobertas, por mais importantes que sejam .Não esqueçamos os exemplos clássicos das fogueiras da Inquisição e de Bruno ou Galilei. 

           Em outras palavras – a exigência , formal e informal, conforme a circunstância, de  títulos de doutorado, pós-doutorado , phds , em especial os conquistados em plagas estrangeiras, nas principais universidades do mundo, uma Harvard ou Cambridge, por exemplo,  mais umas poucas de fama mundial . Mesmo outras, estrangeiras , poderiam serem  colocadas em  dúvida quanto à qualidade de seu ensino ( quando do enfrentamento de argumentos em temas polêmicos ,os opositores  tidos como de qualificação internacional inferior ).

Para ter-se um exemplo nítido de tal influência , veja-se o caso de Mangabeira Unger, brasileiro que fala melhor o inglês, recebido  em diferentes partidos políticos (PDT, PT e outros), por figuras eminentes (Brizola e Ciro ), sempre com idéias estapafúrdias, mas nunca fora do esquema neoliberal( que até crítica vagamente ) .Circula por partidos e personalidades diferentes sempre acatadíssimo, não pela coerência, mas por que exatamente ? Seu cargo e título de Harvard, aval vindo daquelas plagas – corroborados pelos aqui também financiados .(O que não quer  dizer, óbvio , que fora de tema de interesse direto e atual, quando pesam maiores condicionamentos e pressões, não possa vir do exterior e dessas universidades importantes contribuições ).

         Tal perspectiva , envolvendo títulos e qualificações , por outro lado, tornaria viável a desejável divulgação dessas análises na “grande” mídia, ou “big mídia”- cadeias de emissoras de tv ou grandes jornais e revistas consagradas . A “Academia”, a “big mídia”(necessitada de respaldo teórico para defender regimes e sistemas ) , as empresas (multinacionais em maioria ), o Império por trás , mostram suas indissolúveis ligações .( Ideologia prevalecente = “ACADEMIA/EMPRESAS /BIG MÍDIA/IMPÉRIO”+ etc .). 

          Mas, as exigências extra-oficiais vão além  –  exigir-se-ia ainda dos analistas da política em curso uma  “moderação” nas análises e na argumentação , caso , em especial , da oral  – tom de voz, forma de expor os argumentos, o lhe que daria o indispensável tom de seriedade, isenção,facilidade de entendimento  por parte dos ouvintes. Em suma , haveria  “edição” , de interesse da mídia/empresa , com teatralização de parte do analista/ator  ( parte da sociedade-espetáculo de O. Ianni, “Teoria da globalização”) .

           Ora, essa pasteurização do conteúdo e argumentos , em geral novos, críticos,  significa  retirar da tese apresentada  o tom ,  estilo, autenticidade – a própria emoção mínima mesmo, o que somado a alguns cortes e edição, aqui e ali, transformar uma mensagem em outra . Em sentido contrário, na mesma proporção, haveria da parte do ouvinte menor entendimento  e menos tempo de concentração da atenção , esta ,  em geral, normalmente  provocada pela  autenticidade e naturalidade do expositor, além do texto livremente escolhido por ele  , ponto  corroborado por pesquisas .

Tudo isso é alterado por edição, marketing e até pela própria apresentação da mídia do texto escrito ou oral que exibirá . Conforme a posição intransigente do autor , quanto ao texto , ou a sua exposição oral, acabará vetado. Tal não é difícil nesta sociedade brasileira mesmo em períodos democráticos.

Armando Falcão(“Tudo a declarar “) , então Ministro da Justiça, contava como bastava pequena conversa com diretores das empresas de mídia durante o governo JK  (não havia “ditadura” como depois ocorreu).  Se chega ao espectador ou leitor uma análise , ela o chega extremamente alterada . No Brasil , o problema agrava-se – o brasileiro lê pouco e quer ler resumos e há ainda , sem dúvida, uma auto-censura ou censura deliberada das emissoras (difícil saber a realidade , atualmente ) . Ora, como simplificar complexas análises, justificando seus resultados, em poucas linhas, desde que, no caso político, trata-se de conspirações políticas cujo objetivo é exatamente esconder a verdade (Freund, Julien, “O que é política “) ?

Se , com todas as limitações referidas(tempo, independência, falta de recursos , etc.) o estudioso atingir análises de peso, , chegando ao âmago de certos acontecimentos políticos – dependendo do país e da situação política do momento,  aquelas análises jamais chegarão ao conhecimento do público, muito menos com suas principais vertentes clara. (fora em livros independentes, blogs, etc. com pouca circulação, comparada com  big mídia .Podemos dizer, ridícula divulgação – o que mostra a importância da questão ideológica ).

*************************************************************

 [Exemplo – Globonews, “Painel” –

 assiste-se análises de convidados em  inúmeros programas , com o conhecido entrevistador Wack , sobre a situação brasileira – passada e presente .Criticam o “nacional desenvolvimentismo”, sempre fracassado, etc. Afirmam(todos sempre mais ou menos acordes, ele, Waack sendo o conciliador)  que Dilma ainda  teria tentado aplicá-lo , o que é meia verdade (Lula e Dilma jamais afastaram-se do programa neoliberal, “Consenso …”, “Carta …” de Lula , apenas adoçando-o , popularmente, à “esquerda”(entre aspas, pois tal é política da direita , conservadora para, facilmente, evitar radicalismos e conseguir votos entre a massa pobre – manipulações, o que bem fizeram Lula e Dilma .

