Brasil “Fora da Lei” – Reformas Já ? Não!

Jun 20, 2017 por

Brasil “Fora  da Lei” – Reformas Já ? Não!

Brasil “Fora  da Lei”–Reformas Já? Não! 

         Não só repetir análises conjunturais. O problema brasileiro é estrutural. Avançar e propor temas . Analisar, decifrar , tentar compreender bastidores, não nos limitarmos à simples enumeração de fatos históricos que, em si, nada dizem – pois precisam serem “interpretados ” .(Moniz Bandeira, “Formação do Império …”  )

 

    “Braz$l fora da lei “? Não às reformas ! 

                                                  Por quê ?

            Braz$l –  Estado fracassado disfuncional ;

            estado de  exceção informal, implícito.

            Reformas, que atingem mais o povo sofrido , feitas por uma         

            administração de possíveis criminosos (sob processos e 

            acusações), sem legalidade nem legitimidade ?Não ! 

            O capitalismo , modelo americano, pode ser “modelo” para qualquer  país,

            neste século XXI? Claro que não .   

             Poderia o Brasil matar mais de um  milhão  de pessoas na Indonésia(1965) , outros  milhões no Iraque,  no Afeganistão, Líbia, etc. ;  jogar bombas nucleares em Hiroshima  e Nagazaki , dar golpes com milhares de mortos, presos , torturados, no Chile, Brasil, Uruguai, Argentina, Nicarágua, Guatemala, etc. ?

Poderia  o Braz$l atual pensar em  ter/construir   mais de 800 bases militares espalhadas pelo mundo , guerreando em toda parte , tudo isso para manter o seu  capitalismo bem sucedido , como os EUA,  com a narrativa  de direitos humanos e democracia ?

(Que , aliás, alcançou ponto  alto há cerca de dois séculos atrás , nos EUA . (Cf. “A democracia na América”, de Alexis de Tocqueville), mas que , de décadas para cá, vem decaindo,  fora sua atuação militar, como demonstra a “eleição”de um Trump, os recuos perante a pressão russa  e a gradativa igualdade  frente à ascensão rápida da China ) .

Então , jamais o Braz$l poderia  ter o capitalismo americano como modelo . Impossível, seja lá por que ângulo se analise.

     (Redação)  

       PRELIMINARES – AVANÇAR  AS HIPÓTESES

             Não serão repetidos  aqui artigos anteriores, que podem ser consultados, neste blog, mas algumas conclusões como as abaixo , que pretendemos rediscutir, e temas  para reflexão  – e avanços  . As análises da big  mídia são suficientes quanto a artigos repetitivos e rebuscados, elegantes, mas que não dão passos adiante na compreensão do que ocorreu e  ocorre  no Brasil –muito menos quanto ao futuro .

           O método que  usamos e pontos de partida (com Moniz Bandeira, Maquiavel , Freund e outros ) já foram alinhados , anteriormente , a começar por terem em vista sempre  o “poder de fato “, escondido sob frases  bonitas e análises superficiais.

             Artigos anteriores, neste blog, já desenvolveram , parcialmente, muitos desses temas , caso de mostrarmos que tipo de democracia temos hoje  e quem a programou (no caso , Golbery , mais suas ligações “subalternas” , como antes tentamos demonstrar ) , isto além de atestarmos, com  dados, a situação a que chegamos – estado fracassado, de exceção, etc. Adiante ,  outros pontos, que irão sendo mais discutidos, aos poucos neste blog , centrados mais no futuro ou tendo em vista essa perspectiva .

 TEMAS PARA REFLEXÃO

 

            I – o capitalismo tipo americano – não é modelo nem utopia razoável para ser  pensada em nenhum país, muito menos no Braz$l atual  ;       

           II – caos social, econômico e político-  avança no Brasil e RJ, em especial  – hospitais, segurança pública, presídios, infra-estrutura em geral , salários atrasados ,criminalidade  política , enorme dívida publica crescente , etc. ;          

           III – não há “governo brasileiro “ , mas administração – apenas, feita por prepostos de interesses e programas estrangeiros, pois não decide problemas fundamentais , em geral, nem o programa econômico  ;

          IV- não há mais  características essenciais  de uma República  – no Brasil  , democracia ou soberania popular ; o  estado democrático de direito está “destrambelhado”,com vícios vários, que o comprometem e  desvirtuam ;       

           V- o cerne da democracia(os partidos, segundo Kelsen  e outros )-  foi corrompido/rompido – Partidos  Políticos, e minimamente  Democráticos,  não existem  , sequer o PT , que foi , um duas , uma esperança ;  os partidos são oligárquicos e antidemocráticos( desde estatutos e exigências legais)  e não  funcionam segundo seus programas; sua organização(legal e real)  é de cima para baixo , hierarquizada , o que agrava a situação  ; a Constituição de 1988 estruturou um “Estado Frankenstein” , autoritário, desvirtuado e disfuncional, antidemocrático em aspectos de seu “sistema” constitucional , modelo “golberyano”, planejado , com cuidado durante a “ditadura militar(Cf.arts.anteriores,neste blog) .

   LULISMO E NEOFASCISMO

 

                          [ Cinco líderes da Frente Anti-Lavajato e Pró-corrupção ?]  

