Brasil – A Caminho do “Inferno”?

jul 13, 2022 by

Brasil –  A Caminho do “Inferno”?

Brasil – A Caminho do “Inferno”?

-1-

Como está o Brasil? Como chegamos a tal situação ? Em que direção estamos indo ?
O país vai de mal a pior -economia , inflação a galope, dívidas financeiras , devendo cada vez mais ao agiotas internacionais , desemprego, mortalidade, fome, pontes e viadutos desabando, calçadas esburacadas , água e eletricidade a estourarem.

-2-

Como chegamos aí ?Exploração internacional, européia e americana, via elites locais corrompidas, por séculos . Um povo exterminado e humilhado, em especial negros e índios .E mantido na ignorância, em especial política .
-3-

Nas últimas décadas , intervenções de militares adestrados e cooptados por aquelas elites estrangeiras , que melhor adequaram as instituições aos interesses delas – imposições, domínio, em resumo .Em 1964, golpe militar estrangeiro inicial, seguido de contrarrevolução antidemocrática e antinacional, sob o pretexto de combater “comunistas” – intimidação coletiva, terror , prisões, perseguições, torturas , assassinatos, em especial de lideranças.

-4-

Face permanente crise econômica no governo Lula, agravada no de Dilma , fruto da política neoliberal dos EUA (para neocolonizados, não para eles ), os militares voltaram a intervir direto na política brasileira, por meio superpostos , mas dependendo e manipulados, sempre , de fora para dentro . No caso , por uma fração política americana , extrema direita, com estrategistas tipo Bannon, Trump então prevalecendo nos EUA .

-5-

Para seu projeto, cúpulas militares e aliados estrangeiros, tiveram que apelar para militar subalterno, mal formado , sem desculpa de luta pela democracia. Eleito com auxílio de milícias e “rachadinhas”, escorando-se em religiosos ligados a interesses financeiros e fazendo demagogia com crítica da corrupção tanto das “esquerdas “quanto de “Lula comunista”(que nunca foi de esquerda ), tudo para alcançarem a presidência por via mais curta .Aproveitaram para eleger grande bancada para o Congresso –de forma estranha, muitos desconhecidos .

-6-
Contudo, apenas poucos anos de auxílio psiquiátrico não são suficientes para dar competência ou caráter de alguém. Assim, mais uma vez cúpulas militares intervieram de forma farsesca , grosseira e pouco hábil , no processo político, com um “mito” mau cheiroso. Engataram uma espécie de “golpe parlamentar”,levado adiante com a cumplicidade da maioria fisiológica do Congresso, e da Justiça, via STF , pressionados por eles e seus aliados poderosos – um aventureiro plano de cúpula militar e fração política americana de extrema-direita, já atuando em outros países. Veja-se Empoli, em seus “Engenheiros do Caos”, embora só parte da verdade tenha sido exposta.

-7-

Os executores abrangendo grupos de corruptos, congressistas fisiológicos e interesses estrangeiros , financeiros em especial. Todos fingindo acreditar em sonhos econômicos e analises políticas militares distorcidas e oportunistas, encobrindo reais interesses econômiocos .
Como sempre , e de conveniência do Império protetor deles, criando-se inimigo inexistente, provocações e aliando-se ao real inimigo contra os interesses do povo brasileiro- traição sempre.

-8-

Fechado o esquema e desenvolvido o projeto , temos – um deputado sem prestígio , aventureiro e sem escrúpulos , tornado presidente, junto com desconhecidos congressistas, surgidos de urnas eletrônicas, das quais o eleito executivo duvida (saberia de algo?) ; um grupo de generais aventureiros , desfocados da Constituição e aliados à extrema-direita americana . Esta capaz de investir e , ao mesmo tempo , manipular votos via internet; ainda, uma aliança de interesses subalternos e antinacionais, pouco abaixo, burocrata, envolvendo cargos,salários e benesses corporativas ; elites nacionais econômicas, acostumadas ao bridão estrangeiro.

-9-

As esquerdas , “esquerdas” e democratas desarticulados , seja por parte cooptada pela corrupção, candidaturas, fundos eleitorais , malas de dinheiro , orçamentos secretos, ou ministérios , cargos , etc. , como pelas infiltrações de serviços secretos, facilitadas pela legalidade limitada dos “esquerdistas”. A corrupção – o meio mais eficaz para abrandar o caminho para o poder , no capitalismo , junto com o medo e violência. Esquerdas, ainda, antes dizimadas pela tortura e assassinatos de décadas.

-10-

O Brasil passa por tudo isso e “democratização” e transição distorcidas , década 1980, com uma “distensão lenta e gradual” e anistia fajutas – que passaram a mão na cabeça de torturadores e assassinos , preservaram o interesse deles , e serviram de incubadora dos atuais milicianos, militares insubordinados e outros filhotes da ditadura e seus amásios estrangeiros . Hoje, todos brilhando na cabeça de Bolsonaro. O único que denunciou tal situação , justiça feita , foi Prestes , restante da esquerda caladinha – e eufórica .

-11-

Esse “projeto” militar , mais uma vez , sob a égide do Império Americano, uma fração sua violenta e radical, que tentou golpe até contra Biden , nos EUA .
Ora, tal aventureiro plano só poderia dar errado, até pela insistência aqui no projeto neoliberal , o mesmo de décadas, no que o candidato presidencial Gomes está correto .

-12-

Afinal, 2022, o país vivendo inflação, estagnação , quebrado , dezenas de milhões de famintos, instituições que mal funcionam . O Presidente, perturbado sempre , incompetente, despreparado , a cometer ilegalidades mal escondidas , visando vencer as eleições de qualquer jeito ; os militares cada vez mais desmoralizados , origem na direção de cúpula apoiada em interesses estrangeiros e em ganhos corporativos , com apoio apenas de 1 em 4 brasileiros.

-13-
A“Justiça” , o STF e o STJ cada vez mais desmoralizados, seja por vendas de sentenças , como por decisões estapafúrdias que vão de Lula condenado e preso , depois solto, via manipulações jurídicas, como pela direção das eleições , sob suspeita de milhões de cidadãos .
Eleições , por sinal , que, passado recente, mostraram incríveis subidas e descidas de votos , aos milhões , do dia para a noite.

-14-

Tal além da estranha escolha do presidente , depois de facada (?!) duvidosa e da eleição de ilustres desconhecidos, como Witzel , cassado .Todo um castelo de cartas aparente falsas que, com certeza , um dia , adiante desabará – mas, isto, já talvez passadas décadas, o país destruído .

-15-
A tão falada Justiça Eleitoral – que julga , corporativamente, recursos contra si mesma , autoritarismo e impunidade que juristas como Paulo Napoleão já denunciavam de décadas . Justiça Eleitoral não mudada e fracassada , quando do “bico de pena”, depois bagunça geral, e ela sempre dirigindo eleições , desde Vargas ditatorial , 1932 , raridade mundial . Isto quando as eleições deveriam serem administradas pelo povo, cidadãos, partidos políticos.

-16-

Agora, busca-se, com uso da tecnologia digital, superar e corrigir tudo antes errado , como se atrás da máquina eleitoral, ontem e hoje , não estivessem sempre seres humanos no caso , elites corrompidas, que tem o ouro maldito de Shakespeare como objetivo de vida .

-17-

Muito antes de Bolsonaro essa Justiça Eleitoral já era colocada em dúvida – embora a inércia e incompetência de democratas tenham deixado escapar essa bandeira. A questão, provável, meio intocável e blindada , sendo um dos “arcana imperii”, segredos do poder , da República, tal valendo tanto para Bolsonaro, ministros, como militares . Daí, todos falarem limitados a respeito, talvez por risco de queda da própria República, sistema, regime e governo – o que óbvio, não convém a eles, nem a seu grande mentor e fiador – o Império Americano do Capital .
-18-

E o futuro ?
Ora , o quadro é ideal para o Império , mentor real dos mais importantes candidatos. O quadro posto – Lula , de quem Bolsonaro confessou já ter sido eleitor, no embate contra Serra. (Bolsonaro justificou – “Votei em Lula porque ele, afinal , está dentro do sistema. E Serra foi da AP . Ele repetiu, assim, antiga fala do General Leônidas, sobre Lula) .
Dupla afiada – de outro lado , o próprio Bolsonaro e candidatos que parecem não colocar tal dupla em risco .

-19-

Para onde está indo esse podre castelo de cartas ? Vitória de Lula e, se tentar cumprir o pretendido (democracia , condições de vida para o povo, etc.), país depredado , o Brasil assistirá Bolsonaro e adeptos presos, respondendo a processos , etc. Eles aceitarão isso , se , hoje, armados, no poder, e dirigindo as instituições que poderiam puni-los ? Por isto, tenta o Executivo manipular mais ainda as polícias militares.
-20-

Se Bolsonaro vencer – vai legitimar o que diz , prega , etc. Embora sem ter condições de dar vida adequada ao povo brasileiro , desde que tal contradita direto com os interesses do Império Americano e seus financistas , em grande crise .Nacionalismo, soberania, industrialização , etc.- não serão aceitos pelos interesses rivais americanos – Chomsky bem explicou isso e citou o Conselho de Segurança dos EUA .

-21-

Então, Bolsonaro e cia. serão obrigados, para manter o poder , a empurrar pela goela brasileira mais neoliberalismo somado a genocídios, repressão , violência – no caso , totalitarismo ,apoiado , como um Hitler , por parte do povo .
Então , qual o futuro do Brasil ? Bolsonaro já ensaia , na opinião de insuspeitos analistas ,um novo 7 de Setembro, agora com as instituições mais aparelhadas do que há um ano, para aceitarem golpes e jogadas .

-22-

Movimentos em curso para 7 de Setembro porque Bolsonaro preveria derrota adiante – perderia não só para Lula como para Ciro Gomes.

Quanto à ação da Justiça Eleitoral, sob pressão e vigilância, óbvio buscará fazer o certo, mesmo que não tenha feito no passado.

-23-

Melhor pensarmos, desde já , num “reiniciar” , com eleições , Constituinte , plebiscitos, referendos – e muitos debates e diálogos com militares e nacionais- públicos, transparentes. Nada de conciliações de bastidores, que sempre acabaram mal.
Porque , neste campo e jogo, regime, sistema , não há futuro para o povo brasileiro .Talvez devamos lembrar o infantil e traído Zelinzsky, fantoche americano-ucraniano , que disse, em óbvia previsão: “Corremos o risco de desaparecermos como país.”
O atual Brasil, também, de forma diferente , a continuar no rumo atual . (*)

(*) Original não revisado, base do editorial de CJTV n º100.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.