BOLSONARO ESFAQUEADO EM MINAS GERAIS !

set 6, 2018 by

BOLSONARO ESFAQUEADO EM MINAS GERAIS !

                                                BOLSONARO ESFAQUEADO, MUSEU NACIONAL INCENDIADO,

PRESO COMUM LULA CANDIDATO .

                                                      UM RETRATO DO BRASIL – 2018 .

 *******************************************************

     ATENÇÃO

                           O candidato a Presidente  Jair Bolsonaro, capitão da reserva, acaba de ser esfaqueado em Juiz de Fora , MG , enquanto este texto era redigido e organizado para publicação . Mais um absurdo do estado de exceção implícito que essa elite oligárquica corrupta , sob direção estrangeira, produziu , por sua falta de iniciativa  . De fato, ela deixou , já no auge da crise, após o impeachment de Dilma, primeiro , de promover a cassação , pelo TSE , conjunta , de Dilma/Lula  e Temer , de forma carnavalesca , por excesso de provas como então se disse(uma fraude, calhordice , às vistas da Nação , como a de Lewadowsky. quando da promoção , com Calheiros , do  impeachment sem punição de Dilma/2014). Depois, segundo , negou-se a promover uma Assembléia Constituinte soberana e independente, onde se discutiria a problemática nacional de forma ampla e organizada, antes das eleições e podendo-se corrigir estruturas viciadas e distorcidas. Não o fizeram exato para se promoverem , reelegendo-se , não permitindo mudanças ou punições anteriores que as prejudicariam . Justo a elas , responsáveis pela traição e caos nacional em curso.

                      O resultado é o que vemos – caso de um preso comum como Lula, evidente corrupto, atiçar e provocar , com lulopetistas por trás, e o Império, escondido,  manobrando (análises neste site) . Depois, tiros numa caravana lulista  provocadora . E , agora, este ataque covarde contra o candidato Bolsonaro , que agia, independente do resto de suas atitudes,  no caso,  democraticamente.

                       É o resultado da falsidade das administrações Lula/Dilma , neoliberais fingindo de esquerda , que faliram a Petrobrás e o país, o Império escondido manobrando ;  uma administração  Temer , que não governa, dirigida por cidadão acusado de corrupção de todo tipo , ministério também loteado entre outros acusados de corrupção. Isto enquanto mente-se e mente-se sobre a realidade brasileira , explora-se o povo de forma brutal e apresenta-se um estado de exceção implícito , informal, em que o STF oscila de cá para lá, cometendo atentados à Justiça.

                     Como o incêndio do Museu Nacional, RJ, um retrato do Brasil – esfaqueamento de alguém, afinal , confiante na democracia, fazendo campanha e buscando votos. Independente de outras posições, era o que Bolsonaro fazia naquele momento – exercia e assumia uma posição democrática, recorrendo ao apoio do povo brasileiro para suas posições  .(Outras análises adiante. Reproduzimos , abaixo, parte de artigo já elaborado, sendo preparado para publicação. Logo seguiremos com novas análises ).

**************************************************

 

    STF SOLTARIA LULA ? BRASIL – REFUNDAÇÃO OU DESTRUIÇÃO ?(I)

 

(Rodolfo  Bruzun)

  

         Candidatos a Presidente  . Repensando candidatos e propostas. Para onde vamos com eles ? O Exército está na linha de frente –  e com Bolsonaro ?  Muitos têm mencionado como única salvação  do Brasil, ou melhor Braz$l, uma rebelião (à direita , com Bolsonaro, PSL ; ou à esquerda, com Vera Lúcia , PSTU) ;

outros, uma   revolução, democrática ,sem definição partidária, o que significaria via uma frente popular democrática (?!) (à esquerda , sem aspas,  sem especificar-se  como ou de que maneira ou com quais forças ?) ;

terceiros , mais moderados , pregam uma refundação,  caso de Álvaro Dias , PODEMOS. Essas as propostas mais radicais quanto ao futuro , a surpresa vinda de Álvaro Dias . Elas têm razão de ser ? São viáveis ou , ao menos, o Brasil, lá como seja o próximo passo, hoje ou amanhã tenderá o país  a desembocar nelas ?

E Lula, agora com estranho voto favorável  de Fachin /STF ? (Quanto à recomendação de Comitê da ONU para que pudesse concorrer ).  [ Facchin (ministro/STF que , instado por  Stedile/MST, negou presença junto a ativistas em greve de fome, por isto tendo sido  lembrado  da ajuda do MST para que  ele chegasse aonde está ] . Lula  acabará solto pelo STF? Caminho mais rápido para o conflito social ?

 

CARTAS NA MESA- ELEIÇÕES            

 

Apenas demagogia, previsões pessimistas ou análises  superficiais,  sem irem à essência dos fatos  ? Ou haveria  viabilidade , razoável,  quanto ao acima e aos programas dos candidatos , assim como para os sonhos de eleitores acomodados ou cansados ou estressados com os comentários nas redes sociais ? No Braz$l , hoje como ontem , muito pode acontecer , até mais retrocessos como o atual .

[ Só o futuro o dirá  , isto se for eleito o candidato . E esta uma questão – na política, ou na história , quando houver certeza será sempre tarde demais – fatos consumados. A tarefa seria decifrar logogrifos e prever , para isso utilizando-se algum provável , possível, talvez, mais cotejamentos der fatos e  dados, comparações , lógica, razão, causas e efeitos, analogias, observação de comportamentos – e coragem e independência para chegar-se  a uma escolha, ainda que sujeita a mutações ].

       Numa segunda leva de candidatos presidenciais  , ainda mostrando-se reformistas, temos Ciro Gomes , crítico do capital financeiro, corretamente, pró-reformas, com certa personalidade(?!). Nos últimos dias, já contraditório , com uma Katia Abreu (agronegócio) como vice, ela  amiguinha íntima e aliada de Dilma .  E Ciro lançando adocicadas palavras em direção ao lulopetismo –  insinuando indultos  (Lula preso , aliados dele ameaçados de prisão )  e elogiando as administrações lulistas , pois foi ex-ministro dele que foi .Isto enquanto amiga-se politicamente com velhas oligarquias nordestinas . Resistirá aos cantos das sereias envoltas em mares esverdeados , vento suave ou violento do Norte ? Até agora , no auge  do poder, só Getúlio e Jango, ambos nada esquerdistas , mas ricos e nacionalistas .

             Ciro rejeitado por Lula , cortados por este  seus apoios maiores  no NE/PE. Apoios que  lhe garantiriam , na ausência de Lula na disputa,  como já  decidido pela Justiça,  não só sua presença no segundo turno,  mas, provável,  a própria  eleição .

