Eleições 2018: Traição de Lula ‘Tritura’ As “Esquerdas”

out 10, 2018 by

Eleições 2018: Traição de Lula  ‘Tritura’ As “Esquerdas”

ELEIÇÕES 2018/BRAZ$L: TRAIÇÃO DE LULA 

‘TRITURA’ AS “ESQUERDAS”

* notas sobre , em especial ,o veto e sabotagem  de Lula à candidatura presidencial de  Ciro/um lulopetista como  vice , talvez Haddad , ″que impediu  vitória segura  da centroesquerda , com um programa ‘progressista’, à esquerda , como o de Ciro Gomes, e que levou à vitória ampla de Jair Bolsonaro, extrema-direita militar , no primeiro turno das eleições e, talvez , a uma vitória final, no segundo turno . Hipóteses e conclusões provisórias. *

                                    (Redação)

 

                     *********************************************

ATENÇÃO /IMPORTANTE

 

 Confira , ao final, adendo acrescentado em 14-10-18, que tenta melhor elucidar

a situação complexa atual das eleições brasileiras.

                  ************************************************************************************************************************

 

 

    “Pensar é transgredir . (…)Algumas vezes é preciso pegar o touro pelos chifres, mergulhar para depois ver o que acontece : porque a vida não tem de ser sorvida como uma taça que se esvazia, mas como o jarro que se renova a cada gole bebido .(…)Viver , como talvez morrer , é recriar-se: a vida não está aí apenas para ser suportada nem vivida, mas elaborada. Eventualmente reprogramada. Conscientemente executada. Muitas vezes, ousada” .
                   (Lya Luft, “Pensar é transgredir”, Record, RJ, 2004,p.21/3).

 

   …”o compromisso do homem de pensamento é com a busca da verdade. (…)Nossa sociedade está produzindo uma incrível massa de desajustados. Ela está fracassando na sua tarefa de formar seres humanos equilibrados e capazes de coexistir uns com os outros “.(…)”Em nome de uma  suposta desideologização da política econômica , nos impingem a ideologia da recolonização” …
                          (Darcy Ribeiro , Record,RJ,2001, p.159 et allia).  

 

                   “Quem são nossos inimigos e quem são nossos amigos ? (…) São nossos inimigos todos aqueles que estão confabulados com o imperialismo …”

                        (Mao , “Análise das classes da sociedade chinesa”, 1926).

         “Ninguém na mídia cria nenhuma ideia. Falo aqui …de idéias-força , aquele tipo de pensamento que conduz uma sociedade em um sentido ou em outro e é restrito a intelectuais e especialistas treinados. A mídia retira seu poder de fogo desse reservatório de idéias dominantes consagradas. Ela é limitada no seu alcance pelo prestígio que essas idéias e seus autores, que ela veicula, desfrutam em uma sociedade.

                      (Jessé Souza, “A elite do atraso”, Leya, RJ, 2017, p.25).

 

                                        “Quando uma unidade política deixa de lutar, deixa também de existir “.             
(Freund. J. , “O que é a política”?, Futura, Lisboa, 1974, p.238).

 

                                       “ – Governador , a única coisa que esse país tem mesmo de seu é a bandeira.
                                                   E ele começou a chorar . “
                                                ( Leonel Brizola  sobre Jânio Quadros , antes da renúncia , numa viagem de avião, 1961. G.News, Arquivo N, 29-9-2018).  

 

“…o bacilo da peste não morre , nem desaparece nunca, pode ficar dezenas de anos adormecido nos móveis e na roupa,
espera pacientemente nos quartos, nos porões, nos  baús ,
nos lenços e na papelada .  (…) viria talvez o dia em que …a peste acordaria os seus ratos …”

                                           (Albert Camus, “A Peste”, Record, RJ, ,s/d, p.213).

 

*********************************************************************

 

                    INTRODUÇÃO  

                 AS ATÍPICAS ELEIÇÕES/BR -2018

 

                Análises sobre as eleições de 2018, no Brasil, estão publicadas nos três artigos anteriores do site.(Conferir na página inicial) . Sobre os militares, e sua intervenção atual na política brasileira,  há também diversos artigos, desde que tal foi previsto,há meses ,  neste blog . Assim, não  vimos necessidade de muitos mais acréscimos ou adendos aos artigos anteriores , mesmo agora,  sobre as últimas eleições  .

 

                           UM

                   Todavia, o caos político e econômico e social brasileiro é rico em questões e problemas, que se recriam a cada momento. Portanto, abaixo,  notas complementares, meio dispersas ,  sobre  pontos que envolvem as eleições e cujo entendimento, complexo, comporta reflexões – p.e. , as mentiras e fake news que envolvem  ambas as campanhas, origens e razões e efeitos . Uma disputa que consideramos  entre uma “direita talibã”neoliberal (na práxis , mas  mascarada de esquerda  , Lula à frente  ) , mais totalitária que autoritária , desconexa , sem programa articulado , corrompida e fisiológica  ;  e uma “extrema direita militar talibã” também,na práxis e , no caso , formalmente  explícita , ambas populistas e demagógicas.

 

A última aparece  forte  no Sudeste (?!) e, em especial no Rio de Janeiro, velho reduto das esquerdas . O  que comprovaria os  erros crassos delas  e de democratas, longo tempo sob a direção lulista , e o último erro crasso político  desse líder neoliberal, ao sabotar uma chapa presidencial  de centro-esquerda,  Ciro Gomes à frente.

 

Esta era uma possível garantia de vitória sem problemas, a  posição de Lula  devendo  ser perscrutada   além de um  ato  apenas pessoal e egocêntrico . Como justificado já em outros artigos(neste blog ) haveria , via Lula ,  nessa equação política, interesses fundamentais do Império do Capital (EUA à frente) , para o qual o Brasil , hoje já Braz$l , é apenas mais uma  neocolonia ou província ou protetorado , mas de importância fundamental , sob sua égide , como outros países, espalhados pelo mundo.

 

Isto  seja pelas ainda  grandes reservas de  matérias primas que possui , seja pelo mercado consumidor  brasileiro de mais de 200 milhões de pessoas , além de  ambos países estarem  próximos , o que facilita transporte e comunicação com as matrizes dirigentes americanas .

De ponto de vista geopolítico,  além de tal implicar em controle econômico e político especial ( maior do que numa Indonésia ou Filipinas ) importa em restrições a seu desenvolvimento, industrialização, soberania e independência nacional , inadmissíveis para o Império, como bem entendeu Chomsky,  apoiado em dados explícitos do CSN americano (Segurança Nacional dos EUA) . (Chomsky, N. cf.colet,”Para entender o poder”; e outros arts. neste site).

 

                  DOIS

 

              A extrema direita militar talibã ,Bolsonaro à frente , contida já pela hierarquia militar /instituições ,  neste momento da campanha eleitoral com pele de ovelha, por motivos óbvios, aliás como a outra também  ,   ambas assumindo  aquele  lugar vazio deixado , nas ruas e sociedade , pelas  “esquerdas” lulistas e pelas esquerdas, sem aspas. Ou seja ,  pelas massas de  classes médias, aos milhares e milhões,  há alguns anos nas ruas, pequenos cartazes nas mãos , desorganizadas , desde 2012 . Afinal,  abandonadas por lideranças e partidos ao centro e à esquerda , nas  escolas e sociedade em geral,  durante anos.

Tal ocorreu ,ao menos , num primeiro momento , até outro  posterior, quando  líderes de direita , caminhões de som à frente , se aproveitaram disso tudo e retomaram a ocupação de tal espaço e ainda o  vazio daquelas mentes confusas  – inclusive financiados , como depois se verificou , com  recursos oriundos de suspeitos  estrangeiros.Alguns deles  , ou muitos, hoje , eleitos já deputados federais e estaduais .

 

 Além disso, pior , aquelas massas de jovens, a maioria , xingadas de “coxinhas”, menosprezadas , agredidas pelos lulopetistas e governistas (era época de Dilma Presidente ) , em especial (atenção – algumas outras  esquerdas, sem aspas, até  tentaram organizá-las, embora tardiamente, faça-se justiça ). Abandono e desprezo sofridos por elas,  até reação violenta em sentido contrário, inclusive com tiros , elas  por certo infiltradas por militares ,mais politizados, à direita, talvez serviços secretos ,  contra a outra direita talibã , governista , lulista ,  fantasiada de esquerda . Estava formada a equação política a ser decifrada .

 

E então , logo adiante , omissos e perdidos os dilmistas e lulistas, do desgoverno, administradores do caos e do estado disfuncional ,   chamados até de “esquerdas comunistas corruptas”, sob a direção de Lula, Dilma, Dirceu , Palocci e outros. Que de cima  de seus sapatos de bico fino e salto alto , achando-se superiores ao povo em geral, e mais politizados, o que não é o fato (apenas mais egocêntricos e exibicionistas) mal responderam aos manifestantes, apenas considerando tudo “normal numa democracia.”

Dirceu,  hoje condenado, solto pelo amigo velho Toffoli(mediante algum acordo até com os militares ?) , Lula preso, Palocci idem, Dilma ainda solta, perdendo uma eleição para o Senado, após beneficiada pelo lulopetista Lewandowsky, no impeachment, ao arrepio das normas constitucionais . A sociedade cínica a tudo assistindo calada – sem meios paroa reagir, as “elites 171” coniventes com a farsa e o ‘meio-impeachment’ de Dilma, sua retirada do Planalto, mas por nada condenada . (?!) Braz$l Ridículo.

           TRÊS

                    Ignorância, manipulação , distorção de linguagem ? Sim, claro . Uma distorção, aberração,  linguagem  desconstruída- modelo americano mais atual com raízes europeias que vão longe . (Adorno , Derrida , etc.) .  Corruptos de direita chamados de “comunistas”… – palavra cujo significado o povo sequer conhece ,  sabendo   apenas tratar-se de  algo estrambótico e ruim para ele, segundo a mídia .

 

 Sim, mas vivemos a época das ‘narrativas’ ou ‘verdades’ (?!) diversas , das fake news , a grande matriz nos EUA, hoje Trump à frente , voltando-se a táticas hitleristas (Arendt , H. ) da década de 1930  , o que se tem visto seja com o próprio Trump(EUA) ou via Lula ou Bolsonaro(Brasil) . Vale tudo , pela vitória, “vencendo”, ao menos no momento ,  quem tiver mais ‘força’, recursos , mídia  , a verdade objetiva negada sempre , ou , no mínimo,  esquartejada.

 

A razão, entre grupos fechados ou tribos ou  aglomerados totalitários, tipo os do PT , substituída pela emoção, acompanhada por vezes de violência, no mesmo diapasão dos redutos  bolsonaristas. Isto é, pelos petistas e até  pelos que pretenderiam serem democratas sociais (PSDB, em especial) e esquerdas , sem aspas; ou pelos que deveriam portarem-se e serem socialistas de fato , na práxis,  e com valores morais e éticos condizentes.

Mas, que perderam-se nas antesalas dos ‘joesleis’ da vida ou dos  ‘odebrechts’ ou outros empreiteiros, açougueiros , investidores , numa triste tradição brasileira, que sempre envolveu , inclusive, não só políticos como a big mídia.(Wainer, S. , “Minha razão de viver”, em que confessa tal ”; Conti, M.S. , “Notícias do Planalto”, em que reproduz casos ; etc.).

 

                 QUATRO

           Sobraram muito poucos democratas mesmo , espremidos entre “esquerdas” neoliberais mascaradas , cínicas, poder-se-ia até dizer “esquerdas 171” , e direitas também  assumidas neoliberais , lideradas por ex-militares, alguns há pouco reformados, ambas , ao fundo , fora demagogia intrínseca, talibãs , apoiadas muito mais em emoção e interesses do que em razão ou programa  (hoje ,envolvidas  num embate eleitoral à nossa frente ).

À esquerda , quase marginalizadas , minimizadas pela liderança talibã 171 mascarada ,”esquerda” ,  a mais autêntica  esquerda,  caso de diversas correntes, tendências algumas até   petistas,  e partidos mais à esquerda , como PSTU , PSOL e PCB, além da “Nova Democracia “, alguns deles já sofrendo pelas alianças com as “esquerdas”, e ‘desaparecendo’ frente ao povo , fisiologizando-se, corrompendo-se.

 

 Muitos aspectos a analisar , sem espaço e tempo para aprofundar-se nos temas , mas ainda cabem reflexões  gerais , ao menos , sobre “os militares”, a instituição militar ,  e o candidato capitão  Bolsonaro- relacionamentos  ; “o líder neoliberal Lula da Silva e seu preposto Haddad”;  as “táticas”(?!) de Lula ;  a questão do desarmamento popular ;  da Constituinte(que hoje assusta o Império e seus aliados locais )  ; o futuro dos brasileiros  , com a vitória de um ou outro , sendo a de Bolsonaro uma provável antecipação ao que ocorreria logo  adiante, após vitória anterior do lulopetismo neoliberal,  sob a direção do preso Lula, entre outros . Apenas ‘notas’ para estimular a reflexão .  

 

*************************************************

               CINCO    Eleições 2018: Traição de Lula 'Tritura' As “Esquerdas”

 

 

Lulhadadil , a trinca lulopetista, perdeu a eleição presidencial  , por larga diferença , 46 % contra 29 %, para Jair Bolsonaro , capitão, militar da reserva , conservador de extrema direita , de um desconhecido partido –  PSL .

         Na onda à direita  , Dilma perdeu a eleição em Minas, para o Senado ; Requião idem, no Paraná ; Lindbergh , no Rio ; Gleici, presidente do PT , desistiu de concorrer para o Senado e elegeu-se , para a Câmara . O PT perdeu o governo de Minas Gerais, seu mais importante foco de poder estatal. Só venceu o lulopetismo no Norte/Nordeste, o mais atrasado, e com alianças muito amplas  , envolvendo vários partidos conservadores.

    DERROTA DAS ‘ESQUERDAS ‘ OU ESQUERDAS?

         Ampla vitória da direita a mais conservadora e corrompida , com e sem apoio de Lula e lulopetistas, isto é, de um lado e de outro  do espectro político, tanto do lado de Bolsonaro como Lula , direita fantasiada de esquerda – insista-se(um ardil antigo dos serviços secretos). Muito bem eleitos, p.e. , ou quase eleitos, provável no segundo turno ,   Jader Barbalho e filho (PA) , Renan Calheiros e Filho(AL)  , Camilo Santana/Gomes (CE) , oligarquias tradicionais, com apoio do autointitulado partido de esquerda PT,  coadjuvado pelo PC do B , entre outros .

Todos aliados diletos de Lula e lulopetistas, alguns com Bolsonaro , ou fazendo jogo duplo ,  julgando-se  espertos ao tentarem livrarem suas próprias cabeças políticas e pessoais(acusações de corrupção ), sob o pretexto de inteligentes estratégias políticas . Na verdade, os fingindo de “esquerda” ,  capitulação frente aos interesses oligárquicos e conservadores, ao fundo aliados a estrangeiros (basta conferir os financiadores de seus partidos, eleições passadas, esta um caso mais complexo, pela mudança da legislação  ) , interesses  os mais baixos e antigos , na história política brasileira.

         Nas regiões mais pobres, entre estes vitoriosos , vitória do PT e aliados (por vezes , via aliança com mais de dez partidos , no pior sentido conservador e direitista )  – efeito provável de sua política assistencialista( sequer reformista como a de Jango/década 1960, esta  reformista e nacionalista de fato ), por certo fruto ainda da anterior distribuição , por ele e Dilma, de milhões de bolsas-família e outras, estilo populista, nos moldes da ONU , OMC e outras entidades internacionais, modelo bem antes provado na África , em especial, e aqui introduzido desde o governo FHC, há décadas.

       No Rio, foco tradicional das esquerdas, ampla derrota do PT /”esquerdas” para o Governo e o Senado , cargos majoritários. Votação ridícula para a tradição carioca. Confirma-se artigos anteriores , em que analisava-se  a traição de Lula às esquerdas , aos petistas  e aos eleitores, ao colocar em primeiro lugar , interesses pessoais , e outros, estranhos, ao invés dos do povo brasileiro .(cf. , neste site,  “O vencedor das Eleições no Brasil …” e “Lula X Ciro Gomes – Traição Popular em Curso ?”).

    TRAIÇÃO E OPORTUNISMO – ONTEM E HOJE

         Chegou Lula ao ponto de , lembre-se, em oposição a seu programa partidário – e eleitoral, o que envolvia grandes massas votantes e iludidas – ter assinado a famosa “Carta aos Brasileiros”, 2002 , traição formal e explícita, em que se comprometia, por antecipação, via também Palocci e Dirceu, seus assessores de confiança, com o programa neoliberal do “Consenso de Washington”, de interesse do Império do Capital, EUA à frente.

          2018 – véspera das eleições . Por interesses aparentemente pessoais, Lula, à frente de um agrupamento autoritário, a defender sempre e primeiro sua soltura e candidatura à Presidente da República, manobra rasteira, baixo nível, mas esperta – protegendo e defendendo seu prestígio político e pessoal – e denegrindo ao máximo figuras do MP e Justiça, a essa altura qualificadas de agentes da CIA , do FBI, vendidos a interesses estrangeiros . Além de, com esta posição, defender os interesses do Império, um Ciro Gomes inaceitável para ele. O mesmo Lula de décadas.

 

                    SEIS

         A VERDADE ESQUARTEJADA –MENTIRAS

        Além disso, os lulopetistas ainda deram-se ao luxo de atribuir apenas a Temer , pós-governos Dilma e Lula, a falência e prejuízos da Petrobrás e todos os outros, fiscais, Pasadena , BNDES , etc. Incluindo-se a corrupção, por eles minimizada e/ou defendida , de forma ridícula ou apenas de passagem.

        Veja-se o ridículo até  de intelectuais , em livros como “A Verdade prevalecerá”, de Lula , via outros , em que nada é defendido explicitamente, fora auto-elogios e histórias diversas . Ou outro , como o de Jessé Souza (“A elite do atraso”) , que chega ao ponto de ir até ao escravismo, raízes brasileiras, para depois chegar aos dias de hoje, ridicularizando a corrupção e defendendo indireto e direto Lula e cia. , para isso atacando Sérgio Buarque de Holanda e até Gilberto Freire, além de Faoro.

Uma mistura indigesta de algumas verdades e correções justas misturadas com defesa que não vai ao cerne da corrupção e erros do PT , mas que os circunda , espertamente, numa mistura intelectual .E que acaba por levar-nos a pensar no que ele mesmo lembra – “que a inteligência nada tem a ver com anos na universidade”, mas que ele exibe como argumento de autoridade fraudado  , nas entrelinhas e capas do livro. Até cometer erros crassos , caso da referência a Prestes(?!) .O que nos leva a concluir – há uma “elite intelectual do atraso”, sem dúvida, e tomada por paixões e , com certeza, condicionada por  cargos e empregos e interesses diversos.

 ZERO AUTOCRÍTICA; DEFESA RIDÍCULA

        Repetição insistente  da inocência de Lula, mentiras seguidas repetidas em coro , modelo Trump , cuja origem vai mais longe – tática hitlerista que até deu certo – por um tempo .(Arendt , “Sobre o totalitarismo”) . Trump -com  assessoria de alto nível , que foi buscar recursos …em Hitler e outros populistas de direita, em seu melhor momento, cativando massas apesar de narrativas e mentiras absurdas , com  repetição esperta de narrativas distorcidas, pedaços da verdade e teorias espertas sobre como ela pode ser construída e descontruída – dependendo de haver força política e social para tal :  “A  morte da verdade”(Michiko Kakutani) bem resume  essas questões .

      O ESTADO DE EXCEÇÃO PROTEGENDO LULA

           Exato ao contrário do que alegam os lulopetistas, o estado de exceção brasileiro, informal, implícito , os protege – oscilando de cá para lá, em nome da conciliação, governabilidade , moral social, paz e baboseiras tais , porque tudo, no caso,  falso , defendendo-os em inúmeras situações , seus adeptos quase soltando Lula , via um ou outro ministro importante de seu (secreto) grupo político-judiciário, o que ele alega só seus inimigos terem .

         Zero autocrítica ou arrependimento lulopetista , como emedebista , assim, mostrando ao povo na tv quem são  , a ponto do candidato Cabo Daciolo, na TV(debates de presidenciáveis, então )  , ter dito a Haddad e Meirelles  que , na próxima vez , traria óleo de peroba para os dois  , ali presentes , tal a cara de pau deles  ao eximirem-se da crise brasileira , pelo qual, com seus partidos , foram direto responsáveis.

De fato, uma parte da sociedade cínica, ‘171’ , para a qual a verdade objetiva nem existe, nem interessa , mas apenas a alegada pelo líder totalitário, acolhe essas narrativas. Nada de esquerda, mas direita braba, totalitária , o exemplo quase sempre em Hitler , que parece fasciná-los , e numa de suas estudiosas interessadas – Hannah Arendt(“Sobre o totalitarismo”).

        E ASSIM CHEGOU-SE ÀS ELEIÇÕES

Resultado de imagem para lula haddad

         Realmente, Haddad,  um preposto de Lula, consultando-o todos os dias – na prisão , em Curitiba. Ora , a permitir-se tal, e desde que Lula corrompeu ( sendo verdadeiros seus crimes e de outros condenados, como assentou a Justiça ) a própria democracia, além de todo um povo e centenas de políticos , direta e indiretamente …

 – por que não permitir-se o aconselhamento público também de um meliante como Fernandinho Beira-Mar com seus apoiadores, ou sequazes ,  entre outros criminosos comuns, todos  na mesma situação genérica de Lula da Silva ?

 

           SETE

         Privilégios sem dúvida, ou injustiça, e farsa de todos os lados – o estado de exceção informal e implícito em plena vigência, aqui e ali , com um Gilmar e o insuperável amigo de Lula, Lewandowsky. Sim, aquele que “fatiou” a Constituição Federal , no impeachment de Dilma, em público , permitindo a ela a não perda dos direitos políticos e até uma candidatura ao Senado – o povo assistindo tudo , sentadinho , pela TV .

Isto é, uma exibição da “democracia forte”, pujante,do STF, de fato ridícula, falsificada,  apoiada no secreto estado de exceção  informal implícito (já estudado por Agamben, “Estado de Exceção”, o mais recente e peculiar ,atual,  e não próprio só ao Braz$l , aqui usado sempre de forma esperta , mas não inteligente  ) .

          Cinismo absoluto  lulista – e ataques descarados dos lulopetistas  a todos os discordantes dele e de suas histórias da carochinha, tipo “não sabia” ou “tudo mentira” , recheadas de absurdos, em que tudo era mentira e fruto de uma conspiração – da CIA /FBI .

Que , aliás, apoiava Lula , provadamente ,via ONU , velhos comensais do Império a nível internacional , com até um ator Dany Glover e a AFL-CIO , federação trabalhista dos EUA , sempre acusada de ligada à CIA (Saunders, “Quem pagou as contas ?” ;  e Agee, “Diário da CIA”; etc. ),  a quem ele  sempre foi ligado , até por laços de amizade pessoal, desde que estudou sindicalismo nos EUA, dali saindo seus professores e amigos .

           Tudo exato em sentido oposto ao alegado  , Lula apoiado, desde a década setenta, em suas greves, aparente radicais e anti-ditadura ,  até por funcionários da Embaixada Americana no Brasil . (E.Gaspari, “A ditadura acabada”. Cf. arts. neste site ) . Isto é, PT, movimentos “sociais” e sindicais , partidos autodenominados de “esquerda” ,  ou melhor , agrupamentos totalitários( autoritarismo unipessoal , mentiras diversas de todo tipo, narrativas estrambóticas assimiladas e aplaudidas por grupos de apoio,  e massas sem maior preparo político ) , em que Lula  impõe sempre  “sua vontade” ( ?! – ou de quem , por trás  dele ?)  .

O fato – Lula , com tal apoio, decidiu lançar uma candidatura de última hora, Haddad , promovendo ampla campanha para sua própria soltura e candidatura à presidência, forçando ao máximo uma situação política e jurídica e, com isso , ganhando manchetes – ainda que negativas .

Também tática política hitlerista, desde que provado, via psicologia social, que , mesmo promovendo-se fatos negativos discutíveis, ganha-se visibilidade pública – e promoção , votos, mídia gratuita, apoio popular. Todo corrupto e demagogo , então, passou a visar tal objetivo.

         A    grita de Lula pela inocência, dia e noite repetindo isso, a “injustiça” contra ele e uma “conspiração” sempre em curso , leva a imaginar que , neste caso, a conspiração envolveria , ainda, vários de seus ex-aliados , e até inimigos, como o próprio  Temer, Aécio , Cunha e outros , eis que todos sob acusações parecidas . E todos alegando igualmente inocência e injustiça. Cínicos de primeira grandeza. 

        Veja-se Eduardo Cunha , preso, direto de “Bangu  8”: 

        …“ Todos acompanham o meu calvário por ter sido responsável pelo impeachment de Dilma e a retirada do PT do Governo.(…) “Sou inocente e sofro com as perseguições e afrontas mas provarei a minha inocência . JESUS disse em Mateus 5: 10 , “Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus”.(Grifo de E.Cunha).(Carta a seus adeptos religiosos, fazendo propaganda da filha Daniele, derrotada, em 2018, iniciada com “a paz do Senhor” e finalizada com o “deus da paz”. 15-9-18, oriunda de Éden, SJM, RJ).

  Resultado de imagem para Eduardo Cunha       Cunha, condenado  e criminoso , como Lula nega tudo e apela para Deus, seu argumento de autoridade , declarando-se guardar a “fé” e apoiando Samuel Malafaia para deputado estadual. Lula apóia-se no PT e movimento sociais , que berram sua inocência , povo , votos , seu argumento de autoridade, com mais algumas ameaças dele e do MST aos “golpistas “(hoje , já aliado deles, antes ameaças , quando prestes a ser preso ) . Defende-se com votos do povo  e sua possível  volta à presidência(em que “não esqueceria seus desafetos” – palavras dele  para os policiais federais, quando detido para depoimento) .

Nenhum dos dois condenados presos argumenta , se defende das  acusações – defesas só genéricas , um apoiado em Deus e movimentos religiosos ; outro também  , pois no povo, afinal , e , como se diz , ele é ‘A Voz de Deus’  ; nele e em movimento sociais e militantes políticos.

         Lula . Para tentar defender-se ,  ele , insista-se , critica ,  dia e noite , com seus adeptos,  a Justiça, o MP , a mídia , alega  haver uma imensa conspiração contra ele  . Um de seus argumentos – “os ricos não admitiriam pobres em aeroportos e andando de avião “, esta a  razão por que eles teriam reagido e “tirado Dilma do poder” . O que parece brincadeira , mas que no rol de defesas lulopetistas , que não admitem contestação nem argumentos,  foi levado a sério, constituindo-se numa “narrativa” plenamente convincente para os lulistas  – embora para seus adeptos apenas, é claro , vide a derrota eleitoral que tiveram como resposta(2018).

 

           OITO

                              O RESULTADO –

         VITÓRIA  DA DIREITA MILITAR  TALIBÃ

 

              O povo não acreditou em Lula  e os votos mostraram isso. Mas, mesmo se acreditasse, isso não mudaria a verdade – sua evidente culpa , condenado por vários juízes ,tanto que livros e mais livros em sua defesa não conseguiram  apenas exporem as acusações e simples respostas a elas  – por quê? Difícil explicar o que é inexplicável.

          Eleições , primeiro turno.  Sim ,  mostramos  o risco  de Lula sabotar Ciro Gomes  , ainda mais em vista da complexa situação  brasileira  ,com  a divisão do , digamos, campo mais democrata brasileiro,  quando do enfrentamento com Jair Bolsonaro , militar , e outros – uma base de militares e policiais .

 Haveria o risco de eleger-se uma extremada direita militar , sem programa mais sólido, sem objetivos , quase uma aventura , num Brasil conturbado – e Lula foi insensível a isso , insistindo em ser candidato até o último minuto. E envolvendo partidos e movimentos sociais,  numa questão pessoal – acusado de corrupção e crimes comuns – ao preço de sacrificar candidatos e candidaturas de seu partido, desmoralizar apoiadores e dar vitória ao adversário, no caso  inimigo – o militar Bolsonaro, defensor de antigos torturadores.

       

LULA COMANDOU A DERROTA EM SEU BENEFÍCIO

    Mas, Lula foi adiante, desprezando Ciro e costurando politicamente contra ele no Nordeste, em especial PE . Fez isto ,  mesmo Bolsonaro sendo claro em suas posições , em vista das alegações diversas e públicas do candidato à Presidência, Jair Bolsonaro – defesa de torturas, violência, triste passado das forças militares, desde o golpe de 1964.

[ Embora não se possa atribuir, apesar disso,  a todas as forças militares (uma burocracia militar, hierarquizada ) , a cada membro dela per se , a responsabilidade pelo ocorrido – crimes e torturas abomináveis . (Em especial , quando já confirmado o fato que as ordens  mais criticáveis, quanto a mortes e torturas, vieram do cume , dos próprios presidentes militares .Entre outros, Gaspari, “As ilusões armadas”) ].

           Lula preso, acusado de diversos crimes comuns, levando seu partido e aliados a gritarem o tempo todo por sua inocência , o que significava defender a existência de  uma grande conspiração da operação “lava jato”, liderada por parte do Ministério Público e da Justiça , com o objetivo específico de prejudicá-lo – e a sua vitoriosa candidatura, o que alardeava junto com seus adeptos.

           E assim agiu até , por último , sabotar a candidatura provável vitoriosa de Ciro Gomes (artigo neste site ) , conduzindo as “esquerdas” e não esquerdas, mas todas as  esquerdas segundo a big mídia , a uma grande derrota eleitoral  e à ascensão da direita a mais extremada e conservadora , legitimada agora com quase 50 milhões de votos – com conseqüências futuras imprevisíveis .

 

                 DIREITA TALIBÃ CIVIL (LULA) 

           x

                 DIREITA  TALIBÃ MILITAR

 

      James Petras considera Lula uma direita, extrema direita talibã , baseado não em conversa furada e propaganda , mas em análise criteriosa de anos de seu primeiro governo. Previu o que ocorreria e está ocorrendo desde 2004(“Brasil – Lula Ano Zero”) . 

De fato, o que Lula produziu , nesta derrota atual  , antes de tudo , foi a derrota de suas falsas “esquerdas”, de fato direita até talibã , que nada tem mais de esquerda, se é que teve um dia (fora alguns grupos internos, tendências, que jamais definiram a práxis do PT , sequer seu programa , controladas por cargos, verbas, privilégios )  – e , claro, a derrota do povo brasileiro o mais consciente, de um lado, e o mais humilde de outro, que nem entende direito o que está ocorrendo. 

       Lembre-se a análise de um marxista sobre Lula, antes citado , isto é , de autêntica esquerda , e não de um daqueles da mídia, que não tem especialização nem condições reais de análise além dos fatos .

         Por outro lado, entenda-se a crítica à mídia e muitas suas análises e linhas e mais linhas sobre temas políticos : a mídia não é capaz de produzir análises nem criar análises com força para mudanças da realidade. Para isso recorre, argumento de autoridade, a intelectuais acordes com a perspectiva sua, de fato do Império do Capital , para análises mais aceitas pela coletividade, que acreditam no caráter científico delas , em época da “ciência”, como a nossa. (Jessé Souza, “A elite do atraso”).

 

                    NOVE

          Portanto, a situação ideal, ao fundo desejada pelo próprio Lula , por Bolsonaro e pelo pai de todos – o Império do Capital, oculto, mascarado , EUA à frente .  Temos 6dois candidatos seus , do Império, neoliberais provados , o militar que , antecipadamente, garantiu-lhe apoio , e critica o “comunismo”(cf. declarações e depoimento na aba esquerda do site) . E Lula, via Haddad , um seu velho servidor de décadas, neoliberal de práxis confirmada, por anos de atuação , que já defendia o amigo Bush décadas atrás, peito cheio de prêmios oriundos do próprio Império/EUA. E  bem apoiado por parte da mídia (que divide seus apoios a frações políticas diversas,  que apoiam o Império do Capital) .

         Por parte de Lula, pareceria que o risco corrido , ao renegar o amigo Ciro, teria sido por ambição pessoal , para escapar da prisão , ameaçar a Justiça com uma eleição para presidente ( e talvez  ser eleito , o que o legitimaria para escapar da prisão ) . Mas, isso não parece proceder (vide artigos anteriores). Primeiro, porque como antes de tudo um oportunista , sem posição ideológica ou política específica, fica sempre com o mais forte e poderoso (“se não puderes vencer, junta-te a ele “- lema de todos oportunistas) , sendo capaz até de admitir-se , cinicamente, o antes citado, isto é – “uma metamorfose ambulante”, característica dos sem moral , sem ética, oportunistas irrecuperáveis  .

Ora, sendo assim , melhor, para ele, um acordo, não ofender a Justiça, conseguir  indulto ou anistia, negociados, em troca de não ser candidato , por exemplo, o que tudo indica seria possível num país de  gilmares, lewandowskys , dilmas , calheiros e sarneys .

          Sim, uma retirada da política , com cartas e conselhos como presentes , estilo FHC ,mais passeios na Europa ,etc. Muito mais seguro isso para sua “memória histórica” e para o presente . Por que não aceitou ou lutou por tal ? Porque toda sua vida foi de alinhamento com a posição dos EUA/Império  do Capital (veja artigos anteriores , comprovando tal ) e isto não interessava ao Império.

        Como antes referido , o Império não tem/tinha qualquer confiança numa liderança como Ciro Gomes, com personalidade e independência . Embora declarando-se democrata, logo de início , na campanha, Ciro fez referência a saber de onde vem os saques ao Brasil, criticou o rentismo e a exploração financeira do país e ainda por cima disse que revogaria a compra (suspeita ) , que ele diz absurda e contra os interesses nacionais, da Embraer pela Boeing.

Ora, nada disso  pode ser aceito pelo Império. Um perigo evidente. Por isso, era importante que Lula , talvez no seu último grande ato político, liquidasse antes este tal Ciro Gomes, e toda a unidade à esquerda que poderia se formar sob ele. Essa divisão, além da derrota à esquerda real , um bônus suplementar para o Império.

         Quanto a Bolsonaro, militar com passado arbitrário,  mas nacionalista , o que recente vem tentando  modificar ,inclusive indicando,  desde já , seu futuro Ministro da Economia (Paulo Guedes, neoliberal talibã ) , para legitimar-se frente à ‘direita civilizada’ do “mercado”( quer dizer , Império/EUA  por trás , cf. Wood, E.”Império do Capital”) ,  como mostramos anteriormente.

          Bolsonaro vem sofrendo  ataque direto , dirigido a ele e aos militares brasileiros ,  pela CIA /EUA, o que significa Império do Capital – recente , em jornais diversos e tvs, especialmente a Rede Globo , requentando torturas de militares de 40 anos atrás , e promovendo artigos diversos e reportagens contra ele e militares, assinados por inúmeros e importantes  intelectuais americanos  . Isto,  mais o alinhamento automático da imprensa mundial , pró-neoliberalismo , toda ela contra Bolsonaro/militares (Cf. “El país”, “The New York Times”, “The Guardian” “, “BBC”, “Corriere della Serra” , etc. ,antes e depois dele chegar ao segundo turno -8-10-18) ,atesta o lado preferencial do Império quanto a seus dois candidatos , na reta final.

O que não quer dizer que intervirá na disputa, mais ostensivamente  ainda. Se o fizer, vencerá Haddad , mais palatável , politicamente (o passado o comprova) , e sem a  tentação de tornar-se um novo Coronel Chaves – pavor do Império, verdadeiro trauma , que nem a morte dele , precoce e suspeita, teria aplacado .

           Visto está de que lado estão os EUA – preferem o “velho Lula de guerra” e seus prepostos, que durante décadas , na práxis, no Brasil e no mundo, liquidaram toda a oposição realmente à esquerda , a que puderam, ao menos – e  sempre posando de “esquerdistas”, se conveniente, a começar por ele próprio e o “técnico do time” – José Dirceu . Liquidaram-na não sacando armas, mas cheques, verbas, nomeações, ministérios, cargos, mentiras , narrativas deturpadas , via marqueteiros e psicólogos  sociais  .

Agora , Haddad já resumiu suas ações , segundo  turno  – “não usaremos  armas, mas argumentos” . Antes, ele , Lula e todos os demais petistas ameaçavam com o MST e suas invasões e toscas armas. Agora ,fala em ‘argumentos’ – mas o principal argumento de Lula  ,sabe-se, é bem conhecido , sem  exagero – acordo com elites e ricaços e $$$, “propina”, legal, via Estado,  e ilegal. (Fácil comprovar – pesquise quem quiser). Haddad já abandonou , na campanha, o retrato de Lula e a cor vermelha. Esconde as esquerdas e a luta social que as consagraram. Oportunismo máximo , por ordem de Lula ,é claro. Agora as “esquerdas” lulopetistas estão usando as cores verde e amarelo. Igual Bolsonaro.

             Por isso tudo , o velho aliado do Império,  Lula da Silva , não poderia dar a liderança de suas “esquerdas” , mais movimentos sociais, a um Ciro Gomes qualquer , não da confiança nem dele nem do Império, seu mentor . E Ciro ,ingênuo, não saberia disso? Ou apenas teria jogado seu anzol político sem pretensão ou apenas esperando um acordo? Pode ser .

O Império , por certo,  incapaz de esquecer um também “oligarca” nacional, rico , do passado, com personalidade, de lugar exótico, no Sul, de nome Getúlio Vargas – depois uma pedra no sapato dele , e tão grande que para deter o movimento que causou teve que intervir  por aqui, Brasil, por décadas, desde o golpe inicial de 1964 . Nada, pois,  agora, de arriscar-se com alguém com  semelhanças com aquele do Sul,  e vindo do Nordeste, agreste Ceará, com compromissos com gente pobre e mais os herdados dos despolitizados da “esquerda” lulista que, sem Lula, poderiam transformar-se , adiante, em ‘perigosas’ esquerdas – sem aspas . Por isso, Lula sim; Ciro não.

             De outro lado , o também inconfiável  capitão Jair Bolsonaro , rebelde e grosseiro desde jovem , com personalidade forte, cercado de generais, alguns pensantes , caso de Heleno , Villas Bôas , Mourão , que, aliás,  já vem sendo atacados,  pelo Império , ao mínimo deslize ou interpretação , capazes de dar  margem a  discordância – toda a big mídia atenta a isso .

O Império , afinal, teve  pesadelos e más noites de sono , com militares velhos aliados  , que, um dia, um dia, foram  parecidos com Bolsonaro e Mourão e Villas , brasileiros, caso de um Chaves, Saddam , Kadhafi , Alvarado  e até Bolívar, exemplo para muitos . Pois é. Um dia , ingratos, todos começaram a pensar em suas pátrias,famílias, povo, exploração deles ,   no oposto ao pregado pelo Grande Capital  – e  , surpresa , mudaram ou avançaram em suas ideias políticas .

Quando cada um  passou a se defrontar e a melhor entender a neocolonização e exploração  contínua de sua Pátria, Povo, família – e ainda a notar as mesquinharias impostas a  seus países e povos  , provocando  riscos até de secessão  ou de formal incorporação a outros estados mais poderosos . Situações que terminaram em golpes e guerras sangrentas. Logo o Império tendo que mostrar sua dispendiosa e mal vista face oculta pela defesa dos ” direitos humanos” , via bombas e sangue. “Bolsas de estudo” nos EUA foram insuficientes para moldar mentes.

              No caso do  Brasil, por exemplo,  tivemos já  a venda de armamentos  obsoletos, tecnologia ultrapassada,  feita pelo  amigo rico do Norte , até sucateados, e ainda a proibição , por ele , de sequer usar-se , por aqui ,   energia nuclear para fins pacíficos ( o que FHC presidente ajudou a colocar na Constituição , feito inédito, único do mundo, um país autocastrando seu próprio desenvolvimento . FHC, aliás, tão pródigo na escrita de memórias e diários, poderia contar ao povo brasileiro se recebeu pressões para tal decisão e, fosse o caso, quais foram – e de onde vieram. Ou se promoveu tal perda nacional quase irrecuperável   , graciosamente, apenas por “casualidade” ou “distração”) .

             Voltando à nossa disputa eleitoral – riscos aos interesses do Império, que precisar-se-ia diminuir , à disposição a Rede Globo e tantos aliados . Então, o “companheiro Lula”, que estudou nos EUA, Japão e São Paulo, com mestres e amigos americanos , numa boa vida, o “cara” de Obama, tão premiado pelo Ocidente , precisaria  fazer só mais um pequeno sacrifício – por si mesmo ou  via um Haddad/Dilma da vida – vencer uma nova eleição, mais uma  .  Depois, teria garantido o Grande Irmão, ele receberia novos prêmios, por certo seria liberado da prisão , e ainda teria merecido descanso, digno, seja histórico ou pessoal . O Grande Irmão teria garantido isso.

       Mas, antes disso, “lulinha paz e amor ” , o amigo de Dany Glover , precisaria cumprir sua “última grande missão política”  – em nome da democracia e de seu povo, claro,  liquidar Ciro Gomes  (esta parte já cumprida ) e vencer , com Haddad e Dilma , as eleições presidenciais, diminuindo os riscos destas , ou , ao menos , adiando-os por  alguns anos.

Para isso , contaria com seu antigo aliado e provedor e apoiador de sempre , que o protegeu no “mensalão” , “petrolão” , e desde suas greves, em SP, década 70 – o escondido, mascarado, Império do Capital /EUA, apelido “Mercado” .”Sim. Pode a trama ter-se passado mais ou menos assim. Mutatis mutandis .

           Daí – um Haddad , agora  enfrentando Jair Bolsonaro – e  já lhe  propondo paz , conciliação, pacto de não agressão , amor ,etc. Que o outro não aceitou, chamando-o de ‘canalha’ , ‘mentiroso’.

                     DEZ

 

                 BOLSONARO – O EXÉRCITO NO PODER

Resultado de imagem para BOLSONARO e o exercito

 

                 [Já analisamos , em outros artigos ,  a presença militar , no Brasil, ao curso do tempo . Analisamos tal , antes dos militares reaparecerem abertamente na frente política (Ver arts. diversos , neste site ). Não vamos repetir o referido (cf. arts. neste site )].

                 Assinalamos que, com Temer, o Exército já está no poder ,há tempos ,  tendo havido possível  acordo , válido até o final dessas eleições . A fragilidade de Temer implicou, provável,  nessa necessidade, até pela falta de quadros políticos e administrativos .( Mencionamos  o Exército por ser a mais importante das forças militares , mas tal poder envolveria a Marinha e a Aeronáutica , com ele irmanados) .

Bolsonaro, com boa probabilidade, se não desde antes , agora já  parte, assumida ,  de plano estratégico de tomada de poder, com legitimação popular , pelo Exército . Representa apenas uma das diversas  frações militares , mas através dela, hoje, todo o Exército – e  demais forças armadas .Não deve ser subestimado ou motivo de brincadeiras .A reação dele e demais militares, quando da facada recebida, tranquila e segura, mostra que sabem a seriedade e responsabilidade do jogo político em curso. 

        Estratégia é matéria militar e se houve uma , estrangeira , americana, em 1964, a atual parece ser genuína brasileira. E ela tem suas justificativas – a crise geral brasileira, a dívida pública impagável que submete o Brasil a interesses estrangeiros , a situação da Amazônia, a crise mundial e dos EUA , os últimos governos , a OTAN , superarmada na Colômbia, ou melhor,  as administrações  brasileiras, de Lula e Dilma, e Temer , coalhadas  por desperdícios, corrupção e entrega de interesses nacionais a estrangeiros .

Em resumo,  um verdadeiro desastre geopolítico, com riscos para o destino do Estado Brasileiro, já sob direção estrangeira , e do próprio povo brasileiro,  neurotizado, explorado, doentio , em crise há anos , vivendo aos sobressaltos, sem sequer direito de ir e vir em seu próprio país . Este com fissuras , ruindo pouco a pouco.

          Essa intervenção indireta e legitimada está vindo  quando não mais há, de fato,  outras forças nacionais e políticas , organizadas, em condições de manter  e dar direção ao país. O Exército só  assume quando, pela crise , já  não há outro sustentáculo efetivo  para o Estado em crise geral – se os lulistas fizeram o que fizeram , levaram ao caos geral e corrupção sistêmica ,  e depois ainda  Temer continuou com o mesmo processo , o que fazer  ? Esperar reação deles ou desses opositores, há pouco aliados deles, como Temer?  Esta a visão militar, que tem lógica . Afinal, preservar a Nação é objetivo específico do “militar”,  pago para isso – profissional – e quem lhe paga é justo o povo sofrido – e não estrangeiros aliados a elites oligárquicas locais.

         Temer  só chega ao final de sua administração , face ao estado de exceção informal e implícito vigente, e suas “interpretações”, e à garantia e segurança  dadas pelas forças militares. Agora tem eles, os militares,  até um general como assessor de Toffoli, lulista ou ex-lulista de carteirinha , hoje  presidente do STF . Teria  ele sido ele informado , discretamente,  pelos militares, sobre quem é Lula , de fato, e sobre a situação da Nação , e o que ele deveria fazer , politicamente, e no STF   ?

          Provável. Ou seja  , que a situação brasileira é crítica e que Lula era ”velho amigo” deles e de seus aliados do Império ? Entenda-se –  “Para o Alto-Comando do Exército, o presidente do STF, Dias Toffoli, tem papel fundamental na  garantia do equilíbrio da eleição”   :

          “A volta do protagonismo dos militares ao primeiro plano da política nacional se caracteriza não só pela provável presença de Jair Bolsonaro no segundo turno da eleição presidencial e de outras 113 candidaturas de membros das Forças Armadas a deputado, senador e governador. Ela também se manifesta por meio de declarações de generais que reafirmaram  , segundo seu ponto de vista, a disposição de manter “a lei e a ordem no País”.

         Neste cenário, o presidente do Supremo Tribunal Federal(STF) , ministro Dias Toffoli, desponta como a “garantia do Alto-Comando do Exército contra ameaças de ruptura”.(ESP, 7-10-18, Marcelo Godoy e outros, Brasília). (Já antes analisamos , há meses , essa situação. Arts. neste site).

           Tal teria implicado na decisão de Toffoli em não por em votação a questão da prisão em segunda instância(que poderia implicar na soltura de Lula )  ; no veto à entrevista de Lula, preso e condenado ;  e no pronunciamento recente dele, Toffoli, que disse não chamar a “derrubada do governo João Goulart, em 1964, nem de golpe nem de revolução , mas de movimento “.(Id).

           Em resumo, Bolsonaro contou , e conta , nos bastidores , por certo, com a imensa teia nacional militar , organizada , de norte a sul , também de propaganda,  por certo, que vai de Roraima  ao Rio Grande do Sul  – a das forças militares  unificadas , instaladas , em todo o Brasil, sendo os militares , em geral, os  seus propagandistas. Eles e polícias militares, empresas de segurança, polícias civis, clubes militares, de tiro , etc. Viagens diversas de Bolsonaro a quarteis , de norte a sul , demonstram isso .( Ou , então , os outros candidatos deveriam ter podido , nas suas campanhas, fazerem o mesmo – e, ao que sabe-se ,  nenhum o fez) .

               Portanto , Bolsonaro é parte de um projeto nacional militar e não um avulso candidato militar aventureiro. O que significa , de um lado, mais segurança para o povo brasileiro – ele está sendo tutelado , seu gênio e rebeldia. E foi educado pela instituição militar – justo para obedecer. De outro lado, sem dúvida,um risco, vide o passado recente dele .

Mas, também o seu vice, já engolindo sucessivos “sapos” políticos .Se,  de início , ele pode ter estado  só, já foi assimilado  pelas forças militares como seu representante ‘popular’ militar a caminho da legitimação pelo voto   (embora quadro militar  não dos mais preparados , muito ao contrário, mas com algum passado político e bom número de votos- meio caminho andado ) .

Outros militares de elite agora assessoram Bolsonaro, bem como a Temer , e caminham junto com ele – caso de Heleno e  Mourão . Villas Bôas, Comandante do Exército , por sua vez, até conversou e “abriu caminhos” com todos os principais candidatos, inclusive Ciro, colocando-lhes , por certo, partes do projeto militar em curso e suas razões – secretas talvez para nós . Ciro ,  que dissera  antes ter recusado tal tipo de encontro, acabou por trocar idéias com eles . Houve  um general até junto da campanha eleitoral de Alckmin, como assessor dela.

          LULA CONTRA BOLSONARO

          Por outro lado, os militares , incluindo Bolsonaro, sabem quem é Lula – e não poderão, em principio,  permitirem a vitória de um preposto dele , o que seria pior para o país que o original , na visão deles . Eles tem dados sobre Lula, provas, conhecimento de suas falcatruas, corrupção, em detalhes,   informações melhores que as nossas . Lula , pior ainda, bom ator, fingindo-se de valente , ameaçou a todos e à sociedade , antes e no caso de sua prisão.

            Lula dificultou , ao máximo,  que ela ocorresse ,  desmoralizando  a Justiça, o regime, a democracia , os próprios juízes , xingados de todo jeito, inclusive como agentes da CIA e do FBI . A sociedade cínica e sua mídia , parte “171”, ainda assim fica exaltando Lula como um “democrata”, fiel à democracia, etc. – seguem  diretrizes do Império.

Inverteria isso , se a decisão imperial fosse outra – como podemos ver , desde que trata-se de uma inverdade a atual “versão 171” da posição democrática de Lula – ao contrário, insista-se, desgastou ao máximo o Poder Judiciário, Executivo e Legislativo (desde os “300 picaretas” ,  no Congresso, mencionados por ele,  há décadas) . Fez mais -tentou promover o impeachment até de FHC e  fez  manifestações contra ele antes do governo dele  completar sequer  3 meses, tentando desestabilizá-lo de todas as formas. (Cf. as memórias de FHC, em que este  narra atos de Lula , nesse sentido ) .Hoje, Lula pede o apoio dele contra Bolsonaro. Se FHC  conceder , ficariam “todos no mesmo saco” .Gol para Bolsonaro.

               De fato. Haddad  enfrentaria, no poder,  todas as anteriores contradições de Lula –  e mais outras .(Cf. arts . neste site ) . Um compromisso lulista e eleição , à direita, compromisso neoliberal ;  e massas lulistas pensando o líder estar à esquerda , em sentido oposto, e reivindicando o impossível   . A direita, de quem é aliado , e fruto escondido, exigindo reformas , num sentido ; a falsa esquerda,  mas populista , em parte popular, de outro lado , junto com sindicatos, movimentos , clamando pelo oposto   – não podem fazer Lula/Haddad efetivas reformas e nem dar sequer uma virada nacional e desenvolvimentista à esquerda ou direita . Só via força , poder, talvez algum  tipo de militarismo .

Lula teve décadas para ir nesse caminho, à esquerda,  e não o fez, sequer tentou   –  nem sequer quanto a uma autêntica organização popular , nem mesmo quanto a medidas administrativas reformistas ou econômicas,  populares, caso da reforma agrária. Não poderá fazê-lo, muito menos consegui-lo agora, desgastado, crise muito maior .

              Como o faria , muito mais desgastado, politicamente, preso ,  e nas mãos de seu grande eleitor – o Império ? Desastre à vista , sem dúvida. Mas , o que isso importaria , para o Império ? Quanto mais desastres , dívida e dependência,  por aqui – melhor para ele . Só nada quer é de independência , soberania ou , muito menos, de  reformas radicais ou , palavrões para ele , revolução , democrática que seja, ou mesmo uma Constituinte.

Nada de riscos ou mudanças. O fantasma da Venezuela militar no ar. Nada de democracia mais autêntica. Esta oligárquica ou plutocrática está de bom tamanho. Bastam umas reforminhas, aos poucos, aqui e ali.Para que pressa? Quem está mal é o ignorante e mal cheiroso povão, não é essa a verdade?

            [ Veja-se o apavoramento do Império, via mídia , Rede Globo à frente, quanto à proposta de Constituinte do Gal. Mourão e a também uma  de Haddad . O segundo logo  voltou atrás, medroso. Mourão tergiversou e disse ser apenas  opinião pessoal . Posição do Império , se for o caso ?   “Problemas dos idiotas brasileiros que neles votaram. Tem é que trabalhar “. (Cf. artigos anteriores diversos , em que tal situação é detalhada ) ]. 

                 A vitória de Lulhaddadil implicaria ,pois, em  crise, logo em seguida , ainda mais porque Lula é culpado , sem dúvida,  por diversos ilícitos,  e será , normalmente cumprida a Lei ,condenado a mais anos de prisão  . O PT e sua militância subordinada  admitirão isso ? O povo esquecerá a vingança prometida por Lula , contra os que o prenderam – feita  em público ?  E as ameaças feitas por ele  ,  via MST ? O tom de ‘mimimi’ de Haddad , fingindo mudanças,  tipo o velhaco “lulinha paz e amor” , de Lula, que deu certo no passado , desde o “mensalão” , “colará” de novo , agora  ?

Difícil , nunca enganou intelectuais, como um Chico Oliveira ou Weffort, entre outros , nem engana hoje grande parte do povo brasileiro – as últimas eleições mostraram isso, com a ampla derrota do lulopetismo.

       LULA – PEDRA NO SAPATO DA DEMOCRACIA

 

               Lula é um farsante , mentiroso contumaz  , aliás como Bolsonaro  , e os políticos em geral , só que Bolsonaro,  nítido mentiroso , assumido , feroz, agressivo, popular, autêntico, evidente que agora colocando pele de ovelha , em véspera de eleição decisiva , quando precisa de apoio geral  .

            Lula , mascarado, escorregadio, a começar, um direitista talibã( Petras) ,  eternamente disfarçado de esquerda , populista , sustentado em corrupção (provadamente ,cf. processos ), absoluta falta de caráter( cf. quem o conheceu, como Chico de Oliveira ) , mentiras sucessivas (declara-se “metamorfose ambulante” ), narrativas estrambóticas. Incapaz de reconhecer erros, fazer autocrítica . Sempre fazendo-se de vítima. Inaceitável para os “militares” e , ao que parece, aos brasileiros, em geral, desnudada, ainda só em parte,  sua ‘persona’ , máscara política  .E como e por que levou o país ao nítido caos atual, escondido pela propaganda, em sua administração.

Um sopro do Império, ou até da China, não mais comprando tantas  ‘commodities’ , e o castelo de cartas brasileiro , já bamba, poderá desabar. Ou desabará , com um mero corte estrangeiro no fornecimento de créditos ou petróleo …ou …O Braz$l não desabou, politicamente,  até agora apenas porque é uma ovelhinha desarmada , explorada , obediente, boa pagadora,  não interessando tal a seus alegres agiotas, digo, credores – exploradores. Ao fundo, o Mestre Império. É preciso que a máquina humana  brasileira funcione, continue a dar lucros , ativa , jamais pare de vez , dando prejuízos -às oligarquias locais /Império aliado.

         Boa parte do povo brasileiro percebeu isso, inclusive a farsa ululante que é Lula(embora não conheça detalhes ) e daí votar em Bolsonaro, que soa como rebeldia, quase revolução, negação da politicagem e corrupção, coragem, firmeza, valores, bandeiras abandonadas pelas esquerdas e democratas.Que passaram apenas a defender questões de sexo, gênero, LGBT , raça , de lado  as de classes sociais , independência, soberania , além das bandeiras anti-imperialistas . E que , ainda por cima, popularmente, foram desmoralizadas por Lula/aliados , como “comunistas e corruptas” .

            Votos , então , para Bolsonaro, embora todas as fragilidades deste. (Em que pese as suspeitas urnas eletrônicas, Bolsonaro teve milhões de votos ,mesmo sem tempo na tv, e venceu , por larga margem ) . Falsidade por falsidade, mentira por mentira, ficou o povão com Bolsonaro – ao menos este tinha projeto  claro , pregava medidas conservadoras, valores consagrados, tinha apoio de diversas religiões evangélicas (a quem   tem apelado ) , mais as forças militares a seu lado  (estas bem mais respeitadas que os políticos ) . Seu linguajar insinua revolução ou rebelião. O de Lula conciliação, capitulação, defesa da corrupção, aliança com as oligarquias clássicas- traição.

O que não quer dizer que ele, Bolsonaro , pessoalmente, perca para Lula , em termos de boçalidade e ignorância – disputa Bolsonaro com ele, cabeça com cabeça , com o  Lula, grosseiro , com seus palavrões e linguagem baixo nível  quanto a subordinados, em especial, o que está bem documentado , em livros . FHC  , no mesmo livro antes  citado(“Diários…) , em que mostra a intransigência de Lula ,contra ele/PSDB , dias após sua primeira eleição, 1995, Lula logo promovendo manifestações e pedindo seu impeachment (atenção – Lula agora , 2018, chamando de “golpe” o impeachment de Dilma, cinicamente, exato o contrário do que fez antes). FHC menciona também  Bolsonaro, isto bem antes (1995) dele ser o que hoje conhecemos :

                          “…houve algo desagradável. O Bresser foi profundamente ofendido por um tal de [Jair] Bolsonaro , que , segundo me dizem, foi capitão e é  deputado. Isso não é aceitável. Já disse de forma muito enérgica que não posso concordar . Pedi aos líderes, na reunião que tivemos ontem no ministério, que levassem adiante o processo de cassação dele por falta de decoro, porque acho que o governo tem que reagir a esse tipo de ação “.(“Diários da Presidência- 1995-1996”, Cia. das Letras, SP, 2015, p.106).

  Resultado de imagem para Ciro Gomes    Ciro Gomes  . Este usa  interessante  imagem, sobre muitos problemas atuais e essa crise: 

  ”Se você vir um tatu em cima do toco , é porque alguém botou “.

           Quer dizer ,como vimos analisando neste site, certas aparentes casualidades são causalidades. (Hegel, Moniz Bandeira ) . Para Ciro , os principais problemas do pais  “não surgiram por acaso”. Isto é, teriam sido criados de forma intencional para atender “determinados interesses “(ESP, 7-10-18/G.Amendola).

         Sem dúvida , concorda-se  – corrupção, falta de infraestrutura, sistema ferroviário ,  comunicações, o caso da energia nuclear para fins pacíficos, proibida na Constituição (?!), o pagamento dos maiores juros do mundo a bancos, etc.De fato, a quem serviram tais deficiências ? Quem nos pressionou ou empurrou neste caminho não virtuoso? Ou quem decidiu por ele?

             A decisão de Lula, nesse caso quanto a Ciro, sabotando-o , impedindo-o  de formar  uma frente unida de esquerda , não teria sido casual, mas intencional . Quereria   evitar a formação de uma frente eleitoral das esquerdas e democratas sociais e nacionais, que seria , provável, vitoriosa . A quem ela não interessaria ? Por quê?

            Aparentemente ,  a Lula, que perderia a liderança maior  . (Mas, que liderança seria a dele, Lula , a essa altura, frente ao que o espera, com os próximos processos  ? Poderia enganar  lulopetistas talibãs levados pela emoção , mas não a todos os brasileiros ) . De fato, não interessaria ao Império qualquer reorganização à esquerda, nem independência , nem unidade . Lula teria agido favorecendo a si próprio , por casualidade beneficiando  outros interesses  – e alguns argumentarão : casualidade!

         Sim(?!).Exato igual muitas outras envolvendo Lula da Silva, mais mentiras, conspirações, “tudo calúnia”, etc. Sempre ele negando, dizendo-se inocente, nada saber, embora haja inúmeros documentos e testemunhas que o comprometem, no passado e presente. A  resposta a seus defensores  já  foi dada acima , via Hegel  e Moniz Bandeira, e também pela Justiça , diferentes instâncias.  Embora não se pretenda convencer qualquer militância dele, baseada na emoção e não na razão – e cooptada , ao menos em parte, pelo bolso ($$$).

 

                   ONZE 

CONSTITUINTE , SIM  –  E EXCLUSIVA !

 

          Por outro lado, a Rede Globo e outros  tentam combater a Constituinte necessária, e já  por antecipação . Defendem apenas e sempre  a atual e pequenas reformas ,aos poucos  – é “democrática, garantiu 30 anos de paz” -dizem.

A presidente do TSE faz , com Toffoli, a defesa dela e das eleições atuais –  e das urnas eletrônicas. Em que pese caos diversos nas seções eleitorais, no Rio e outros lugares –  reclamações e irregularidades anotadas por muitos.Os fatos desmentem Rosa Weber e Toffoli .

            A Rede Globo e outras redes de big mídia já defendem um NÃO  a uma autêntica   Constituinte, pregação de Mourão , vice de Bolsonaro , e até , de outro lado, de Haddad . Ora, quem poderia  esperar que  pequenas mudanças, num estado doentio como o brasileiro, resolvam os problemas nacionais ? Ou ainda mudanças feitas exato pelos parlamentares, mais  interessados em nada mudar, pois beneficiados pela atual situação política e econômica ?

          A Constituição atual tem problemas graves – a começar porque originada num Congresso Constituinte , não numa verdadeira e original Constituinte(Cf. a respeito  “Sistema Constitucional Brasileiro”, José Afonso da Silva ) ; depois ,por ter sido elaborada  logo ao sair o país  de um regime militar , militares ainda no poder, tendo sido redigida , sob pressões diversas, e por congressistas em maioria sugestionados  , representando a institucionalização de valores da “revolução” pretendida por generais como Golbery e outros , décadas atrás . (Cf. esta institucionalização ,via Constituinte e Constituição, em Maria José de Rezende , “Ditadura Militar – 1964-1984”).

                 Mais –  essa Constituinte /Constituição envolveu dinheiro de multinacionais e corrupção e sofreu  pressões diversas provadas  (Cf. “O jogo da direita”, de R.A.Dreifuss) . Já recebeu dezenas de emendas , o que mostra haver pontos  superados  e  envolver temas polêmicos , a serem mudados , caso da situação da escolha e tempo no cargo  dos ministros do STF, etc.; Justiça Eleitoral, que julga recursos contra suas próprias decisões  ; o chamado “presidencialismo de coalizão”, permitido por suas normas ; a questão da energia nuclear para fins pacíficos ; a posição política dos militares na República, seus direitos  e papel ; etc. Inúmeros assuntos, num  país em profunda crise, sempre adiando-se discussões, não havendo mais tempo a perder .

            Aliás, neste momento, há manifestações (estranhas, num momento de crise e eleições ) , e no exterior ,com cartazes, clamando por demarcação de terras indígenas, no caso a dos ianomanis , isto é –  o “cumprimento da Constituição”, mais um tema a ser discutido .

           Como mudar o país, sair da crise atual , do atoleiro em que está , discutindo-se  um a um , durante décadas , tais temas, entre outros ? O país soçobrará muito antes, desde que a “vaca não irá para o brejo”, pois já está nele.

               

        O ABSURDO DESARMAMENTO 

 

                    Outros ponto a discutir – e uma mostra que nem todas as colocações de Bolsonaro são absurdas.

                 Uma , a questão do Estatuto do Desarmamento,  que , de fato absurdo , deixou cidadãos do interior à mercê de bandidos ou da corrupção de alguma autoridade local , pela dificuldade em armar-se . E os cidadãos das cidades, em especial periferia e favelas, nas mãos de meliantes e quadrilhas, sem poder reagir – isto significa suas mulheres, filhas, família. E só conhece tal realidade quem morou ali ,ou esteve perto dela ,ou viveu-a.

                  Além disso, foram milhares de mortes  de cidadãos desarmados, homens e mulheres, que renderam-se a meliantes ,eles  sem qualquer moral ou noção do valor da vida, isto quando não drogados, e  que em resposta atiraram nas suas vítimas indefesas, desarmadas e rendidas. Vítimas.  Que tinham recebido conselho de autoridades para entregarem tudo que tivessem , sem reação , para não morrerem.

Tal irresponsável conselho, acompanhado da real falta de licença para cidadãos  armarem-se, gerou  milhares  de mortes. E para completar , o absurdo Estatuto ainda determina que as armas entregues ou capturadas sejam trituradas em unidade militar , impondo tal mesmo às em bom estado e que tenham licença, havendo ainda draconianas condições para renovar  as licenças delas ,  de limitado uso .

Isto é, pelo Estatuto, Lei, difícil de alteração, triturando até armas novas, o Estado “queima” dinheiro, verdadeira loucura para uma nação endividada, falida, com polícias não bem armadas. O ponto a que chegou a insanidade política à “esquerda”,  com o lulopetismo.  Jandira, PC do B , etc. foram dos histéricos garantidores disso tudo , lutando por tal “desarmamento” trágico – genocídio.

         AS SUSPEITAS URNAS ELETRÔNICAS

   Resultado de imagem para URNAS ELETRÔNICAS      Bolsonaro ainda coloca , com lógica,  a questão das urnas eletrônicas, que inúmeras autoridades no assunto, especialistas e doutores em informática, afirmam serem vulneráveis. Ainda assim, mais uma vez,  não foram permitidas impressões dos votos , aprovadas no Legislativo, quanto aos votos eletrônicos. (Cf. comentários a respeito na lateral do site, lado esquerdo , e em artigo sobre essas urnas ).

        Veja-se agora  , nessas eleições , Rio de Janeiro – um candidato , desconhecido,  totalmente, Wilson  Witzel , em 48 horas, recebeu mais de 3 milhões de votos, passando a frente de velho político (acusado de corrupção ) , Paes, ligado a Cabral(preso, acusado também e condenado  ) . Sem sentido, estranho.Vai ele agora  para o segundo turno e  , lógico agora, aparece em toda parte.

          Ora, milhões de votos , em poucas horas, em tal quantidade , dados a um candidato conservador de direita , isto é , sem uma tradição no Rio ? Mais . Isto , por parte de um povo ignorante, muitos votando sem prazer , ao meio de confusões nas filas , geradas pela implantação do tal (aparente desnecessário) voto eletrônico ? Troca de milhões de votos , como os de Marina , para presidente ,  em 2014? Urnas, no mínimo, a serem discutidas – e com voto impresso.A posição da Procuradora Geral Raquel , em defesa delas, e do STF suspeito, mais surpreende do que legitima.Tudo bem combinadinho ? 

Se há um encoberto e secreto ‘estado de exceção informal e implícito’, decidindo de cá para lá, conforme conveniências da “governabilidade” ou outras , de longa data, essas urnas , se fraudadas, seguiriam o mesmo critério. Aí, neste caso, se entenderia tais mudanças tão repentinas , de última hora, há muitos anos . Fora isso, estranho.

        Para dizer o mínimo, estranho, estranhíssimo, como foram , nas eleições passadas(2014) , insista-se , aqueles milhões de votos que Marina perdeu,  de repente, deslocados para Aécio que, depois , por sua vez , perdeu para Dilma. Mas, então , havia interesse do PT em Aécio , no segundo turno , contra  Dilma, não em Marina , na decisão final .(Vide declarações do antigo delegado Protógenes , firmes e claras , na lateral deste site ). Presidente do TSE , à época – Toffoli/STF …velho petista de carteirinha .

         As declarações de Rosa Weber , presidente do TSE , de que nunca houve um caso provado ,etc. de fraude – não corresponde aos fatos . Até porque suspeito o TSE – teria que julgar algo de seu interesse, responsabilidade , e admitir um erro dele próprio, o que é outra contradição dessa Justiça eleitoral – a ser mudada . [ Atenção , porque tudo isso poderá acabar em escândalo internacional, mais desmoralizante ainda para o esmulambado Braz$l.(Cf. artigo neste site, sobre essas urnas, primeira página, assinado por jornalista de seriedade comprovada ) ] .

             Lulopetistas, os aparente mais fortes, e à “esquerda” falsa , assistencialista e provada corrupta( no “mensalão”  ,” petrolão” ) ,  representam uma farsa dirigida por um líder que foi e é também farsa construída por anos – uma provável construção política e estrangeira dos serviços secretos, estrangeiros e nacionais . Ou , então , ao menos , na melhor e inverossímil hipótese, um líder sempre acorde com tais interesses , tendo a vida ligada a eles, tudo por casualidade, e sempre caluniado por testemunhas, livros, serviços secretos, fatos montados  .

(Cf. link abaixo, mais uma vez reproduzido , que , provável , desnuda a verdade sobre um  farsante que ajudou a liquidar o Brasil independente e seu povo. Clique no link , se o desejar ) .

      Lula – e a Farsa Continua …

 

           Os resultados da votação popular última  logo responderam às provocações lulistas – e agora Haddad, no segundo turno, como previsto, dando uma de “lulinha paz e amor. “ Isto é, mais novas mentiras para esquecer-se as anteriores mentiras .

           Não era o próprio Lula que há pouco ameaçava a todos , de diversas maneiras ?

               Recordemos.  São de Lula discursos, frases, uma série de ameaças , inclusive usando o nome do líder do MST , além de xingamentos à Justiça, juízes, tribunais. Vai e volta, Lula, em suas posições , de forma oportunista, conforme conveniências – sob aplausos da claque cativa de sempre .

               Por que Lula age assim ? Intuição, erro , inconstância natural ? Não. Muito boa assessoria e tática de alto nível . Hitler, como Trump, usava tais táticas, entre muitos outros. 

 

              A VERDADE ESQUARTEJADA –

                        A MENTIRA “COLA”

 

             Entendamos essa questão da salada de mentiras , que ,há décadas, envolveu Hitler, bem sucedido,  e que , hoje , envolve Lula , Haddad , Trump , e, sem dúvida, Bolsonaro – neste ponto, todos igualados   – resultado de avanços no campo da propaganda, psicologia social e estudos do populismo passado e presente.

             Michiko Kakutani (“A morte da verdade”) analisa e lembra o declínio da verdade. E bem cita  Sally Yates, uma procuradora geral –

“Não só apenas existe uma verdade objetiva, como deixar de dizê-la é uma questão importante. …temos controlar se eles devem responder por essas mentiras ou se então, seja por exaustão ou para proteger nossos interesses políticos, vamos olhar para o outro lado e igualar a indiferença à verdade”.(p.19)

A distorção das palavras sempre foi um método usado para alterar fatos incontestáveis , do mesmo modo que as afirmações de líderes, em seus grupos , que viraram palavra definitiva, alterando a verdadeira ordem dos fatos. São fatos históricos comprovados.

 

           BOLSONARO  CONSOLIDA

             O EXÉRCITO NO PODER

 

              Já antes referido . Mas. Ainda anote-se que , mesmo que perca o candidato militar ,  a plataforma e posições de Bolsonaro – dos militares em geral – ficarão   fortemente legitimadas.

Ao contrário das posições de Lula e seu preposto , que visita Curitiba a toda hora,  e que, possível,  interromperá isso agora  – por oportunismo , para melhorar sua posição perante a opinião pública. Essas posições,lulistas,  conhecidas e sem credibilidade ,pois vindas de um Lula preso , jamais serão aceitas como sérias. E se descolar-se de Lula, Haddad estará criando novo problema interno e externo para o PT e seus adeptos – e ainda assim não escapará das contradições antagônicas contidas no programa e práxis petista, antes resumidas.

            Ora, e ainda como Lula é culpado , e será(normalmente) condenado a mais anos de prisão ainda , em outros processos , difícil lulopetistas se conformarem , além dele e  seus adeptos mais diretos . Se Lula, por outro lado, for indultado , haverá sérios protestos.

Novos ilícitos de Lula e cia. serão , por certo, encontrados. Então , a vitória de Lula , a par das contradições internas do PT e de seu “movimento”, significará derrota e crise permanente , desde o primeiro momento. Além disso, Lula já está comprometido com Renan e outros – o que significa velhas oligarquias, envolvidas com corrupção, que lhe renderam votos no primeiro turno – e  manterá tudo como está, sem mudanças qualitativas sérias, nada de reformar a sério, contra interesses estabelecidos, muito menos a Constituição. E lutarão, todos unidos , contra a ” lava jato”  e pela anistia geral.

          Se a vitória de Bolsonaro , ou força demonstrada,  mesmo sem vitória, será não a vitória dele, mas a consolidação do Exército no poder , não haverá recuo em qualquer hipótese.  Perdendo, mais firmeza e foco  nos pontos fracos do lulismo – muitos .

Vitória pode significar mais moderação , ao menos inicial, e habilidade, providências, administração . Villas Boas , quando compareceu à Rede Globo para uma entrevista (Programa do Bial) , expôs um programa com certa coerência, reconheceu a crise existente, os perigos corridos pelo país, hoje,  a situação da Amazônia, falou na dívida pública de trilhões, colocou dúvidas sobre centenas de milhares de ONGS na Amazônia.

Tinha razão em vários pontos – reconheça-se . E compareceu , de público, logo  à Globo, para discutir um projeto , de fato . A Globo logo o distorceu, omitiu e dias seguintes – atacou o Exército, com reportagens sobre fatos ocorridos há décadas – objetivava jogar antigas vítimas, suas famílias, amigos, contra o Exército , hoje ? Por certo. Fez tal, mas aparente não houve a repercussão pretendida. Depois, ainda atacou  a midia, direto militares, divulgando arquivos da CIA e ainda colocando intelectuais diversos a atacarem as forças militares nacionais . Casualidade, mais uma ? Por quê , o que pretendiam , com tais reportagens e artigos , em tal mídia imperial ?

             Bolsonaro significará a administração do Exército sobre o país, legitimada pelo voto popular , muito difícil que abram depois mão dos pontos já conquistados , mesmo em caso de derrota dele – insista-se . Provável, além de tudo, um Haddad tutelado , nesse caso , sem espaço para maiores manobras, impossibilitado de movimentar massas contra a situação já em curso (Exército no poder,  de forma tão mascarada quanto Lula , ao fingir-se de democrata e de esquerda – e não corrupto ) . O PT e Lula, em especial, sofrendo mais ataques populares e dos fortes oposicionistas – justos , via Justiça. De qualquer modo , elegeram já centenas de deputados estaduais e federais. Não será a messma fraca oposição de antes ao PT. Mais  provável crise maior ainda ,nessa  hipótese , de imediato, do que caso haja vitória de Bolsonaro.

 

                 DOZE

 

    LULHADADIL X  BOLSONARO –           ÚLTIMOS ROUNDS

 

             Essa análise sobre as eleições já foi feita, em parte,  em outros artigos. Os dois candidatos neoliberais , isto é , dentro dos limites da pregação política e econômica do Império Americano (por suas práticas políticas e vidas ) – em princípio ;  e de princípio. A esperar algum nacionalismo e preocupação nacional , mais com Bolsonaro do que com Lula da Silva , face à própria condição do último e da ideologia  das forças militares – obrigadas à defesa da Pátria .

Esta, por sua vez ,  não se dá tanto  , em nossos dias,   via armas nas mãos , pois a dominação moderna  é oculta e econômica e política , mas quase invisível (Ellen Wood, “Império do Capital” ) , não havendo mais , quase , fora exceções indesejadas , ocupação armada direta de território .

               Em jogo, nessas eleições,  o Brasil , país na verdade ofendido e explorado , décadas , sob a égide do Império do Capital, ontem mais inglês, agora sobretudo americano , sempre mascarado , o que ocorre também atualmente, como há décadas.(Cf. , por exemplo, “Formação do Império Americano,” de Moniz Bandeira ).

                       MEMÓRIA – EM RESUMO 

                   Tentemos  avançar em alguns pontos, dando um passo atrás .  Por exemplo – está-se travando uma etapa final , eleitoral, de luta , para a presidência , entre diferentes contendores, alguns evidentes, outros invisíveis , todos com máscaras . Os em foco mais nítido,  Haddad  e  Bolsonaro :  um professor paulista e um  militar carioca , reformado , da reserva. Haddad , o professor, para a mídia representando a “esquerda “, sem liderança nacional ou num partido político de primeiro plano, indicação e preposto do líder preso, por crimes comuns, Lula da Silva, este símbolo e aposta, de longa data , não só de um partido PT , como de outros , aliados, mais movimentos sociais ( tendo sido presidente duas vezes e conseguido eleger um terceiro , alvo de um bem sucedido impeachment). Vai-se tornando mais complexo o jogo político, como se vê.

                    A equação, complexa ,  começa a  complicar-se pelos aspectos ocultos que envolve . Bolsonaro , postura declarada “neoliberal”,  dentro dos limites econômicos e políticos por ele(“neoliberalismo”) dados , sem partido tradicional, pouco antes das eleições  adotando um , inexpressivo, PSL. Teoricamente, derrotado , antecipadamente, pelo outro contendor , mas que, no primeiro turno das eleições,  venceu não só os demais concorrentes , mas ate o poderoso  finalista antes citado .

                   Seu PSL mínimo transformou-se , em dias, num grande partido , com mais de 50 deputados, vários senadores. O militar candidato teve quase 50 milhões de votos.  Como foi possível, por quê , em que condições ?  Fraude ? Nada indica , sem provas. Voto popular sim, apoiado em carências populares, inépcias de administrações estatais, demagogia, promessas , autoritarismo paternal militar –  e muito mais. Claro que houve alguma logística por trás do candidato militar . Qual , como ? Ajuda das chamadas “urnas mágicas”, sob controle do descontrolado STF? Pode ser, agora um general assessora o Presidente do STF, o antigo lulista Toffoli . Do outro , “as esquerdas” , sabe-se mais – fundos eleitorais, propinas, caixa 2 , corrupção, demagogia , durante décadas , numa lenta construção que vem dos anos setenta .

                  O militar Bolsonaro  . Dados e fatos  indicaram-no representante (desde longo tempo ou há apenas algum tempo)de uma fração política militar que,hoje, passado alguns anos , teria tido  o apoio generalizado quase  das instituições militares, por certo politizadas e tendo usado sua estrutura logística, mais estratégia de alto nível , para chegar a tal vitória .(Sobre essas frações , no passado, Maud Chirio, entre outros, “A política nos quartéis “; ações militares recentes rumo ao poder , ocupando espaços, no “Estado de São Paulo”, coletânea).

                 Lula da Silva, o líder da “esquerda”, segundo a mídia ,  por outro lado, apresentado como líder ,  dados e fatos e estudos sérios sobre sua vida pessoal, política e  sua práxis  (muitos arts. neste site) atestam  que nunca teve nem nada teve a ver com real esquerda . (No sentido de socialismo, comunismo, anti-imperialismo, nacionalismo, busca efetiva de maior igualdade social entre seres humanos .Ao contrário, ligações com a direita, estudos nos EUA e Japão, cursos sobre sindicalismo americano , etc. Cf. neste site ).

Teria sido uma construção política esperta da direita(Império Americano), um projeto também, este parte de estratégia também de nível , ou, no mínimo, uma liderança à direita incentivada décadas por uma demagogia à esquerda capaz de eludir e derrocar antigas correntes comunistas e socialistas que tiveram expressão , no passado ,  no Brasil (eliminadas, fisicamente até, pelo “golpe” militar , entre 1964/80 , estudos sérios  considerando tal movimento bem  mais que um simples “golpe” , uma contrarrevolução antidemocrática e antinacional , sob direção estrangeira – EUA /Império do Capital) .

               O jogo fica, ou melhor , apenas analisado, em detalhe ,  mostra-se  cada vez mais complexo. Não temos, então , no caso, desde a cúpula e o líder ,  uma “esquerda” versus “direita” , mas duas correntes da “direita” , uma civil , mascarada , fantasiada de esquerda, e uma da direita propriamente dita, militar  ? Será que a corrente da direita militar estaria à esquerda da outra ,  pois agora com cunho nacional, um projeto nacional militar , depois  de décadas , capaz de “peitar” seu antigo aliado, o Império ?

Talvez depois das instituições militares, seus dirigentes,  amargarem a tristeza de verem  seu país , após 50 anos da política americana/imperialista , em ruínas, endividado, destroçando-se , seu povo doentio, sem sequer poder gozar do direito de ir e vir em seu próprio país ? Talvez.

Os “militares” são cidadãos e não vivem num “mundo da lua ” nem no exterior onde, por certo, num  passado , gozaram de muitos prazeres proporcionados pelos financiamentos e bolsas de estudo do Império. Embora atribuindo, ainda, aos “comunistas” (Lula/Dilma) , neoliberais de fato, a desgraça nacional. Pagam eles e o Brasil o preço de uma farsa de décadas , manipulado pelo Império(EUA).

                      Pouco antes das eleições, novo fator – a CIA exibe, via big mídia,  documentos mostrando ordens de assassinatos de militantes de esquerda , por militares, de décadas atrás , que logo se percebe já terem sido antes divulgados. Por que , logo agora, nova divulgação ? De imediato , redes como a Globo as exibem, repercutem, pegam depoimentos de intelectuais , e ainda trazem a público mais denúncias contra os militares de então .

Por outro lado, comparação de notícias e fatos  e observação da mídia mostram ,de longo tempo, a par do avanço da crise geral nacional, os militares reaparecendo na política nacional, ocupando espaços, desde antes da queda do  governo do citado Lula , via Dilma,(2104), em especial , esta  preposto então ,de Lula , eles desde aí a ocuparem  cada vez mais espaços , durante o avanço da crise geral .

O jogo político mostra um Lula/Haddad , tidos como de esquerda, sem o serem, ligados a um PC do B, autointitulado “comunista” [que, na perspectiva de sério antigo líder comunista nada tem de comunista fora o nome (Prestes); posição por certo acorde com a cúpula militar, por permitirem convívio com ele e até um Ministro da Defesa comunista (Rabelo, à época )    ; um Bolsonaro, à direita , por sua vez , com apoio militar, mas não do Império EUA que, décadas passadas, junto com os militares, liderou o “golpe” militar estrangeiro de  1964 .

Muito ao contrário, agora a CIA  ataca os militares e , evidente , tenta prejudicar a candidatura militar – Bolsonaro. Nesse sentido, corroboram esta análise toda a mídia mundial ligada ao Império, unânime na condenação do militar brasileiro  , mais intelectuais estrangeiros que começam a pulular na média local, com artigos apoiados em seus títulos de universidades americanas .

A esse ataque somam-se até shows de cantores estrangeiros, com painéis condenando o militar (quem os financiou ?) , visitas de atores estrangeiros apoiando seu opositor Lula (preso) , além de ações da ONU , via alguns de seus órgãos, ligados a interesses americanos. A ” máquina” de propaganda do Império. Para completar, o militar , sobre os ombros de apoiadores, em Juiz de Fora, MG , é atacado à faca e seriamente ferido. Até hoje não se tem certeza do ocorrido, ele meio recuperado .

Então , dois jogadores, ambos não sendo exato o que parecem ; atrás deles, financiando-os , dando-lhes logística, dois antigos parceiros , hoje, aparente ,aparente ,  em lados opostos – o Império Americano , de um lado ; Forças Armadas Brasileiras , de outro. Isto , embora o militar Bolsonaro jure fidelidade neoliberal e escore-se atrás de seu Ministro da Fazenda pré-indicado , Paulo Guedes, um neoliberal bilionário talibã , acima de qualquer suspeita à esquerda , sequer ao centro. Mas, já nega privatizar o Banco do Brasil, todo o complexo da Petrobrás e também toda a energia elétrica nacional – para decepção de muitos neoliberais talibãs. Revela traços nacionalistas.

Onde deverá ficar o povo brasileiro , ao meio desta dicotomia ? Um terceiro jogador foi eliminado  – Ciro Gomes, aparente inadmissível pelo Império, por anti-imperialista , indiferente ou ignorado(?!) pelas forças militares. Todas essas preliminares ajudam a entender as contradições, hipóteses, detalhes e dúvidas que adiante se alinham .

 

FINAL – LULOPETISTAS RECUARIAM?

NÃO! JÁ SE RENDERAM !

                        Um “Exército” lulopetista que se esconde, muda de bandeiras, usa iguais às do adversário, para confundir, esconde suas propostas, objetivos , disfarça-os, não tem coragem de mantê-las (caso de Haddad/Lula quanto à Constituinte ), não pode ser vitorioso. E se por acaso o for , tal acontecerá por um engodo – provocou confusão , confundiu, mentiu, enganou seus soldados e oficiais, mostrou-se covarde. 

 

E numa luta política ? Pior ainda , porque trata-se de convencer, ganhar mentes , não é questão de uma eleição, mas uma perspectiva bem além disso .Como‘vencer’, neste sentido ,  se ao início da luta trocam-se identidades, bandeiras, mudam-se objetivos, esconde-se programas ? Só se irá confundir, não poderá sequer tal bloco consolidar sua hipotética vitória. Se já um aglomerado, no poder estatal , mais oportunistas acorrerão e tudo virará uma salada política mal temperada, o que no passado recente acabou mal. E que irá acabar mal.

É o caso do aglomerado lulista , agora na luta final política pela presidência contra Bolsonaro. Antes mesmo de começar lançou pedidos de paz, apaziguamento , pediu compromissos de moderar ataques. A covardia e o medo evidentes. Recebeu de volta justificativas e um “canalha, mentiroso” , bem na cara, engolido por HadaLula sem resposta, cara de lata tipo a de Lula. Depois ofendeu , violento, Bolsonaro e até Edir Macedo, Rede Record, logo retirando do ar os ataques. Por quê? Medo ou Justiça Eleitoral? 

 

 Sim, porque consta que os lulopetistas, que sempre classificamos de neoliberais, disfarçados de esquerda, agora , afinal, abriram  o jogo e mão das bandeiras vermelhas , palavras de ordem e até do retrato de seu  líder – o neoliberal Lula . Querem mais uma vez enganar a sociedade ?! Quer dizer , estão mostrando seu verdadeiro caráter ideológico, sua falta de valores e desmoralizando de vez as esquerdas a que não pertencem , nunca pertenceram.

 

Afinal , mostrando, claramente,  que , depois de liquidarem as verdadeiras esquerdas, eles coadjuvantes sem armas dos que as assassinaram , via verbas, corrupção ,  fisiologismo, mentiras, distorções ideológicas e teóricas,  agora mostram-se como realmente são –  “esquerdas” fake ,  torcendo o pescoço das mães, perdendo amigos, enganando , traindo.

Ou seja, fazendo qualquer negócio, fechados em seus nichos políticos , tribos, grupos sectários, seitas políticas, incapazes de independência ou livre pensar, pois limitados pelas barbaridades do desonesto líder neoliberal preso,  para manterem ou buscarem de novo, na presidência do país , a qualquer preço,   o duvidoso poder do estado fracassado brasileiro , caminho para ministérios e carguinhos, empregos, verbas, viagens , nomeações , imóveis financiados. 

 

                                       A ÚLTIMA CHANCE À ESQUERDA ? 

 

                     Só  a renúncia , quase impossível, de Lulhadadil , neste segundo turno , aliás  proposta pela vice de Ciro, Kátia  Abreu , corrigiria o erro tático monumental, ao fundo traição e não erro,  de Lula/PT –  porque Ciro , terceiro colocado, seria beneficiado e de novo candidato – podendo vencer Bolsonaro e com um programa nacional e desenvolvimentista  e novos rumos.

 

Evitar-se-ia , assim, risco muito maior , inúmeros problemas e feridas políticas, e talvez até físicas  – seria tal renúncia e Ciro Candidato um fato novo capaz de propiciar vitória provável  à centro-esquerda, sem esconderem-se e mentirem os defensores dessa chapa ,  de forma cínica , vergonhosa ,  como já estão fazendo os lulopetistas , LulaHaddad/Dilma, à frente , esta última derrotada , sem graça , mas ainda não presa . Vitória sem falsidade. 

 

                 Esperança, menos  riscos, mais  segurança .Muito menos arriscados rumos que os de – Bolsonaro Já ! , – e , de outro lado, uma última chance às ” esquerdas” e à esquerda , para tentarem corrigir a lambança feita por anos, Lula/PT à frente .Daria tempo para reflexões políticas, rearticulações, autocríticas. Haddad salvaria inclusive sua própria face pessoal de mínima independência e caráter político, assim  como o PC do B . Agora é tarde para lulopetistas, via Haddad , na última hora, como vem tentando fazer, genericamente. 

 

Mínima possibilidade . Isto se não houvesse ao centro da candidatura de Lulhadadil um monstro político ,sem caráter ou ideologia ou moral ou ética , chamado Lula , ligado ao Império, armadilha antiga e passada deste, que deu certo por aqui e atrasou, por anos , o processo político nacional- talvez até liquidando a nação brasileira .

Assim, ele levará seu “conglomerado”,  sustentado por mentiras, a começar pelas sobre sua honestidade pessoal e política  , até o triste  fim , ao desastre , e ainda pior, com mais prisões e desmoralização à esquerda , aliás , final previsto por James Petras ( 2003, id,).  Provável a partir de poucos dias, ou senão um pouco mais adiante .

 

                   Não há vitória possível para uma fraude política de tal tipo , mentindo, enganando, a começar por Lula,  feita pelos lulopetistas, e em curso , gente que só chegou até aqui insuflada pela big mídia, e pelo mercado, cognomes  Mercado  , Império , Grande Capital , EUA .

 

                Assim,  tal grandeza e visão ideológica não será provável , senão impossível, vinda de  Lula, e outros falsários ideológicos mal acostumados com os prazeres e recursos da direita,  a que pertencem, há muito tempo.Inclusive ricos e caros advogados. A não ser que haja  , nestes poucos dias, uma verdadeira rebelião entre os lulopetistas , dos ainda ao menos com resquícios ideológicos da verdadeira esquerda, e coragem, personalidade ,rompendo com o pastor corrupto e desonesto  dessa manada rumo ao matadouro, impondo rebeldia ou tentando tal e escancarando contradições, antecipando ,de forma salvadora, o futuro logo adiante.Hipótese quase zero , ou zero. 

            HAVERÁ MESMO LUTA –  OU FARSA POLÍTICA?

 

Não se trata dele, Lula, um farsante  – mas dos interesses do Império , do qual Lula é servidor e peão. E por isso , um Ciro Gomes presidente , independente, embora não comunista nem socialista , como explicado antes, não interessaria  ao Império.

 

                O “aglomerado” lulopetista  , salada mista de gosto  insosso,  abandonando bandeiras vermelhas, falsamente usadas, os retratos do líder neoliberal, palavras de ordem , tentando enganar agora à direita – assim caminha , cabeça baixa , para a batalha final. Nenhuma honra, dignidade, ideologia, confiança em ideais e valores, bandeiras autênticas , inclusive nem as anti-imperialistas. Só consegue atacar , pela tv, claro, baixo nível . Uma vergonha .

 

Pior que o famoso italiano  “Exército Brancaleone “de fancaria – trata-se da desmoralização das esquerdas , feita  pelas ” esquerdas” falsificadas , lulopetistas e aliados . Agora até já não pregam mais  , além do citado, Constituinte , criticados p/ Rede Globo ; e a oferecerem cargos e ministérios antecipados a adversários , e não lulopetistas, na tentativa desesperada de ganharem votos.

           A  dívida pública, duvidosa (cf. sites a respeito , inclusive de M.L.Fatorelli) , por exemplo, tem que ser investigada e questionada . Mas, um Haddadlula não fala nela , nem em imperialismo , nem mesmo mais em Constituinte – logo , aliás , este  recuou a respeito , como referido, admoestado pela Rede Globo/Bandeirantes. Nem mesmo propõe  grandes reformas e mesmo que falasse nelas, sua palavra nada valeria  – seria a de Lula ?! Mentiroso assumido.   Este esteve 12 anos no poder direto e nem organizou o povo nem investigou aquela dívida pública nem atacou os interesses dos bancos – no que hoje resulta Haddad , sem credibilidade .

            Lula , submetido aos interesses e limitações do Império do Capital. Bolsonaro , por sua vez , ainda fala num “comunismo” a ser combatido ,  falso,uma invenção dos serviços secretos, que conviveram anos  com o PC do B, que de comunista nada tem (Prestes), sem reclamar ou criticar  . E que agora, se autêntico,   não tem nenhuma possibilidade de existir ,no Brasil. Sequer socialismo(que nunca existiu nem existe, no mundo , o que não significa que não haja regimes que tentem caminhar nesse sentido, irem além do capitalismo conhecido , produtor de contínuas guerras , algumas em curso – o livro incontestado de Moniz Bandeira é um repertório de provas documentadas – “A desordem mundial ” ).Mas, “comunismo” , falso , é boa desculpa para repressão , p.e.

             O que há é um Império do Capital impondo seus interesses ao mundo, inclusive ao Brasil (e irá continuar , saindo das sombras quando lhe convier)  , sempre  sob a desculpa de comunismo ou socialismo, assim impedindo e confundindo a luta outra pela soberania  e independência nacional, o que faz há décadas, aqui e alhures.

                   O problema brasileiro ,hoje , é de democracia, soberania popular, independência nacional. E isso o Império não admite nem jamais admitirá . Chomsky, citado inúmeras vezes neste blog, foi explícito e lembrou o Conselho de Segurança Nacional dos EUA – não admitem os EUA nem independência nem soberania, seja de direita ou esquerda (CF. em “Para entender o poder “. Artigos neste site).

                     Então,  o Império preferirá o desastre (?!) brasileiro  logo adiante , com Lulhadadil, a quaisquer mudanças  ;  ou os militares logo no poder, com uma guerra civil oculta e não declarada em curso, caso do Rio de Janeiro, entre outros estados  ? Ou (1)militares já –  ou (2)uma pseudo-esperança,  logo fracassada e,  algum tempo a mais,  a volta deles , na linha de frente ?

Antecipar ou retardar sua presença – esta parece ser a opção inquestionável. A vitória de Lula , via seu preposto, nada resolveria – adiaria por dias (?) ou talvez meses (?), sequer anos, a volta dos militares ao poder  , ou melhor, à consolidação deles no poder (onde já estão ),  de forma mais legitimada – via votos, eleições.

 

                       LULA DESTRUINDO

AS ÚLTIMAS ESPERANÇAS , À CURTO PRAZO

           Lula triturou as últimas esperanças de outro  desfecho, com Ciro ; e inclusive as suas próprias “esquerdas”, ao sabotar Ciro , não as esquerdas , sem aspas . Porque estas já minimizadas politicamente, antes aniquiladas –  PSTU E PCB , p.e., não elegeram um único deputado –  e fora do poder , pois, em parte anuladas não só pelo lulismo à direita como pelo assassinato , à esquerda , de suas lideranças , décadas setenta ou oitenta , com a liquidação dos seus  principais quadros. E possível  depois sofrendo grande infiltração policial quando na legalidade, preço a pagar por ela . E mais . A negativa de sucumbirem à mentira, à desonestidade, à venda barata de consciências por carguinhos e verbas , honra e dignidade – custam muito caro.

 

              Por outro lado, os militares devem ter , hoje, depois de 50 anos , enganados pelo rico Grande Irmão do Norte, consciência de  que não poderão enfrentar interesses estrangeiros sem seu povo – parte do poder nacional. Nem afirmar , sem ele, uma nação independente e soberana, o que se choca com os interesses do Império do Capital . Este não pode, por sua vez , perder uma colônia ou semicolonia ou província (Ianni)ou protetorado(Unger) , que nome queiram dar , importante , do porte do Brasil. Este é indispensável , mas como um estado fracassado, não desenvolvido , independente e muito menos soberano .

 

               Então, está posta uma velha contradição antagônica, que, provável, infiltrados nas esquerdas buscaram contornar e confundir  – ou o Brasil, hoje já Braz$l, pois houve mudança qualitativa em sua essência política e econômica, se conforma em ser um Grande Haiti do Sul ou terá que enfrentar aquela  contradição – e isto vale para as forças militares. Nosso desenvolvimento e independência e até certa rivalidade são incompatíveis com os interesses americanos. Podem reanalisar essa contradição quanto quiserem ou quererem serem enganados , como Golbery , no passado , com sua geopolítica conciliadora, traída pelo então  acreditado aliado americano .

 

                       ENFRENTAR OU CORRER E ABDICAR DO BRASIL 

 

                Ou se enfrenta o maior problema brasileiro, antigo, sempre contornado , até hoje insuperável ( a Nação algemada por interesses estrangeiros , algemas com nome de “dívida pública” e outros ; situação :  Ianni mencionava – Província ; Unger , um Protetorado ; esquerdas, neocolonia ) ou  desistem  de vez os brasileiros de terem forças militares nacionais e  um país independente e próspero , soberano, como pregam muitos e o próprio  Bolsonaro.

Assim, ou seja, (1) enfrentar-se os problemas, sem engodos, ardis , propaganda  ; ou (2) os “militares”, com a Nação  , conformando-se com a secessão e/ou incorporação do Brasil a outros países , deverão descumprirem suas funções constitucionais e autoliquidarem-se como forças militares nacionais, desmoralizando-se , até historicamente , inclusive o projeto em curso e seus líderes. Ao buscarem , hoje,  a linha de frente política , mostram ao menos pretenderem  enfrentar e conhecer melhor , mais de perto , os problemas nacionais , desde que  escondidos, em segundo plano ,  seria mais fácil fugirem às suas  responsabilidades .

 

              Ou isso, fuga , direta ou indireta , ou terão que enfrentar, sem subterfúgios, e com apoio popular , os obstáculos que sempre aqui foram colocados – a contradição com interesses estrangeiros , isto com o país já deformado , com um estado e povo doentios , que, em parte, os veem como última esperança – e daí a votação em Bolsonaro .
Para o povão, hoje  – Bolsonaro  = militares  = generais = Exército = Forças Armadas = Nação Brasileira = Rebelião / Contestação = Esperança  . Sem guerra civil generalizada .
(A questão geopolítica já foi colocada , embora superficialmente, em outros artigos e pode ser vista em livros diversos, bosquejo dela nos livros de Moniz Bandeira, Nie Jr. e outros. Atenção – para as bases da OTAN, alta tecnologia, na Colômbia. A secessão do estado brasileiro pode estar mais perto do que pensa o povo brasileiro. Os militares devem  saberem disso).

                             O IMPÉRIO , O BRASIL E NOSSAS ELEIÇÕES

                    Se o Império , direta e indiretamente , sempre palpita e pesa por aqui , pouco pode nos trazer de positivo . O Império Americano nada terá  hoje a  oferecer a uma nação como o Brasil, fora promessas  que não cumprirá (o que sempre fez, de fato , até hoje) ,  nem mesmo pode dar  o  exemplo de democracia ou de um regime político ou economia , sequer  de valores morais ou éticos ;  ao contrário, produz  bombas, torturas, milhões de mortes, desrespeito a nações soberanas, apoio aos ditadores os mais indignos(caso da Arabia Saudita) ; aqueles valores antigos  ,  já não os possuem, Trump exemplo  à frente de todos , embora possam os EUA  terem  os possuído   em dias distantes (Tocqueville , “A democracia na América “).  Hoje,  corre riscos de débâcle interna, com o autoritarismo do complexo industrial militar dirigente (via Trump ou outra )  e crise econômica, fora suas clnstantes barbaridades externas.

            Quanto a outros aspectos , política externa do Império  , basta lembrar o Japão, o Iraque, a Líbia, o Afeganistão, o México, a Nicarágua …a lista vai muito longe. Basta estudar o que fizeram nesses países, grandes, pequenos, muitos também chamados, um dia, de “país do futuro”-  guerra, mentiras, dominação, pressões no sentido do atraso, ameaças,desprezo , falsidade, quebra da palavra, ardis .

                 Assim, o Império, normalmente, fora variáveis intervenientes desconhecidas  , tipo facadas , fatos inventados, fake news ,  acordos secretos, etc. buscará , primeiro , desde logo , derrotar Bolsonaro . Só que , por trás dele, há um problema – há um projeto militar (e tudo indica que nacional)  .  Não se trata da mesma  situação da década sessenta passada. Além disso, os militares , de lá para cá, como referido ,  tiveram 50 anos para considerar aquele passado – verdades e mentiras,  erros e acertos e consequências – o Braz$l que temos à nossa volta . E ,ainda,  , sabem quem é Lula, uma farsa ,  e estão vendo, sentindo, dialogando com  os resultados de 50 anos da política americana ” neoliberal” , imposta ao Brasil via direta e via farsantes como Lula .

Para finalizar, tão contraditório o “conglomerado” lulopetista, tantos os erros e mentiras cometidos,  , que se não houver intervenção decisiva a seu favor , arriscada  pelo exposto , pois o Império parece ter sido pego despreparado ,por aqui, a vitória de Bolsonaro poderá ocorrer de forma mais fácil que a prevista , quase sem luta.Esta ficará  para depois das eleições .

 

            TREZE

 

          IMPÉRIO AUMENTARÁ A VIOLÊNCIA OU $$$$$$ ?

 

                Se o Império não intervir ,  mais direto, jogando  “duro”, com recursos , mídia, etc. ,e  criando dificuldades maiores ou insolúveis, em defesa de Lulhadadil , o projeto militar poderá avançar e não se tratará de reação militar contra as “esquerdas”, no caso as lulistas , que a liderança militar sabe nada terem de esquerdas , assim como seus aliados do PC do B, fora exceções.

                [Chamarem lulopetistas de esquerdas é velho truque , insista-se sempre ,  que deu certo, para enganar incautos. Para o Império , de outro lado, será  problema o avanço militar via Bolsonaro  – militares tentando somarem-se a setores populares com um projeto nacional – o que há décadas não tem sido proposto por  aqui. O projeto militar, desta vez, dados indicam, tem face popular ].

             Se fizer intervenção mais decisiva  , o que não fez até agora,  o Império ganhará com  Lulhadadil , pois são muitos os recursos e meios de que dispõe , com as consequências  referidas . Pode ser  impedido  Bolsonaro, por exemplo  ,   pela fraude (urnas eletrônicas inconfiáveis, em que pese palavreado de ministros do Judiciário, cumprindo seu dever formal, de defendê-las e à democracia), e ele próprio parece perceber disso  . De outro lado,  invertidos os interesses e forças políticas,  pode o mesmo Bolsanaro vencer – e até já ter vencido – apoiado nessas duvidosas urnas eletrônicas .

 

*******************ADENDO , A TEMPO *****************

                                     A COMPLEXIDADE DA SITUAÇÃO POLÍTICA

                                      

(VINDA DA DÉCADA 70/GOLBERY)

                           Façamos um parênteses, talvez necessário para alguns , não familiarizados com detalhes e nossas análises.

 [ ATENÇÃO -Brasil /eleições 2018 ,  tentando clarear melhor essa situação política fluida, dúbia , investigando variáveis que podem ser intervenientes ,  de um lado e outro . Em razão da complexidade, dificuldade de entendimento , da desinformação promovida  dia a dia  pela  BIG MÍDIA, acrescentamos este adendo . (Que por certo  só interessará a estudiosos preocupados com o Brasil, hoje Braz$l )  .

 

A crise que vivemos vem de longe , de cinquenta anos ou mais. Os “militares”/aliados estrangeiros não perderam uma batalha com a volta à “democracia” – houve uma distensão, um planejamento , uma transição e um futuro planejado por eles , que buscava institucionalizar, o que foi conseguido em boa parte , “os valores da revolução de 1964”, via Constituinte(e não autêntica, pois via Congresso)  e depois Constituição.  Essa volta à democracia foi incentivada pelo Império/EUA, já conseguidos seus objetivos.

Militares mais nacionalistas, como Geisel, recusavam-se a ir adiante na política neoliberal antinacional e até romperam acordo militar secreto com os EUA . A “democracia” interessava aos EUA , para tratar da economia com os civis , e utilizar , com eles, muito mais fácil do que com militares, outras armas, não só  as que usou  em 1964(+ força, violência, embora dosada, c/  corrupção , vide IBAD, IPES, etc. Dreifuss,”1964- A Conquista do Estado ” ) .I.e., na  pós-ditsdura , + talões de cheque, $$$, corrupção .

O Brasil vem , há tempos,desde o  “golpe inicial”de 1964 à “democracia”/88 , e,  depois ,  até a queda de Dilma/Lula, impeachment , sendo administrado por projetos neoliberais, inclusive  pelo “lulopetismo “/aliados , que o Império/militares/oligarquias locais aliadas chamam de esquerdas e comunistas, e , com a corrupção crescendo , “comunistas corruptos”.

Aqui o truque, ardil , de décadas, montado pelo Império/serviços secretos . Lula , o líder máximo ,neoliberal ,  cujas posições determinaram , essencialmente,  não só o caráter do PT, como de aliados,a começar pelo PC do B, um falso comunismo;  este ator auxiliar do principal no  mesmo ardil e com a agravante de usar o nome “comunista”

                  ( Atenção – o original PC do B foi desmontado e reorganizado desde a chamada “chacina da Lapa”, 1976, e depois da derrota da guerrilha , no Araguaia, quando fundadores entregaram toda a estrutura partidária ; cf. neste site)  .

 

                     A ESSÊNCIA DE “ESQUERDA” DE LULA E ALIADOS ?

               

             Lula e seu eterno aliado PC do B, espertamente, foram  colocados,  pelo Império, serviços secretos /Redes de TV manipuladas, mídia ocidental idem,  como de esquerda corrupta , sem o serem , de esquerda, corruptos o sendo de fato , segundo a Justiça  . Estava pronto o “cavalo de Tróia” para o futuro, quando as esquerdas prevalecessem, afinal , o que o Império e seus estrategistas previam, pois sabiam os resultados negativos da aplicação da política neoliberal exploradora a um país como o Brasil. Tendências à esquerda , de dentro do PT, não dominantes, nunca tiveram poder para dar rumos ao partido, foram sempre usadas para dar apenas aparência esquerdista.

          De fato , Lula um oportunista, práxis neoliberal talibã, como bem analisou James Petras(2004, ib .) (Toda a vida de Lula , pessoal e política , fatos,etc. mostram isso; cf. neste site). Construiu-se(o Império, aliados, com um projeto e estratégia para o futuro do Brasil, planejamento típico militar para após guerras ganhas )  um “monstro”, um frankenstein, o lulopetismo e aliados,  uma direita americanófila, um “cavalo de Troia”, direita braba fantasiada de esquerda, fazendo alianças à esquerda e direita, corrompendo, com muitas verbas, dando propinas, etc. – o “neolulopetismo”, a certa altura ,com aderentes os mais oportunistas possível .

              Os militares brasileiros, passado, claro, sabiam disso, via Golbery, em especial, e participaram disso  ;  alguns de fora,  desconfiaram, como Brizola,  e Mário Garnero(“Jogo Duro”) ,  mas a farsa foi encoberta por propaganda, até mundial, ‘bolsas família’ , a “batida” dia a dia da big mídia, via  Redes de Mídia, tv em especial – promovendo “Lula , líder das esquerdas”- o que chega a essas eleições e deixa entrever cumplicidade com o Império , por parte de alguns analistas bem informados e formados.

           Neste tempo todo,  foi aplicada uma política de direita, ao Brasil, via Meirelles,FMI e outros, neoliberal, à frente o “esquerdista” esperto Lula, um farsante, o Brasil mergulhado na política neoliberal americanófila que nos legou o que está a nossa volta . Tal foi até 2014,  as esquerdas autênticas e outras falsas, talvez até criadas ou infiltradas ou manipuladas pelos serviços secretos (o que foi facilitado pela legalidade ), perdendo-se e/ou corrompendo-se ou enganando-se com tal ardil, evidente estratégia típica dos serviços secretos e militares. Protestos populares (2012) nas ruas identificaram a crise,  não mais podendo ela  ser escondida.

              Com a explosão da crise geral e popular ,  em 2014, acúmulo de erros e corrupção de décadas, desde antes de Luladilma, já com a política neoliberal,em curso ,  o caos ficou evidente , atingindo todo o país . Quando  outras correntes também neoliberais, políticas, parte do bloco dominante de poder, premidas por esses escândalos, descontrole da dívida pública, dívida fiscal , manobras, corrupção sistêmica, etc. ,sem melhor saída por estar em risco o próprio regime político, o país em ruínas – resolveram  implementar o  impeachment de Dilma  (incompleto , via Renan e Lewandowsky) . Já premidas, atiçadas  por intervenção de algumas frações políticas militares revoltadas com a situação, mas talvez não conscientes da farsa dos “comunistas corruptos”. Impeachment ou intervenção militar deve ter sido a opção decidida entre Temer, PMDB , e uma maioria parlamentar e o Exército , à frente das demais forças.

            Colocaram os parlamentares (pois não havia outro jeito) o sócio deles, Temer/PMDB   (parceiro nos mesmos vícios e politica anteriores , de Lula, Dilma, etc. , conscientes do acima dito , isto é, que Lula era direita e neoliberal e corrupto),  no centro de gravidade do bloco de poder dominante. ( Este engloba várias frações dominantes e não apenas uma ,a hegemônica , em certas conjunturas políticas). Temer e cia. logo mostraram , com mais escândalos , sua face também neoliberal, parceiros que eram dos lulopetistas, avolumando-se a crise . Lula , bem assessorado, por certo pelo Império , colocou-se , no caso, como vítima , perseguido, etc. , fingindo de ‘esquerda’ e antineoliberal, tentando aglutinar as suas  “esquerdas” , e as esquerdas, com pouco sucesso .Em especial , quanto às segundas , que  denunciaram seus erros e oportunismos, caso do PSTU , por exemplo . 

               Então , contra Lula, o falso esquerdista , avolumou-se , naturalmente, uma oposição de direita, conservadora  (já havia um Bolsonaro em ação ) e uma outra mínima , à esquerda, consciente do acima exposto, mas sem  força ou Redes de Mídia para esclarecer o cerne da opinião pública e povo . A direita conservadora, mais autêntica que a falsa de Lula, e religiosa, c/ apoio evangélico , afirmou-se , facilitada pela mídia, que classificava Lula, nos moldes  do velho truque , que vinha da década 80 , como esquerda – “comunista corrupta “, sem ética, moral, ideologia , valores , etc. Isto aliando “Lulapetistas/corruptos/esquerdas”, uma falsidade ,  num balaio só , com ainda uma  Cuba , Venezuela, etc.,  países combatidos pelo Império Americano , por anti-imperialistas .

 

                        ESQUERDAS E ‘ESQUERDAS’ NEOLIBERAIS

               Solidificou-se , via big mídia do Império , a mentira de décadas – Lula, P C do B, que nada tem de comunista fora o nome (Prestes) , comunistas, esquerdistas (mentira evidente)  corruptos ; versus Bolsonaro , honesto , digno , com valores, religioso, e mais conservadores, Igrejas,etc. 

                        Lula e aliados, inclusive Haddad , independente de centenas de erros e deslizes ,  passaram a serem  vítimas e centro  do ardil do qual fizeram  parte e beneficiaram-se , por décadas . E fazendo o jogo do Império e dos “militares”, estes sem poderem sair mais dele  ; do outro lado, as direitas , oligarquias nacionais e internacionais,  conscientes do acima ou não (algumas aproveitaram-se , como o Império, desse ardil citado ,de décadas  , para voltarem-se à direita com o aval de Lula e avançarem o neoliberalismo no Brasil),  parte ainda (2018)somando com Lula e cia. (caso de Calheiros e outros ) , por saberem quem é Lula e para serem reeleitas .Outra parte aliando-se a Bolsonaro, para acabar com tal situação , de vez.

                       Esquerdas de fato, sem sequer elegerem deputados (por motivos óbvios, sabotadas de dentro e fora pelo truque neoliberal e pelo lulopetismo) , perdendo-se e derrocando-se , além de verem o lulopetismo tido como esquerda de fato, em seu lugar,  desmoralizando-as, sem conseguirem defenderem-se. Até porque parte foi  ou é ainda aliada do lulopetismo. O processo neoliberal descrito, um truque ao fundo, foi tão poderoso que esmagou , no caminho, correntes democráticas, e inclusive o PSDB , que abandonou sindicatos, operários,etc. e como o PT, CUT, movimentos sociais em maioria, abrigou-se sob as asas do Império e da corrupção via oligarquias locais . Todos disfarçados de democratas  e travestidos , via  Lula , líder esquerdista. Este processo teve êxito até mundial e , por certo, existiram outras “lulas” em outros lugares e com táticas semelhantes à sua volta.

 

                          MILITARES DÃO UM BASTA À FARSA LULOPETISTA

                  A grande mudança nesse contexto , que por certo poderia continuar por mais alguns anos,apoiado pelo Impériuo ,  para depois esboroar-se logo adiante, parece ter sido o comportamento das instituições militares – dos “militares” – que resolveram intrometer-se , dar um fim a esse truque usado (e coonestado por eles, décadas, pois sabiam e sabem disso) . Já o Império tem mostrado  que pretenderia continuar no mesmo caminho do ardil anterior – Lula ou outro lulista como presidente. Os militares,possível , percebendo o caos brasileiro ( ao fundo , provável os militares , tropa , terem sido  enganados , em 1964, pelos serviços de informação, peso do Império, alguns setores teóricos do Exército, Golbery dando as cartas ), resolveram dar um basta nisso . Além de tudo, estaria a cúpula militar pressionada por parte da tropa .

                Daí a CIA e o Império jogando suas baterias de propaganda contra eles e Bolsonaro, usando alguns argumentos até corretos, mas não indo ao cerne da questão,  que é o acima exposto, conhecido pela cúpula militar – o Brasil se degringolando , ruindo , com Lulopetistas e Império mancomunados, à frente , mascarados evidente .

               Possível tal explique ataques do Império aos militares , e em plano mundial, via Bolsonaro, seu representante.  A posição militar é explicável – o Brasil ruindo , Lula preso e, cinicamente, evidente desonesto e culpado de vários ilícitos, querendo continuar à frente do país . Além disso, frações militares, conscientes ou não do traidor emérito que é Lula da Silva , já a ponto de rebeldia , exigindo providências que ou viriam via “democrática” ou intervenção militar. Pressionados pelo Império, Mídia, ONU, etc. só restava uma saída para os” militares” – a via  projeto militar , legitimado pelo voto. Bolsonaro já ‘montado no cavalo’, o meio mais fácil, desde que o aceitasse – daí em diante , as instituições militares e um projeto com táticas e estratégia estabelecidas a serviço da candidatura dele. 

               Se o trunfo maior deles seria dizer à Nação quem é realmente Lula, trunfo imbatível que deceparia a cabeça do lulopetismo (eles o sabem, tem provas,etc.) o primeiro passo seria ir aos poucos , na liquidação do inimigo , e aproveitando o velho truque do passado – lembrar , Lula e  aliados chamados de  “comunistas corruptos “, etc. etc. – no sentido do ardil usado durante décadas. Primeiro, culpa-se os “comunistas corruptos”, falsos ,  política neoliberal, do caos brasileiro ; segundo , continua-se à direita , livres para pregar …uma política neoliberal …que não  teria sido empregada , corretamente ao menos, pelos “comunistas corruptos”. (Meirelles e outros na Fazenda , esquecidos) ; terceiro, tal do agrado do Império e contornando críticas a ele e autocríticas a eles próprios militares.  

              Os outros trunfos políticos , de mais perigoso uso(mexer em serviços de informação , nacionais e estrangeiros ) ficariam  para adiante – se necessário( entrar na traição de Lula, suas ligações com o Império, seu passado, Golbery…terreno pantanoso , que envolve erros militares e poderia dar margem a explorações diversas , até de historiadores) .

              Pelas razões antes expostas, no  conjunto deste artigo, lulopetistas e o líder neoliberal preso,  quase imobilizados – pelas mentiras, falsidade valores,demagogia ,  etc. a ponto de obrigados a mudarem de cores políticas , bandeiras, estandartes, discursos, às pressas – derrota à vista , fora anormalidade muito séria (com possível intervenção do Império). 

               Ao meio desse conjunto de mentiras, complicações, situações complexas, desinformação a ser decifrada sempre, fatos a serem cotejados, o povo parece optar por livrar-se do lulopetismo e com certa razão – se é comunista corrupto, como muitos podem pensar, ateu , etc. traidor , como votar nele ?  E se há um exagero nisso , ao menos sem dúvida são mesmo corruptos e mentirosos , portanto só isso justificaria o voto popular contrário a Lula e cia  . A essa altura das mentiras da mídia, das redes sociais, da propaganda – meras palavras ou imagens passadas de Bolsonaro ou referências ao passado, não parecem suficientes para mudar isso. E se o povo estaria sendo enganado quanto a Bolsonaro , votando na direita neoliberal frenética , também o estariam os eleitores de Lula da Silva , há décadas, votando , enganados , na mesma direita neoliberal , pensando votarem à esquerda contra o PSDB também  “neoliberal”, truque que deu certo por várias eleições. Ambas frações políticas neoliberais componentes do bloco dominante no poder. 

                A par disso , as urnas eletrônicas, inconfiáveis, com estranhos resultados (cf. neste blog) colocadas em dúvida, com razão , por Bolsonaro e muitos especialistas (id., cf. art. no site ). De qualquer modo, um já dócil Toffoli(afinal, chegou a ministro do STF com o lulopetismo ) nomeou para assessor especial um General, indicado pelo Comandante do Exército, o que fala por si só. Não será tão fácil , agora , essas urnas , tão defendidas por órgãos da União , como a Advocacia Geral e a Procuradoria, voltarem-se  contra o voto dos bolsonaristas. Movimentos finais contra Bolsonaro e seus eleitores, nesta batalha eleitoral final, serão mais difíceis , não tão rápidos e fáceis como os que atingiram primeiro Marina , tirando-a da disputa e, depois, contra Aécio, idem(2014).

              O que foi conveniente para Lula, tendo havido declarações de Toffoli inesquecíveis , em defesa dessas urnas, à época .Será mais difícil ludibriar , se este foi o caso em 2014, os “militares”. Ao contrário, a enorme bancada parlamentar eleita pelo PSL , agora, 2018, sem se poder verificar os votos, pode mostrar que a situação inverteu-se(?!) e que a votação pró-Bolsnaro pode até aumentar . Lulopetistas não reclamariam nem duvidariam das urnas eletrônicas, chamadas neste site de “urnas mágicas”, como nunca o fizeram no passado, por que antes beneficiários delas ? Pode ser.

                 [A  essência da política vai bem além da aparência, e aquela é que nos importa. Politica é astúcia, conspiração , mentira , luta pelo poder . Não se confunde com moral, ética , bondade. (Freund, id.) . Difícil explicar, repetir, o acima, complexo , em poucas palavras, para aqueles que querem entender uma situação complexa lendo, apenas,  meia dúzia de linhas ou gravações de um minuto ou menos. O acima desenvolvido é mais para ser discutido, motivo de reflexão do que tomado como definitivo, algo absoluto, mas é uma aproximação com a “verdade”, fundamental tanto para quem busca alterar uma realidade, como para os que buscam mantê-la. Só que para os últimos é fundamental escondê-la, via desinformação, omissão, desconstrução da linguagem , etc. Para os primeiros , buscar-se a ” verdade” ,  um caminho para entendimento além da forma falseada típica da politica brasileira)] .

*************************************************

             

                            CASUALIDADES OU CAUSALIDADES ?

              Poderão serem usados este  ou outros ardis políticos  , para a vitória lulopetista – ou mesmo a de seu opositor, tão fluida , complexa, contraditória a situação política brasileira . Anote-se que a big mídia anunciou,  festivamente,  que o atentado contra Bolsonaro fora feito por um único homem e este , após laudo, considerado com problemas psicológicos . Omitiu a mídia  que,  quanto ao primeiro item , a investigação não estava terminada ; e quanto ao segundo, tratava-se de laudo produzido pela própria defesa do acusado, laudo parcial pois. Até hoje ninguém sabe direito quem pagou e paga a defesa do acusado, preso longe do grandes centros urbanos ,para sua própria proteção , segundo a Polícia.

               Outra casualidade , a do tal cadastramento biométrico , exato num dia de votação complexa, primeiro turno, muitos candidatos e números, e votações ,  inclusive  a para presidente , justo a última . Coisas estranhas ocorreram durante essa votação – casualidades ?  Como as denúncias da CIA, contra militares ,  em vésperas da campanha eleitoral  ? E as  manifestações no exterior , ONU , AFL-CIO, atores americanos, etc. pró-Lula ? A  facada tão exata e estranha em Bolsonaro, sem nenhum planejamento, o autor isolado e já esquecido ? Agora, manifestações no exterior pela demarcação de terras indígenas, exigindo respeito à Constituição(?!) , tudo casual? E as manifestações,  por todo o mundo ocidental , de uma ponta a outra, contra os militares brasileiros e Bolsonaro ?

                 Pode haver um empecilho, variável interveniente , a ser usado pelos militares, para decidirem o jogo político  – denúncias (muitas ) com provas contra Lula , PT , próceres do neolulopetismo , se os” militares” resolverem tal ,  assumirem isso , mesmo que batendo de frente com um velho e valioso  coringa político do Império- Lula .  Isto é , se jogarem na mesa de jogo político , redes de mídia , debates, as denúncias que conhecem ,  contarem ao povo brasileiro  quem é realmente Lula (eles o sabem) e desmoralizarem-no  , de vez .

                         Se tiverem informações sobre as urnas eletrônicas ( podem estarem sendo fraudadas há tempos,  envolvendo o blindado STF), o que é possível, pois estiveram envolvidos em suas origens,  tal possibilidade de denúncia é trunfo forte. Seria a desmoralização final do “sistema”, usando-se  a palavra de Bolsonaro . No momento, pois, os militares brasileiros , diga-se Bolsonaro em resumo , talvez  possuam alguns trunfos capazes de propiciar vitória – neste momento. Possível jogo duro de bastidores, sobre o qual só podemos conjeturar . De qualquer modo , a CIA fazer o que fez contra eles, há pouco, sem resposta …?

                 Será por isso tudo  que Toffoli, velho lulista de carteirinha, aceitou um general , que o elogia , como assessor do STF, algo também”casual” ,embora estranho ? Evidente , estão acertados . STF/militares – em que bases ? Quem teve  força para impor o que ? Em princípio, a instituição militar, para não usar-se a palavra “militares”todo o tempo .

               Entenda-se que podem existir vitórias por simples dissuasão – sabendo-se derrotado , o adversário entrega o jogo para evitar maiores prejuízos , considerados certos. Pode ser o caso de Lulhadadil – ou do candidato militar ? Apenas de Lula, acertando uma derrota disfarçada? Já a teria combinado antes , quando sabotou Ciro Gomes ? Teria previsto este segundo turno, em tão grande desvantagem ? Hipóteses.

              Sim , no caso, só quem tem trunfos mais ou menos identificados  são os “militares” – podem quebrar de vez Lula , na campanha , desmoralizando-o e vencendo . Prevendo isto,  e por  tudo referido , Haddad teria proposto a Bolsonaro uma campanha ” de alto nível”  ?

              E Bolsonaro  teria dito não ,eis que Haddad já estaria mentindo , então não tendo sentido ? Bolsonaro teria  recusado abrir mão de seu trunfo mais forte, em vista do antes referido ? Evidente que a  proposta não veio de Haddad , mas do preso de Curitiba .

                O Império pode resolver não fazer tal enfrentamento com os militares , buscando usar quanto a eles outros recursos(cooptação , corrupção, etc.) . Os militares, por sua vez , podem manterem-se firmes, mostrarem seus trunfos nos bastidores  e vencerem –  por dissuasão. Lula está desgastado  e , normalmente, sem apoio decidido do Império,  perderá  .

Como poderá perder mesmo com esse apoio, caso Bolsonaro/militares resolverem mesmo  desmoralizá-lo,  indo tão longe quanto necessário para vencer .

                  Lula , por sua vez, sabe quem ele próprio  é , da proteção do Império a ele  – e dos inúmeros ilícitos que cometeu, além de saber ou imaginar o que os militares devem saber  sobre ele (gravações, filmes, fotos, documentos, etc.).A Lula não interessa um desfecho “violento” , toda sua corrupção e ilícitos exibidos nacionalm6ente. Melhor um recuo ordenado e uma derrota “educada”, que lhe deixe rotas de fuga e saídas políticas e pessoais.

                 Se os militares firmarem mesmo posição firme , ele, um covarde e bon vivant (Odebrecht e Golbery) poderá recuar . Deixará tudo, de fato , com Haddad e outros, abdicando de qualquer decisão ?  – o que significará admissão de derrota . Na hipótese, comunicará a Bolsonaro  , mantendo todos o jogo teatral até o fim .

                 Em vista do exposto , Bolsonaro poderá … vencer sem que se chegue a extremos . Porque , para o Império , o quadro político não será o pior , em nenhuma hipótese-  tem recursos , tempo e, afinal, tem fidelidades nas forças armadas brasileiras , em maioria, e garantias, por certo, das cúpulas e do próprio Bolsonaro. Hipóteses outras ficariam para o futuro. Trabalha com método , antecedência, hipóteses .

                   Este seria o mais pacífico desfecho para a situação – negociada alguma saída , minimamente digna , para Lula . Já no poder , só os militares teriam  condições para tal. O destino dessa campanha, pelo exposto, dependerá de acordo entre o Império e o Poder Militar , que hoje controla o enfraquecido estado brasileiro. Os votos dependem de fatores acima de eleições .

              Lula deverá capitular e ceder – como um servidor e dependente do Império e das próprias forças militares. Jogou suas últimas cartadas no primeiro turno, quando uma votação avalassadora a seu favor talvez pudesse mudar o quadro – ou , nesse interregno ,se talvez  houvesse uma modificação nas decisões judiciais a seu favor, o que os militares impediram. Nada aconteceu. Portanto , está condenado nessas eleições – ou depois.

                  Lula. Seus adeptos continuam tentando ajudá-lo  –  Lewandowsky/STF , de ofício, garantiu Garotinho solto sob o argumento que prisão só após “sentença final transitada em julgado ;  isto é, voltou à discussão sobre a prisão após condenação em segunda instância , caso Lula. Está sob pressão lulopetista e visando adiante  soltar Lula , já preparando condições . O mesmo vale para os ataques de uma parte da Justiça , via ministros , contra Moro e Daltan, em curso, visando recalcar a operação “lava jato”. Não perceberam que perderam a luta – opção:conciliar ou perder mais ainda .

                  Lulhadadil  está  bem mais manso,  porque talvez o jogo já tenha sido decidido , nos bastidores – e nós, o povo, não saibamos . Lula e seu preposto estão  usando a máscara oposta da até há pouco usada  .Ou seja ,se antes  a de esquerdista ameaçador e radical , agora  a de ovelhinha educada , a do “lulinha paz e amorh”, via Haddad , que deverá mante-la até “vencer” ou perder , entregando  o “jogo” . ( Atenção – até a vitória de Haddad/Lula pode  fazer parte também de um acordo, negociação secreta- venceria , mas entregando o poder efetivo aos militares. Improvável, muito, mas sempre possível ) .

             Agora só há dois jogadores  capazes de decidirem –  o Império,  via superposta pessoa  ; ou os “militares”, Exército, no poder local, aliados duvidosos e inconfiáveis  do outro  . Dependendo dos interesses , a logística do Império ,até agora fornecida a Lula,  poderá ser deslocada para Haddad. Lula é apenas preposto também, conduzido e induzido – nada decide . Tudo que fala e/ou escreve monitorado pelos militares e inimigos. Fará o que mandarem os conselheiros ou assessores , contatos indiretos com o Império.

            Poderá  entregar o jogo , dependendo de acordo, perdendo com “pose e dignidade”.  Deverá negociar , para isso  , saída pessoal e política para ele próprio , pois o  jogo está perdido, de uma forma ou outra. E ele sabe disso . Jogo perdido . Não para o Império ou para os “militares”, ou Bolsonaro ,  mas para Lula e aliados – em qualquer hipótese. Perdendo , poderá ganhar mais nas negociações, se agir desde já . (É esperto para entender isso, pois negociava com empresários , desde a década 70, perdendo , mas obtendo algumas vantagens que agradavam à massa de trabalhadores. Mario Garnero , Odebrecht e outros lembram a esperteza do amigo” boa vida”,  Lula da Silva . Cf. “Jogo Duro”).

              O jogo está  jogado. Lula perdeu, idem PT/aliados , as “esquerdas”, não as esquerdas , sem aspas . Podem os  lulopetistas fazerem a rendição  agora ou adiante- podem antecipar-se, negociando ,  ou não , nos bastidores . O  conhecimento da derrota-  que já tem a cúpula lulopetista,  deve ser escondido dos militantes, desconfiados já,  em qualquer hipótese , óbvios motivos. Ou “acertarem” antes, buscarem uma saída – e até indicamos uma razoável e menos pior para  todos e o povo brasileiro – ou  ir até o amargo fim. (Aposta esta, aliás, do sociólogo James Petras. “Brasil – Lula” …id. Lulopetistas iriam com Lula até ” o amargo fim” , sócios no butim nacional)  .  Agora , se capitulando, em segredo , Lula e cúpula teriam a vantagem de negociar melhor a seu favor – uma saída mais digna , política e pessoal, para todos, Lula, em especial.

         O projeto militar acha-se avançado. Não voltará atrás . Democratas e os mais  à esquerda terão que  dialogar com ” militares”  , organizarem partidos e movimentos democráticos ,  fazerem o que não fizeram em décadas dessa democracia falseada , real estado de exceção informal e implícito , que não durará p/ sempre – e prepararem-se para uma nova fase da política brasileira. As verdadeiras esquerdas devem compenetrar-se que o que talvez penssassem agradável jogo – acabou .

              Democratas. Pesarem  derrotas, imaginarem quantos os infiltrados,etc.(ou pensavam estarem “independentes”, livres” , em segurança, na “democracia” ? ) Lembrarem a questão velha da segurança – fazerem  projetos e programas para o futuro . (Reavaliarem  a situação mundial e brasileira, criticarem outros movimentos e a si próprios ) . Para muito oportunistas, até será agradável – acumularam dinheiro, imóveis , cargos, mandatos,enriqueceram ou subiram na escala social usando a desculpa furada de serem ” oposição –  “comunistas, socialistas, esquerdistas “.Ou tratava-se do oposto , mascarado, evidente ?

            O projeto militar não recuará ,vença ou perca , com Bolsonaro. Se perder, vencerá , mas, logo adiante , os lulopetistas pagando preço maior ainda – na próxima derrota , e por seus muitos ilícitos, pois irritarão mais ainda seus inimigos e estarão mais fracos . Os inimigos estão às portas das muralhas e poderão entrar nelas  por acordo, dando e recebendo compensações –  ou derrubando-as . Quer dizer, batalhando mais ou menos, o que gerará mais ou menos cobranças e vinganças .

             Chegaram os militares ao poder para ficarem –  sem prazo  . Este  será agora  o do alcance do  pretendido “desenvolvimento”, soberania, independência nacional –  que, dependendo do programa, circunstâncias, recorde-se –  serão inalcançáveis , o que significaria presença militar para sempre , até à redenção ou o fim da Nação brasileira . Tudo indica que ficarão no poder  , buscando conquistar , ao máximo que puderem, o apoio popular – pois , por certo,  tiraram as lições do passado, até c/ Lula .( Esse apoio popular, de algum modo, sempre foi buscado , pelo antigo regime militar ,  até nos mais duros momentos ) .

              O povo brasileiro será obrigado a trilhar  novos caminhos , com correção de erros . E lutar para manter as fatias de  democracia alcançadas , sem admitir deturpações ou decisões mascaradas,  de bastidores , lutando por mais transparência/ democracia . Discutir seus problemas da forma mais transparente possível e exigir o mesmo do poder em exercício .

              Democracia ,  Independência, Soberania Popular , Soberania Nacional – discussão ampla dos problemas políticos, econômicos e sociais, diálogo  entre  as correntes políticas. Constituinte e uma nova Constituição ,  único  meio de legitimação,  ainda que sempre  transitória,  dos interesses contraditórios em jogo ,  com recurso a  referendos e plebiscitos , se necessário . O que poderá implicar no enfrentamento , quase inevitável e imediato , com as  oligarquias predominantes e seus  aliados estrangeiros , parte da  big mídia agressiva e manipuladora, que não tem  interesse em mudanças ou no destino do pobre , majoritário povo brasileiro.

                Até porque   a maioria delas sequer mora no Brasil.

____________________________________________________________________________________________

 (*) Original não revisado , o que não impede entendimento. As menções a outros artigos visam simplificar o texto, assim como repetição de referências . Algumas repetições devem-se à não revisão e tentativa de levantar hipóteses e perspectivas. Tendo condições, serão corrigidas adiante. Referências a livros e textos e artigos, incompletas , cortadas por questão de simplificação e tempo, podem ser encontradas nos livros,  pois foram rigorosamente citadas . A citação de um ponto específico de um livro não significa concordância com o conjunto de teses do autor  ou com com sua tese principal.

 

       

 

 

     

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.