Outro tipo de política seria emprego, industrialização , etc. O neoliberalismo pratica essa política mais genocídios em hospitais públicos, segurança pública, favelas , índios, controle de natalidade, etc. – seu método de “desenvolvimento” para os sobreviventes ,  com assistência social intensiva ), o que teria determinado seu fracasso(Wack , Villa, crítico acerbo do PT , Lamounier ). Chegaram os entrevistados, um Villa presente,   ao ponto de dizer que essa “confiança no papel do Estado” viria , “fracassada” ,  desde Getúlio, Estado Novo , depois com  Vargas novamente e daí em diante – sempre “fracassada”.Esqueceram de mencionar a pressão americana, golpe(s) , desde década 40 , ao menos, em sentido contrário.  

Nenhum dos presentes, talvez docemente constrangido pelo programa da Globo, Rede de mídia cuja posição é conhecida, foi capaz de lembrar que os EUA intervieram por aqui, violentamente, impedindo , forçando situações, pegando minérios à força do Brasil , sendo inclusive via seus agentes Castelo , Golbery e outros autores do golpe e regime de terror que se sucedeu pós-64(nossa análise) e “aliados” na opinião de muitos outros – de qualquer forma , a maior força política do mundo impedindo todas as tentativas no sentido de uma industrialização independente- e usando da violência. (Bandeira, M. “Presença dos EUA no Brasil”, Sodré, M. “Brasil, 20 anos …” Inúmeras análises neste blog).

A ponto de ser possível que o apoio declarado dos EUA à volta da “democracia”, que eles lideraram(cf. outros artigos, não é o momento de discutir a questão) tenha sido, entre outras razões, livrar-se do meio militar , minimamente nacionalista , mesmo depois do ocorrido, e assim destruir a Petrobrás e outras empresas e caminhar no sentido da privatização- o que começou a ser forçado no governo Collor, bem convenientemente após a morte de Tancredo, com Sarney , depois FHC e , afinal, a farsa “esquerdista” de Lula e Dilma .

Assim, tais afirmações feitas naqueles programas,  sem referência à permanente  e determinante influência estrangeira, em especial americana, quanto à tentativa de “nacional desenvolvimentismo”(pacífica, conciliadora ) envolve profunda desonestidade intelectual – pois comprovado que houve violenta interferência estrangeira com ataques a todas as tentativas de um “nacional desenvolvimento” brasileiro. O que mostra tão corretas as palavras e citações acima de Chomsnky, indesmentíveis, pois apenas cita ARQUIVOS AMERICANOS . A desonestidade intelectual é maior ainda quando todos os participantes citados, entre outros, pela sua experiência e conhecimento, não poderiam ignorar o citado – influência direta do Império .

Quando Dilma fez suas tímidas tentativas(diminuir juros,etc. para ceder a pressões à esquerda , de movimentos sociais enganados e insatisfeitos) , a dominação estrangeira sobre o Brasil (a província brasileira referida por  Ianni, já em 2002) estava consolidada.  Mas , Lamounier , Villa e outros, cheios de “títulos” “esqueceram esta parte da História do Brasil. Trata-se de exemplo elucidativo das teses aqui defendidas -a necessidade de independência do estudioso para correto entendimento da história política, em especial.]

******************************************

     Voltemos ao  principal centro deste trabalho , já tendo-se antecipado provas concretas .Observe-se , contudo, que há muitos outros pontos  comprovados que derrubam tanto a (1) “neutralidade” “absoluta” , ou a maior possível , nas chamadas “ciências sociais”;  (2) isenção e liberdade das grandes mídias na escolha e divulgação de análises sobre economia e política ; (3) qualidade e preparo e validade dos títulos de “alto nível” de consagradas universidades estrangeiras atribuído a alguns analistas (argumento de autoridade) , que dariam pseuda competência e cientificidade a seus argumentos .

               Quanto ao primeiro argumento , derrubado a longo tempo, até já analisado antes neste site – não há isenção possível, todos estamos mergulhados na ideologia , a sociedade está dividida em classes sociais , frações de classe , estratos, com contradições entre si .O interessado(de alguma maneira) , estudioso, pesquisador, está ao meio dessas diferenciações e contradições – pode-se usar metodologia, a ser previamente anunciada , técnicas , em certos casos uma teoria construída basicamente – que pode ser entendida como “ciência” ,etc. A práxis confirmando ou não hipóteses e conclusões , em sentido último .

              Em relação ao  segundo argumento , atrás das mídias( que divulgam ,seletivamente, teorias e argumentos, oriundos da “academia”) ,  há financiadores, marketing  propaganda ; e , quanto à mídia estatal , sempre haverá algum  partido, frente, grupo social, vencedor ou não de eleições .(Exemplos existem a perder-se de vista – por exemplo os financiamentos mais diretos  do Império à mídia nos anos antes do golpe de 1964 , via IBAD e IPES, a ponto de derrubarem Goulart ,que tinha amplo apoio popular – mais que 60% , comprovadamente – Ibope ) .

          Em relação aos títulos dados por instituições estrangeiras a pesquisadores , o que atestaria qualidade e cientificidade de seus trabalhos e conclusões – Chomsky ,ob.cit., e Sweezy, (“Capitalismo Monopolista” ) ,por exemplo , já atestaram essa relatividade , assinalando condicionamentos e perseguições a professores, a nível de pós-graduação , e a distribuição de títulos de phds a teses ridículas, por grandes instituições dos EUA

.Há outros casos de perseguições explícitas, no Chile e Brasil . (Cf. neste site. Poderemos citar adiante. Cf. “Poder Global” ou “A presença dos EUA , no Brasil”.Cf. artigos sobre o imperialismo, desde Getúlio, formas de ação, neste site  ) . Pode-se imaginar o lá ocorrido, quanto a facilidades ,   no caso de dóceis (ideologicamente) brasileiros,  quando selecionados em programas que visam ,basicamente , condicionamentos sociais,  o que também está provado(Saunders,ob.cit.) .