            Ainda esperaria, adiante,  futuros votos lulopetistas ? Decerto ,  e isso explicaria a demagogia rumo à direita conservadora lulista , fantasiada de “esquerda”, há décadas . De outro lado , pouco importariam as  razões , pragmatismo ou circunstâncias ou estratégia de poder escolhida .Ciro cedo  aparece aliado a forças conservadoras em seu estado (Ceará) , envolvido em acusações semelhantes às feitas contra Lula , Temer e outros,  , e com braços abertos para as oligarquias disponíveis .(Cf. Veja, 5-9-18).

           Isto é , Ciro já apto a assumir-se como um sub-Lula/Dilma/PT, adiante todos juntos, numa hipótese ou outra , quando iriam enfrentar os mesmos problemas , na práxis, e  da mesma maneira que Lula  ? Lembremos que  este chega a propor “voltar ao feliz passado”, programa óbvio retrógrado e conservador , por si só , muito longe do de Ciro . Nem revolução, nem rebelião, nem sequer reformas efetivas – Lula propõe uma declarada busca de conciliação e retrocesso político , aliado às mais velhas oligarquias . Ciro, em troca dos votos dessas “esquerdas”, que mostra pretender, aceitará tal programa ao invés do que propôs (começaria pelo impedimento da venda da Embraer à Boeing, que ele condena com vigor ) ? 

               Marina ?  Prega reformas, inclusive no meio ambiente, e acertou em cheio, reconheça-se,  quando apoiou a cassação da chapa Dilma/Temer no TSE , como um caminho objetivo de saída para a crise em curso – seguida de  novas eleições .  O TSE, mostrando a Justiça mais uma vez sua face oculta de estado de exceção implícito, negou .  Em que pese excesso de provas, segundo um ministro  . De qualquer modo , ponto para ela, que mostrou desprendimento, desligamento do bloco de poder dominante tradicional – e firmeza.

              Mas, ela não  tem base/apoio parlamentar  mínimo que seja , nem experiência executiva para governar  – logo como pretenderia  administrar  um  estado – falido – e com um povo dividido ? Com neocorruptos conservadores , neocors , fantasiados de esquerda, como alguns lulopetistas,  na oposição(não tanto bases , mas dirigentes acusados de corrupção,vários deles)  ? E isto fora enfrentar a efetiva direita conservadora de sempre,  do Centrão e cia. ? Ou ela  se aliaria a eles ? Enfrentaria os pseudo revolucionários conservadores , talibãs confusos,  tipo Bolsonaro, ao fundo golpistas ?( Atenção –  daí , de um “golpe” , para uma revolução nacional , há grande distância, por isso a distinção feita ) . Se , se vencesse …caos com certeza. Embora este não seja o panorama apenas de uma sua hipotética administração, mas  de vários outros candidatos, se vitoriosos  .

 

                A QUESTÃO POLÍTICA E A QUESTÃO MILITAR – LIMITES

 

Na verdade , a questão militar , como a religiosa, está posta no cardápio político, como anotamos em outros artigos. já o Exército no poder, numa forma soft(suave , na classificação de J.Nie Jr. (“O futuro do poder “). Pela circunstância, não há recuo, de uma forma ou outra .

                 [Ao fundo, tanto ela como Ciro, e até outros candidatos ,  enfrentarão problemas semelhantes,  se tiverem disposição e espírito nacional e popular para tal, inclusive a questão militar  . Isto  além dos “esquerdistas” neoliberais, mascarados, grave problema de décadas ,  acostados e entranhados no lulopetismo . O que significaria enfrentar o próprio Lula, se este subsistir além dessa campanha . Indo mais adiante – o enfrentamento direto de todos eles , inclusive frações militares nacionalistascom os interesses imperialistas incrustados no Brasil , com sua face capitalista financeira /multinacionais, todos escondidos sob o manto protetor chamado “mercado”.

(Cf. análise primorosa e sintética a respeito das novas táticas do Império em Ellen Wood , “Império do Capital”. Outras faces, mais agressivas, além dessas , em “A desordem mundial”, de Moniz Bandeira , mostra de como o velho imperialismo, cada vez mais maligno e ardiloso, continua vivo e atuante, já agora na vizinha Colômbia, bem a nosso lado, escondido sob o manto da OTAN). Ou disporem-se a esse enfrentamento , que até um Boulos parece estar ignorando ou não querendo mencionar, ou continuar no caminho neoliberal americanófilo de autodestruição do Brasil, já em processo acelerado .

Não parece haver outra saída a essa altura. O não enfrentamento e prosseguimento da crise, no fundo originada na  superexploração sofrida pelo povo brasileiro , sob direção do capital internacional , e um estado que deveria ser brasileiro , mas o está servindo ,  implicará na efetiva liderança política do Exército , de uma forma soft , caso de eleições e da atual posição de um Bolsonaro,  ou de uma forma hard , intervenção militar ostensiva.(Tem-se noção da gravidade dessa afirmação, mas ela tem sólido sustentáculo teórico e em fatos ,  a essa altura da crise .  Só não está evidente para a sociedade pela derrota ideológica também sofrida pelo povo brasileiro , pelo esmagamento ideológico sofrido , em especial , através de uma big mídia oligopolizada cujo poder já atingiu a internet, pseudo território livre.

A outra hipótese implicaria nas forças militares assistirem  à degringolada  nacional de forma omissa, o que é inviável – primeiro , porque a liquidação da nação brasileira implica na de suas forças militares, então sem sentido; segundo , porque difícil todas as forças militares assistirem tal sem divisão – alguma fração política tenderia à revolta e defesa da nação em processo de extinção e secessão ].

           Já Alckmin defende reformas , sim , mas  com auxílio(?!)  do “Centrão”, que o apóia(?!) – reformas antipopulares , então, mínimas, para melhor conservar o essencial. O que foi sempre feito no Brasil resultando no que temos à nossa volta.

            Lula da Silva/Dilma/Haddad , os mais conservadores de todos, paradoxal  , não pregam nem reformas – sim , retrocesso –  a “volta a um passado feliz”, isto é , sem “lava-jatos” e essa “mania de luta ilegal contra a corrupção” . Quer dizer, nada de reformas , volta ao “passado lulista” , onde tudo teria sido “muito bom”, povo feliz e com dinheiro no bolso , além de moradia e bolsas de todo tipo – um “povo feliz”, na memória lulolpetista, independente das dívidas acumuladas , prejuízos da Petrobrás com subsídios , auxílios a empresas estrangeiras bilionárias, país falido. Sem problema, porque depois o poder com outro, escalado para ser acusado, cinicamente, de único culpado. O depois não interessaria, só o agora.

   Logo,   mais “neoliberalismo” mascarado por “bolsas-família”, benesses , concessões , do lado do povão  ;   e isenções e desonerações para empresas bilionárias(via BNDES,  em especial) com um  programa político via alianças com Calheiros, Jader, Sarney, Lobão, Eunício , etc. (o que quer dizer o mesmo de antes , as  velhas oligarquias , que tem como mentor o Império /EUA ), o lulopetismo já aliado a elas desde já, antes mesmo  das eleições.