   

    VI – Cresce  um novo tipo de  “neofascismo” , com o lulismo( agressivo, sem programa ou argumentos , ameaçador , na direita extrema , pró-grande capital)  – com uma posição política genérica neoliberal,  radical, mascarada  , sem programa algum  , muito menos anti-neoliberal ou socialista , dependendo suas posições sempre da ocasião  e de  interesses oportunistas , de poder imediato estatal – e até pessoais ;

O JUDICIÁRIO POLÍTICO 

sustentado em óbvias falsas narrativas, recursos financeiros ,  ameaças generalizadas a divergentes e  tentativas de  obstrução de Justiça  ,além de  cargos, verbas estatais , profissionais e não militantes ou operários nas direções partidárias , pronto para impedir investigações criminais , ou outras , e quaisquer divergências, até com uso de violência direta e palavrões ;

todos os seus “chefes” soltos e atuantes  , com evidente apoio estatal , ao menos parcial, de uma grande bancada de parlamentares , parte até do Executivo, pois Temer , em certos casos , como Renan, aliado , etc. , e até, inclusive,  de parcelas do STF , descumprindo , por  vezes , as  leis e Constituição ainda em vigor.

      Isto face ao estado de exceção informal , implícito, instável , existente , que oscila segundo interesses neoliberais diversos de momento, decidindo para um lado ou outro, de acordo, insista-se , pois é importante entender , com as posições/ interesses políticos  de diferentes frações políticas neoliberais , as mesmas que , anteriormente , indicaram ministros para o Judiciário.

[ Lula/Dilma indicaram 8 (oito) para o STF ; e Temer 2(dois)( há pouco,recentemente),   para o TSE – esses ministros ,  por sinal , não só não se proclamaram “suspeitos” como ainda votaram  pela vitória dos interesses de Dilma/PT/Temer/PMDB , como , aliás, fez Tofolli ,  há tempos ,votando  pró-interesses de Lula/Dirceu , que o haviam indicado  – assim decide a atual Justiça brasileira ]    ;           

           VII – restam  , capazes de resistência  nacional e democrática , no seio dos partidos, e do regime político, (A) apenas exceções morais , éticas e (B) também políticas , além de alguns que provocam indagações e dúvidas , com  situações indefinidas e não bem  transparentes –  caso , por exemplo , (C) de parte dos militantes do  PSOL(por  ter diversas tendências internas, ainda não submetidas a uma principal , escancarada neoliberal, como é (D) o caso das do PT  )  , (E) REDE(Marina), PSB ,  alguns quadros do  PSDB , e (F) PT mesmo (alguma militância de base e  tendências , que  poderão deixar esse partido  – o que não fazem , possivelmente , por dele estarem obtendo direções,  cargos ou outras benesses – desde que o partido, Lula à frente , tende não à esquerda , mas a um tipo de “neofascismo”,  mais detectável no “núcleo duro” lulista  ) ;  e , (G) , como sempre , as esquerdas mais consolidadas  – PCB , PSTU  e as que se articulam (H) em correntes, frações   ou grupos,  com posições definidas , por exemplo , as da Esquerda Marxista , jornal NOVA DEMOCRACIA, entre outras ;    

               VIII – a chamada operação “lava-jato” tem contra si um provável acordo secreto(“acordão”já , em curso ) , de diversas correntes, frações políticas neoliberais de acusados de corrupção , todas  atuando contra ela ,  os mais destacados sendo Temer, Lula, Dilma, Renan , Maia  , Rabelo, Gleicy , Lindebergh , etc.( ao fundo, aliados)   e partidos e grupos diversos, quase todos envolvidos  em acusações de corrupção ;

 esses ,  mais alguns ministros do Executivo e dos mais altos tribunais do Judiciário  , membros das procuradorias e, possivelmente, ainda alguns militares de alta patente. Quanto ao Procurador Geral  – atenção – estranhas e maleáveis e diferenciadas as posições dele , conforme a época, circunstâncias , revelando já  estar envolvido naquele citado “acordão”  ou , ao menos , em outros acordos .

Está  prestes a deixar  a procuradoria,  sua metralhadora político-jurídica estando hoje voltada – contra Temer e aliados – nas , por vezes , parece oscilar entre os diversos interesses políticos das diferentes frações neliberais , equilibrando-se e tentando não desmoralizar-se , de vez , levando com ele a instituição que preside. (Sabe-se lá os acordos e pressões em que pode estar metido ).

       Isto explicaria suas atuais preferências/alianças – primeiro, defendeu Dilma e Lula, livrando-os , indecorosamente, de acusações e investigações  (cf.neste site , revista Isto é ; depois, xingado e ofendido por Lula, fez ataques justos  contra ele  ; agora, volta-se contra Temer e  parece proteger de novo  Lula/Dilma –  há , pois, uma informal “Frente Neoliberal Pró-Defesa de Corruptos “ , bem eclética .

     E , daí, também,  de ataque aos que querem investigar a corrupção e outros crimes (essa “frente informal”  se esconde sob justificativas várias, algumas jurídicas,  e até corretas,  em tese ) ; ( além disso, intercruzam-se interesses políticos diversos ,ambições pessoais , tramas , traições, troca de favores , parentescos , ganhos econômicos , chantagens ,etc.- o que é próprio da política em si .Cf.Freund, J., Maquiavel, etc.) .

