Lava-Jato Sob Ataque

jan 10, 2019 by

Lava-Jato  Sob Ataque

Lava-Jato Sob Ataque

[Base do editorial de Caminhando Jornal TV 12 / You Tube/TVC]

           Amigos preocupados com seu próprio futuro e  de suas famílias e do país. A crise contínua brasileira não dá tréguas – cai o PIB , crimes, assassinatos, desastres , desabamentos, acidentes todos os dias. O estado fracassado de exceção ,disfuncional , não tem verbas nem para investimentos novos nem mesmo para manutenção das encerradas . O mesmo vai ocorrendo com algumas empresas privadas , antes de fecharem de vez .

-1-

O Rio é um caso síntese, bem à vista – ataques a pedestres dobram em …Copacabana( 1º lugar no estado); PM de Jacarepaguá, um batalhão , é pego recebendo propinas, vendendo armas, aliado com milícias; estas,  daquela área,  extorquiam moradores e praticavam estupros coletivos – e por aí vai a bagunça, além até da imaginação bandida.

A crise chega a tal ponto que até a big mídia, a serviço de uma e/ou outra fração política do Império Americano, e seus jornalistas , buscam resumir a situação . Veríssimo menciona –

 …”a situação do Brasil continua a mesma , Marielle presente, Queiroz ausente.“

             Uma revista da Rede Globo, famosa pelo  conservadorismo e passado terrífico , também sintetiza :

  “…o Estado brasileiro está carcomido, desestruturado, no limite perigoso entre a implosão e a ruína.”

-2-

         Agora surgem denúncias atingindo o ex-juiz Moro e o procurador Dallagnol, entre outros, que teriam trocado mensagens que mostrariam um conluio espúrio contra líderes políticos nacionais,  ainda com prestígio.  Lula  o mais destacado, mas outros no mesmo rol – sabe-se lá que ilegalidades teriam cometido essa do Moro ou outras “operações” contra auto-proclamados inocentes , como o citado , e mais um Temer, Collor , Dilma, Aécio, Cunha , Renan ,  Vaccari , e dezenas de outros ,de diferentes partidos .

   Lava-Jato Sob Ataque    Ter-se-ia assistido, com a “lava-jato”,  um “golpe”, “canalhice”, “ilegalidade” de alto nível, envolvida com interesses internacionais, inclusive CIA e FBI, à frente  Moro e o procurador Dallagnol , o  que poderia anular dezenas , talvez centenas de processos e condenações, a começar pelas dos líderes. Esta a insinuação e esperança visível,  pelo menos entre os lulopetistas e seus aliados. E o que se vê em algumas das redes sociais.

        Em síntese, teriam havido ilegalidades sem controle, combinadas até entre si , que atingiriam , no total,   mais de 450 acusados , sendo 150 condenados, todos políticos ou empresários de destaque nacional ou local .Líderes, em suma,  em geral homens ricos, poderosos, espalhados por todo o Brasil – ex-presidentes, ex-governadores, ex-prefeitos, que  elegeram ou ajudaram a eleger centenas de deputados federais, estaduais, vereadores, prefeitos, novos governadores. Para isso, ligados,  umbilicalmente ,  Ministros do Judiciário, via indicações e nomeações ou fiscalizações, nos mais altos cargos, e políticos, alguns soltos, muitos presos , outros acusados de crimes diversos, em especial de“corrupção” –  desenfreada.

         Os primeiros, em grande número, tendo sido indicados pelos segundos. Inclusive os do STF, de acordo com as normas constitucionais brasileiras.

         -3-

Como resultado , unidos todos os políticos acusados ou condenados, mais os derrotados nas últimas eleições, além daqueles eleitos, mas ligados aos líderes atingidos. E os sempre candidatos nas próximas eleições, mais seus milhares de adeptos ; aqueles que ainda tinham cargos em comissões e os que os perderam tais cargos ; as famílias desses , dependentes, alguns  exercendo ainda cargos diversos  .

 

Pois bem ,  logo todos esses  a “baterem bumbo”, berrarem ,gritarem, atacarem a “lava-jato”, e em especial seus líderes, no caso Moro e Dallagnol  , na defesa  dos líderes condenados, de todos  acusados, dos por eles nomeados ou indicados para algum cargo , dos inúmeros partidários exercendo cargos , etc.