   (Aliás, característica lulista – já em 2002 , antes mesmo de assumir, se comprometera Lula ,  formalmente , via a famosa “Carta aos Brasileiros”/2002, com a política neoliberal. Agora, também formalmente , via alianças, com os mesmos de antes(Calheiros, Barbalho, Sarney, etc.) , a começar pelas oligarquias locais  .

               De qualquer modo , tudo isso denota imensa insatisfação popular . Mais  –  sonhos de fácil mudança política e econômica via líder autoritário e radical ou rebelde ou revolucionário ?

             Ou  , ao contrário , um desejo  de caminho fácil e conservador,  nos moldes conciliatórios sempre , com uma volta ao passado , seja via Lula ou Alckmin ?

             Porque ninguém envereda , fora Boulos e Vera Lúcia, com programas fora da percepção de grandes massas populares, cuidadosamente isolados, por trilhas que, ao menos, tentem saídas não mergulhadas nas profundezas do  neoliberalismo/Império . Este bem escondido , sem ser atacado , democratas e esquerdas na defensiva , talvez agora mais conscientes dos resultados de suas táticas , estratégia, programas , organização partidária , nas últimas décadas, sob a égide de Lula da Silva, a direita mascarada de esquerda.

            Ou seja, desastre e decadência dos social democratas e partidos desse tipo (de um lado ,  nas mãos dos lulopetistas , PT, que , fingindo de  esquerda, deturparam tal perspectiva ao máximo, virando à direita neoliberal e destruindo-se até como partido social democrata ) ; de outro , com os negligentes e desinteressados do PSDB( aliados ,  à direita, há décadas ,  a subalternos declarados das elites oligárquicas locais/interesses estrangeiros , sob o pretexto de governabilidade , pragmatismo , mas ao fundo facilidades aparentes ee garantias de mais fácil  eleição.

            Quanto às esquerdas, corroídas por fora (subordinação a normas eleitorais que impõem organização burocrática de cima para baixo , legalidade  sem cuidados , ultratransparência , confiança no distorcido sistema eleitoral , etc.) e por dentro (fisiologismo , alianças espúrias , concessões estratégicas e não táticas , corrupção, oportunismo de direita , divisionismo , subordinação a “correntes majoritárias” internas em troca de cargos , resultados da conciliação/aliança subordinada ao lulopetismo neoliberal . Em suma, marxistas e comunistas só de nome e por autointitulação , no dizer correto de Prestes, há décadas.

            As próximas eleições vão responder a essas questões e afirmações  – ao  consumar fatos .

  (Se não houver distorções ,  fraudes sob medida , vindas de cima para baixo , via as inconfiáveis urnas eletrônicas brasileiras   . Lembrar – Tofolli agora Presidente do STF, aquele nas últimas eleições presidente do TSE. Em resumo, o mesmo administrador das urnas agora , acima do TSE – STF/Tofolli, ex-assessor de Dirceu,  indicado pelo lulopetismo para o STF, que , recente, soltou José Dirceu, com um esdrúxulo “habeas corpus” de ofício, isto é, sequer solicitado).

____________________________________________________________________

(*)( Original não revisado , o que não impede entendimento . CONTINUA).

 

-II-

 

(CONTINUAÇÃO DE ARTIGO SOBRE-

BRASIL – REFUNDAÇÃO OU DESTRUIÇÃO ?

               

 

                 BRAZ$l, EX-BRASIL  

 

               Em retrocesso acelerado . A tragédia em Mariana (MG), há  tempos , entre outras , até hoje nem punida nem minimizada , rebeliões populares em Pacaraima (RR) e outros estado , pontes e viadutos desabando , estradas sem condições, educação que deseduca , insegurança pública e falta do direito de ir e vir até em lugares turísticos , presídios torturadores e o Museu Nacional a pegar fogo, perda de 90% do acervo .Este  símbolo adequado da situação nacional .

             O desastre de Mariana (MG) sem solução efetiva, até naufrágios e quedas de avião,  idem . O Brasil já com rota internacional do tráfico internacional, um dos maiores consumidores do mundo de drogas, inclusive cocaína. As favelas tomadas pelo crime e as milhares de mortes por ano . Sem investimentos, mudanças, manutenção , de um lado ; roubalheira e corrupção,  de outro – tudo em derrocada , aos poucos , já durante décadas . Nem empresas particulares e multinacionais funcionam, adequadamente.

          Não há controle das agências que deveriam serem  reguladoras , por indicações políticas,  corrompidas , como o estado fracassado. A famosa privatização das comunicações soçobra. Há monopólios disfarçados, não há controle, o SERASA inventado pelas oligarquias para permitir vendas maciças a nível mais popular, com cartões de crédito , enganando  o povo, pois criado para substituir a Justiça, julgando pró-empresas qualquer débito – sem necessidade de  Justiça, o que a maioria do povo não consegue entender, esperar ou suportar : ela , Justiça, morosa, falida, injusta.

            O Brasil não destruiu só seu futuro, mas presente e passado. Braz$l falido – mas, quem punido ?  O Museu Nacional queimado ,  símbolo do Braz$l//18 – insista-se .

              

EM RESUMO (I) – BOLSONARO CRESCE

 Imagem relacionada

   O crescimento eleitoral de Bolsonaro, de um lado,  à direita , explicável – povo insatisfeito , desinformado , revoltado e desejando ser mais participante. Expressa ele o desejo confuso de revolução , mudança radical, solução rápida, ordem , o que as desmoralizadas esquerdas foram e são incapazes de propor . A mesma fachada/ pregação  do regime ditatorial de décadas atrás , uma ilusão bem divulgada cuja  memória falsa chega a nossos dias, incentivada pela velha direita talibã.
EM RESUMO(II) – A ESQUERDA FRACASSADA 

          Quanto à esquerda , já se enfatizou ,  de outro lado, pouco entusiasmo na luta atual  , longe de sua tradição no Brasil , resultado provável da desorganização , corrupção, fisiologismo.

(Não há crescimento e até ousadia, orgulho de seus valores , por desconhecimento e ignorância e traição de seus dirigentes – falta de teoria, táticas, estratégia, programa , partido – e graças, mais especificamente,  ao trabalho político lulopetista durante décadas , confundindo o povo e desorganizando-o , com auxílio da big mídia. O povão pensa que esquerdas , “comunistas corruptos”,  são os lulistas, o que em parte é verdade , a começar pelo preso comum Lula – nada de comunismo, mas corrupção , sim . E conservadores de fato , como mostrado em vários artigos deste site, e acima, mas espertamente fantasiados de esquerda , constituindo as “esquerdas”, desde décadas – com o auxílio da Igreja Católica(CEBS, em especial) , Império do Capital/EUA e sua big mídia oligopolizada,  no Brasil e em todo o Ocidente ). Convenhamos, há razão para a confusão popular.

          Desmoralização generalizada da esquerda  como “comunista e corrupta”, graças a  Lula e seu  lulopetismo, durante décadas.( Nem a esquerda mesmo o é , pois sequer existiu ou existe comunismo no mundo , sequer socialismo -trata-se de uma distorção de conceitos para combater e desmoralizar adeptos de uma maior igualdade entre seres humanos ).

