O Brasil Pequenez

maio 15, 2022 by

O Brasil Pequenez

Caminhando Jornal Tv 96

Hiran Roedel

 

Os preços da cesta básica sobem e o poder de compra dos salários fica cada vez menor. A farra dos empresários dos transportes, da educação e da saúde, com lucros altos e serviços de péssima qualidade, se torna o padrão no cotidiano da população.

Mas essa situação não é fruto do acaso. Ela é resultado do projeto do empresariado e de políticos fisiológicos que assumiram o poder a partir de 2016, cujo objetivo era favorecer os interesses dos grandes grupos econômicos sem qualquer preocupação social. Desde então, essa tem sido a lógica cada vez mais descaradamente dominante no país!

O Brasil de 2022 é o país da fome e da miséria, mas também da milícia, da corrupção, da violência, do desemprego e do risco de golpe de estado.
Bolsonaro ameaça romper com as regras do jogo político em vigor desde 1988 e, para isso, se vale da pequenez das Forças Armadas. Uma instituição de Estado que, pela formação autoritária de seus quadros, não se importa em ser rebaixada a ajudante de ordem do candidato a ditador.

O Brasil PequenezAfrontando a ordem constitucional, o presidente sinaliza para seus devotos. Enquanto isso, aqueles que teriam o poder e a obrigação de puxar as rédeas e frear suas bravatas belicosas e golpistas se escondem atrás do medo ou se calam pela conivência deixando esticar a corda.

Vivemos, sim, o risco de mais um golpe no Brasil. A mistura de um chefe medíocre com políticos oportunistas e fisiológicos, militares autoritários e o apoio de milicianos nas ruas constitui o ingrediente do caldo de cultura favorável à ruptura.

Para jogar água fria na fervura dos golpistas, é necessários um posicionamento firme daqueles que não têm medo da democracia. Um posicionamento que tem de ecoar nas ruas sem temor dos que ladram para intimidar os que lutam e defendem o direito à vida.

É bom lembrar, na ditadura o direito à luta é sempre negado. O risco da tortura impera e afeta a todos os que não fazem parte do minúsculo círculo do poder.

Por isso, é preciso se posicionar e pensar grande. Um país inteiro não pode se curvar a pequenez dos medíocres!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.