          Some-se tal a interesses políticos “anti-lava-jato”que vão além das fronteiras, e aos do Império por aqui, um ou outro líder com apoios e críticas se  projetando no campo internacional.

 

               -4-

      Afinal, esses líderes políticos, em sua defesa, assumindo mais  argumentos políticos (o que deixa em dúvida se teriam defesas jurídicas ) , que  jurídicos, os advogados tendo passado a exercer papel de partidários, agitando uma mistura de argumentos jurídicos e políticos, pulando daqueles para esses,  conforme dificuldade de explicação de atos de seus representados. Suas palavras confundindo-se com defesa política e eles com partidários – usados , politicamente, por partidos e políticos.

   Lava-Jato Sob Ataque    Quase todos agitando a bandeira do conhecido “lawfare”(em suma, abuso de direito, com uso da legislação em vigor como forma de perseguição política )  , à frente da cena os mais poderosos advogados brasileiros . E alguns estrangeiros, também os mais ricos e  influentes e capazes de trazerem resultados positivos para  seus clientes, pilotando os lemes de escritórios com centenas de assistentes,  estagiários, auxiliares, peritos, etc.

         Poder-se-ia dizer que tal bloco é super-poderoso – , unido e cooperativo entre si, um   bloco de “oposição” à operação “lava-jato”e seus desdobramentos , atuando sempre depois desses políticos exercerem os mais altos cargos do país, durante anos, até  décadas , alguns mesmo a Presidência  da República .Um bloco político que seria mais poderoso até mesmo  que os defensores da “lava-jato”. De fato, a frente anti-lavajato vai da extrema direita à direita e às “esquerdas”, inclusive  algumas que se intitulam comunistas , tendo deputados, sedes , verbas oficiais, etc.

   -5-

           Ora, o quadro descrito  mostra um formidável exército anti-operaçãolava-jato”, talvez mais poderoso que o de seus defensores . Quem seriam estes ? Políticos anti-petistas , alguns direitistas e “elitistas” no poder estatal , sem maior formação política, incluindo o Presidente .

              Mais os próprios membros atuais e anteriores diversos do Legislativo e Executivo , apossando-se de cargos aos milhares e cada vez mais inseridos na máquina do Estado ,  muitos novatos e despreparados e os velhos corrompidos , participando da chefia de um estado apresentado como  fracassado, falido, de exceção , disfuncional, deficitário, sob as atuais regras, expressas na Constituição e legislação , e para isso precisando  de reformas rápidas salvadoras, desde que incapaz  de reformas que  atinjam interesses das elites sempre no poder .

                   Em especial , hoje, o capital financeiro  internacional,que capitaneia o Brasil há tempo.

                Ora, se a chamada “lava-jato” ameaça 450 acusados, 150 condenados, gente importante , vários ex-presidentes, entre eles Temer , Lula e Dilma , mais ex-presidentes de casas legislativas como Cunha e Calheiros e um ex-candidato presidencial como Aécio , mais importantes empresários , deve ser atingida, paralisada , quando não ao menos ter seu ímpeto contido – daí , como melhor forma de defesa, o ataque contra ela , em especial a seu coração sulista. Inteligível ataque concentrado à “lava-jato”,pois, e dirigido a seus líderes.

                   O  Presidente Bolsonaro ,  despreparado,  de  fato, para a função ,  o que parece evidente, populista e demagogo, à frente do estado “mongolóide” corrompido de cima a baixo ,   tentando resolver a crise generalizada,  segundo os interesses e programa  das “elites dominantes”, sem jamais ousar atingir, por pouco que seja, repitamos,  tais interesses . Assim se justifica o respeito exagerado pela dívida pública e grandes fortunas e lucros.E uma defesa apenas canhestra de Moro e procuradores. Firme, pois serviram todos para ajudar sua eleição , mas não a ponto de correrem riscos políticos.