Lulopetistas , ajudados pela big mídia, disfarçadamente , e à direita também ,  mas mascarados de esquerda , criaram as “esquerdas” . Estas ,  pelegas, dependentes de cargos e verbas estatais , corrupção e propinas , anuladas pelo Império e por seu financiamento indireto . Limitadas, pois,  em atos, palavras de ordem, efetiva práxis.

  Inverteu-se, no Brasil , uma tradição e antiga equção  – no espaço deixado pela falsidade política ideológica lulopetista,  que tomou o lugar antes de esquerda . Surgiu uma direita veraz , irritadiça , militarista, provocadora , cara exposta, programa absurdo mas claro , parte nacionalista, reformista , Bolsonaro e outros à frente .A esquerda legal, comportada, encolhida, na defesa, limitada e amedrontada, aparente ainda dirigida pela “esquerda” que é direita ,   seu pseudolíder na prisão .

 

 

NO NORTE E AQUI –  OLIGARQUIAS RIEM

 

 A esquerda, a maioria dela , incapaz de liderar mudanças , hoje,  por sua essência pró-Império do Capital/EUA , mas forma populista farsesca , uma contradição antagônica . Incapaz de atacar o inimigo principal do Brasil, hoje, que , escondido , vem arruinando o país – o Imperialismo , seus aliados ,elites dominantes , corruptos empresários oligárquicos integrados  a interesses estrangeiros.

           Como atacar interesses do Império se, nos bastidores, se é aliado a ele ? Por isso , a bandeira lulista é apolítica, não ideológica, sua principal palavra de ordem tem como bandeira “voltar a ser feliz”, o que nada diz .

           Muito ao contrário, trata-se de “esquerda”, por isso sem bandeira de esquerda, aparente majoritária porque apoiada na mentira/demagogia  e, em essência, no próprio Império,  via velhos programas de bolsas-família , o maior programa de compra de votos do mundo (Jarbas Vasconcelos, deputado federal) .Aquela “esquerda” que a direita gosta (Brizola) – e financia . Aliada/abraçada sempre a oligarquias/interesses estrangeiros , tanto  no passado distante como recente  –  agora de novo (Lula com Barbalho, Sarney, Calheiros, Eunício ,etc.) , todos juntos sonhando com indulto ou anistia que os livre de alguma operação anti-corrupção.

        O líder populista , demagógico , sem ideologia , ou teoria explícita – dizendo-se ser uma” idéia”(?!), falando em sobreviver na História(buscando nela  fuga da realidade ) . A fazer falso jogo de palavras, tendo como plataforma  “ser o povo feliz de novo” , apoiado por interessados nos seus votos , e nos próprios  bolsos(cargos, eleições) e por pobres e ignorantes necessitados das  “bolsa-família”- além de empresários amigos confiantes, quem sabe, em futuras novas ricas “bolsas-empresário”, à custa do BNDES.

           Pacote bem aceito  por oportunistas de todo tipo e ideologia , e pelo Império dono das cartas e do cassino político , pois tal líder e pacote mantém alto índice eleitoral e expectativa de poder, alternativa que pode ser necessária numa instabilidade política como a atual .

          VOLTA AO PASSADO

           O lulopetismo é caso à parte, não à esquerda, mas à “esquerda”  – uma volta a um pseudopassado (“ser feliz de novo”), neoliberal populista , demagógico, enganador, que terminou, quanto ao uso do poder administrativo/palácios em escândalos, corrupção, propinas assumidas, milhões de pessoas  protestando nas ruas –  e no impeachment de Dilma . O que o povo não racionaliza direito ou o faz mais emotivamente, sendo facilmente enganado.

 

              IMPEACHMENT E ELEIÇÕES

 

           Este impeachment último (2014) , de fato , um acordo,  uma alternativa conciliatória das oligarquias dominantes/aliados estrangeiros a uma provável intervenção militar violenta ,  então em curso, últimos meses do desgoverno Dilma , o que o povo hoje parece esquecer.

A queda de Dilma , sem punição , a chave do ocorrido após – um golpe dentro do “golpe legal” , ou do impeachment legal , como se quiser , praticado pelo presidente do STF, Lewandowsky aliado ao Presidente do Senado, Renan Calheiros,  em acordo com lulopetistas , todos respaldados por outros ministros, parlamentares-  e militares .

Esta mudança, entre outras conciliações menos claras , permitiram transição/alteração pacífica dentro do bloco dominante de poder. Foi deslocado seu então centro de gravidade sem maiores conseqüências sociais,  acalmando-se radicais e canalizando-se a raiva militar com acesso direto ao poder , através de Temer, para começar  –  e depois via as futuras eleições, com  candidatos militares como   Bolsonaro/Mourão/Heleno  e outros , com boas possibilidades. O Exército exercendo o já famoso soft power, de Joseph Nie Jr.

             Isto é , as oligarquias/mentores estrangeiros legitimando , de forma esperta , revoltas e rebeldias militares em curso , então (2013/14) já nas ruas e  jornais,   via legalização das insatisfações com imediata concessão a eles de fatias de poder(via Temer/Executivo ) . E mais  , de quebra, uma outra via segura  rumo a um poder político bem maior , legal e legítimo –  as próximas eleições de 2018 , facilitadas por cargos federais de primeiro plano e atos como apoio à intervenção militar , no Rio de Janeiro  .  

 

OS  REVOLUCIONÁRIOS  BOLSONARO E LULA

 

           Povão .Uns pensando em votar com Bolsonaro , que está assumindo  posição, aparente para o povo ,  de pró-revolução ou rebelião , ainda que à direita – e bradando antes  em nome de Deus .

              Outros,  com Lula da Silva à frente , iludidos por pensarem tratar-se sua política a de uma esquerda sem aspas  , até “revolucionária”(?!) , e , se não , apta a ser um caminho à esquerda, uma tática rumo a alguma radical mudança. Há os oportunistas de direita e alguns iludidos à esquerda, sem perceber a práxis lulista e quem é realmente o líder .

          E isto  com certa razão , não podemos negar, pois intelectuais , como um Lamounier,  e a mídia predominante , assim consideram – ou fingem considerar . E propagam isso dia e noite , numa política de desinformação e luta ideológica vitoriosa . O povo , em maioria, considera Lula como de esquerda , o que nunca foi nem é. E muitos de seus adeptos, apenas com verniz ideológico à esquerda, também pensam tal ou iludem-se com a perspectiva de usá-lo, politicamente, numa tática de caminhada à esquerda. Não percebem a ingenuidade disso.

