Google, Facebook , Império do Capital – e Você

mar 22, 2021 by

Google, Facebook  , Império do Capital – e Você

* Google, Facebook  , (Império do Capital/EUA), controlam você,  família , amigos*

Editorial Original de Caminhando Jornal Tv 66

Mauro M. Burlamaqui

 

  Quando você clica no Google ou comunica-se via Facebook ou Instagran ou W. App, você lhes fornece o material que desejam para melhor elaborar , vender , informar, controlar , lucrar , prever ações  – sobre você mesmo, a natureza humana, o Homem.

         Queira ou não , você é  alvo, matéria-prima, para lucros, manobras, comercio , vendas , daquelas super-corporações . Você lhes mostra o que consome,  faz,  pensa , onde e como anda , situação financeira, leituras , estudos , amigos , planos . E não só a eles – a governos e outros.

          E, assim, permite-lhes , via lógica de  alto nível,  tecnologia digital e instrumental , psicologia social , algoritmos e outros meios, uma mostra e previsão de seus comportamentos presentes e futuros.

          E ainda meios em  condições de “influenciar e modificar o comportamento humano …”, em geral , como explica Shoshona Zuboff, em  “A Era do Capitalismo de Vigilância”. Isso, sem elas enfrentarem quaisquer restrições morais, jurídicas ou sociais.

           Os dados colhidos são mantidos pelo Google e outras empresas , por tempo indeterminado , ficando disponíveis “para agências de inteligência e  aplicação da Lei “– isto é , seja uma CIA , Polícia ou Justiça.

         Se tal atinge  inúmeros povos e países , além de fronteiras,  envolvendo “corrupção da informação”, fake news , desinformação maciça , fraudes , eleitorais e outras, em alguns pode provocar  reação, multas, denúncias, escândalos . Mas, o que ocorreria num país já fragilizado e doentio ,  como o atual Brasil ?

          O que estamos assistindo ? Isto é,  caos geral, melhor desnudado pela epidemia da covid-19, com omissão das “elites” no poder e inércia popular ?

          ”No Brasil, a situação é catastrófica” – afirma a epidemiologista Ethel Maciel . “Não temos controle das variantes, não fizemos cerco sanitário ,não fechamos aeroportos, não fizemos controle de entrada e saída .” Faltam 

 

competência técnica, vacinas, há vacinação atrasada , média de 2 000 mortes por dia , chegando-se a quase 300 mil mortos.

           Situação  agravada por milhares de favelas , toneladas de lixo em rios, valas,  praias , crise política e econômica continuadas , miséria, fome, crise sanitária.

            Mais estagflação e um presidente e ministros  acusados de genocida , a nível internacional. E que reagem com velha Lei de Segurança Nacional, herança de regime terrorista  , vigente não por acaso , atingindo youtubers  , jornalistas , cidadãos diversos .

         Assim,  aparecem carimbadas as origens do atual super-autoritário presidencialismo aberrante , com um passado anormal –  mais    mentiras em profusão, em tudo aquele mesmo dedo estrangeiro de décadas , encontrado em todas as eleições brasileiras .

          Crise que mostra valores humanos dilacerados , a manipulação de Jesus , Bíblia e  cristianismo como a usada por Hitler , há décadas, somada à  disseminação do medo e insegurança , velha tática de dominação .

      Google, Facebook  , Império do Capital – e Você    O alvo principal –  o povo simples, desempregado , deseducado , massas ignorantes, não tão dispostas a mais   sacrifícios, ou sem condições para isso . Como um povo, nas condições críticas em que está , poderia cumprir exato restrições sanitárias e de isolamento – e além disso  escapar das armadilhas do Google ou Facebook ?

 

          Ele vai às ruas , vender o que pode, garimpar restos de comida, tentar emprego ,  ou catar a xepa de supermercados, buscando as ilusões que pode , entre elas  imaginando até aprendizados e informação fidedigna   num Google  .

           Em outro nível , e para outro público , a doutora americana sugere “domar o capitalismo”, como  possível fosse ; as elites, políticas e econômicas, escondem-se e omitem-se , disfarçadas ; as “classes médias”  desinformam-se,  e confundem-se , através daqueles meios digitais citados,  condicionando suas ações , como se  presença digital substituísse a física . Ou cantam quase apenas  modinhas de protesto –  enquanto o povo morre , milhares de pessoas por dia , centenas de milhares em um ano – o vírus mortal ,ceifando vidas .  

           O capitalismo de informação , agora “de vigilância” , termo atual , consiste na perversão máxima daquele outro , neoliberal . Zero democracia,  liberdade, direitos. Você não percebe nem autorizou o que se passa.

          Este não precisa esconder-se  e a seus bombardeios e genocídios , sob falsas democracias, mentiras e a permanente ilusão de “direitos humanos” respeitados. Se não poderia ser “domado” nos EUA , sede imperial , muito menos aqui, agoniado país satélite.

         Então, quais  as soluções para os povos  vitimados e por ora inertes ? Seria preciso ressurgirem ,  mais organizados e conscientes  , talvez com recurso a alianças e apelos com contendores daquele  Império , escondido sob os meios digitais .

        No nosso  caso , os riscos crescem  , pelo descrito e por passado colonial violento e reprodução passada dele quanto , em especial , aos primitivos habitantes , índios e  negros escravizados. A situação calamitosa à nossa volta , mais transparente face à  epidemia.

.

        Tiroteios em  favelas, áreas em que o Estado não consegue entrar , fracasso de tropas militares, constante crise do super-autoritário estado brasileiro ,  desigualdade,  a maior do mundo – compreensível, pois,  a hostilidade dos aqui ignorados e explorados,  com esses exemplos de civilização que lhes são exibidos .

Cabem reflexões sobre passado e presente, o sucessivo recurso a ilusões, mentiras, desinformação,  cristianismo deturpado , autoritarismo , violência, corrupção – como forma de organização social . E sobre nossos valores atuais, moral , caráter e ausência de um consensual projeto de nação . O que os brasileiros somos – hoje.

O país corre sérios riscos . Há muito Freud advertiu –  …”uma civilização que deixa insatisfeito um número tão grande de participantes e os impulsiona à revolta , não tem nem merece a perspectiva de uma existência duradoura .”

 ____________________________________________

(*) Original não revisado, o que não impede entendimento.

Related Posts

Share This

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.