              Finalmente, há que lembrar o trabalho altamente duvidoso quanto à parcialidade nas análises de brazilianistas como Skidmore,Parker , Stepan e outros , com verdadeiros cortes de aspectos da realidade , o que sentiram estudiosos como Mir ,L. e outros .E a mais que efetiva e comprovada contribuição de jornalistas e escritores (investigativos ou não) como Mir, Godoy, Gaspari, Filgueiras , Palmar ,L. Figueiredo, entre outros , com todas as críticas (formais,editoriais) que seus trabalhos possam comportar. Portanto, há que considerar-se mesmo a origem dos dados e informações,lógica e a coerência do trabalho , deduções , induções,premissas,etc. O que aqui pretendemos abordar .

          INVERTE-SE, POIS,  A ARGUMENTAÇÃO

           Inverte-se , como vê-se acima , a argumentação primeira mostrada , que volta-se contra os que a sustentam- fama , big mídia, muitos títulos por grandes universidades estrangeiras, pesquisas em arquivos americanos(que , claro, podem ter sido manipulados, palavra suave, para servir à História futura de alguns países ).  

Suspeitos, exatamente,  os estudiosos estrangeiros pagos por estados estrangeiros, pesquisas financiadas por eles , bem como os próprios brasileiros, nesta situação.(Podem não ter má-fé, dolo, mas sem dúvida foram condicionados e empurrados em certa direção .  Ainda mais quando provados(1)condicionamentos nessas pesquisas financiadas (Saunders, por exemplo, prova-o, genericamente, é claro ) e que elas são usadas (2) para influenciar diretamente professores,alunos,espectadores,leitores, público em geral(não há dúvida ). Não é à toa o amplo projeto americano de distribuição de bolsas por todo o mundo, até para militares, em diversos países, incrementado, especialmente, naqueles que tomam diretrizes políticas anti- Império .

Daí …Quanto mais “independente” o estudioso, livre  desses condicionamentos , mais capaz será de análises verazes sobre o fenômeno , logo aptas a apreendê-lo e , se desejável, servir para “transformar” a realidade .A falsificação de análises, deturpação, em geral parcial, pois é necessária exatidão do restante para deixar despercebido o que se pretende manipular e falsificar ideologicamente. Isto ocorre apenas se o estudioso, da forma que for , naturalmente aumentar  a informação , o conhecimento conseguido sobre o objeto.

          Sobre o Brasil, das análises as mais denunciadoras(ref.regime de terror), comprovadas,esclarecedoras) e importantes ,   quase nenhuma teve origem nesses  “cientistas” recheados de títulos e argumentos de autoridade , além de bolsas para pesquisas . A “independência” ,pois, parece requisito indispensável nesse campo que envolve a política em seu cerne mais doloroso, seu núcleo duro – luta pelo poder , fratricida, assassina,genocida,  e não a aparente e superficial que aparece em eleições “democráticas” ou não.

Aquela referida por Maquiavel, Clapmar, Bobbio , Freund, sempre conspirativa – e com risco de guerra ou revoluções – a americana, russa, francesa, guerras mundiais , Vietnan, golpe assassino no Chile e Brasil(onde matou-se , torturou-se e até esquartejou-se e criou-se desaparecidos em número bem maior que o conhecido, segundo livros diversos ) . Anote-se , mais recentemente , ataque americano ao Iraque – 600 mil mortes.Um engano, segundo EUA /Inglaterra : pois Sadam não tinha armas químicas .

Assim justifica-se tantas mortes, como no Brasil confunde-se e esquece-se a ruína da Petrobrás e bilhões de prejuízos causados por Lula e Dilma , desde o “mensalão” – ambos ainda soltos, sendo possível pequenas penas para eles , se tanto . Mas, o Iraque foi destruído, seu petróleo tomado, Sadam morto. E o que foi feito no Vietnan ? E na Líbia o que ocorreu mesmo?

POLÍTICA . A real ,  sempre conspirativa,  cheia de crimes ,ardis,enganos , que cabe analisar-se sem floreios ou cores alegres , como desejam os poderosos – os vencedores de nosso tempo .E que não é a apresentada ao povo brasileiro .  Quem matou Kennedy, King,Robert Kennedy, e por certo não matou Costa e Silva,Jango ou Tancredo ? 

       O que, nas ciências humanas, pode  não interessar aos envolvidos com o já estabelecido socialmente, interesses prevalecentes na sociedade , em geral , por si sós , conservadores , desinteressados em críticas às mazelas, problemas, erros sociais ou outros cometidos pelos agentes do Estado – tal é o que interessa aos verdadeiros estudiosos e aos críticos da realidade.

Os verdadeiros intelectuais, não os de conversa fiada limitada, pré-censurada, em que não se pode falar da influência e muito menos dominação dos interesses estrangeiros.  Isto  seria natural , aceitável ,  se justificado e claramente exposto o objetivo pretendido e a justificativa da  posição conservadora referida (caso de alguns autores, reconheça-se ).

Mas, tal dificilmente  é mencionado ou justificado num pobre Braz$l  – ao contrário , é exigida cinicamente  a citada neutralidade ,competência, etc.  sob pena de críticas acerbas , surgindo distorção prejudicial à aproximação com a percepção veraz dos fatos. E de outro lado , a big mídia , ligada a interesses estrangeiros (toda ela , praticamente), agindo da forma acima bem explicitada em pseudo conversas/análises políticas .O que eles chamam de política , superficial, eleitoral, não é a Política. 

          LEGITIMIDADE E VERACIDADE

         Cada um dos pontos acima não se sustenta mais , atualmente  , desde que (1) a legitimidade , há muito, deixou de apoiar-se na divindade e passou a ser sustentada por argumentos racionais ou normas ou, ao menos , argumentos lógicos , num  “sistema” capaz de levar a resultados coerentes , comprováveis , admissíveis – logo confirmados pela(2) práxis . Sócrates morre de forma excepcional , sofre ataques, é incômodo , e isto não desautorizou , historicamente,  qualquer de seus argumentos.

     A Igreja, de outro lado ,  cheia de titulares altamente qualificados,  combateu Galileu e outros –e estes e não ela tinham razão, como comprovado . A busca de”‘legitimidade” por ela chegou a impor fogueiras, inquisições, torturas com,o argumentos.Como vimos, não se avançou muito – o regime de terror brasileiro fez o mesmo e há pouco tempo  .  Recentemente , na Copa do Mundo de 2014, no Brasil, houve repressão não divulgada e impedimento de manifestações (no Maracanã e outros lugares ) . Há manifestantes presos até hoje.

Mas …prisões e torturas, historicamente,  não alteraram argumentos e idéias que vieram a prevalecer, até mesmo quando desditas e renegadas pelos perseguidos.(Embora atrasada a História, condicionada _- e  haja, obviamente, o contrário , em inúmeros casos – acadêmicos consagrados , qual Einstein, ou Pasteur ,  verem suas teses consagradas e , de  qualquer modo , no futuro , a práxis tendo provado a teoria deles. Mas, tal é mais fácil no campo da Física, Química,etc. e não das chamadas ciências humanas  ).

Nada disso resistirá ao tempo .Embora atrase o progresso da Humanidade . A práxis, este o critério definitivo e  corroborador de fatos e análises – o que permanece vivo porque infalível. No campo social, todavia, há um problema – quando as análises estiverem totalmente corroboradas , será tarde-  para mudar o já ocorrido.

           PROBLEMAS NO CAMPO SOCIAL 

         A questão grave seria –  no campo político e social,  quando haja comprovação será tarde para modificar-se  ao menos aquela realidade . Os fatos estão já consumados – será possível apenas retirar a lição.

         De outra parte, envolvendo a História , por exemplo, fatos políticos, poder, em que formas de ação são deliberadamente ocultadas , o estudioso terá que recorrer ao método indutivo e ao dedutivo, além de comparações, analogias, etc.

E , por isso, jamais haverá a certeza absoluta  sobre certos fatos ou ações individuais. Só restará ao estudioso expor sua análise , buscando-a o mais lógica e coerente possível, e acrescentar palavras como provavelmente ,possivelmente, talvez e outras , especificando o grau de sua própria credibilidade em tal ou qual versão de fatos impossível de ser comprovada com cem por cento de probabilidade.

             NEUTRALIDADE SUPERADA ?

           Quanto à “neutralidade” ,  sempre ela levantada contra análises críticas ou contestadoras , há muito não há mais como exigi-la – ela inexiste até na escolha do tema. Nos diferentes campos do saber, até na psicanálise, ela é desdenhada e considerada equivocada e impossível .Seja um Chomsky ou Sweezy , eles, intelectuais cheios de títulos, mostram como a forma de adquirir tais títulos, as teses apresentadas e aprovadas , etc., todo um sistema de titulação, pode ser parcial, influenciado e até completamente distorcido , gerando erros brutais nas avaliações – capazes de influenciarem ações, pois produzindo indivíduos despreparados e pretensiosos  . 

              A quem “isso tudo” – serve , isto é , tantas exigências de provas,  pré-comprovação do fato ,por parte do autor, títulos , neutralidade  ?

         Ao status  quo , ao conservadorismo, às idéias já estabelecidas .Que livram-se , previamente, de argumentos contestadores que poderiam implicar em idéias ou teorias de mudanças . Questões velhas mais sempre sobreviventes, mortos-vivos nos cursos de graduação e pós-graduação, sempre sacadas de seus túmulos . (Desde um “Ideologia e Utopia”, de K.Manheim , décadas atrás ).

        Ainda mais porque há intervenção política , hoje comprovada , nos cursos de pós-graduação , tipo os citados  financiamentos, condicionamentos nas teses,provas prévias para seleção ,notas , estágios, aprovação de orientadores , etc. –  que vão repercutir nos títulos futuros dos estudantes do presente .(Saunders, F . Ib.) .

        NÃO NEUTRALIDADE DOS  ACUSADORES

        Vamos chegar , até mesmo , ao raciocínio oposto – intelectuais famosos , financiados por fundações como a Rockfeller ou Ford , entre outras, com a possibilidade de terem , ao fundo , o condicionamento anterior ou presente ou posterior (estudo, aprovação  de teses, financiamento das pesquisas, titulação ), tudo isso condicionado e influenciado até por agências com interesses diretamente político e no sentido de defender certos interesses , caso do FBI , CIA , entre outras  . Isto é descrito , em detalhe, como ocorre, como ficou provado, por estudiosos americanos que entrevistaram autorwes, escritores, doutores, agentes , caso da citada Saunders , entre outros . (Ib.) 

           Teríamos , então , uma situação que implica exatamente  no contrário do que inicialmente enunciado- insistamos  – apenas os não submetidos a tais condicionamentos,em especial no campo das chamadas “Ciências Humanas”, poderiam serem capazes de chegarem a análises corretas . Eles e , naturalmente , as imensas  equipes de professores , doutores , pesquisadores, técnicos , a serviço , no fundo – das agências citadas .

          Mas, o problema de buscar entendimento correto da História Política persiste – aqueles sem tais condicionamentos seriam , em grande maioria, jornalistas ,com ou sem curso de jornalismo (não exigido no Brasil ) – e , de qualquer modo ,sem a formação específica no sentido da tarefa envolvida naquelas análises, sobre História ou Política. Isto é, por não serem “historiadores” ou “cientistas políticos “ profissionais, com títulos expedidos por instituições educacionais autorizadas .Sem maiores condicionamentos técnicos ,  a não ser conseguidos como auto-didatas ou por cursos não muito alongados ou então por alguns estudiosos já enriquecidos por origem familiar ou outra desse tipo. 

               MÍDIA E PESQUISADORES

          Mas, estes, por sua vez, além dessa questão antes enfocada (titulação) ainda teriam outro tipo de condicionamento , se comunicadores ou jornalistas – o feito pelas  empresas de mídia em que exercem suas atividades. Se grandes, “big mídia”, sem dúvida financiadas e desenvolvendo os interesses e valores tradicionais do sistema econômico e do regime político vigorantes – isto é, uma tendência conservadora. Com efeito , nenhum regime quererá fornecer informações ou análises que possam submetê-lo a críticas e , muito menos , colocá-lo em risco. Muito menos divulgá-las .

          Se, em nossos dias , nas “democracias” ,  não são diretamente presos os críticos , ou inovadores , como na Idade Média, quando  até torturados ou mortos, as perseguições ainda persistem , além das formas de limitação e censura disfarçadas já expostas – e  maiores ou menores conforme os países e época – veja-se  casos comprovados no  Chile e Brasil , citados. Assim, cai  por terra a perspectiva de que possuidores de grande número de títulos ou jornalistas promovidos ou sustentados pela big mídia sejam mais provavelmente capazes de análises corretas sobre acontecimentos em curso , em especial no campo político e social . Eles seriam , justamente, os induzidos a maiores limitações auto-limitações , ao  exercício de algum tipo de auto-censura e até censura , (a) do lado acadêmico , por parte de orientadores, financiadores de pesquisa,  aqueles que as controlam , pelas razões expostas,  e (b) no lado não acadêmico porque será levada em conta a grande visibilidade que possuem via os grandes meios de divulgação e seus interesses, direção , linha editorial.

       PESQUISADORES INDEPENDENTES  E ANÁLISES

        Paradoxalmente, vista a questão na superfície ,  os mais independentes dessa limitação , que poderá importar em graves distorções das análises e conclusões , serão , pois,  os mais desvinculados seja das instituições acadêmicas seja da grande mídia ou da mídia tradicional. Esses é que seriam  capazes de análises verdadeiras , críticas, ou mais próximas da verdade , embora esta em parte sempre relativa, em especial tratando-se de eventos políticos ou históricos , mais recentes ou que repercutam na realidade presente .

         Os mais capazes de deslindarem os meandros, quase sempre conspirativos , do “poder “, da política , seriam os últimos citados .Entenda-se melhor – em que consistiria tal “política “? Nada a ver com moral ou ética ou bondade, mas com poder, astúcia, traição ,conspiração e até morte (Freund, J. , “O que é política “? , p.  ) – detalhe-se mais um pouco . Ora, quem no poder teria interesse no deslinde dessa sua atuação ?

        Se só estudiosos, cientistas independentes , abnegados , sem dependência de financiamentos  – chegaríamos ao oposto da menção inicial, como referido – apenas aqueles “não comprometidos” que buscassem ir além da análise superficial de fatos e posturas de agentes políticos. E haveria outra questão – seria do interesse dos defensores dos interesses estabelecidos também a divulgação de dados de arquivos e outros , buscando não comprometerem-se ou a suas famílias para o futuro – além de , politicamente, buscarem a construção da história futura pela manipulação da história do presente, o que é obviamente possível por parte dos detentores do poder. Nem se fale de um poder como o do Império. 

                     INCOMPETÊNCIA DOS ANALISTAS  ?

      Paradoxalmente, os maiores e verdadeiros conhecedores da história política, em seus conteúdos mais decisivos e importantes , envolvendo poder , são aqueles que trabalham , e secretamente, para o já estabelecido , no caso o Império, suas agências. Ninguém mais nega que eles detém as maiores informações – imensos exércitos secretos e invisíveis alardeados ,para efeito de legitimação , até através de figuras simpáticas, heróicas , e até com problemas pessoas, pela grande mídia, tv e cinema – 007 , o Cruise de Missão Impossível, o agente Bourne, etc.

  Mas, poderíamos chegar ao oposto do pretendido bom conhecimento, ou o maior conhecimento possível, dos fatos em curso , na medida que pode-se pressupor esses “independentes” muito mais despreparados para a análise pretendida – desde que sem uma “formação específica “.

      Então,como ficamos ?

                 ESTUDOS INTERDISCIPLINARES 

      Mais uma variável – hoje admite-se que só estudos interdisciplinares são capazes de abordar determinados temas – isto é , , equipes com formação sobre política, história, direito, psicologia, etc. Um estudioso,  sem uma equipe de tal tipo, embora recheado de títulos, no campo da política, por exemplo , seria capaz de uma análise “mais verdadeira “ ou próxima à “realidade”? Nada comparável aos analistas das agências de informação , tipo uma CIA, por exemplo . 

        Como se nota, há grande relatividade no exposto e uma posição rígida só pode favorecer a ausência da busca da verdade e mistificações de todo tipo. Só a transparência , o reconhecimento dessas limitações, tê-las em vista, só isto possibilita análises mais verazes e “científicas” . E a comprovação definitiva pela práxis.

                Há críticas sérias a diversos historiadores e cientistas políticos que desenvolveram trabalhos tidos como importantes sobre a recente história brasileira, caso de brazilianistas e outros (Cf. Mir e outros – colocar criticas e exemplos). E o fato mais sério é que com seus títulos exibidos , por importantes universidades, e publicações de primeiro plano ,exercem influência não só no meio acadêmico como no meio político e social onde exercem seu trabalho . Quer dizer, fazem um trabalho de atores políticos, influenciando a sociedade , de maneira importante.

         Ora, na análise política é possível fazer uma coleta de dados, pesquisa bibliográfica, em arquivos, etc. que siga certos métodos e regras técnicas. Isto não é “ciência”. Esta , no nosso modo de ver , envolve uma teoria construída – caso da História, em suas linhas gerais, com as descobertas de Marx e outros, o que alcança eventos políticos.

       Mas, em casos específicos, não se trata de uma enumeração de ações individuais ou fatos apenas – mas do cotejamento deles, deduções, induções. Ou usa-se tal caminho ou dificilmente ,  em especial no caso da “ciência política “,  se poderá chegar próximo a verdade – a busca do “poder” político  pode envolver conspirações, tramas, atos conjugados uns com outros – e que envolvem , muitas vezes, o objetivo de nunca serem desnudados, eis que no campo da moral e da ética poderiam ser condenáveis, no presente e futuro. Então, tal desnudamento jamais poderá dar-se a nível de pesquisas de arquivos, pois só idiotas deixariam seus próprios  rastros,  postos em arquivos para a posteridade –  e eles poderiam desmerecer  a si próprios , suas famílias e as idéias que defendiam.

          Ao contrário, tais descobertas só poderiam  serem levadas em conta tendo em vista o acima exposto –e  esses cotejamentos implicarão em induções, deduções, uso da inteligência e de vários tipos de disciplinas, como direito(exame das normas jurídicas, leis, que configuram o arcabouço do poder) , da psicologia (motivações ), psicanálise (inconsciente, relações com pai e mãe, morte, sexo , etc.), entre outros.

           RELATIVIDADE E PONDERAÇÃO- ARQUIVOS ?  

        Portanto, usualmente, quando jornalistas e estudiosos voltam-se contra aqueles que , eventualmente , levantam tais hipóteses (versões não oficiais, de mortes não assumidas, assassinatos, etc.- ou em quaisquer questões controvertidas) os representantes do Estado ou do conservadorismo ou das instituições tradicionais ( policiais, jurídicas , da mídia ) logo levantam a frase que acabou famosa –“teoria da conspiração !  “E fingem que estão rindo .

Essa expressão , essencialmente falsa, serviria para denunciar absurdos , hipóteses históricas sem provas ,etc. E vêm dando resultado tanto nos meios intelectuais como entre e  “povão” . (Como se tal exigência  , prova “provada” , “científica” , nesses casos, fosse possível ; isto é, nos grandes fatos políticos de nosso tempo, por vezes envolvendo revoltas,golpes,revoluções, crimes . Repita-se , eles envolvem disputa de poder , interesses, e são sempre conspirativos – escondidos, disfarçados,pois ) .

De fato, a maioria desses ataques desqualificadores , quanto a sérias hipóteses ,  por sua origem e objetivo de contrainformação, provavelmente , tratam mesmo é de esconder, encobrir , disfarçar  alguma “conspiração”existente , no caso enfocado ;  ou seja , impedir o conhecimento popular, público, de algo que visa-se-ia encobrir, por envolver ilegalidades, amoralidades, atos contra a ética vigorante . Isto face aos interesses em jogo. Por exemplo, voltemos às  mortes de Kennedy, Luther King, Malcolm X , nos EUA , e de Jango , Costa e Silva , Tancredo Neves , no Brasil. Todas podem ter envolvido mesmo conspirações e crimes, sendo que estudiosos de grande seriedade, inteligência e cultura admitiram isso, caso de um Cony , Brasil.

          Mas, os “cientistas políticos” e “historiadores” , em geral, ignoram, solenemente, tais posições – não provadas, não “científicas” . Ora , como provar , “cientificamente”, fatos que envolvem conspirações,  em que uns não sabem as atividades de outros, que são articulados exatamente para jamais serem descobertos ? Ingenuidade pensar que alguém , num caso desses, deixasse a confissão direta ou indireta em algum arquivo governamental ou confessasse seus atos .(Freund, J. , Id.).

             Hoje, nesses crimes ou importantes fatos históricos , há sempre a interferência dos serviços secretos – o próprio nome os define . Deixariam digitais, em arquivos, para a História ? Muita ingenuidade pensar assim. Como , por exemplo, merecerem confiança irrestrita os arquivos “secretos” americanos sobre o Brasil, abertos após 50 anos ? Mas, os historiadores brasileiros , financiados por fundações americanas , remunerados por elas , parecem dar-lhes alta credibilidade . Enchem a  “boca ” alardeando suas pesquisas,  nos EUA .

           Mas, será que não há interpretações e análises  pré-direcionadas ,tipo as do STF brasileiro ,( neste caso para influir diretamente na história brasileira, ajudando altos dirigentes acusados de crimes , o que é evidente  ( estas  jurídicas) )?

       Não haveria diálogos ,telegramas, papéis  “plantados” ,simplesmente , com o objetivo de “construir uma História futura”  que serviria  a certos interesses ? Quem liberaria fatos escabrosos do qual participou ( e é o caso desses) , que comprometeriam ,no futuro, até seus descendentes? É muita ingenuidade, e conveniente no caso, , imaginar-se  o oposto. 