           

                       A LUTA IDEOLÓGICA – DESINFORMAÇÃO

 

          Todos vítimas de falsidade político-ideológica notável, plantada no Brasil há décadas, que hoje mostra todo seu êxito e eficácia, ao ver-se tantos brasileiros perdidos e confusos , vítimas de narrativas estapafúrdias, com direção certa , planejada – à direita, mascarada de esquerda , “esquerdas”; e à direita propriamente dita e assumida , seja talibã na forma (Bolsonaro) ou civilizada também na forma (Alckmin e outros ).

  De fato , o Império , de um lado, já deu seu recado via CIA – preferencialmente, nada de militares no poder por aqui ( fez isso há pouco,  requentando várias torturas dos militares, décadas atrás, desde quando estes , recente, começaram a crescer no prestígio popular)  – melhor para o Império  os  civis no poder , bem mais fáceis de lidar , com os quais trataram desde Sarney a Lula, uma política liberal e neoliberal talibã americanófila , que muito o favoreceu .

            Mas ,  que  para os brasileiros resultou no que hoje vemos à nossa volta , caos geral, e , inclusive , o atual mórbido panorama eleitoral – um culpadíssimo Temer Presidente , um Aécio e Dilma idem , soltos e candidatos , o também culpadíssimo  Lula –  preso – e, cinismo absoluto, este a provocar ,mentir, construir as narrativas as mais absurdas para defender-se .

                 Se o Império/EUA não querem militares no poder local, de outro lado, mostram apreciar Lula . Os militares , há décadas , via Geisel,  bateram de frente com americanos/Império   e revogaram acordo militar secreto com os EUA , além de negarem privatizações a partir de certo ponto,  reivindicando ainda o uso de  energia nuclear e armas mais modernas .

           Quanto ao falso esquerdista Lula  , o Império  até o tem ajudado .Tanto que Dany Glover, ator ativista  da AFL-CIO, com ligações com a CIA (usando o manto da ONU, seus  comitês , americanos,  ligados aos EUA), bem  como diversos deputados americanos, mobilizaram-se mundialmente, em apoio a Lula . Para tal buscando figuras de projeção ou adeptas suas, à direita,  ou personalidades  enganadas por Lula e sua máscara de esquerdista   .

             De outro lado, observe-se , vários intelectuais americanos vêm revezando-se , nos jornais da big mídia brasileira , atacando a presença militar na política, em especial o capitão Bolsonaro. Estão vindo ao Brasil, interessados nas eleições, aparente para mostrarem aos brasileiros os  riscos políticos da eleição de militares . Ninguém aparece por aqui para combater Lula , o que é contraditório,desde  quando ele se apresenta ou é apresentado pela big mídia como líder da  esquerda.

 

           BOLSONARO VIROU MAIS À DIREITA

 

           E isso ocorre  depois dele declarar-se , publicamente, pró-política neoliberal, indicando um neoliberal talibã para Ministro da Economia. Pois nem assim os EUA/Império “engoliram”Bolsonaro . Talvez porque lembrem de Alvarado , Chaves , Kadafi e outros militares, seus ex-aliados , que acabaram por revoltarem-se contra a exploração do Império . Não suportam os imperialistas sequer o cheiro de nacionalismo , nem se fale em comunismo, seja de direita ou esquerda, sem preconceitos(Chomsky, N. , “Para entender o poder”, coletânea ).

            A direita ululante americanófila  impôs ao povo brasileiro políticas de traição nacional , à força, mediante crimes e militarismo(desde 1964) . Mas,  esquerdas despreparadas colaboraram para o prosseguimento de tal processo  seja por culpa ou dolo, enganadas ou pagas(corrompidas , depois de aniquiladas )  , direta ou indiretamente, pela traição , despreparo ou ignorância .É verdade também porque perderam suas lideranças mais autênticas assassinadas e até esquartejadas, década setenta. De qualquer modo , esquerdas que acabaram por tornarem-se , em meio a festas e corrupção sem controle ,  as já famosas  “esquerdas” .

         Participaram  do festival neoliberal brasileiro por décadas ,  integrando-se ao panorama de autodestruição que temos hoje à nossa volta, que chega indiretamente ao incêndio previsível do Museu Nacional . (Falta de verbas até para manutenção de bens   – e mais desvio de verbas , por interesses em jogo, roubalheiras, propinas , irresponsabilidade das elites oligárquicas dominantes).

[Há farsas narrativas em meio à luta ideológica – isto , p.e., enquanto Lula ,  direita braba,  na práxis , como analisou o marxista Petras , nada tendo de esquerda  (cf. de José Martins a Marco Villa ou funcionários americanos ) – posa como tal, quando lhe convém  . Confusão geral , subideologias divulgadas via narrativas adulcicadas ou romanceadas ou cinicamente mentirosas , para melhor confundir, dividir, enganar ,  servir a interesses oportunistas por cargos , empregos, votos, eleições – narrativas falsas , algumas até  absurdas . Mas, aceitas pelo pobre povo brasileiro,  que mal lê orelhas de livros ].

    INCÊNDIOS, ROUBALHEIRAS, DESASTRES

 Brasil : Refundação ou Destruição ?

           Incêndio do Museu Nacional, representativo do que ocorre no país ; mas e o “desastre de

           Mariana”(MG) , já foi esquecido ? E as passarelas à beira-mar que desabaram na Av. Niemayer, a caminho da Barra , RJ ? E a debacle econômica da Petrobrás , com dívidas de mais de 500 bilhões, governo Lula/Dilma  ?

           E a venda superfaturada de Pasadena , EUA, ajudando a falir a Petrobrás(idem)  ? E os  viadutos que caíram , estradas cujo péssimo asfalto provocou desastres, inclusive recentes,   na Av.Brasil, RJ?

           Quem foi punido , por quantos anos – e está na cadeia ? Quem foram os  responsáveis por tudo isso  , objetivamente ?

              O estado de exceção brasileiro, implícito e informal , raro  responde . Nem ao assassinato da vereadora  Marielle, RJ . Temer, por sua vez ,  não foi cassado com Dilma (no TSE), mesmo com provas abundantes contra eles (isentados  por “excesso de provas “segundo um ministro do próprio tribunal ) . Dilma, por sua vez,  foi atingida pelo impeachment, evidente culpada , mas não punida –  e é candidata ao Senado, podendo até ser eleita .Para o povo, óbvio, tudo estranho e  confuso  . Difícil entender a sutil salvação da “democracia”,  via estado de exceção implícito e informal.

             ATENÇÃO –LULA SOLTO ?

 

             Lula poderá ser solto, ainda antes dessas eleições,  por Tofolli, e aliados petistas  , pois o ex-assessor de Dirceu, indicado pelo PT ,  assume o STF , presidência , em poucos dias . Antes , Tofolli , velho lulopetista de carteirinha ,soltou Dirceu , sem tornozeleira, com auxílio de alguns coleguinhas do STF(a famosa Segunda Turma ) , concedendo um desconhecido “hábeas corpus” de ofício , não solicitado. E tudo ficou por isso mesmo.