            A QUEM SERVE A ‘LAVA-JATO’ ?

 

 

Resultado de imagem para Lava a jato

         

 

       IX – Apoiar  e levar a operação chamada “lavajato” até o fim passa a ser  tarefa óbvia também de democratas e verdadeiras esquerdas – pois ela acerta inimigos inconciliáveis da democracia e das esquerdas.De que se trata ?  Da direita neoliberal corrupta e corruptora, a mais submeida ao Império, que se vende  facilmente , amoral,  sem caráter ( o que Chico de Oliveira  diz de Lula) , que está controlando o Estado antes brasileiro , como preposta do Império ( exatamente pelo citado dela)(o Império escondido atrás dela ).

  O IMPÉRIO -ESTRATÉGIA E TÁTICAS 

( O Império/ imperialismo  tem suas estratégias, táticas ,formas  de agir estudadas por teóricos ,há muito(décadas), que mudam/aram  com o tempo, hoje tendo características diferentes das de décadas atrás ( Kautsky , Lênin,Trotsky, Moniz Bandeira, Ellen Wood, Negri e Hardt , James Petras,etc. , entre autores atuais e do passado). As sutilezas e discussão genérica sobre as  táticas do Império, remontando a Montesquieu ,Império Romano,etc.podem ser vistas em ” O futuro do poder” , de Joseph Nie Jr.).

(Nota- Problemas à esquerda – se não as entenderem , i.e.,essas táticas , e muito bem , como combatê-las ? Para as entenderem , todavia, teriam que estudá-las e no lugar certo – que não é nas  bibliografias/bibliotecas  dos cursos de graduaçāo ou pós . Isto não deve estar sendo feito, ao menos no Braz$l, desde que as esquerdas e democratas sempre derrotados , exato pelo Império e suas “esquerdas” ).

  [Adiante , neste blog, discussão a respeito – OBs. o Império tem estrategistas de escol, equipes de nível, apesar dos erros que comete (estes mais face a defender o indefensável, ganhar tempo histórico, atrasar  a História ,muitas vezes, pela violência .Para ele, como para Marx, a violência é a parteira da História . No caso dele ,de décadas para  cá, todavia , melhor dizer – a aborteira da História. Dedica-se a tal na ânsia de tornar  eterno seu ” Império do Capital” – tentativa semelhante a de Hitler, com seu “Reich” ,   que  duraria mil anos ].

                       A “LAVA JATO” E A POLÍTICA ”

Pobres inexperientes procuradores, concursados,  lidando com um Lula e cia . IMPORTANTE .

             [ Entenda-se – no jogo político,  ser amoral, sem caráter , corrupto , descarado, mal educado, criminoso , assassino , mentiroso ,traidor , sem vergonha , falso , astucioso, etc. é positivo e leva mais  fácil um ator político à vitória . Muitas dessas ” qualidades” , algumas de Lula e Cunha e Temer e Dirceu, por exemplo, em quem transparecem melhor , são vantagens  que eles têm frente aos demais políticos concorrentes , desde que não sejam eles próprios presos ,condenados ,assassinados ,etc.]. 

                  Claro que esconder “isso tudo”,  suas “qualidades” , desde que a maior  parte da sociedade( da qual precisam votos) os condena – faz parte desse jogo – “político” . Política não se confunde com Moral  ou Ética  .( Cf.Freund ,J.” O que é a política?”) .

                   As esquerdas e democratas , em especial, parecem imaturos quanto a essas questões – primários . Confundem-se  com tantas asneiras ditas sobre a “lava jato” , Moro, Daltan, procuradores – de fato ,”classe média alta” ,  jovens , brilhantes, concursados ,estudiosos ,prestigiados , sonhadores . 

                  A defesa de Lula ( advogados que fazem “defesa política” dele  , todos  os dias , na TV /redes  sociais , “defesa política”(?!)  porque devem achar que não têm argumentos jurídicos) vem confundindo militantes e sociedade em geral  , de forma esperta – como?

                     A NOVA DEFESA DE LULA /TEMER 

 

              Tudo contra Lula, assim,  é “perseguição ;  golpe da CIA ; Moro é do FBI, ensinado nos EUA”  , etc.  São  narrativas que impressionam, pressionam , deixam parte até  das esquerdas parecerem temer tomar posição “pró-lava jato”,  contrária  a Lula . Este  – descaramento total, que agora se vê já também em  Temer,  na TV , atacando a testemunha , gravada , provas irrefutáveis ,  e não se defendendo – exato como Lula faz .

              De fato, tratar-se-ia da defesa do indefensável , juridicamente . Sem dúvida , tudo , a defesa , planejado em detalhes , em reuniões , com especialistas, marqueteiros ,etc. Logo deve ter visto  , a equipe de Lula , pelos advogados , que Lula, culpadíssimo, seria mesmo condenado. Partiram , então, para outro tipo de defesa ,não jurídica, para salvá-lo  – marketing, vitimização , obstrução da  Justiça( ele próprio pego em flagrante ,Cf.Delcídio Amaral, depoimento )  , dinheiro , compra e intimidação de testemunhas ,etc. Temer , também evidente culpado, segue o mesmo caminho.

               Muito dinheiro e especialistas, num “vale tudo” . Este o provável real cenário. (Por  isso, J.N.Pinto, “ O que sei sobre Lula” ,taxou-o como o maior político nacional.É mesmo, no sentido  acima ) . (OBs. Temer ,na mesma situação de Lula , evidente culpado ,  está indo no mesmo caminho  ,usando a TV,deputados , advogados  . Ambos confiam na ignorância do povo, sua omissão, e leniência  e corrupção do estado de exceção e sua Justiça)  ] .

***********************

              X – As instituições  não funcionam (cf. artigo anterior, neste blog ), delas  pouco se pode esperar , fora sob pressão de intelectuais, da opinião pública e massas nas  ruas, além de  mídia e redes sociais; basta  ver o ponto a que  chegou o pais, a lentidão da Justiça  , suas contradições  e o antes  exposto , além de  politização de decisões jurídicas ;

 e mais contradições  entre poderes, literais  desobediências de decisões judiciais , sem consequências ou punições , decisões esdrúxulas, até para leigos, uso político e corruptor de interpretações das leis  e da Constituição Federal, com seu descumprimento público descarado e até provocativo .

         O povo eleitor vem percebendo aos poucos que o voto ,  que, pseudamente, seria  a fonte de poder estatal, via soberania  popular , nada expressa e essa é inexistente –   pela fraude ostensiva das eleições e suspeita de mais fraudes ainda não detectadas ( urnas eletrônicas, sem controle segundo diversos especialistas  ) ;

                   XI – Lula , entre outros , manobra , dia e  noite, tais alianças espúrias , acima, para obstruir a Justiça  , provadamente (cf  . lembrar denúncia de Delcídio Amaral ) e  trás para elas movimentos organizados e cooptados, ou corrompidos , à  esquerda ,  desde antes de assumir o poder estatal , mediante  enganos , espertezas , ardis – e apoio do Império, nos bastidores  ;  fundamental ,  para  isso, foi e é sua  “máscara de esquerda “ .

              UMA FRENTE DEMOCRÁTICA NACIONAL  ? 

 

                     XII – Necessária a  essa altura uma Frente Democrática de Salvação Nacional, ou que nome tenha, envolvendo os setores acima,  ainda democráticos , indo às ruas, à massa popular diretamente , com coragem e firmeza , programa , denunciando a perda da soberania popular e independência nacional ,juros  escorchantes, dívida absurda e fraudada, etc. excluindo-se  os óbvios acusados de corrupção(ou não haverá unidade estável )  , mais setores civis, militares da reserva , ou seja , quem não envolvido em traição nacional e corrupção,  que se disponha ; sob uma direção colegiada, mista , eleita, com o objetivo de confrontar,com um programa mínimo,  a Frente Unida Pró-corrupção, informal, implícita e em atuação, que está sob proteção do Império, sem dúvida quem  mais lucrou e lucrará  com a atual situação nacional, sem rupturas e Constituinte  .  Refletir.

                   XIII – O Estado , antes brasileiro  , não mais vem atuando, desde  longa data  , a serviço dos interesses  nacionais –  está dirigido por  oligarquias ligadas e submetidas  a interesses estrangeiros, representados por várias frações  neoliberais políticas , identificadas justamente por essa submissão , atuando  contra os interesses  populares.

             Exemplo está  na presença de  Meirelles , claro  e evidente representante  do capital internacional, 8 anos dirigindo a economia na administração Lula ,e ,recentemente, de novo indicado por ele para o Ministério da Economia. E ,agora,por último, indicado por Temer para o mesmo cargo. Evidente identificação entre as frações políticas neoliberais , no mais crucial para  elas – a economia.

                      XIV – Amplas  reformas do Estado e estrutura jurídico política, discutindo-se fim da Justiça Eleitoral e do Trabalho, novos impostos sobre grandes lucros,  efetiva reforma agrária, estudo e auditoria da   chamada dívida pública , etc.Pensar , discutir .

       XV – as perspectivas brasileiras futuras  seriam  –

 

a – pela omissão popular , com consolidação da província , a  ser seguida a atual direção neoliberal de Meirelles, a  serviço de interesses anti-populares , com certo êxito caso haja maciços investimentos (de bilhões dólares estrangeiros) , entre outras medidas ;  isto , com  ou sem eleições diretas, com  ou sem Constituinte independente ;  

 b – pela omissão popular, relativa ,( mesmo com intervenção democrática e das  esquerdas ), consolidação de , ao correr dos anos, uma fraca província , modelo Haiti ou Porto Rico gigantes , com reações diversas populares  e intervenção militar provável , talvez  até estrangeira,  dependendo da dimensão dos conflitos  previsíveis  ;(conflitos, atuação militar, tentativas de secessão , etc.) ;

c – fortes manifestações populares, com luta ideológica e política, nas ruas e em toda parte ; não há perspectiva sequer de tentativa de independência nacional, soberania popular mínima , democracia efetiva , sem forte luta ideológica e política , via uma frente democrática e à  esquerda,  heterogênea , apoiada em programa mínimo de unificação nacional, que  deveria discutir tal inclusive  com militares preocupados com a situação nacional – nessa hipótese, há uma  busca de construção de autêntica república democrática radical , com garantia aos direitos humanos e participação popular.

      Difícil, pela ausência de líderes democráticos ou à esquerda , atraso quanto à organização popular autêntica (sem populismo ), falta de partido popular organizado pela base e bem estruturado , atraso quase histórico nesse processo todo, pela ausência dessa organização pelos líderes tido como à esquerda (a começar pela traição de Lula ), e seus partidos, por décadas.

 c1 – Constituinte independente seria um dos caminhos nesse sentido, precedida desde já por ampla  discussão democrática dos destinos nacionais e, inclusive, luta ideológica contra evidentes traidores dos interesses populares  ; importante  a organização de novos movimentos sociais capazes de assimilarem o acima , sem os vícios de anteriores, cooptados e corrompidos pelo Estado (e de fato dirigido por prepostos estrangeiros ).A partir daí poderiam ser abertos novos caminhos. Provavelmente, só um programa mínimo nacional e democrático uniria amplos setores , ou seja nacionalismo e independência nacional, algo muito difícil pela ação em sentido oposto, bem planejada, pelo Império, durante décadas, liderada em especial por FHC e Lula da Silva/Dilma, estes fieis servidores do Império e sua política, destruindo por dentro os verdadeiros discordantes da política neoliberal.

                 HIPÓTESES E ALTERNATIVAS ; PROBABILIDADES 

         Como dito em outra parte, proposta diferente  pode surgir melhor viabilizada e com adesão popular via direita militar , buscando apoio civil . Propostas radicais , à esquerda, com foices e martelos, comunismo , “governo de operários”, uso violência direta desbragada, “democracia de operários e camponeses”, etc. , provavelmente serão rejeitadas,  popularmente, abrindo o caminho para o nacionalismo à direita citado, militares à frente ,com democracia, num primeiro momento. Ao curso de intensa luta ideológica e política poderiam surgir algumas  mudanças qualitativas . Mas, todo esse processo é muito difícil  , pela impossibilidade de propaganda popular maciça  – (1) toda a internet, comunicação da província, passa pelos EUA, logo poderá ser cortada, controlada (já é) , total ou parcialmente, a qualquer momento(quedas das redes sociais, inclusive  ); (2) toda a big mídia está fora das mãos do povo, ou seja, sob direção de poucos oligarcas ligados a interesses estrangeiros.

          Logo, haveria um problema fundamental de comunicação,  nessa hipótese, caso crescessem  manifestações populares .(Durante décadas, dos setores nacionais , democráticos ou partidários  – só o PT , Lula da Silva , e o PC do B , à “esquerda”,tiveram essa possibilidade , mas não o fizeram durante décadas , mesmo com parte do comando estatal nas mãos.Não construíram nem organização mínima independente, nem meios de comunicação minimamente adequados, lambuzando-se com propinas, cargos , poder , viagens, mordomias, a começar pelo próprio Lula.

 [ Compreensível – afinal,envolvidos em uma ou várias armadilhas políticas do Império, desde Golbery – financiados pelo Império , vias indiretas ou diretas , e , por isso, servidores dele, com limites estabelecidos  , recursos financeiros azeitando a relação . Isso,  além de admitirem e endeusarem um líder formado nos EUA, com uma política sindical da AFL-CIO, de lá  , ligado desde sempre ao Império.( Cf. neste site, pesquise, veja Garnero, M. ,”Jogo Duro”, entre muitas outras evidências ). Este, alias,é um problema que, conhecido mas não resolvido ,  dificultará o êxito de qualquer movimento popular democrático , no Brasil , pois dividirá as forças populares ou as inviabilizará , como tem ocorrido até agora, destruídas e desintegradas por dentro  ].

                Neste momento, a tendência é no sentido das hipóteses a e b , até pela ainda continuada atuação de Lula(com certo apoio do Império) e Temer (aparentemente ambos “blindados”, no velho estilo de 2005, Lula, no “mensalão”) e por parecer estar em andamento uma conciliação, a mais espúria, nas entranhas do regime político(envolvendo até  o STF e, escondidas, por certo, forças militares ) – o sistema econômico está colocado fora de discussão, dentro daquela velha perspectiva de Jaguaribe ,em 2005(opções eleitorais seriam sempre entre neoliberais , mas mantida  pose de independência e soberania do país, apenas na verdade  uma  bandeira e paradas militares , com a  província consolidada .Cf./pesquise  neste blog, se interessar   ).

             Ou seja, remenda-se o Estado Frankenstein, aceitando-se o estado de exceção , mazelas jurídicas, chicanas judiciárias, criminosos evidentes , mas salvo por interpretações jurídicas, o povo sendo obrigado a engolir tudo isso , protestando fracamente- e ignorado pelas “elites”. Quanto à economia, nada se mexe – continua firme nas mãos do Império, via um Meirelles e sua política – neoliberal  .  

            De outro lado, mantendo-se as massas populares contidas via repressão localizada e genocídios disfarçados(hospitais, segurança pública , penitenciárias, etc.)  ,com  mais preventivo controle de natalidade(o que vem da década 60, quando ainda crescia a população brasileira. Cf. CSN/EUA, uma política deliberada ) e autoritarismo indireto (impostos, atuação da PM, departamentos de trânsito, contra camelôs , p.e.) o que pode significar anos de fôlego para os atuais regime e sistema, desde que com mais investimentos estrangeiros( o que é conveniente a eles, pelos altíssimos juros pagos pelo Brasil, desde que haja segurança – e nesse esquema há ). ( De resto, cf. hipóteses primeiras, acima ) . Só massas populares nas ruas e aquelas forças antes enumeradas poderão impedir tendência nesse sentido. 

              As definições desse quadro politico estão em processo ,  dependerão de certas  variáveis intervenientes , tais como manifestações de peso nas ruas, atuação da “lava jato” e apoio jurídico, popular e até militar a ela , atuação dos movimentos sociais reorganizados com palavras de ordem que toquem as massas populares  ; degringolada econômica rápida ou repentina  ; posição ou intervenção direta  das forças militares , entre outras, como a citada acima. De qualquer modo, ao tomar consciência de todas essas dificuldades – e há outras, como possibilidade de intervenção do Império ou forças militares repressivas caso considerem tais movimentos populares estarem indo “longe demais “- o povo brasileiro toma consciência da situação real de seu país e de si mesmo.  

               A FRENTE PRÓ-CORRUPÇÃO ESTÁ FORMADA

 

                     XVI – A não construção de  uma Frente Democrática , melhor formal, mas  até informal  e implícita (o que  em parte já existe ) implicará na vitória da “Frente Pró-Corrupção”, com pequenas e limitadas  reformas , e  continuidade do Estado Frankenstein, mais remendado e parcialmente corrigido, tentando afirmar-se sob  direção estrangeira . Tal significará  o fim , formal, do Brasil atual , possibilidades de rupturas sociais e  políticas , intervenção menos planejada das  forças militares, reação provável de boa parte da juventude nacional , possibilidade adiante de intervenção estrangeira para manter a província , de importância crucial para o Império .

                 O Brasil não  é França ou Inglaterra ou Alemanha , que assim mesmo estão pagando o preço das estrepolias guerreiras do Império, a quem se integram , na cúpula do bloco neoliberal  mundial , enfrentando e super-explorando os humilhados  da terra, até no Oriente  –  e tendo ,em resposta , atentados, explosões, problemas diversos . E a necessidade de provocações , como foi feito  no Brasil e em outros  lugares de forma muito mais extensa  e violenta , meio de justificar melhor massacres e assassinatos políticos, além de perseguições e desaparecimentos forçados.     

               XVII – O Brasil paga o preço do passado colonial, acordos espúrios quando da Independência e posteriores com a Inglaterra, uma República sem povo , formação de oligarquias indignas (Darcy Ribeiro, sobre as elites ) , repetindo sempre tais acordos/conciliações ou substituindo-os por massacres anti-populares, autoritários (Contestado, Canudos, Cabanada, Alfaiates, Inconfidência, etc.) ; inclusive,  depois na ditadura de Vargas e pós-1964, este último regime terrorista , sem dúvida, uma das bases da destruição da nação brasileira – que projeta-se ,com evidências incontestáveis, em nossos dias. 

                  XVIII – Um dos graves  problemas enfrentados na tentativa de  uma efetiva República e Democracia consiste no próprio magoado e ferido e até doentio povo brasileiro, submetido a uma ampla campanha psicológico-social de confusão, desinformação e omissão , o que , quase heroicamente, sites independentes têm tentado superar. A contrarevolução de 1964, vencedora , antinacional e  antidemocrática, foi competente e deixou marcas para o futuro , como artigo anterior buscou mostrar (Cf. “Instituições  não funcionam …”, neste blog)- elas estão à nossa volta , algumas até em velhos companheiros e nas novas lideranças populares.

              BRASILEIROS –  UM POVO SOFRIDO  

 

       Imagem relacionada    

                 

          XIX- Além de  derrotas em passado mais remoto,  escravatura , chacinas de índios , dominação estrangeira ,etc. ,o  povo brasileiro sofreu-

 

 (1) a intervenção militar  violenta , de 1964 ;

(2) a derrota do AI-5, em 1968 ;

(3)o golpe militar “interno”  , com a Junta Militar , em 1969 , à direita , mais uma vez desrespeitando os militares as próprias normas de seu regime autoritário ;

(4) a derrota , com assassinatos e prisões e torturas , entre 1973/1980 -,da AP , PCB , PC do B e , antes  , ALN , entre outros grupos  ;

(5) o massacre do Araguaia, em que muitos se renderam, sob promessa da vida poupada. – e foram todos assassinados ;

(6) a abertura ” democrática” fraudadas , com os desaparecimentos forçados, a anistia limitada e distorcida , os torturadores anistiados, situação que até  hoje  persiste  ;

 (7) a partir do final da década 70 e 80 , uma distensão lenta e gradual do ponto de vista do regime terrorista, totalmente planejada  e  cheia de armadilhas antidemocráticas  (uma delas, a liderança impulsionada pelo regime  de Lula da Silva , artigos diversos neste blog)  ;

(8) a traição permanente de Lula , acentuada  depois dele eleito presidente, traindo o programa do PT e do socialismo,  defendido antes em prospectos e manifestos  ; depois  a teaução de Dilma,Temer e outros  ;

(9) antes, a traição  neoliberal de Sarney , Collor de Mello, FHC , todos envolvidos numa prévia programação neoliberal ;

(10) o aniquilamento do PTB, de Brizola, Prestes , PCB , no meio sindical e operário, pela ação , em especial, de Lula  ;

(11) essas enumeradas , entre outras derrotas .( Elas lembradas  para avaliar-se um pouco a  ” psicologia do povo brasileiro” .( Cf.art.deste blog, ” Povo brasileiro…”) .

               

                XX- Verdadeira festa, injustificada , nos últimos anos, com uma narrativa mentirosa falsa de Lula à frente, sustentando o sucesso popular e nacional, econômico ,  ajudando a farsa do Império por aqui , e tendo ele ,Lula, sido premiado por ele  ,  Império , mais de uma vez , sendo chamado até de “O cara “.

         Essa narrativa só tem semelhança com  as do regime terrorista, com Médici , quando teria  havido um “milagre brasileiro”. A administração lulista (nem foi governo, Meirelles, ele mesmo, à frente, representando o capital internacional ) sempre sustentando que “nunca dantes no Brasil “… etc. etc.  e,  daí em diante,   uma série de falsos ou distorcidos sucessos , sustentados por agências de propaganda , num monumental palco de teatro.

               DERROTAS E  ESTADO PSICOLÓGICO   

                       

                Ora, assimilar, depois de décadas , primeiro de ditadura, depois de um regime neoliberal autoritário,  enraizado e mascarado, com capa liberalizante , realidade como a  atual, calamitosa  – não é fácil.

                  E Lula e outros ainda mentem  e mentem numa desesperada tentativa de enganar ,confiando na ignorância popular e big mídia , que já  o favoreceu muito por aqui .  São décadas de desinformação, mentiras, confusão psico-social, narrativas falsas, como “fim da história”, “fim da esquerda e direita”, “Lula comunista”, “Dilma guerrilheira “, vitória contra a “ditadura “, etc.

                     Reconhecer derrotas , após décadas, no que foi cantado como vitória , caso da “democracia” , “diretas já” , “Guerrilha  do Araguaia”, “anistia geral e irrestrita”,etc., e até falsos líderes como Lula –  é doloroso. Depois de tudo que pareceu alguma vitória , aceitar o hoje, a situação atual, acima , é  terrível ,  em especial  para os que sobreviveram ao regime terrorista.

                    De um lado, muitos velhos lutadores perturbados e doentios ; e ,de outra parte, algo estranho  e quase absurdo para jovens , já criados/educados  durante toda  essa farsa democrática, isto é, enganados e deseducados politicamente, doutrinados com distorções e mentiras durante anos .Pior ainda o caso dos militantes de partidos de “esquerda”  – reconheça-se , tal não é fácil. Daí também a necessidade de ampla discussão democrática, política, até de luta ideológica , no sentido de debates democráticos,e  antes de maiores decisões políticas ,  via plebiscitos, referendos, eleições diretas, Constituinte.

           DIREITA MILITAR  E  NEOFASCISMO    

                    

                           XXI – Por tudo isso, e pela necessidade de busca de  caminhos e educação política e convívio democrático entre os brasileiros , cabe ampla luta contra o neofascismo emergente ,  levado adiante (como forma de defesa, por interesse meramente pessoal  ) , hoje, por Lula da Silva, de um lado,   e por  tipos como Bolsonaro , de outro . Lula  e  a  outra fração referida militarista deveriam serem convidados para debates democráticos, explicações, e confrontados com sua práxis – e o resultado será apenas um – palavrões, ameaças, xingamentos, ou fugirão  ao debate.

                   Se presentes , contra quadros preparados  democráticos  , ou à esquerda, e não tomarem  as atitudes anteriores (falando sozinhos e vociferando ) , serão  esmagados, politicamente ,  e totalmente desmoralizados – pois não têm programas e são  evidentes farsas . O povo precisa assistir  isso .( Ressalva- fora se fosse  levantada por eles bandeiras de denúncias de exploração popular , pelo imperialismo, mais  nacionalismo , soberania popular , independência nacional. Mas,tais bandeiras não têm sido levantadas e o  êxito deles com elas ,ainda assim ,dependeria da posição das esquerdas, a respeito).

             O  NACIONALISMO VOLTARÁ  –

             À DIREITA OU ESQUERDA?   

           

             XXII  Volta  ele nos EUA , na Europa,  já foi bandeira da esquerda. Ela  a retomará agora ? Tem grande apoio popular .

              Todavia, há que ter atenção no caso do surgimento , talvez via grupo Bolsonaro, ou outro ,  mas não sendo ele candidato, sim alguém de mais alto nível , membro das forças militares, preparado intelectualmente . Seria , provavelmente,  general, respeitado internamente nas forças militares, capaz de aparecer  defendendo posições nacionalistas, à direita ,   além da soberania  nacional , desde que sempre existiram algumas dessas correntes, nas forças militares  (aliás, uma tradição militar brasileira ) , com elementos mais competentes e sérios , politicamente.   

           O vácuo existente na política brasileira, neste sentido, antes evidenciado , foi provocado muito por erros da “esquerda” , ardis do Império e a ação  de Lula da Silva – eles  propiciariam o aparecimento da situação descrita e dessa hipótese.(Cf. análises anteriores , neste blog).

             Quanto a outros caminhos políticos  mais”naturais”, normais , tipo apenas pequenas reformas e candidaturas de um Lula ou Alkimin ou Dória , em 2018 , se chegar-se até lá sem rupturas maiores( eleições diretas, preparo de uma Cobstituinte, etc.), eles  desembocarão, de um modo  ou outro,   nas hipóteses antes elencadas(cf. XV) .   

                    Acima,   temas para reflexão que iremos analisar adiante,  na medida do possível, um a um , citando as referências .

                VIOLÊNCIA NAS RUAS – CRIMES E POLÍTICA 

 

                   Analistas, não políticos , como José Padilha , ou mais  políticos, como Gianotti , ambos  em mídia tradicional (O Globo e  Globonews) mencionam ,de passagem , a possibilidade de rupturas e violência ou revolução , ou ao menos reação política violenta  , no Brasil , aos absurdos anti-populares em curso crescente . Outros , como Cristovão Buarque , não são tão diretos,  mas consideram , na situação atual, a impossibilidade de qualquer futuro “normal” .

                  O Braz$l , de fato , corre riscos, eis que a violência está já nas ruas e há quem lembre que a diferença entre o crime comum e o político estaria apenas na ausência  de consciência a respeito , por parte do criminoso comum. O Brasil vive uma guerra civil mascarada de muitos contra todos , alguns  “bandidos” sem quaisquer noções de moral , ética , educação , amor , respeito ao ser humano ou outras.

                    Os crimes contra parentes, pais, mães ,  professores , colegas de cela nas penitenciárias,  atestam isso – brasileiros estão tendo uma formação que os induz  a uma violência que ofende os animais , que apenas se defendem ou buscam alimentar-se e sobreviver. A crise social crescente, a falta de êxito das UPPs  , no Rio, a tradição de autoritarismo, o banho de sangue nas  penitenciárias, repetido desde Carandiru, com mais de cem mortos, os tiroteios e mortes diárias em número  maior  que na Síria – tudo isso atesta  uma crise de grandes proporções.

                LUTA IDEOLÓGICA E POLÍTICA

 

                      Tradicionalmente, as administrações brasileiras, submetidas  a interesses estrangeiros , resolvem  crises como a antes citada , grave , entregando-se mais ainda a esses interesses, cedendo em tudo às imposições  e  massacrando, se preciso,  seu próprio povo. Desta vez, crise estrutural, o país desindustrializado, em retrocesso, capital financeiro internacional dominante, terras vendidas, minérios sem controle  ( isto do que sabemos, a realidade deve ser pior ainda),  tal  significará o fim do que resta da antiga  nação brasileira .

                 Portanto, cabe aos brasileiros , que ainda aqui estão , até no seu direto interesse , reflexão sobre esses temas – e urgente. Além de ações que permitam caminhar no sentido de busca de soluções. Uma Constituinte independente, amplo apoio à lava-jato  e  a discussão de uma frente  democrática nacional , ampla, com objetivos mínimos comuns  , programa , sem participação de elementos sob acusações  , muitos deles com claras evidências de culpa , esse pode ser um caminho .

                  Quanto a essas ” reformas”  ,  Temer tanto as divulga e enfatiza para  justificar sua administração , ganhando tempo e amenizando as tensões em vista dos crimes em curso, envolvendo  até oposições, à vista de todos  . Elas estão sustentadas nos desejos ou exigências do “mercado”, que as condiciona, isto quando deveria ser exato o contrário (como atesta o cardeal D. Orani , em artigo no “Estadão “, com razão ).

             De fato, quanto a elas , reformas , não  têm qualquer sentido, neste momento  – o mercado não deveria direcionar “governos “, sequer administrações, como a de Temer . Mas, claro que direciona desde que , no Brasil, já não há governo , há muito ( governos tomam decisões fundamentais, como  diretrizes econômicas, o que não é o caso , na Província Braz$l  ) .

                   E essas reformas  não são urgentes, como apregoado ; e não são elas a única solução,  ao contrário, sendo  até absurdas , nesse momento . Além disso, não tem sentido serem levadas adiante, no meio de uma crise dessas ,  por uma administração que não governa , acusada( sendo investigada) de ser dirigida por criminosos, já nacionalmente identificados – ela/ eles não  têm legitimidade , nem legalidade .

                   As fraudes eleitorais , comprovadas , atingiram a própria soberania popular  , e à vista da nação . Isto é, sedimentaram um estado de exceção , e não democrático de direito, cujos excêntricos atos de um desmoralizado  Judiciário , via STF , não podem mais legitimar .

           Pensar sobre isso. Buscar idéias e caminhos – esta uma tarefa de todos os brasileiros, tentando levar adiante um democrático debate nacional.

                   Refletir, isto é,  pensar  várias vezes nesses temas. É o que buscaremos  .  (*)

________________________________________________________________________________________

 (*) (Continua. Esses temas serão desdobrados adiante, buscando avançar as análises . Então, citaremos autores, referências , etc. discutindo pontos específicos). Original sem  revisão,  o que não impede entendimento.