                Nunca foi encontrada uma lista de generais brasileiros, ou oficiais ou outros vinculados à CIA ou trabalhando para os interesses do Império, ainda por exemplo – nada sobre um Golbery, Castel0 ou outros .Alguns agentes comprovados , apenas , há décadas, caso do IBAD e IPES, arquivos e pessoas convenientemente desaparecidas. .  Sequer a forma dos aliciamentos , como são feitos os aliciamentos  da CIA , é divulgado por ela .  Mas, muitos políticos e miliares  ,  claramente , foram apoiados por ela . Muitos foram até , depois de suas ações políticas de maior importância , trabalhar em multinacionais americanas  – quase todos os suspeitos passaram por isso.(Cotejar um Gaspari, E., “A  ditadura acabada”, que também teve bolsas de pesquisa nos EUA e pesquisou arquivos por lá ). 

      Aliás, por sinal, os citados por Gaspari, como “fontes” , generais brasileiros e assessores ,   cederam seus “arquivos pessoais” , graciosamente , para pesquisadores. Quereriam preservar suas imagens para a História ? Vários , assassinos assumidos ,omitiram-se frente a torturas ou quanto  ao terrorismo como política de estado, aprovado por eles . (cf. o próprio Gaspari, entre outros )  . Justificaram-se direta e abertamente e assumiram seus atos ? Não, sempre meias verdades e palavras dúbias .Por  quê?

          Nem unzinho agente seu  , sequer , a CIA indicou , por aqui  .Ora, então …Mas, quando um ex-oficial da CIA  escreveu um livro em que enumerou as barbaridades por ela feitas e nomes de oficiais militares do Equador, onde trabalhara (havia  até presidente  , generais e oficiais de várias  patentes, que trabalharam para ela)  – ele citou-os , às dezenas  – e logo foi execrado pela CIA e pelo Império .(“Diário da CIA”  , Philip Agee ) .

Então, no Brasil, aliás Braz$l (sejamos honestos, não se trata mais daquele Brasil , assassinado pelo Império e oligarquias locais)  não teria havido sequer um militar aliciado pela agência dos EUA? Claro que sim , às dezenas, e mais jornalistas , professores, autores , alguns , por certo  dos mais ativos . (Como viu-se , em 1964, com os que acabaram por desnudarem-se , às vésperas do golpe e contrarevolução de 1964).

        Vejamos, com relatividade e cuidado , pois, essas críticas de ausência de  “neutralidade” , numa análise , ou de titulação não a nível  dos estudiosos  de Harvard ,no que se refere a seus autores    , assim como exigências excessivas de provas “científicas” que, em geral,  precedem o exame do próprio conteúdo de  um trabalho de cunho político e social , eventualmente avaliado , e crítico à sociedade vigente ou a aspectos dela .

         Pode tratar-se apenas de argumentos  desqualificadores, sem cabimento, de conservadores, cuja análise pode voltar-se contra eles próprios e seus apresentadores, como vimos  .E que  têm um sentido claramente  ideológico, conservador, até identificável. Todavia, esses têm uma forte vantagem sobre analistas sérios e críticos – o silêncio , que podem impor à sua grande mídia controlada .

        Ela não divulgará o que não lhe convém, nem discutirá abertamente novas idéias. Veja-se os  “debates” da Globo, via suas filiadas – nenhum feito para o povão, em tv comum, para politizá-lo.  Em geral, selecionados e restritos para os que pagam , um pouco mais exigentes . Debates mesmo , efetivos, com liberdade – inexistentes. Manter a ignorância sobre esses temas não só para estudantes , até de pós-graduação, condicionados a outro nível (financeiro, bolsas,seleção de cursos ,etc.) , como especialmente para o povo em geral. 

         Há que levar-se em consideração , nas análises, a coerência, correta coleta de informações não contestadas, indícios  , afirmações de diferentes origens , comparações , deduções ,induções, fontes de poder, indagação sobre quem se beneficiaria com o ato investigado, etc. e ainda além de indagar-se   quem ele beneficiou, no contexto da época,  quem detinga poder e condições para realizá-lo .

           [ Ainda na trilha anterior , indaga-se – há hoje, na mídia brasileira, ou intelectualidade, polemistas, escritores ou teóricos a nível de  uns  novos Cony, ou Hélio Fêrnandes, ou Paulo Francis, ou Nelson Rodrigues, ou Caio Prado Jr. ou Sodré , ou Paulo Prado , ou Lacerda, ou Brizola ou Buarque de Holanda ou Gilberto Freire, entre outros   ? Por quê ? ]

           Além de ter em vista  o acima, na conclusão de  qualquer estudo sobre política, ou História  Política, há que agir como certos pesquisadores famosos , em especial, cheios de títulos no exterior ? Isto é , incluir na análise  de cada fato importante palavras tipo “provavelmente”,  “possivelmente” ou “talvez” ?(***)

 (continuação em outro artigo/adiante).

____________________________________________________________

(**) A “construção” de um Lula , ou outro, pelo Império, que tem poder para isso , não é difícil ,hoje , de entender-se . Ianni levanta , primeiro , o entendimento de “Príncipe Eletrônico” , mídia integrada , “intelectual orgânico coletivo” , basicamente dos interesses dominantes , que comporta , hoje  , os “príncipes ” de Maquiavel e Gramci , cujo sucesso dependia  da  ” virtu”(liderança)  e ” fortuna”(condições sociais ,ambientais)  .(Cf.O .Ianni, “A era do globalismo”).

Depois , ele lembra  a “era do globalismo” , internet, etc. Com predominância da televisão , entre outras mídias , e alto nível tecnológico – que permitem manipulações,cortes, edições , espetáculo, a televisão usada integrada com outras mídias como rádio e as impressas : assim,  cria-se o produto para o consumo e/ou o candidato para a eleição .E omite-se certos  fatos, espetaculariza-se outros , distorce-se ( Ianni, “A era do globalismo”)- no sentido sempre dos interesses dominantes em jogo  .

  (***) OLIMPÍADAS/16/RJ /Agôsto  –

Ponto ainda não bem destacado é o da questão ideológica na fase de nova globalização acelerada (vide nota acima) .Por exemplo,  OLIMPÍADAS/RJ – tem havido manifestações diversas contra elas, tentativas de impedir levarem  a tal tocha olímpica ao RIo de Janeiro . Foi isto rapidamente noticiado- prisões, manifestações e Caxias e outros lugares, uma menina ferida  . Detalhes e conjunto dos fatos  e análises ou destaque maior omitidos pela mídia  – por certo para criar  um “clima olímpico otimista” , limitando-se noticiário internacional sobre as manifestações , prisões , repressão que vêm acontecendo .

 O “Império” protege seus políticos e províncias , que, evidentemente , não admitem usar tal nome(informal) quando ainda mantêm a aparência , cheia de formalidades , caso de soberania, independência, divisão de poderes, bandeiras,paradas, eleições (Cf.antes as palavras de Jaguaribe ) . Silenciosamente , uma guerra que corta informações, edita, enfatiza outros eventos, manipula – num determinado sentido – influencia bilhões  de pessoas. 

Nem as manifestações pró e contra Dilma foram minimamente  divulgadas , a 31/7.  No dia 3 de julho, iniciados alguns jogos (Olimpíadas) , sob a desculpa de guerra aos tóxicos,  a Polícia invadiu a Favela do Alemão, das maiores do Rio, com 10  presos e mortes .

No Rio Grande do Norte , verdadeira guerra civil, em mais de 20 cidades , dezenas de ônibus queimados . Copacabana/RJ vazia, poucos turistas , militares armados pelas esquinas , com metralhadoras e uniformes de combate .Não apenas nos locais dos eventos, mas rodando  pelas ruas.

FARSA  E MENTIRAS?

O  “terrorismo” muçulmano era e é perigo real ou o medo governamental está sendo exagerado e envolvia temor mais de manifestações populares contra as Olimpíadas , num país onde o povo morre  nos hospitais por falta de remédios e leitos ? Ou o que há mesmo é medo até das manifestações, de um lado, contra Dilma e, de outro,  contra Temer?

Devem ,muitos,  estarem  remoendo as lições da Copa de Futebol de 2014, que deu grande prejuízo ao Brasil (pouco divulgado) e gerou  imensas manifestações contrárias (abafadas, reprimidas, havendo cidadãos presos ,até hoje , por causa daqueles protestos). Nada /pouco divulgado .

Dia 4 de agosto,aumentou muito o movimento em Copacabana , véspera do início dos Jogos, em especial no chamado calçadão, da praia. Nenhuma manifestação lulista antigolpe, nenhum grito “é golpe” , nenhuma bandeira do PT ou do PC do B .Nenhum militante  num banquinho clamando contra o golpe contra as inocentes vítimas – Lula e Dilma . Onde está a forte e decidida reação lulista?

Boa conversa fiada , igual a de milhões que teriam chegado à classe média e ao sucesso econômico  , de fato via mera mudança de critério sobre o entendimento de “classe média” ,aumento maciço do crédito, juizados especiais, SPC/Serasa , tudo de necessidade das multinacionais estrangeiras(aumento do consumo/vendas) e do capital internacional(MasterCard/Credicard, etc.) .Méritos locais para Luladilmaptete., com o que concordamos , Lula conclamando o povo a “consumir mais” , aumentar o consumo. Nas linhas anteriores , suas razões .

Na Av.Atlântica, afinal com muito movimento, luzes, chopes ,bate-papos ,turistas, estrangeiros e nacionais .Impossível corredores e esportistas do dia a dia . Muitos policiais .  Na manhã do dia 5/8 , manifestação tranquila contra Temer, Paes, Olimpíadas , diversos objetivos. Organização da CUT e movimentos sociais .Protestos justos contra as Olimpíadas , medidas  neoliberais de Temer ,etc.

Atenção – quase nada em defesa  de Dilma ou Lula e contra o tal “golpe” inexistente , estando o processo de impedimento contra Dilma, há meses , avançando. Braz$l. Indagados a respeito, resposta de manifestantes- “Indague do PSTU e outros , que exigiram isso para participarem.” Identificada uma única faixa defendendo Dilma e nenhuma quanto a Lula .

De resto, apesar de fraca oposição, parece haver  um temor ao povo , por parte da nova fração política  neoliberal dirigente, Temer à frente  , no  centro de gravidade do poder estatal  . Estaria ele , “raposão” da política do Capital , por certo, mesmo mais comedido e competente que Luladilma , bem mais inseguro, política e socialmente , que a conhecida antiga fração lulista .De fato,  esta manipula(ava)  movimentos sociais e massas , de longa data , via corrupção , verbas e cargos , “fisiologismo”, o que Temer ainda não conseguiu .Mas, por certo  o tentará e , parcialmente , ao menos , breve conseguirá – tem  “Poder” para isso .

Com o  “Príncipe Eletrônico”  de prontidão e “em ação” , servindo aos interesses preponderantes – da melhor maneira que pode . 

_________________________________________________________________________________________

(Original não revisado, o que não impede entendimento)