          Por quê não assumir Tofolli e,  bagunça por bagunça , ousadia por ousadia , ele não soltar Lula , desde logo , inventando alguma interpretação  ? Facchin , de forma estranha , acaba de votar pela soltura de Lula , baseado em débil interpretação de sugestão de um Comitê da ONU .

         Tofolli só não o fará se existirem ameaças concretas de intervenção e possível violência militar contra a figura suprema – só a dissuasão não será suficiente.

            Os lulopetistas já mostraram que  não têm quaisquer escrúpulos, a começar por Lula .  O impeachment de Dilma , limitado , confuso, conciliador, só veio, provável, por ameaças diretas de intervenção militar violenta , inclusive dirigidas a ministros do STF. A dupla Lewan/Calheiros liderou a não punição de Dilma. Gilmar soltou vários compadres seus . Tofolli , o próprio Dirceu, ex-chefe. Mello (um enrustido ) deu o voto salvador para Dirceu escapar do crime de quadrilha.(aceitou a reinvenção de sepultados “embargos infringentes” . Facchin acaba de fazer estranha interpretação , beneficiando Lula, frente à clareza de um Barroso sobre sugestão de comitê da ONU . Ao final da sessão que impediu Lula de ser candidato, no TSE , todos do STF confabularam secretamente , favorecendo, afinal,  os lulopetistas,  quanto à propaganda, enquanto Lula preso.

          Facchin , por exemplo,indicação de Dilma. No STF, votou , há pouco,  com Lula , habilitando-o, mesmo condenado , a  candidatar-se . Ora –  ignoraria  que o tal Comitê da ONU, tão citado, a favor de Lula (dois membros )  é só administrativo,  não judicial, que só poderia  no máximo recomendar, jamais ditar a lei , ainda por cima ao Judiciário de um outro país ? Seria o ridículo do “bananão” elevado ao máximo . Mas, se Facchin sabia disso , e por certo o sabia , por que votou assim ?(Cf. boa análise na coluna de  Merval, O G, 3-9-18) . Estaria fazendo média com os lulopetistas que o colocaram no STF e que defendia em discursos , antes, é claro, de lá chegar ?

          O PT já desobedeceu decisão do TSE e vai direto recorrer ao STF contra a decisão do TSE. Por quê ? Confia mais no STF que no TSE. Pode Lula até ser solto , pois pouca confiança jurídica merece este tribunal.Depende de bastidores sobre os quais não temos informação  .

          Deve o país preparar-se para esta possibilidade. Toda a pregação petista continua em defesa de Lula e defendendo ele como candidato . Mas, se tal acontecer, militares controlando-se pela possibilidade de poder via eleitoral, mais ingovernabilidade. Lula poderá perder – finalmente abertas as críticas contra ele – , mas mesmo ganhando não conseguirá administrar – avolumando-se divisões sociais, movimentos, protestos. Mas, não seria isso exato o objetivo de seus patrocinadores ?

          Governabilidade , via “interpretações” , conciliações espúrias, entre elites oligárquicas , salvariam o Brasil, isto é, o Braz$l atual (dirigido por estrangeiros ; dominado pelo capital financeiro internacional ) ? Há saídas ?

           

     BRASIL EM PROCESSO DE AUTODESTRUIÇÃO

 

       Museu Nacional (RJ) pega fogo e representa o próprio Brasil , já Braz$l, bem  longe do que alguns brasileiros pensam que ainda é seu país . Confundem o Braz$l atual , assassinado por envenenamento político e econômico desde 1954(suicídio de Getúlio) , e em especial 1964 (golpe inicial estrangeiro que deu partida a uma contrarrevolução antinacional e antidemocrática ), com o velho Brasil , ainda relativamente soberano e independente.

           O processo de autodestruição do país é evidente e pode ser visto por diferentes ângulos e setores . Trata-se de verdadeiro suicídio político e econômico ,  junto com genocídios diversos promovidos quanto ao povo brasileiro (presídios, favelas, agrotóxicos, desarmamento dos cidadãos honestos e ausência de polícia competente e  suficiente – segurança pública ) ; pagamento de taxas absurdas por dívidas não questionadas, a  agiotas internacionais(bancos, em especial ) ; desemprego , milhares de mortes sem apuração , falta de controle do crime organizado e desorganizado, instituições militares fracas, tecnologicamente, sem condições de garantir a soberania nacional.

           Alguns pontos mais do que evidentes, já notórios.Grandes empresas, até estrangeiras, tornaram-se disfuncionais. A Justiça mal funciona, muito menos em casos políticos graves. Militares mal equipados , desemprego crescente. Educação abaixo de qualquer previsão, faltando  quadros mais preparados em todos os setores. Dívida pública crescente , sequer discutida, por qualquer candidato ,embora duvidosa .

 

              PARA ONDE VAMOS ?

 

   O MODELO DA BIG MÍDIA?

 

 

   Trump à frente dos EUA , o grande modelo brasileiro da big mídia e elites . Desde 1964, segue-se a receita americana de desenvolvimento e “progresso” – a política neoliberal e , antes , liberal. O resultado –  à nossa volta. Mas, que modelo de perfeição é esse ?

       Moniz Bandeira mostra que nem é exemplo nem o Brasil tem a menor  condição de tomar tal caminho.

                 Não há qualquer futuro nem nessa política americana , muito menos na nossa de assumir tal líder ou pretender imitar tal “democracia”. Só idiotas ou mal intencionados ou ignorantes crassos, que não deixam de ser idiotas, podem ignorar isso. A não ser que sustentem análise diferente dos liberais americanos e de estudiosos brasileiros à altura de Moniz Bandeira, com trabalhos ao nível de prêmios internacionais . Esses terão que negar os livros de Moniz e outros antes de negarem as análises deste site . (.Formação do Império Americano”, “A desordem mundial”, etc.) .

           AS ELEIÇÕES E O FUTURO NACIONAL

           Nossas “esquerdas” , lideradas por Lula da Silva. Todos mergulhados na política neoliberal a mais à direita e vergonhosa, porque ainda corrompida , sabidamente, o que tem sido negado com um cinismo típico da direita – americana. Aprenderam por lá , em bolsas de estudo, verbas, financiamentos, os nossos queridos brazilianistas e seus phds locais  .

            Esquerdas aparente fracas e depois de 50 anos do regime terrorista sem condições de enfrentamento.Movimentos religiosos, em especial evangélicos, atuando politicamente, com muita força.

              O engajamento dos religiosos dá-se à direita e à extrema-direita, de forma quase hegemônica.

           A ignorância campeia. Será que , apenas lendo-se manchetes da mídia ocidental e acreditando-se em meia dúzia de mestres pró-americanos , pensa-se que os EUA são hoje democracia e exemplo para o Brasil ?

           Não se consegue enxergar pouco além que seja da narrativa principal do poder político e econômico hoje hegemônico ?

            Será que confunde-se valores de séculos , nos EUA, ultrapassados,  com a situação da América de hoje ?

            O que vem fazendo , politicamente, a nível internacional, os EUA? Só provocando guerras , invadindo países, apossando-se de recursos de países antes independentes, sempre em nome da “democracia”.

        Pararam seus estudos , alguns jornalistas e intelectuais , justo apenas na “Democracia na América de Tocqueville , ignorando posteriores mudanças ?

                Ou seja, as oligarquias , por exemplo, referidas por Jimmy Carter ?

 

                        FUTURO POLÍTICO

                            

       Nada funciona, como dito . Todos corremos riscos a qualquer momento – ruas perigosas , não há valores éticos ou morais de parte da grande maioria do povo ,inspirada por certo em suas “elites oligárquicas”. A CEDAE … A LIGHT …. A OI … funcionam de forma torta, absurda, milhões de casos na Justiça, fora os contra gente que não aguentou ir à Justiça , durante anos, contra elas. Os museus, estradas , polícias, a Justiça oscilante, injusta, a nível pessoal , ou coletivo . Para onde vai um país de tal tipo , qual seu futuro e o destino das eleições em curso ?

           Façamos um balanço final. Um balanço cheio de variáveis como a questão das urnas eletrônicas inconfiáveis , da ação do estado de exceção, que poderá soltar Lula a qualquer momento , em especial desde a posse, em dias , de Tofolli, como Presidente do STF. Embora sua palavra tenha garantido o oposto, o que vale a palavra dele ou de Lula da Silva , o líder a metamorfose ambulante ? E quanto ao liderado/subordinado , num partido autoritário em que Lula , aparente, tudo manda e dirige ?

                  LULA

Resultado de imagem para LULA

           O candidato da direita mascarada de esquerda há décadas. Truque desvendado mas não percebido pelas grandes massas populares . Só poderá ir e irá à direita e não  conseguirá isso , mantendo consigo poucos movimentos sociais e partidos à esquerda. Não deve ser candidato , mas pode ser pela ação lulopetista no STF . Candidato por si ou pelo preposto Haddad , não conseguirá governar . Tenta voltar àquela velha política de fingir de esquerda e conciliar com as velhas oligarquias – um programa ridículo de “voltar a ser feliz”.

        À esquerda óbvio não irá. Não tem mais mínima confiança da direita, oligarquias locais, com as quais tem desafetos pessoais. É o caminho do desastre anunciado como o foi antes – adiado por ele , por anos e muita corrupção, enfrentado por Dilma, tentando saídas , acabando por bater de frente com a maioria do bloco dominante de poder.

             Haddad , preposto de Lula e com Manuela. Sem condições de eleição , aparente, mas no estado de exceção e com urnas incontroláveis pelo povo, tudo pode ocorrer .  Não poderá fugir à política lulista a não ser que rompa com Lula e divida o PT, o que é possível, caso eleito. Ainda assim, sem rumo, sem estrutura, sem programa. Resumo – desastre adiado , pode ser, mas  anunciado.

ALCKMIN

Resultado de imagem para ALCKMIN

           O candidato da direita civilizada fala em reformas apoiado no Centrão . Trata-se de reformar com base no bloco de poder dominante , para conservar ao máximo seus interesses. O que foi feito ao longo de toda a história do Brasil. É mais do mesmo e mesmo com tempo maior na tv o candidato não tende a prevalecer . Se eleito, levará também o país ao desastre. Não pode virar ao centro ou mais à esquerda e enfrentará o lulopetismo desesperado mais as esquerdas, o centro , os sociais democratas , embora enfraquecidos. Só pode virar à direita , onde não há solução. Pela crise não contará com o auxilio , sequer paliativo, do Império. Desastre em pouco   tempo , se eleito, e não o deverá ser.

CIRO GOMES

Resultado de imagem para CIRO GOMES

       Teoricamente, o melhor candidato – personalidade, boas propostas, programa, certo carisma, à centro esquerda. Mas …tem como vice Kátia Abreu , mais à direita, agronegócio, está firme com as velhas oligarquias de seu estado , dependerá de Lula para ser eleito , ao menos em segundo turno – e o preço será o mesmo mencionado acima. Não resistirá e será envolvido . Não deve ser eleito e, se eleito, governo conturbado ,   tendente ao caos .

        BOULOS , VERA LÚCIA

Resultado de imagem para BOULOS , VERA LÚCIA

Nenhuma possibilidade de vitória. Nem sequer de conscientização popular, se não souberem aproveitar tal espaço nas ruas e na Internet. O que até agora não fizeram. Pagam o preço , como o PCB, da aceitação do lulopetismo, alianças com eles, crença na  falsa democracia brasileira, abandono da organização popular, etc. (vide acima) , abrindo caminho para os bens sucedidos neoliberais PT e PC do B .

 

MARINA SILVA

Imagem relacionada

Como dito acima, nenhuma estrutura política nem possibilidade de alianças que a possibilitem governar. Não envolvida em corrupção, na centro-esquerda, apresenta uma alternativa melhor já que Ciro, embora sem as condições daquele. Pode ser uma tentativa – salto no escuro, desde que votando-se no menos ruim, frente à falta de opções realísticas. Não tem processos contra ela, é uma lutadora, merece respeito .

            BOLSONARO

Bem analisado acima e em outros artigos nestes site. Despreparado, contraditório , destemperado, seu descontrole e desvios psicológicos estão na tv em quadros diversos. Mas, não é ele mesmo – representa um setor militar que já mostrou cartas antes , via General Heleno e General Mourão, entre outros. Se não se controlar , caso eleito, será removido e assumirá Mourão, forte liderança militar.

            Representa uma fração militar política que antes era fortemente nacionalista. O famoso nacionalista de direita militar brasileiro, no passado influenciado por Lacerda e que depois voltou-se contra o regime militar ditatorial (Cf. Maud Chirio , “A política nos quartéis”, entre outros ).

                    Todavia, quando com perspectivas de chegar à presidência, voltou-se para o centro e o neoliberalismo – defendeu privatizações, aliança dom o Império em prol da Amazônia, etc. Trata-se do candidato do Exército , e daí das forças militares em geral, este a majoritária e tradicional líder, embora não o  represente 100% .

                     É resultado direto, como dito antes, da traição dos social democratas do PSDB e das esquerdas, em especial do  PT e PC do B, que , com alianças espúrias , corrupção ,fisiologismo, desmoralização de valores, ética, moral , partidos , ao centro e centro-esquerda abriu caminnho para tal candidatura.

                         Na Alemanha, pré-poder de Hitler , ocorreu algo com similaridades , inclusive com estado de exceção implícito, enrustido , confusão ideológica, divisão entre esquerdas e social democratas, vencendo forças políticas mais integradasa militares, a espinha dorsal das nações que aparece nítidas nas crises.

            O Exército (Cf. artigo “Exército no Poder”, neste site) tenta voltar à linha de frente do poder ,  por meios legais, legitimando-se , eis que , como antes exposto, já está lá ,  sob Temer , sustentando-o até as eleições ,  e no poder administrativo , por certo com planos de mudança não viáveis, ainda,  atualmente, confiando nas eleições. Poderá impedir , desta vez , (porque por certo houve outras vezes) a manipulação das urnas eletrônicas (que deram estranhas vitórias a Dilma, 2014 ;  Dória, SP, idem; queda repentina e vertiginosa de Marina , ib. , embora a campanha contra ela) contra Bolsonaro .

          Do mesmo modo impedir a intervenção ousada do STF, sob Tofolli , para libertar Lula , antes das eleições. Os lulopetistas são ousados e estão desesperados , se levar-se a sério a punição de Lula e a continuidade da lava-jato e outras operações. Tofolli só não o  fará sob ameaças e Lula está sendo mantido preso , neste estado de exceção implícito , que oscila segundo forças políticas com condições de mando em dada conjuntura , por certo por pressão militar – que não admitira ele  continuasse solto . Poderá ser Lula solto numa grande ousadia de Tofolli/petistas, capazes disso, a ponto de voltar a tempo da campanha ou continuar preso por pressão militar .

       Imagem relacionada   Para ser solto sem alguma consequência , terá que haver um acordo de bastidores – (1) Lula, se vencer direto   (ou via Haddad)e administrar com o Exército , que (a) o admitiria , independente das  traições anteriores ao país (cf. neste site ;atenção –  traições que os militares conhecem, mas ao povo/petistas que nele votaram, por ter defendido Lula política oposta, nunca traição  a eles militares, a quem Lula sempre apoiou , por trás das aparências)  ; ou(b) o Exército o admitiria por sua  fidelidade aos militares/americanos,antigos aliados à época ,  a quem Lula sempre foi fiel , desde a década setenta   ; (2) Lula perde, solto ou não ,  joga para perder, mas tem peso político  para um acordo que o livre da prisão – indulto ou outra medida qualquer, que o STF inventa,  em horas- e pelo qual possa tentar salvar sua face  para a História e gozar mais alguns anos de tranqüilidade, talvez no exterior ;  (3) Lula não é solto e continua a situação atual rumo a eleições. Perdendo ou ganhando , cair-se-á naquela situação acima descrita. Levada a sério , pelos militares, a prisão de Lula, não só por  dez mas mais anos, pois é culpado, sem dúvida,( veja-se artigos anteriores, em que mostramos risco de suicídio ou assassinato dele , na hipótese de cumprir-se a Lei quanto a Lula e às eleições – ele derrotado ).

         De qualquer modo , a crise em curso , e a falta de soluções à direita, até mesmo de algum acordo com o Império,  em crise séria e um Trump à frente . Esta crise não resolvida  acabará por implicar numa intervenção militar, na tentativa de uma solução dos problemas nacionais.

E o principal deles não é a corrupção, aliás arma política incentivada pelo Império desde a década cinquenta , fortemente na década sessenta , ao preparar seu golpe militar por aqui . Sim, o domínio do capital financeiro, juros elevados, desindustrialização , falta de capital nacional para investimentos, em suma , ausência de soberania e independência nacionais.

     Assim, previsíveis a intervenção militar, embora possa ser adiada por paliativos diversos, como essas eleições , e o choque da administração militar com os interesses do Império do Capital/EUA. O Império em crise precisa ampliar sua dominação e superexploração sobre o Brasil -e não o contrário. O povo brasileiro pagará o preço disso.

         Estas as razões da CIA e Império estarem contra a presença militar e Bolsonaro ou outro militar no poder. Lembra o Império o exemplo, em outros países, do peso do nacionalismo, da família, amigos,  num militar de carreira . Nem todos são corruptíveis e “lulas da silva”. Sadam, Kadafi, Alvorado  e Chaves que o digam.

Por isso, a CIA tentou desmoralizar os militares quando percebeu que voltavam ao poder sob o frágil Temer, até requentando denúncias passadas de décadas , que o STF entendeu sob o manto da Lei da Anistia, intervindo de forma cínica na política brasileira. Do mesmo modo que mandou um Dany Glover ao Brasil , para apoiar Lula – desespero frente à presença militar.

         Então , fica a questão – se os militares acabarão por intervir mais e mais na política nacional , inclusive na oposição(?!) se derrotado Bolsonaro – candidato deles – melhor um  Bolsonaro via eleiçōes ou mais adiante ? Porque tudo indica que o Brasil não escapará da intervenção militar na política, de uma forma ou outra.

         O povo brasileiro pagará , desta forma, o preço da não organização de partidos à esquerda e centroesquerda , bem como os erros cometidos desde a Constituinte para cá . Além das conseqüência da intervenção militar de 1964, que promoveu revolução antidemocrática e antinacional. As esquerdas brasileiras ficaram brincando anos e depois lambuzando-se nas alianças com Lula, respingadas pela corrupção, entre outras questões.

  As direitas, por seus sustentáculos no poder , empresas, multinacionais, Império , recursos ,  com ou sem partidos , sempre podem manter a direção política da sociedade – hegemonia do bloco de poder dominante . Não as esquerdas ou centro-esquerda ou sociais democratas .  Ao centro e esquerda , partidos  ainda  são meio de formação de quadros, projetos ideológicos, comunicação com a sociedade , sendo ainda indispensáveis, mesmo em época de Internet e redes sociais .

           E aqueles que dependem do voto popular mais consciente, participativo, precisam de teoria, idéias , programas, organização  . Este é ponto que tem faltado e que facilita o domínio estrangeiro, que apóia-se na força do passado, na natureza , nos defeitos humanos , em especial no sistema do grande capital .

           Mudar é muito mais difícil que o contrário. Logo , como mudar sem teoria, organização , valores éticos e morais, exemplos  ? Contrariar o chamado efeito social da imitação , da demonstração , a interação social ?

          As esquerdas e democratas julgando-se no poder, mas apenas administrando, parcialmente ,um estado falido , pouco fizeram nesse sentido, confiando só na apropriação da máquina estatal .

          Por isso, hoje, não há opções mais democráticas ou à esquerda , neste momento. A face daquela espinha dorsal militar está à vista.Tão à vista que mostra-se e apresenta até candidato, embora de forma imatura,escolhido de última hora, Bolsonaro tendo saltado à frente de outros  mais preparados ,como Mourão ou Heleno .

         Por tudo isso, o povo brasileiro deve preparar-se , desde já, para um salto no espaço  e no escuro via Bolsonaro ou outro . O militarismo já chega ao portão e toca a campainha . Não aceitará ficar de fora muito mais tempo . E acredita estar exercendo seu papel, desde que a Casa, que é também dele , está pegando fogo. Literalmente. O Museu Nacional do Rio é exemplo expressivo.

          Só que para muitos , no caso, não se trata de chamar os bombeiros, mas os militares. E eles já estão aí, por enquanto até comportados .

___________________________________________________________________

(* )( Original não revisado, o que não impede entendimento. Cf. outros artigos , neste site, com referências , sob a presença militar na Historia do Brasil).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *