O RECUO DA EXTREMA-DIREITA

dez 2, 2020 by

O RECUO DA EXTREMA-DIREITA

O RECUO DA EXTREMA-DIREITA

[Editorial de Caminhando Jornal TV nº59 ]

Hiran  Roedel

O mundo começa a acender o sinal vermelho para extrema-direita. A derrota de Trump dá o pontapé inicial e a América latina acompanha essa onda. No Chile o candidato comunista à presidência lidera as pesquisas, na Bolívia o partido de Evo Morales ganha a eleição derrotando os golpistas, no Peru a população vai às ruas para enfrentar o golpe, na Guatemala o governo de direita corre o risco de ser derrubado e no Brasil os candidatos apoiados por Bolsonaro são derrotados nas urnas.

No país, 18 capitais terão 2º turno. E o que ficou evidente foi que o discurso de ódio que marcou as eleições de 2018, perdeu força.

No Brasil, a extrema-direita vê seu espaço político diminuir devido, também, à sua flagrante incompetência para resolver os graves problemas sociais. A população percebeu que somente a pauta de costumes não é capaz de colocar comida na mesa dos 105 milhões que sobrevivem com R$400,00 por mês, de combater a pandemia, de dar saúde e educação de qualidade, nem mesmo emprego para os 14 milhões de desempregados.

Contudo, a tradicional direita, travestida de centro, tem conseguido impor o discurso de gestão e abafado o debate sobre projeto de sociedade. As contradições fundamentais como pobreza e miséria, concentração de riqueza, racismo, por exemplo, são deixados de lado. Afinal, essas não preocupações de um bom gestor.

Está no ar mais um Caminhando Jornal TV. Um programa que vem se consolidando com suas análises independentes sobre política, história, cultura, sindicato, militares, música e muito mais.

Related Posts

Tags

Share This

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.