   -6-

Para lembrar  o rol de defensores,  hoje meio estropiados da “lava-jato”,  sob fogo cerrado, temos além de parte do Judiciário , principalmente os mais jovens e concursados magistrados e procuradores , parte do “povão” , indistinto e de todas  as classes , intuitivamente revoltado,  por mera observação,  decidido no apoio às denúncias de corrupção visível e evidente, mas desorganizado e decepcionado com a política em geral , face ao antes   exposto quadro  político nacional .Lava-Jato Sob Ataque

 Esses e ainda os mobilizados pela mídia e um pouco mais organizados , de um tempo para cá ,pelas redes sociais de direita,  vários deputados hoje  eleitos , e no poder estatal, com auxílio do dedo financeiro e político do Império (a “Nova Direita”). Este , de outro lado , garras à mostra quando um Danny Glover, ator famoso, ligado à  AFL-CIO(federação americana de trabalhadores, com pose  liberal, conhecida como ligada à CIA, onde estudaram Lula e muitos outros ),  vem ao Brasil e apóia, ostensivamente, lideranças petistas, antes e depois da prisão de seu líder. Enquanto outra fração política sua, também poderosa, vai às ruas e , com carros de som , brasileiros à frente , mas com recursos estrangeiros, ajuda a derrubada de Dilma e uma mudança no centro de gravidade do poder.

-7-

         O Presidente , pró-“lava-jato”,  de seu Ministro atual , e sua fração política mais próxima, aparentes sem programa, mas de fato com um programa totalitário de médio a longo prazo, já no poder estatal local ,  de forma  bem mais ampla do que numa anterior  administração Lula/Dilma , tateando avanços políticos via táticas diversas, rumo a um destino aparente traçado do exterior,  que vai de um Bannon e Olavo até Trump, Pentágono, CIA, complexo industrial  militar.

          Eis, acima,  o quadro complexo, em traços gerais, um pouco mais atualizado, do  Brasil dependente e fracassado atual,  ancorando-se no estado de exceção implícito e a segurar , tonto e bambeando , a máscara de estado democrático de direito. Enquanto a direita no poder tenta caminhar rumo a um novo tipo de regime, ancorado em programa estrangeiro. Neste contexto, a lava-jato é contestada e atacada.

         -8-

              Se, há muito , um Prestes (1982) lembrava o imperialismo bem dentro do país, integrado a ele, não mais no exterior (Depoimento a Denis Moraes e outro) , e Ellen Wood que o combate a ele se tornava mais difícil pois tinha mudado de táticas e não mais atuava através só de fuzileiros bem armados, mas bem mais e melhor  também via um mercado do qual o trabalhador não conseguia escapar (“Império do Capital”), e que mascarava seus interesses , no Brasil há uma nova situação, em que o grande capital vai ao ataque , sai da defensiva, atua de forma decisiva e ousada .

Resultado de imagem para Lava-Jato

           Virgínia Fontes (Prefácio ao livro “A Nova Direita”, de Flávio Casimiro) explica:

          “O Estado tende a se tornar o núcleo duro da coerção violenta , incorporando entretanto essa enorme teia de entidades empresariais que atuam formulando consensos , despejando linguagem de convencimento e, caso não seja suficiente, disparando suas metralhadoras físicas e/ou virtuais.”

                 Mudanças, pois, que atingem o Brasil :

           …”o imperialismo é hoje constitutivo das burguesias nativas , …está entranhado em sua forma de ser .Como já lembrou Florestan Fernandes, as burguesias brasileiras são as mais fervorosas defensoras do imperialismo .”

            Esse o quadro complexo que cerca os ataques à operação lava-jato, acrescentando-se ainda acusações dos ligados aos políticos presos por corrupção e acusados,  no sentido de  que as acusações a esses políticos , denúncias de empresas corruptoras, posterior crise delas, etc. – tudo isso  seria obra do Império Americano para falir o Brasil, Moro , Dallagnol e os outros sendo meros agentes da CIA ou do FBI, o que estaria provado pelos cursos feitos por eles, nos EUA .(E projetos americanos relativos à Justiça à nível internacional, envolvendo vários países).

           Quer dizer, a ação imperialista,  que realmente existe,  e está no ataque, seria a responsável pelas acusações (falsas ou a maioria falsas) de corrupção dessas elites políticas e, ainda, de tabela, pela falência de grandes empresas brasileiras , ao atingi-las , além de seus dirigentes. Algo duvidoso pelo entranhamento entre aqueles dirigentes , corrupção política e benesses do Estado, via BNDES, CEF e outros órgãos estatais, sequer havendo legislação adequada para tal operação plástica jurídica,  em que uns seriam atingidos , outros não. De outro lado, acusados e condenados agora valentes, politicamente, depois de anos calados sobre o imperialismo , agora tocam, mencionam , atacam seus órgãos executivos mais violentos, como a CIA, o FBI e outros, sendo Moro e Dallagnol exato seus servidores , cumprindo tarefas via operação “lava-jato”, segundo alguns seus adversários. (Há todo tipo de teorias).

          [Até possível tal, o Império Americano é capaz disso,  e muito mais, que o digam Vietnan, Síria , Venezuela ou Japão]. Mas, não vistas ainda provas efetivas e conclusivas nesse sentido acima e alguns meros erros ou exageros de  executores da “lava-jato” não desmentem atos  de corrupção enfrentados e  comprovados,  nem bilhões de reais retomados pela Petrobrás , por exemplo.

  -9-

 

    Resultado de imagem para Lava-Jato     Esses últimos fatos lembrados e análises esbarram  num conjunto de outros fatos incontornáveis, a começar que , um lado e outro, defensores e acusadores dos juízes e procuradores,  envolvidos no mesmo Estado fracassado, recorrendo e apelando sempre a ele, jurídica , administrativa e politicamente ,  usando recursos espúrios tanto uns como outros.

 Daí, ambos, em boa parte , mentindo, enganando,  buscando apoio do Império Americano, da mídia em  geral, das redes sociais,  do “povão” , genericamente, além de cotejarem os militares, o que está nos jornais e revistas .

 Quer dizer, todos dentro, inseridos,    admitindo o mesmo regime político corrupto brasileiro , subordinado ao Império Americano – e envolvidos em acusações de corrupção, desvios e traição nacional, afinal , ser buscarmos a essência das acusações. De fato. O que seria  um Presidente que teria feito aquilo tudo de que  Lula é acusado e até já está condenado , apoiado por interesses estrangeiros , da AFL-CIO a organismos internacionais,  ligados à ONU e ao Estado Americano  ? E um Juiz e Procurador que serviriam a um país estrangeiro, agindo direto no interesse da CIA  e do FBI , treinados nos EUA? Sim, porque , sem provas sequer frágeis,  tal tipo de acusações são as que se fazem na mídia social de um lado e de outro . Fake news , mentiras , na big mídia e redes sociais ,  hoje de fama mundial, aqui atuantes ao ponto de justificarem-se  campanhas para combate-las, o líder delas , comprovado , Trump, líder do Império e da grande  mídia ocidental e brasileira , em especial ? 

           -10-

 

               Melhor todos analistas sermos mais cuidadosos com as palavras, a não ser que assumamos militância fanática e assumida de um lado ou de outro e completa irresponsabilidade quanto a palavras e ataques. Buscarmos nosso papel de aproximarmo-nos da “verdade” ainda que relativa , mas o menos ruim dos caminhos. Isto  necessário , em especial , a quem busca mudanças, já que a mentira, exagero, distorção , confundem , implicam em análise errada, programa errado , ação errada – o que só ajuda a quem pretende o conservadorismo, não mudanças. Desvirtua, confunde, leva a erros.

           A acreditar em “tudo que dizem”, inclusive advogados sob suspeição , pois defensores pagos assumidos de seus clientes , alguns em quaisquer condições e de qualquer maneira , dentro da teoria ao “diabo a ética, moral e favas” teríamos que aceitar tudo acima, de um lado e outro,  e concluir , primariamente : “Brigam as comadres, aparecem as verdades”.

 

                       -11-

 

          Resultado de imagem para Lava-Jato    Porque , afinal, a briga entre lulopetistas e seus críticos ,da “lava-jato” e outros,  não é uma luta jamais anti-regime político , ou anticapitalismo ou anti-imperialismo, mas uma luta que se iniciou e continua nos limites do regime e entre frações de componentes de classes participantes do bloco dominante de poder, tendo os lulopetistas perdido seu lugar no centro de gravidade do mesmo. Se agimos baseados na emoção e partidarismo assumido e total, tendo que aceitar posições de direções partidárias ou movimentos,  assim teríamos assumido também papel, muitas vezes,  de assassinos da “verdade”, como se vê no livro de Michiko Kakutani(“A morte da verdade”). Abandonar-se-ia a busca da “verdade”, sequer limitada e relativa. Esta caberia a quem mais forte, impositivo, capaz de pressionar e obrigar o outro a decidir – o que já foi mencionado no governo Bush , EUA, e agora por Trump, tentando impor as mais destoantes mentiras.

            Ora, se tal caminho é tomado , há duas consequências imediatas : 1 – há vantagem para a posição do Império,no Ocidente , com certeza, que imporá sua posição seja por domínio das big mídias, recursos, força,violência ; 2 – no seio dos democratas e esquerdas provocará derrotas sucessivas, pois em certo contexto o grupo , setor ou fração mais poderosa imporá sua política ou decisão  que, se errônea, levará à derrota geral; 3 – e ainda facilitará a posição do Império, que infiltrando como faz seus inimigos, imporá decisões apoiadas em análises falseadas que conduzirão a derrotas. Possível isto estar em curso na política ocidental, entre muitos outros ardis. Então, para aqueles que pretender mudanças, na correlação de políticas e forças sociais, só resta o criterioso papel de fazer análises corretas, em busca da “verdade”, em que pese incômodas ou desagradáveis para muitos.

Afinal, a briga entre lulopetistas e seus críticos ,da “lava-jato” e outros,  não é uma luta jamais anti-regime político , ou anticapitalismo ou anti-imperialismo, mas uma luta que se iniciou e continua nos limites do regime e entre frações de componentes de classes participantes do bloco dominante de poder, tendo os lulopetistas perdido seu lugar no centro de gravidade do mesmo,se desmoralizado muito, e ainda tido seu líder preso. Não fazem autocrítica , fora genérica. “Tudo isso culpa dos outros, traições, erros, do “imperialismo” e “ricos” (que afinal sempre o apoiaram , décadas). Estes nem admitiriam “pobre andando de avião”, em que pese os lucros das empresas com eles.

             Ora, ao tomar tal caminho teríamos assumido também um papel de assassinos da “verdade” . Que se voltará, como vimos, contra nós mesmos , democratas ou de esquerda, mais adiante.

          Ora, não é esse o melhor caminho para os que querem mudanças na sociedade,  não se conformam com as desigualdades , genocídios, assassinatos premeditados, estados de exceção em lugar de democracias, embora aqueles mascarados fingindo-se destas . Embora distorções e mentiras  possam convir, a curto prazo, a minorias, elas convém mesmo  aos que querem conservar, confundir, mistificar , distorcer fatos e verdades – porque temem o desnudamento do que realmente ocorre , têm medo da transparência , de  mecanismos que levem a mudanças. Isto porque, em essência , sob diferentes disfarces, querem  é conservar o que existe e até retroceder mais ainda,m  no sentido de defesa de seus interesses.

                     -12-

          Nem o PDT  ou PSB ou PC do B, ditos à esquerda, e parcialmente de fato à esquerda, via em especial  militantes honrados e atuantes,  escaparam de acusações de corrupção e da “lava-jato”,  nomes em listas de corruptos , inclusive suas lideranças .O mesmo valendo para o PSDB , o jovem líder Aécio encolhido e acusado, nem valendo lembrar o PT , este escapando com negativas genéricas desde o “mensalão” , logo no início da administração Lula. Todos  sem clareza maior ou programa capaz  de superar crise existente de tal nível , a  corrupção e o estado fracassado de exceção , “vítimas” exato da “lava-jato”, Moro e Dallagnol à frente .

