1º de Maio – Dia do Trabalhador ou Desempregado ? Festinhas ou Lutas ?

maio 2, 2021 by

1º de Maio – Dia do Trabalhador ou Desempregado ? Festinhas ou Lutas ?

Temos o que para comemorar no 1º de maio?

[Editorial de Caminhando Jornal TV nº69]

                                                                                                                 Hiran  Roedel

(Ver,  abaixo, outros textos e manifestos sobre

o Primeiro de Maio , no Brasil ).

 

O 1º de Maio tem de ser entendido como símbolo de luta por uma sociedade justa, anticapitalista. Não podemos perder de vista que seus diversos aspectos estão articulados.

Assim foi em mais um teste internacional ocorrido na Cúpula do Clima, quando o governo brasileiro demonstrou despreparo e se valeu da hipocrisia como recurso. Sem apresentar nenhum plano concreto, anunciou redução das emissões de carbono na atmosfera.

Mas há 2 anos desdenhou os recursos econômicos da União Europeia para proteção do meio ambiente e agora pede dinheiro aos EUA para o mesmo propósito. Porém, a farsa do discurso do presidente brasileiro não demorou muito para ser posta a nu quando, logo em seguida, retirou recursos destinados à fiscalização e ao combate ao desmatamento.

No Congresso, a instalação da CPI da Covid traz preocupação política para o Planalto e leva o governo a buscar apoio de velhos integrantes da ditadura, como José Sarney. Os efeitos eleitorais da CPI para Bolsonaro podem ter consequências tão danosas quanto tem sido o Covid-19 para a população.
Posto nas cordas, Bolsonaro e seus seguidores respondem com ameaças de intervenção militar. Políticos reagem apontando que o presidente não tem compromisso com a democracia, enquanto as Forças Armadas se silenciam.

Em meio a denúncias de corrupção e ameaças, o jogo eleitoral vai sendo jogado e a direita tenta uma esdrúxula terceira via para não ficar refém de Bolsonaro e nem Lula. Enquanto isso, nesse cenário, 125 milhões de brasileiros passam fome e o país se afunda em uma crise política, econômica e social.

Os 14 milhões de desempregados, pelos dados oficiais, são empurrados, junto com seus familiares, para o subemprego e o trabalho precarizado sem nenhuma proteção social.

O projeto político e econômico escolhido por quase 60 milhões de eleitores que acreditaram que ao fazerem “arminha” com a mão, imitando o gesto que marcou a campanha de Bolsonaro, bastava para solucionar os problemas estruturais, foi responsável por tirar o país de 6ª economia mundial e colocá-lo na 12ª posição. Esse é o grande resultado trazido pelo projeto neoliberal para o Brasil no 1º de Maio: 14 milhões de desempregados, 4 mil mortes diárias pela covid, 125 milhões passando fome.

 

Leia também:

1º de Maio dignidade, empregos e  direitos aos trabalhadores” , de Marcos Santa Rita

 

   1º de Maio Construir a Greve Geral” (Manifesto Campanha Nacional  pela Greve Geral; Fist e  entidades diversas) .

 

      Emprego, vacina no braço e comida no prato(Jornal UNIDADE CLASSISTA/Maio/2021).

 

Related Posts

Share This

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.