           Ora, como podem gostar deles ?Natural apelações, críticas que descambam para calúnia, irritação , ameaças, contradições. Eles são seus inimigos número  um, hoje, como demonstram  – e não o imperialismo, por exemplo . Este processo  vem desde bem antes da estranha eleição e posse de Bolsonaro,  ainda antes da administração Temer , e da própria “lava-jato” –o debate e troca de acusações aparece contra Lula e PT e outros , envolvendo corrupção desde 2002, com o “mensalão”, o infeliz Valério(esquecido) preso , espancado na cadeia, suas acusações contra Lula ignoradas,  por aspectos jurídicos formais.Dirceu condenado, Lula escapando , contradições varias evidentes. Anos e anos se passam – e Lula e PT na defesa e atacando com violência seus adversários.

           O fato é que os condenados  foram mais de 150 políticos de quase todos os partidos, em especial os principais, que exerceram o poder estatal , sendo mais de 450 acusados, de todos os perfis ideológicos . Além disso, foram apresentadas centenas de provas, depoimentos, fotos, mensagens, e.mails , testemunhas, fotos – e ainda sendo recuperados bilhões para a Petrobrás, por via da “operação lava-jato”. Ora, provadíssima a corrupção até pelos valores recuperados, além de dezenas de confissões . Independente de erros e distorções da “lava-jato”,com as quais ninguém pode concordar – afinal o acordo nacional atual dá-se em torno da Constituição e das leis em vigor- e foram descumpridas . Ou isso ou então estaríamos em guerra civil , com contestação direta do regime,  e haveria algum outro conjunto de regras em que todos pudessem se pautar , ou ao menos divergentes as estabelecendo e com força para tal  –  o que não é o caso.

   -13-

            A atual conjuntura . Agora apresenta-se diálogo comprometedor, ética e talvez juridicamente, entre Dallagnol e Moro , conhecidos, talvez amigos – não avalizado por peritos – isto é, algo passado entre próceres os mais destacados  da operação citada.Teriam sido obtidos por informante não identificado – por meios ilícitos. Não foram analisados, verificada a veracidade, o contexto, ou se foram mutilado . O representante do site que os divulgou diz apenas que tem mais material (?!). Trata-se de matérias de anos atrás.

           Observemos , em princípio .Meios ilícitos, árvore envenenada, frutos envenenados. Velha  forma de ver. Embora nossa Justiça tenha interpretação para todos os gostos. Afinal, trata-se de um conhecido estado de exceção, há muito a julgar para cá e para lá , conforme frações políticas no poder , suas lutas, conveniências e conjuntura. Isto já  foi analisado e pode ser visto no site  caminhandojornal.com .

              -14-

                Assim,visto o acima, recordado o estado de exceção vigente,  como “isso tudo” pode admirar alguém , a essa altura da crise nacional , em especial  quem acompanhe nossa política ?

             Em enorme crise o país, as elites dominantes,com aspas se quiserem,  há poucos anos, negaram uma Constituinte que melhor discutiria e tentaria encaminhar as questões acima  que pautam essa crise – déficit fiscal, dívida pública, superávit primário, inflação , corrupção, entre outras.

  Imagem relacionada    Em sentido contrário, toda a big mídia mais maioria parlamentar mais cúpulas diversas de nichos de poder , de todos os poderes, inclusive partidos de “esquerda”, compuseram-se, manobraram juridicamente, e mantiveram um evidente corrupto – Temer – na Presidência (?!) , durante  anos, aguardando-se as redentoras eleições de 2018 . Ninguém, fora pequenos nichos à esquerda , aceitou uma Constituinte, independente, que seria fórum natural para discutir todos os problemas nacionais e buscar um rumo, mesmo em vista de uma conjuntura desfavorável ao “povão”, digamos assim.

 Por quê nem as “esquerdas” a quiseram  ? Se desnudariam, receberiam críticas, velhos grupos perderiam deputados, governos estaduais, prefeituras. A direita tradicional , em parte , idem –  e para que mudar o que para ela, “elite dominante”, está mais que bom ? E assim um corrupto,  nacionalmente reconhecido, trocando malas de dinheiro e no palácio presidencial, no poder estatal – claro, lá  mediante acordos espúrios de bastidores, que o povo desconhece  . Uma vergonha mundial. E agora, em nossa volta o evidente resultado –a piora dia a dia da grave da crise nacional , desde que suas soluções delimitadas pelo Império e interesses , em especial do capital financeiro internacional. (Por exemplo, a dívida pública é intocável bem como taxação de grandes fortunas ).

            -15-

             Possíveis manobras disfarçadas, irregularidades mascaradas, conversas anti-éticas, na operação “lava-jato”? Sim, claro que  sim, o STF não fez das suas tantas vezes e  à vista da Nação ? Lewandowski e Renan Calheiros, aliado dos petistas nas últimas eleições, não fizeram aquela, digamos, sendo educados ,  patuscada jurídica e não constitucional, à  frente do país, quando do impeachment de Dilma, que perdeu o cargo e não os direitos políticos, sendo até candidata derrotada ao Senado ?

           Então, estamos num país e regime em que o Queiroz bolsonariano está sumido até hoje, com créditos e contas duvidosas…não se conhece o assassino de Marielle …não se discute sequer a questão da absurda dívida pública …não se  sabe quem paga o advogado de Adélio , o esfaqueador de Bolsonaro …

              e…pretende-se que a “operação lava-jato” seja perfeita, além de jurídica, ética , moral e …politicamente ….? Ora, ora, não se sabe que …”isto é Brasil”, como se diz há décadas ? (Aliás,atualizando , melhor escrever :”Isto é BraZ$l !”)

              O fato é que houve corrupção mesmo, todos os acusados estão envolvidos mesmo, e muitos políticos conseguiram ficar fora do caldeirão de lama , pois espertos , com muito $$$ e com “bons advogados” .Há, sim, deve haver irregularidades, ilegalidades , e em toda parte.

Resultado de imagem para Lava-Jato             Mas,   nem várias “lava-jatos”,  as mais puras e perfeitas e com apoio popular, conseguirão acabar com a corrupção, inerente ao capitalismo(Negri e  Hardt, “Império”) ou resolver a atual crise brasileira( com raízes na dominação imperialista) . Nada avançarão , por si  , seja quanto à política servil a serviço de interesses estrangeiros, desde séculos ;  ou quanto às conciliações vergonhosas frente a graves problemas nacionais ; ou quanto a eleições via estranhas urnas eletrônicas,  únicas no mundo, tudo gerido por uma Justiça inconfiável  . O povo e quaisquer outras forças políticas terão que intervir para manter em limites a corrupção e impedir o desfazimento da Nação , em curso.

            Torturas e desaparecimentos e esquartejamentos de cidadãos, nunca admitidos pelos responsáveis, que ainda brincam sobre isso  ; uma anistia que poupou autores de crimes hediondos, e atingiu as vítimas para sempre ; uma transição democrática que preservou autoritarismo e medidas provisórias e heranças golberyanas(Cf. “O jogo da direita”, de Dreifuss, entre outros , mostram como tal ocorreu) , de forma premeditada, com os resultados à nossa volta  ;  corrupção que envolve todas as instituições e , evidente, todos os poderes – empecilhos ao caminhar democrático .Como superar o descrito e muito mais , como a questão dos aposentados, das dezenas de partidos, da dívida pública , da federação falseada , do presidencialismo ultra-autoritário e absurdo…? Os maiores problemas não estão nas irregularidades e mesmo ilegalidades da “lava-jato” num estado de exceção …uma mina de ilegalidades e absurdos e catástrofes já que se sucedem – ignoradas pelas elites, assimiladas pelo povão, adocicadas pela big mídia,. 

             Não há solução a curto ou médio prazos , muito menos com o caminho da  entrega definitiva do país a programas e interesses estrangeiros , como vem sendo feito e como parecem acreditar alguns que seja solução . O  “Projeto de Nação” bolsonarista em curso  só nos levará à catástrofe, ainda que esta possa , talvez, ser mascarada, como já é tradição no Brasil.Para quem quer honrada solução e  encaminhamento das crises a curto prazo , que caminho tomar ? Uma impossível saída a médio e longo prazos,  que irão destruindo o país mais e mais , de forma lenta ?  Ou voltar a pensar numa Constituinte?! Refletir.

______________________________________________________________________________________

(Editorial integral de Caminhando Jornal TV 12 , a ser publicado em caminhandojornal.com , a partir do dia 15/6, após exibição de síntese na TV Comunitária/RJ, canal 6 da Net, sábado , 13 h ).

 

Related Posts

Share This

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *