O Assassinato do Brasil

mar 3, 2017 by

O Assassinato do Brasil

O Assassinato do Brasil

      O Assassinato do Brasil*Quem ? Como ? Onde? Por quê? Com que armas ? * – Brasil/50 anos – irresponsabilidade, ignorância ,traição nacional .

                                                                                     (redação)
  [ Este blog /site esteve dias fora  do ar ,de repente, por razões não entendidas,  e não por nossa vontade. ] 

  I-INFORMAÇÕES  E CONHECIMENTO

           A  “verdade”, conhecimento, da História, da História Política , a  informação  detalhada , a análise correta vai interessar apenas a  (1) quem pretenda “conservar “ a realidade política , o “estatus quo”  , impedir mudanças sociais  e políticas , não de seu interesse e sob seu controle (no caso , ao Império , hegemônico, vencedor ) que buscará não divulgá-la, mas escondê-la, expondo a público apenas o que favorecer a seus interesses . (Isto é , escondendo-a e usando-a, “secreta”, “conspirativamente”, a seu favor ) 
       Ou vai interessar a (2) quem quer mudar a “realidade ( e como mudá-la  se a desconhecemos ?),  o que só vai interessar aos prejudicados por ela, insatisfeitos, por exemplo aos povos atrasados, explorados, em processo de extinção, interessados, pois,  em mudanças.
          Tal é  conhecido e divulgado desde Sun-Tsé (400 AC) , China,( “A arte da guerra”) e está nos  manuais dos serviços secretos ou em estudos sobre a guerra, como elemento preliminar a ela  .
     “Conhecer suas próprias forças e as do inimigo , em detalhes ”. Sem isso, nada se modificará , em especial ,  e jamais se vencerá qualquer disputa com um adversário cuidadoso , até porque sabendo tal ele forçará ou evitará o conflito , conforme seus interesses . Numa guerra ,ou qualquer luta política,  a ausência dessas informações verazes , análises não ufanistas ou ‘ideológicas” ,  é o caminho certo para a derrota.
        Essas informações, sua  necessidade , estão nas origens dos serviços secretos, sua razão de ser  – informações, análises , conhecimento. São um produto do maior valor, em especial em disputas políticas e entre estados , pago literalmente a peso de ouro. (A CIA , por exemplo, entre outros meios de ação, sempre comprou , e pagou bem, por informações. Cf. Mir, “A revolução impossível…” , Ou “Diário da CIA” ).
INTELIGÊNCIA E CONTRAINTELIGÊNCIA 
        A CIA leva isso tão a sério que usa , como aprendizado , imaginação , previsão do futuro, até idéias de ficção científica , histórias de mistérios e outras, tendo imensa biblioteca e departamentos de estudos de alto nível , com ligações com as maiores universidades do mundo – ela  quer ,de fato, entender , ter análises corretas , saber, conhecer  a real situação política e social de qualquer país e onde quer que lhe interesse .
      A partir daí , agirá segundo seus interesses(da potência para a qual atua,EUA e aliados )   e , quando sem condições para isso, aconselhará , indicará a intervenção de outros “setores” -outras agências, agências locais , FBI, CSN, Forças Armadas , Departamento de Estado e até Presidência da República.
          Com tal(Inteligente)  política, ela  constrói, intervém, altera o curso ” natural ” da História , como fez no Brasil e outros países .(Usa para isso todo tipo de informação e análise, inclusive marxistas) .
          A ingenuidade das esquerdas brasileiras a respeito , e  dos democratas de diversos partidos, é impressionante – veja-se , nos EUA , o caso de Nixon, envolvendo informações , que levou-o à queda , Watergate, entre outros erros , que , mal executado , provocou fim trágico dele .  Tratava-se de quê ?
     Informação, ardis, comprados por altos preços, envolvendo elementos ligados a setores de  segurança. No Brasil, veja-se a compra de informações, contrato de agentes, etc. feito em casos conhecidos e escandalosos , como o que envolveu o mega-empresário Daniel Dantas e  empresas  de  telecomunicações, na administração Lula/Dirceu.
        E o chamado “golpe de 1964” , Brasil, todo  articulado via serviços secretos e de informações , e todo  o processo político posterior seguindo um “fio de meada” puxado  pelos serviços de informação, Golbery um dos elos mais evidentes .(Cf.entre outros ” Ministério do Silêncio” , de Lucas Figueiredo ). Antes do “golpe de 1964 ” e depois – a CIA atuou na fundação/organização  dos serviços secretos brasileiros e da Polícia Federal .
 

     II– NARRATIVAS, ILUSÕES, MENTIRAS

       O Brasil, nas últimas décadas , passou por mudanças significativas, a partir do chamado “golpe” de 1964, que, como temos afirmado neste blog, foi muito mais que isso – porque (a)envolveu vários golpes e não um apenas , caso do AI-2, do AI-5, do que seguiu-se à morte de Costa e Silva, do após a morte de Tancredo Neves, estes dois últimos  iniciados com doença e morte, e decisivos nos destinos do Brasil , repercutindo nos dias de hoje.
         Mais –  neste período , desde a “conquista do Estado “, em 1964, (Cf. Dreifuss, R.A, em seu básico livro “1964- a conquista do Estado “) e (b) foi muito além de um mero “golpe de Estado”, transmutando-se aos poucos não numa revolução democrática e nacional , como diziam desejarem seus autores, ingênuos de boa-fé (uns poucos) e safardanas traidores nacionais(outros) ; sim, contra-revoluçāo anti-democrática e anti-nacional   ; terceiros , os verdadeiros comandantes, estrangeiros,  com projetos delineados puxando os fios através de seus serviços secretos (CIA e outros ; Figueiredo, L,”Ministério do Silêncio” , ob.cit.)  , dos serviços secretos brasileiros, por eles organizados e financiados , das forças militares em geral , aliadas a oligarquias locais conservadoras .
       Todos assustados com o exagerado e multiplicado( pela mídia do Império)  “perigo comunista”iminente (Chomnsky, “Como entender o poder “ – nele as reais razões ).
        Ao final, atentados terroristas e tiroteios de rua , assustadores para os militares , classes médias e aquelas oligarquias, estimulados por infiltrações da CIA , desde o início , como o comprova a presença de um Cabo Anselmo(quanto a este, cf. “O governo João Goulart”, de Moniz Bandeira, entre outros ; em geral, “Marighella”, de Magalhães, M. ; e “A revolução impossível, de Mir, L.) e de agentes diversos , no grupo de Marighella, entre eles Mallavasi (Magalhães, ob.cit.).
  O IMPÉRIO, ONIPRESENTE 
         O que se viu , nesses anos ? O Império dando as “cartas” no Brasil, desde então – primeiro, via regime terrorista hediondo ; depois , via “democracia relativa” golberyana, Constituição sob o controle  da direita (cf. R.A.Dreifuss, “O jogo da direita”); através das eleições de Sarney(substituto de Tancredo Neves, num golpe descarado e escamoteado pelas elites políticas conciliadoras) ; depois,  Collor (um farsante descarado, corrupto, eleito na confusão, que virou à direita mais e mais , rápido) ; seguindo-se FHC , com a inflação na garganta, empurrado para privatizações; desnacionalizações ; e , afinal, alguém de “esquerda” , Lula, para completar o trabalho dos anteriores, que nem os militares, paradoxalmente, quiseram fazer – a falência da Petrobrás, entrega de terras, multiplicação da dívida pública, etc.
[no caso de Lula, suas ações, desde o início, pré-administração , virando à direita, estão bem contadas em “O que sei sobre Lula “, de J.Neumane Pinto ; “Cartas a Lula”, de Marcos Arruda ; “A década perdida “, de M.A .Villa ; “Brasil – Lula, ano zero” , de J.Petras ; e “Anatomia de  um desastre “, de Cláudia Safatle , entre outros ). Petras, em 2004, em especial, já  desmascara o “governo” traidor de Lula , de forma implacável, numa previsão incrivelmente exata de tudo desnudado em 2014/16, numa prova da capacidade analítica do marxismo(usado por ele)  e de estudos realmente independentes . (Cf. na obra citada, curta e simples )].
           Entretanto, nada disso ficou claro para o povo brasileiro . Ao contrário, a exemplo do mais que falso “milagre brasileiro” da época da ditadura , que durou alguns anos, bem promovido pela grande mídia, tendo sido promovido por agências de propaganda internacionais, o mesmo ocorreu nos governos Lula e Dilma, com os marqueteiros Santana, pagos como Duda Mendonça antes(“mensalão”) , no exterior , e usando métodos semelhantes(técnica conhecida  de dominação social pela intimidação , medo de mudanças, etc. incrementado via mídia televisiva ).

III – ARMADILHAS E FALSIDADES

(Os 3 políticos “neoliberais”)-FARSA
O Assassinato do Brasil
        Durante todas as administrações lulopetistas cabe ressalvar um conjunto de narrativas falsas, propaganda, corrupção ,desde o início (recordar que ,em 2002 , Lula assinava a “Carta aos brasileiros” e ,em 2004 ,estourava o “mensalão”, do qual ele escapou , e foi reeleito , ainda elegendo depois Dilma, graças ao STF  , cheio de ministros  por ele nomeados – e pela grande mídia do Império , mais propaganda intensiva – pois bem,  Lula ainda assim foi poder estatal de 2004 a 2016, quando cai Dilma – e pela metade – com limitações (cf. arts. neste site ).
        Pergunta – por quê ? Como ? Quem o sustentou e tirou do fundo do poço ?
      Só há uma resposta viável para retirar do fundo do poço e da desmoralização um elemento como Lula, já identificado por muitos (inclusive neste blog ) – o Império, com seu enorme poder e tentáculos inumeráveis, inclusive os secretos.
      Bastante claro que o Brasil deu um incrível , quase inexplicável (não fosse lembrar-se a maior força política de nosso tempo , e o autor do “golpe de 1964”, com seus tentáculos atuando há muito e indo longe, o Império do Capital )  – “salto para trás” , aos poucos, num caminho tortuoso que começa em 1954, quando o suicídio de Getúlio adiou o golpe militar naquela data , tem ponto alto em 1964 e depois percorre um terreno movediço, caindo em armadilhas, desindustrializando-se , corrompendo-se mais sua elite política e empresarial, tudo desabando em 2016, inclusive sua maior empresa e orgulho – Petrobrás.
      Configurava-se a explicação de
 Chomsky(“Como entender o poder “ – os EUA não admitem em seu sistema neocolonizador , nacionalismo, soberania ou independência , ou seja rivais, nem de direita nem de esquerda ) ;  a previsão de Hélio Jaguaribe(República de fancaria, fantasia, em resumo ) , a insinuação genérica de Darcy (“Um dia se verá que melhor uma República de Bananas do que uma República das Multinacionais “),  a afirmação de Ianni(“somos uma província”, esta já em 2002), e a bem recente afirmação de Mangabeira Unger – “O Brasil é um protetorado dos EUA , eu gostaria que fosse um parceiro “.
        De fato, não teria havido já uma substancial mudança , entre o Brasil até 1964(desde Jânio com “governos paralelos”, influência exterior, parcela da economia sob controle estrangeiro, cf. Dreifuss, “A conquista …”) e o que se seguiu , tudo bem claro , em 2016 ? Isto é,agora  Braz$l, como já referido , que usamos para facilidade didática de distinção entre  os dois períodos bem demarcados ?
         Fatorelli, M.L., já antes e ,em especial ,em 2014, mencionava o prejuízo de bilhões dado pela administração Dilma (que não governava, como Lula e outros não governaram, mas atuavam dentro de limites dados por interesses estrangeiros ) (Cf. “O Banco Central está suicidando o Brasil-2014”) ; Prestes, em 1982, dizia que era preciso entender a nova situação – “o inimigo hoje está dentro do país, multinacionais e capital financeiro “, lembrando que tratava-se de nova situação . Alertava ainda sobre a “anistia conciliadora”, falsa, da democracia, em que via por trás manipulação tipo marionetes , com ” os  militares” segurando os cordões. (Redação – militares brasileiros ou o Império mesmo, por trás deles, através de seus agentes , entre eles,  e outros ? ) ( “Prestes “- depoimento , para Denis Moraes e outros – 1982, ao voltar ao Brasil ).
      Tudo indica uma lenta e por vezes impulsionada caminhada do estado brasileiro rumo ao que vimos – catástrofe , agora aberta e admitida pela big mídia, pois não havia como negar , antes denunciada , em 2013, por multidões nas ruas.

        IV – UM ESTRANHO BRASIL/17

          Este Brasil atual, 2017, apresenta  uma série de características “estranhas”,  além das citadas, a par de manter todas as mazelas e atrasos anteriores ( uma “modernização” de “cima para baixo”, de “fora para dentro”, mantendo-se a infra-estrutura deteriorada  e superada?!)    –  desde aquele estado disfuncional referido , que não cumpre todas as suas funções e , quando as cumpre , o faz mal e parcialmente ;  até barbaridades legais que mantém e utiliza , dia a dia .
 
     É o  caso, por  exemplo,  do foro privilegiado para mais de 25 mil pessoas ; do presidencialismo de coalizão único no mundo ; das medidas provisórias antidemocráticas e de presídios assassinos e torturadores ; além do trituramento de armas novas apreendidas de bandidos (“Estatuto do Desarmamento”, 2004) , enquanto faltam armas para policiais .(Lei aprovada,  dinheiro sendo jogado fora há anos  e ainda dando-se trabalho ao Exército – amassá-las e destruí-las ). (E fica  em todos a dúvida – será …que num país todo deturpado ,como o Brasil ,  não haverá quem esteja se  aproveitando disso e ficando ao menos com algumas dessas armas e  …Deixa para lá ,  entenderam , não é ? ) .

        O QUE  ACONTECEU COM O BRASIL ?

Resultado de imagem para os presidentes do brasil
        2017 e últimos anos . Relembrando, com mais exemplos – a confirmação da  desindustrialização brasileira , durante anos, sem providências e sem identificação pela mídia (Petras denunciou tal já em 2004)  ; um inédito desperdício de dinheiro, com corrupção e propinas ; uma  dívida pública de trilhões de reais, crescendo dia a dia ;  desperdícios absurdos de bilhões de reais pelos últimos governos [Dilma, por exemplo, em termos de investimentos e casos como a compra de Pasadena (Petrobrás) , com prejuízo de bilhões para o Brasil ] ;
    e a solene impunidade dela e de  uma série de outros políticos acusados de diversos crimes, que deram prejuízos grandiosos ao país ; a promoção e construção irresponsável de eventos e estádios para  a Copa do Mundo (2014) , Olimpíadas e outros ; bilhões de reais, envolvidos em propinas e corrupção , propaganda, mentiras , de cá para lá . Uma festa de irresponsabilidades , não punida .
         Os políticos , da pior qualidade – Lula, Dilma, Jader, Sarney, Vaccari, Dirceu, Padilha, Moreira Franco, Aécio (este , ainda revelando-se não quanto ao “neoliberalismo” , mas quanto à corrupção) , Temer,  etc; –  a estrutura política do país distorcida –
  [presidencialismo de coalizão, medidas provisórias, escolha dos membros dos altos tribunais pelo Executivo, de fato sem controle ou independência  , foro privilegia do , magistratura com salários incontroláveis, urnas eletrônicas sem comprovação do voto (inconfiáveis ) ;
forças armadas totalmente desaparelhadas e omissas ou caladas frente às  barbaridades políticas nacionais; pontes, aviões, até palanques de carnaval desabando, de repente, revelando  falta de fiscalização , organização, qualidade da mão de obra e materiais. Obras paradas ou atrasadas por  anos  – inúmeras – PAC, Transnordestina, Transposição do São Francisco,  Transamazônica ; faltam esgotos e saneamento básico e até água em mais de metade dos lares do país ; o índice educacional  dos brasileiros entre os piores do mundo ; e por aí vai ].
         Houve melhorias nos últimos 50 anos ? Quais ? Que Brasil é esse , todo quebrado e falido, que alguns consideram “moderno” , que convive com celulares, computadores , tvs digitais(é verdade que  superados , nos EUA  e Europa ) mas também com o acima descrito ?
          Este “Brasil” apenas “desenvolveu-se” como grande mercado consumidor de multinacionais, arruinando a indústria nacional, este sendo o “ponto positivo”dessas décadas  – ou a história é outra  ?

  MAIS DE 50 ANOS

 
 [ ( Os militares – apenas Costa e Silva parecendo destoar dos demais , numa linha mais  democrática e nacional, pretendendo volta à democracia(1968)( Carlos Chagas ,”113 dias”  ) ; Costa foi combatido ( muito) por Castelo( Vernon Walters, CIA ,etc.) ,chocou-se com L.Gordon , e , incrível casualidade( ou causalidade?)  , ficou  doente – e morreu. Assumiu Junta Militar, planos  inversos .
 
    Casualidade semelhante atingiu Tancredo Neves, seguido de “golpe” via SARNEY . Momentos decisivos . Costa sofreu até atentado provocativo,  que tentaram atribuir às esquerdas- Guararapes,PE , o que não era correto (origem – extrema direita militar paralegal mantida  e manipulada, linha auxiliar militar ) . Com a Junta Militar no poder(1969) , aparece, logo depois,  o sequestro do embaixador dos EUA , estranho, pois os serviços secretos sabiam até do esconderijo dele , não invadindo o local porque não quiseram. Tal sequestro justificou radicalização da repressão , prisões, torturas, maior unidade militar, o que até Marighella reconheceu ) ] .
        Mas, lembremos – passaram-se mais de 50 anos da “democracia” conquistada em 1964, pelos militares, oligarquias locais , Império Americano ,  contra o “comunismo” – esta a história da grande mídia e deles próprios . Mataram , torturaram , descumpriram a Constituição e as Leis, traíram o Presidente legal (Goulart) , impuseram uma “democracia relativa”(Golbery/Geisel e aliados), fizeram o que quiseram, pela for, com o país, e agora o que é isso à nossa volta ?
      Ora,  livre, pois, o Brasil do “perigo comunista” e dos “incompetentes “ dos governos anteriores(Goulart e outros ) e corruptos de esquerda ;  mais – teria  ainda passado depois o Brasil pela experiência da “globalização” neoliberal e pelos governos “pós-neoliberais “ e de “esquerda” de Lula e Dilma(como andaram intitulando-se os próprios ) , durante 14 anos – o que ocorreu ?
      E, afinal,   tudo isso foi bem promovido  e repercutido  pela grande mídia , durante décadas !!! Não é verdade??? Mas, o próprio Lula disse que  …Ah, a palavra de Lula nada vale ,tínhamos  esquecido.O sujeito justifica-se como a “metamorfose ambulante. Entendemos .
        Então, afinal , que história é essa de catástrofe, crise econômica, mais de vinte milhões  de desempregados, corrupção sistêmica , todos os poderes em crise e envolvidos na citada corrupção, desde 2013,  e ainda agora em 2017  ?
           A insistência nesses pontos é importante porque parece que tanto políticos , militares, estudantes, democratas, esquerdas , o povo em geral – parecem pensar estarem vivendo naquele outro Brasil, que perdurou , aproximadamente , até 1964, alguns anos mais , depois descaracterizando-se  .
      Além disso , foi “vendida” ao povo brasileiro a imagem de um país desenvolvido, forte, sem problemas, que teri superado o “complexo de vira-latas”, o que Lula da Silva repetia todo o tempopremiado internacionalmente por Obama, como “o Cara”, e rodopiando entre os mais importantes políticos do mundo.( O que é significativo – festejado pelo Império) .
      E agora ? Temer , como outros presidentes , até parabenizou a vitória  de Trump. Este ligou de volta , agradecendo a vários deles. Para  o Brasil , para Temer , ligou, curta e secamente, o vice-presidente dos EUA . Este o prestígio que restou ao Brasil , isto depois de ter sido chamado por Israel de país “irrelevante”, quando Dilma deu um palpite sobre a política de lá .
      Agora , noticia-se o que esperávamos – pagaram propina até para a escolha das Olimpíadas , no Brasil/RJ. ( ” Le monde”, Globonews,2017,3/3) Quem? Via Cabral, abraçado com Lula e Eduardo Paes . 

ANTES DA “GLOBALIZAÇÃO”

 Que Brasil existia antes da “globalização “? 

       Um país mais simples, mas vibrante, com grandes movimentos de cultura popular, pregando reforma agrária, tributária , impedimento da remessa de lucros excessivos de empresas estrangeiras para o exterior e mais igualdade , cidadania, reformas constitucionais.
Um Brasil  que sonhava com uma industrialização nacional e com um futuro como potência mundial. Havia ampla liberdade , debates, as CPIS funcionavam , caso das que identificaram a corrupção do IBAD e IPES, com dólares americanos distribuídos entre deputados (Moniz Bandeira, “O governo João Goulart”, entre outros ). A juventude estudantil era entusiasmada , queria mudanças, tinha programa .
            Continua-se a falar, à esquerda e à direita, como se estivéssemos naquele Brasil pré-1964, agora mais modernizado , com celulares, computadores e face book . Mas, essa não é a realidade.
           Este Brasil atual não é uma “continuidade” do Brasil anterior a 1964. Ele sofreu mudanças qualitativas e não apenas quantitativas . Lula da Silva não representa a continuidade do sindicalismo anterior , comunista e petebista. O elo foi violentamente cortado pela repressão e colocado alguém treinado pela AFL-CIO, nos EUA.(pesquise ) . Em que sentido houve essas mudanças qualitativas ? Com elas,  voltou-se o Brasil para  que lado ?

     À DIREITA,  LIDERADOS  POR UM “ESQUERDISTA”?

         Não, direita mascarada de esquerda . Obviamente a guinada,  não só em 1964 , como depois  da volta à “democracia” , foi sempre à direita . Mas,  talvez isso não tenha isso ficado  claro ao povo em geral  pelas máscaras usadas pelos dirigentes da direita , disfarçados de esquerda , Lula da Silva em especial , sendo a virada para a direita, no sentido dos interesses estrangeiros, em especial do Império do Capital – capital financeiro internacional, multinacionais estrangeiras , Império Americano e sua máquina política-informativa e serviços secretos , aliados deles .
          Um Secretário de Estado dos EUA, há anos  , em visita ao Brasil, quando da crise que atingiu José Dirceu, , lá por 2004 , e aqui tendo vindo (declaradamente ) defender o governo brasileiro , que dizia , de público, estar afinado com os interesses dos EUA ( administração Lula, mas declaração explícita, noticiada em jornais ,cf.artigo neste site ,  internet, etc.) declarou mais ou menos isso – “Estranho essa crise , afinal o Brasil já foi globalizado …”
     De fato, ele referia-se às mudanças antes referidas . Ianni , aliás, menciona um Brasil-província, em 2002 , e  Mangabeira Unger – um Brasil-protetorado americano. (Detalhes em artigos anteriores, neste site ).
         A nossa grande  big mídia calou-se todos esses  anos, décadas , e cala-se agora a respeito da situação real do país,  assim como a intelectualidade oficial – a chamada “academia”, cuja cúpula mais grandiosa foi coroada …pelo Império, nos EUA , em universidades americanas  , por professores americanos .
         Ora, essas sempre endossaram  as versões oficiais dos “golpistas  de 64 ”(termos bem amenos para conceituar um regime terrorista hediondo que esquartejava e empalava adversários desarmados , o que nem Átila, Rei dos Hunos, fazia de forma tão  cruel  – e no caso brasileiro , com seus concidadãos, inclusive jovens estudantes desarmados ) .

      AS VERSÕES DA ECONOMIA E DA POLÍTICA

             Quanto aos  economistas brasileiros, e alguns estrangeiros, só agora , décadas depois, pretendem debater algo “estranho “ – por que o Brasil, logo o Brasil, paga os maiores juros do mundo ao capital financeiro internacional e os pobres brasileiros ao Mastercard, Credicard e outros , mais de 450% ao mês ? São bem irônicos  e alegres, além de ingênuos, não é mesmo ?
      Segundo as versões daí oriundas , teria havido uma “ditadura”, chamada por seus adeptos de “ditamole”, minimizando o sofrimento dos oponentes,  mais alguma pequena violência, mas…afinal houve uma “ampla anistia”, paz , e estamos numa “democracia consolidada”, as “instituições funcionam” , os culpados foram punidos … e por ora vamos é comemorar o Carnaval ;   respeitar o recesso da Justiça ; as festas do fim de ano ; depois,  depois, depois, veremos … essas queixas, denúncias de corrupção, lava-jato , qualquer dúvida,  o inquestionável STF intepreta as leis e a Constituição ,dando uma justa solução…
     A delação da Odebrecht ? Sempre adiada , sigilosa, postergada sua divulgação … será , será um escândalo …um dia … adiante .  E o tempo passando ,acordos sendo feitos, investigações dificultadas pelo passar  dos dias. Em resumo –como há séculos, “tudo como dantes no “… todos sabem o final, não é ?( Quanto às mazelas ,atenção!)
        Em suma, na economia pretendem , um dia , responder à questão dos juros mais altos  do mundo pagos pelo Brasil. Na política , um dia, um dia, terminarão (o STF e outros órgãos ) de julgar os políticos e o mensalão . Quanto ao TCU , em relação à campanha de Dilma/Temer , talvez fique para o próximo ano . Este é o estranho e novo Brasil.Um dia …no futuro…

 V – MAIS À DIREITA – LULA DA SILVA ! 

         [Apoiado e lançado a Presidente , em 2018, por Stedile, dirigente do MST , o que mostra aonde chegou a falsa esquerda e o novo Braz$l(?!) ]
             Voltemos , um pouco , no tempo .
          Então, houve uma mudança qualitativa ,mesmo ,no Brasil , com Lula da Silva , com uma modernização bem conveniente ao capital financeiro internacional e multinacionais estrangeiras (mais crédito amplo , para poder vender-se bastante produtos estrangeiros  , e  cartões, a juros absurdos, para facilitar ) , com a criação de um grande mercado consumidor, para sempre , para produtos estrangeiros, pois o Brasil desindustrializava-se a cada dia .
     Desde que sem infra-estrutura, trens, portos, transporte, não havia qualquer condição das indústrias nacionais desenvolverem-se  – e os investimentos estrangeiros não iam jamais para esses setores . Ao contrário, com Lula da Silva o pouco capital brasileiro financiava multinacionais estrangeiras e empresas como a Odebrecht , serviços , não indústria – e ainda para obras no estrangeiro. Um crime não punido também até agora.
        Qual, então, a direção dessas “mudanças”? Em que sentido foram feitas ?
   
    Está explicitado acima – não foram para bem estar do povo brasileiro – vide penitenciárias, hospitais , estradas , ferrovias , portos , esgotos, água, condições sanitárias, casas , indústrias nacionais . Foram no sentido do interesse do capital internacional e aliados – em manobras ardilosas, silenciosas, mascaradas pela grande mídia e pela propaganda, nos últimos anos lideradas por Lula da Silva e seus aliados “comunistas” do PC do B . (2002 para cá ).
       James Petras, intelectual de esquerda de renome mundial , foi bem objetivo :
            ”Em vez de seguir uma política de fortalecimento da burguesia industrial nacional , as políticas de Lula da Silva estão convertendo o capital produtivo em especulativo , assim reforçando o reinado das oligarquias financeiras , estrangeira e local “(Ob.cit., p.61).
         Quanto ao “governo” lulista,  afirma o mestre :
        ”Dadas as poderosas ligações estruturais do capital financeiro com este governo , e o fato do mesmo seguir as suas políticas integralmente negativas para com o trabalho , os camponeses , os funcionários públicos e os pobres urbanos , o governo Lula da Silva é claramente um governo de direita “.
         E logo adiante :
        (…) “o governo Lula da Silva seguiu uma agenda neoliberal coerente e radical que está completamente alinhada com as políticas dos setores mais retrógrados do capital financeiro “.(p.62)
.
   [Atenção – Petras analisou o Brasil em 2003/4, Lula na administração . De lá para cá , o país continuou sua rota à direita ]
        Esses os líderes auto-intitulados de esquerda(Lula da Silva, Dirceu, Pimentel , Genoíno, Rabelo , etc. )  , que ainda usaram para sua nefasta ação , apoiada por uma esquerda corrompida ou enganada , e por uma direita eufórica com seus ganhos e pela farsa triunfante com ela à frente ,  um festival de propinas, corrupção, destruição irresponsável dos interesses nacionais, a começar pelo “mensalão”,  e o ocorrido na “Petrobrás” – bilhões de reais desviados , como mencionou, admirado, um ministro do TCU – dinheiro a perder de vista .

     VI  –  BRASIS DIFERENTES

          Então, o Brasil de 2017 não é o de até 1964  – para começar ,  agredido pelos militares , como prepostos  dos interesses do Império Americano .
          Como concordamos com essas posições , baseados em diversas análises (cf. neste site ) , consideramos a partir daí não mais existir o Brasil – mas, para diferenciar , o  Braz$l.  O Z com referência ao Brazil ,  conforme escrevem os americanos  ; e o cifrão $  representando o predomínio do capital financeiro internacional , aliado , integrado com às  multinacionais estrangeiras .
             Eis aí , pois, onde cabem as indagações do subtítulo destas anotações. Importantes porque é  diferente buscar mudanças, um projeto de nação , correção  de rumos, etc. naquele Brasil de 1964 , do que pensar um Braz$l acima descrito de 2017 , que muitos sequer conhecem como realmente é ou como  funciona, nem quem são seus líderes. Não se pode agir se não se conhece onde se pisa, aliados e adversários.
      Se o Brasil,  uma província ou protetorado, ou país neocolonizado , está  sob direção , de fato, de interesses estrangeiros , o governo , isto é , quem decide políticas fundamentais, é  de estrangeiros . Meirelles e outros são prepostos, “gerentes” deles,  administrando dentro dos limites e decisões que lhe são impostos (regras do Consenso de Washington , FMI , linhas gerais dos interesses neoliberais no Brasil , etc.) .
    Petras vai mais longe e coloca Lula da Silva e a política dele e de Dilma (a mesma sempre ) como ligada aos setores “mais retrógrados” do capital financeiro .
        Temos, então, paradoxalmente, um Estado , e já antes analisado como fracassado e de exceção (já justificado em outros artigos ) – a serviço não do povo brasileiro, mas dos povos de outras plagas, de seus dirigentes e interesses .
       Ora, qualquer projeto político, à esquerda ou direita , tem que levar em consideração o acima –  eis que qualquer “administração” ou melhor gestão da catástrofe em curso e até algum “desenvolvimento” (via genocídios disfarçados , endividamento, controle de natalidade, etc.), com pequenos “vôos de galinha” econômicos ou financeiros, apenas significa e produzirá – a melhor consolidação da Província Braz$l ou Protetorado Braz$l.

    VII – SE HOUVESSE  RESISTÊNCIA  ?

         Na outra ponta da liderança neoliberal , lá embaixo , está/estará o povo brasileiro .Sua “corajosa” big mídia, que vive criticando a situação da Venezuela, continuará a confundir, manipular, editar, analisar o Oceano Político como se fosse  uma pequena poça d’água à beira da areia, como forma de evitar a realidade .
         A Venezuela enfrenta a trancos e barrancos ou melhor tenta enfrentar a dominação estrangeira imperial . Os brasileiros terão firmeza para tal ? Estão muito longe disso, sequer chegaram à administração do país , o que talvez alguns pensassem , com a eleição do farsante Lula da Silva .
        À administração brasileira  chegou Lula da Silva, levado pelo próprio Império , para fazer , evidente, o que fez – o  Império sabia o que fazia ao deixá-lo eleger-se e ao colaborar para isso(mídia e financiamento)  – levar uma outra fração política neoliberal ao poder estatal, esta encoberta por fachada de esquerda , certo que esta faria o que outras, identificadas como direita não poderiam fazer – uma armadilha inteligente em  que caiu o povo brasileiro e grande parte das esquerdas.
        Teria hoje o povo brasileiro coragem e disposição para pagar o preço da independência , soberania , construção de um país mais igualitário, realmente  democrático  e soberano ?
          Não parece, a esta altura – nenhum partido (legal , ao menos ) propõe um programa de resistência tipo auditoria da dívida pública, interromper o pagamento da dívida, unilateralmente, ou expropriar  multinacionais estrangeiras . Hoje, sequer há condições para isso e nem o povo apoiaria tal, tamanho o retrocesso até ideológico havido nos últimos anos.
         Lógico que o Império do Capital, dominante, e aliados do bloco neoliberal mundial, reagirão – havendo um governo de resistência, de fato,  a essa situação, no Brasil .
     O programa neoliberal só aceita mudança e desenvolvimento dentro dos limites concedidos pelo neoliberalismo/Império – fora isso, revidará – (1) com violência, em último caso  ; (2) logo com sabotagem de diversos tipos, a necessidades  e serviços (vide Venezuela, Iran e outros países ).
       Como estamos  endividados , com o parque industrial, mercado financeiro , estado fracassado , tudo sob o controle estrangeiro , em dias poderão fazerem disparar  , se o quiserem ,  a inflação – e  faltará luz, água, gasolina e sabe-se lá mais o quê, além de haver  aumento rápido da repressão, prisões, desmantelamento do que resta de movimentos populares – com o aval , claro, das instituições “democráticas sólidas” e sua mídia.
        Nessa hipótese, a esquerda  legal poderia ser  dizimada em dias –o que poderiam  não querer os repressores desde que  altamente infiltrados nela  e com controle,  ao menos parcial , interno, desses grupos, o que  aconteceu em outros países e já no Brasil.

   HIPÓTESE INEXISTENTE HOJE 

       Mas, essa hipótese inexiste por aqui, no momento , eis que o traidor Lula da Silva avançou mais ainda à direita e entregou o que restava da economia e do estado aos interesses estrangeiros – basta ver Meirelles , 8 anos, na direção do Banco Central , no governo lulista , e  a proposta recente de Lula  a Dilma –  Meirelles para Ministro da Fazenda .
        Aliás, o  que fez Temer, provando o compadrio entre as frações neoliberais políticas. Se Lula da Silva (que deve ter raiva das esquerdas )  não as aniquilou mais ainda ( pela via da corrupção, informações, gravações, ligações entre lulistas e outras correntes, etc. , mais  do que por perseguição , embora saiba exercer bem tal papel ) foi porque retirado, parcialmente,  do poder estatal, com o impedimento de Dilma .
          Como se viu acima, tratava-se mesmo do inimigo nº 1 do povo brasileiro , como colocou este blog (cf. arts. anteriores),  capaz de arruinar de vez o país e sua resistência democrática, nacional e socialista . Sua saída do poder  estatal deixou mais clara a situação e exigiu dele  posições : ou mostrar qual a sua ou que não tem posição alguma  fora o programa neoliberal,  ao qual serve, e contra o qual não pode voltar-se .
         Por outro lado, ele cessou , em parte, de causar danos à esquerda e teve que parar sua corrupção e fisiologismo desbragados – por falta de condições. (O destino dele e análise  estão em outros artigos ).
        De qualquer modo, jamais se caminharia para qualquer lugar , em termos  de democracia mesmo , com um indivíduo desse tipo no poder estatal. O prejuízo por ele causado , como bem lembrou Petras , pode atingir gerações de brasileiros – era uma esperança e lançou  o povo brasileiro em dramática situação, pior que a deixada por Collor.

   VIII –  TEMER  REORGANIZA A PROVÍNCIA BRAZ$L?

    Resultado de imagem para os presidentes do brasil    Então, agora cabe a Temer,  também um preposto neoliberal na direção do estado brasileiro,  administrar o Braz$l – nos limites permitidos pelo Império do Capital (Ellen Wood) .
     Exato como fez Lula  , via Meirelles, entregando a economia a este , desde o início de sua carreira de “socialista e esquerdista”fiel ao Império (Ah, ah, ah! – consultar a AFL-CIO, federação trabalhista americana, seus ex-patrões, indagar porque  funcionários americanos apoiavam suas greves , verificar sua política , práxis, hoje, aliás, assumida , de extrema-direita e , de passagem , indagar como e por que o marxista Stedile(MST) o propõe para Presidente/18 , apoiado pelo marxista/lulista ex-prefeito de Maricá(declaração na TV) e pelos “comunistas” do PC do B .
          Este é o Braz$l/2017. Para chegar a tal ponto teve o Império que “construir” um líder “esquerdista” como Lula da Silva e outro “comunista”, com gestos de esquerda, José Dirceu , entre outros não identificados – estes, fingindo-se de esquerda, deram os golpes decisivos que cortaram a cabeça do velho Brasil.

   IX – AONDE  ESTAMOS ? BRAZ$l/2017

        Num quadro econômico que aparenta consolidação , antes previsto e anunciado por eminentes teóricos,  ignorado por nossas elites, mídia e até esquerdas verdadeiras e falsas , caso das  lulopetistas .
           O que pode ser observado desde o ângulo econômico, político , jurídico ou social – todos atestando o completo fracasso do estado brasileiro . Como enunciado neste blog, um estado fracassado de exceção , que chega ao ridículo  , se melhor analisado, incapaz , evidente, de auto-reformar-se ,em que pese alguns esforços neste sentido.
   Poderá reconquistar uma superfície de aparente paz , máscaras de organização , mas difícil conseguir realizar  as reformas profundas que necessita – elas não interessam ao Império, a não ser dentro de um projeto dele, previamente negociado e aprovado, de lado soberania, independência, industrialização .
           Se não, vejamos – na economia , amplo predomínio das multinacionais e capital financeiro após o vendaval Lula da silva. No campo social e político –  falta de consciência, educação adequada e organização do povo em geral ; genocídios disfarçados nos presídios e hospitais, promovidos pelo estado, além daqueles feitos diretamente por polícias militares , nas ruas e favelas ; elite política e empresarial quase totalmente corrompidas ; e…
regime político distorcido , desde a Constituição Federal, com medidas provisórias, indicação (quase sem controle) dos mais altos cargos do Judiciário pelo Executivo , mais de 25 mil autoridades com foro privilegiado, a ser julgado pelo STF e outros órgãos, culminando em impunidade em alta escala – soltos e não punidos até hoje Maluf, Collor, Jader , Lula , Dilma, Sarney, Renan Calheiros  e centenas de outros , com sérias acusações que atingem até a mais alta cúpula do Judiciário ; o sistema econômico com os maiores juros do mundo , o parque industrial em decadência e tomado por multinacionais ; elas e o capital financeiro elegendo o Parlamento e o Executivo ; presidencialismo de coalizão, uma verdadeira aberração .
         Difícil um país nessas condições conseguir autoreformar-se além da superfície e de maquilagens leves , políticas.

      UM RESUMO

        Em resumo, irresponsabilidade, corrupção, autoritarismo , deseducação , farsas dirigidas ao povo brasileiro , narrativas falsas pré-fabricadas , um povo já doentio (literalmente, física e psicológicamente, veja dados sobre a situação da saúde e artigo “Povo Brasileiro, manipulado e …”, neste site ) , analfabetismo e analfabetismo funcional em larga escala.
        Após os 50 anos referidos, tivemos vendas de terras aos milhões de hectares , inclusive a estrangeiros, via possivelmente “laranjas” ; mídia sob controle de multinacionais, diretamente e via propaganda ; juros os maiores do mundo ; crimes diversos ; estado terrorista e assassino e genocida, como vê-se em presídios, favelas, na ação das polícias militares, queda da indústria nacional acentuada .
       Esta situação , com uma dívida de trilhões de reais, impagável pela multiplicação dos juros, o que significa dependência e submissão eternas , ( e legais, a não ser que se faça uma auditoria da dívida, o que os “esquerdistas” lulistas, mesmo no “governo”, silenciaram durante anos ) , mais metade da população ou parte maior ainda (estatísticas inconfiáveis ) sem água, esgoto, condições sanitárias satisfatórias, obras incompletas ou sequer iniciadas , embora anunciadas com fanfarras por Dilma e Lula, tipo Transnordestina ou transposição do  rio São Francisco, milhares de vagões, aparelhos cirúrgicos e outros abandonados – estado disfuncional.
          Em suma, uma sinuca de bico , consolidada ao longo de décadas , enterro promovido por Lula da Silva, tendo havido a morte daquele Brasil que conhecemos até a década sessenta e que foi adoecendo e deteriorando-se lentamente desde 1964, em especial. Pior – a impossibilidade da rápida construção ou transmutação legal e pacífica de um outro – mais igualitário, sem foro privilegiado como o atual , etc.
        O domínio do  capital financeiro fortaleceu-se na administração Lula da Silva, que numa de suas primeiras medidas, por exemplo ,  liquidou o artigo 195, da Constituição Federal, mediante emenda constitucional , aprovada por sua maioria conseguida via presidencialismo de  coalizão – ele estabelecia juros máximos , no Brasil, de 1%. Hoje, os juros para consumidores ultrapassam 450%, tal medida tomada pelo presidente de “esquerda”. (Cf. tudo o acima afirmado em artigos anteriores, com estudos e notas parciais, ou na internet – pesquisem ).
    Quanto a esses juros os maiores do mundo , já durante longos anos, quando alguns discutem a responsabilidade e origem , basta indagar – (1) a quem beneficiou e beneficiam esses juros os maiores do mundo ? ; (2) quem os paga e é o maior prejudicado com elas ?
      Respostas evidentes já antes respondidas – capital financeiro internacional (que empresta e financia o deficit brasileiro ), o grande beneficiado ,  e o povo brasileiro, via seus impostos , diretos e indiretos (aliás , injustos, a maioria jogados sobre as costas de todo o povo , via alimentos, por exemplo, e não sobre os que mais lucram , um sistema tributário que favorece desigualdades e privilegia minorias ) – o povo , o grande explorado e pagador.
       E por que esta situação não foi mudada ?
     As esquerdas e democratas brasileiros , de diferentes  partidos, não corrompidos então, eram a força motriz de mudanças até 1964 . Crimes, assassinatos, torturas, mortes,  autoritarismo ,um regime terrorista hediondo imposto ao povo destruiu a força desses setores .
Posteriormente, uma “democracia possível ” , “relativa” ( Cf.arts.neste site) deixada pelos generais, prepostos dos interesses estrangeiros, mais farsas montadas bem construídas , como a de ” Lula” (direita mascarada de esquerda, dedo dos serviços secretos, sem dúvida,nada casual) e outros  impingiram  o domínio do capital financeiro e das multinacionais, em definitivo, no Brasil, já 
Braz$l, todo o aparato do Império americano e seus aliados
atuando junto com eles, inclusive a “big” mídia .
       Via eleitoral , liquidadas aquelas forças referidas, foi construída uma nova realidade “democrática” do país prisioneiro de dívidas, forças armadas enfraquecidas, abdicação do uso de energia nuclear, desindustrialização(o processo todo antes referido) , empréstimos a juros escorchantes –
o Brasil afinal  reduzido a um protetorado como mencionou Unger ou província como Ianni, podendo ser entendido ainda como um país neocolonizado (para algumas esquerdas ) ou “globalizado”, para a direita/Império.
         Força militares ,  nesse contexto, , sem perceberem  o quadro geral, desfocadas dos reais interesses nacionais , matando o país e suicidando-se como forças armadas efetivas, de fato transformadas apenas em forças com apenas capacidade policial – isto é , capazes manterem sob controle o próprio povo,submetendo-o ,o que vem exercendo ultimamente, de forma disfarçada(atuando em presídios, ruas, etc. ) .

     X –   A MORTE DO BRASIL

Este processo de retrocesso nacional, muito bem resumido no livro de James Petras (ob.cit., acima) e também  em dois artigos dele divulgados neste site , leva à indagação – como tal processo de incrível destruição e retrocesso ocorreu nesses 50 anos, sendo que,  a partir de 1984-5, segundo muitos autores , “em plena democracia”? Afinal, de lá para cá vão-se mais 30 anos.

       Mas, o mais estranho é que para um país , sua história, 50 anos é pouco – um período curto para um retrocesso e destruição de tal monta. Aliás, talvez até subestimada,  nessas notas,  pois a venda de terras, exploração de minérios, pirataria deles feita pelo Império , quase de graça, vem de longa data (Sodré, “História Militar …” ; Moniz Bandeira , “A presença dos EUA no Brasil”), entre outros dados,…
induz a considerar-se  que a situação é muito pior até que a acima descrita. Muitos militares(Gal.Nery,há anos)  confirmam isso  sobre a Amazônia e grandes áreas no interior do Brasil (Cf. arts. neste site )  [ Seria preciso  amplo cotejamento de dados , alguns  inconfiáveis, desde 50 anos, o que comprovaria  o afirmado , o que foge aos objetivos aqui).
          De fato – terras, áreas indígenas, indústrias, multinacionais controlando o agro-negócio , brasileiros apenas numa das pontas , carregando caminhões ou dirigindo-os . ( A chacina de índios é uma vergonha à parte para o regime militar – napalm,bombas,etc.( Cf. Sterling  e outra ,” Brasil, uma biografia ” ) .
        No terreno político ,  golpes diversos,  e não apenas o  de 1964, regime terrorista “democrático” , como já descrito; uma transição democrática “controlada” de acordo com interesses previamente delineados( democracia relativa/possível/ Golbery,etc. )  (Cf. artigos anteriores e livros de Chirio , Suzeley Mathias e outros)-  e uma atuação política de Golbery decisiva na chamada transição democrática .
     O resultado, anos depois ,  é o que está a nossa volta, ou seja – Braz$l Frankenstein .

               GOLBERY E SERVIÇOS SECRETOS

           Realmente, o general ligado direto aos interesses estrangeiros atuou , decididamente, (1) na organização “democracia” relativa, possível, dele , Geisel, e interesses estrangeiros ; (2) na organização  dos partidos políticos , onde segundo Kelsen reside o “cerne”, o “coração” da democracia , e dos regimes políticos democráticos –  ( Golbery interveio no sentido de partidos não democráticos, pelos estatutos e  legislação elitista ) ; (3) tudo indica (é preciso mais estudos ) que na organização e reorganização , respectivamente, do auto-intitulado Partido dos Trabalhadores e do Partido Comunista do Brasil também houve um “dedo” de fora  .
        O primeiro,  construído desde 1980 , teve apoio americano até por participação de Lula e de  ex-presos políticos soltos pela repressão, sob controle de Golbery/serviços secretos(CIA)  – isto é , poderiam tê-los executado ou mantido presos ou “desaparecidos” (Dirceu e outros ) – mas foram soltos e depois dirigiram-se para o PT (Dirceu , ex-guerrilheiro treinado em Cuba, pela regra da repressão  de então,  estaria condenado à morte – falha da repressão ? ) .
        Além do apoio da CNBB(Igreja Católica) e sindicatos e governo, discretamente,  num processo simultâneo à destruição e ataque golberyano ao Partido Comunista e ao brizolismo, antes entranhados no meio sindical   . O PT ainda contou com o apoio de Fidel, num erro , igual ao cometido em outros países, após diversas derrotas de movimentos nos quais se envolveu como  aliado, em especial de religiosos, na América Central  (cf. “Partido de Deus …”, L. Mir )  .
         Neste ambiente , surge no movimento sindical Lula da Silva, que recebeu um curso patrocinado pela AFL-CIO,  nos EUA e Japão, tendo feito greves apoiadas por membros da embaixada americana. (Cf. entre outros “Paraná, D., “Lula, filho do Brasil”; Gaspari, E., “A ditadura acabada”), decolando sua liderança . fatos comprovados.Lula  volta trazendo novos métodos de liderança – “o novo sindicalismo” começa sua história.

   SINDICATOS , LÍDERES, PARTIDOS 

         Na medida em que denuncia-se o “neoliberalismo” no Brasil e há uma oposição a ele, com liderança assumida do sindicalista Lula , este acaba eleito com a falência do  sindicalismo antigo – mas , mais tarde, com a perspectiva de ser eleito presidente, começa , antes mesmo de assumir, a aderir formalmente agora ao ideário neoliberal, consubstanciado no chamado “Consenso” … e, particularmente , para ele estabelecido na “Carta aos Brasileiros”(2002) , obra dos condenados e presos Palocci e Dirceu, e assinada por Lula da Silva. Este cumpriu-a, com rigor, em todas as suas administrações e na de Dilma – causa imediata do caos hoje em curso.
        Golbery e outros, prepostos dos interesses estrangeiros, promoveram uma série de reformas jurídicas e políticas antes dos militares recuarem , ordenadamente, para trás das cortinas(“distensão lenta e gradual”) , deixando a perigosa e ostensiva linha de frente. (Cf. livros citados de Maud Chirio e Suzeley Mathias ) .
        Deixaram  ainda em campo diversos “cachorros” (antigos elementos de esquerda armada virados pela repressão na prisão, sob contrato e compromisso de a servirem a ela quando em liberdade – uns poucos o confessaram e admitiram  como ocorrera tal processo . (Cf. em Aluísio Palmar , “O que fizeram com nossos mortos ?”)
       Esses elementos continuaram em ação e não se sabe exatamente quem são, havendo só desconfianças. Em geral, eram guerrilheiros, condenados à morte pela repressão, sob tortura, que para não morrerem entraram em acordo com ela. Um dos generais da repressão admitiu tal e mencionou “a cereja no bolo” da ação repressiva. (Um general, mais tarde, em depoimento a pesquisadores da FGV,”Memórias”, conferir) .
       Não se sabe exatamente esses nomes até hoje , apenas que foram guerrilheiros, presos, torturados ou ameaçados de torturas , que decidiram colaborar para preservar suas vidas. Em geral, suas prisões foram  ocultadas , não mencionadas,  para esconder-se  a ocasião dos acordos com eles – ao que consta todos assinados, filmados,etc. o que os coloca ,para sempre ,nas mãos de seus antigos  repressores, na verdade serviços secretos .

   XI –  MORTE LENTA E MASCARADA

      Tudo  isso , assim como uma anistia parcial não completada até hoje, além de “desaparecidos”, ainda também existentes , mostra um processo de destruição , patrocinado pelo regime militar hediondo a que pensavam submeter as esquerdas, mas que submeteu o próprio Brasil , até hoje .
        Como visto, o Brasil mantém sua fachada de estado democrático de direito,  não se assume como protetorado ou província, embora esta a perspectiva de professores e estudiosos renomados . Então, sua “morte” de fato, preservada a fachada ,  tem sido ocultada , tendo  ocorrido aos poucos , de forma disfarçada – isto é , a morte de um estado ainda relativamente independente e soberano , como o era  há 50 anos .

      CASUAL OU CAUSALIDADES ?

       Teríamos que considerar duas possibilidades – a ) – inúmeras casualidades, conjugadas, que levaram a tal situação ; b) – causalidades, ao invés, ações programadas que repercutiram aos poucos, em épocas diferentes, impondo situações e fatos que foram levando o estado brasileiro à situação em que se encontra.
       A ação do Império no “golpe de 1964”, negada e disfarçada de todas as maneiras (Cf. Moniz, Fico, documentário de Tavares, etc. ), durante décadas – mostra o dolo e uma responsabilidade que tentou-se ocultar durante décadas .
       De fato, observe-se – 1 – o golpe de 1-4-64 ; 2 – a escolha de Castelo Branco, indicação de V.Walters, imposição americana , que surpreendeu de início até Lacerda ; 3 – os primeiros atos de Castelo Branco, em defesa dos interesses americanos, que provocaram reações até de Magalhães Pinto ; 4 – AI-2, em que Castelo prorroga seu tempo no poder e descumpre  acordo com JK e outros , que o elegeram no Congresso Nacional (eleição indireta) ; 5 – “eleição” de Costa e Silva (numa reação interna militar ) , com sabotagem evidente de Castelo que busca jogá-lo contra a opinião pública , o que consegue- cf. uma sequência de atos castelistas em Gaspari e outros ) ; cf. até atentado de origem militar (embora se tentasse  atribuí-lo à esquerda, cf. art. neste blog ), em PE, Aeroporto de Guararapes ) ; Costa teria projeto de volta à democracia ; e ..
6 – AI-5 , imposto a Costa ; 7 – golpe negando , como Costa desejava, quando de seu impedimento (doença ou “doença”) a posse do vice-presidente mineiro , civil ); 9 – golpe com junta militar assumindo ; 10 – escolha de Médici, num critério que exclui generais de menos de 4 estrelas , caso de Albuquerque Lima ; 10 – guerrilha incentivada pela CIA , que tinha Mallavasi ao lado de Marighella e ainda assim não a impediu ; 11 – incentivo de “Cabo Anselmo”, agente da CIA, a rebeliões de marinheiros que provocaram as Forças Armadas , favorecendo o golpe e mostrando seu planejamento ; 12 – Lula tendo prisão privilegiada em São Paulo, que tornou-o vítima e líder ; 13 – Lula tendo presença permitida no programa “Roda Viva”, que projetou-o nacionalmente, enquanto outros eram proibidos, cassados e presos ;  e assim por diante.
           14 – De outra parte, morte de Tancredo Neves, o fiador da transição, levando para o túmulo informações e acordos que só ele sabia . 15 – posse de Sarney, levado pelo Ministro da Guerra Leônidas Pires, quando o constitucional seria assumir Ulisses Guimarães, desde que Tancredo/Sarney não tinham tomado posse, em mais um descarado golpe à direita.
           Sarney tem o palácio lotado  de militares, um festival de presença  militar , sem mudar os serviços secretos – Collor , FHC , e afinal Lula e Dilma (estes mentindo, disfarçando, fingindo-se de esquerda mas com práxis de direita extremada ) seguem a trilha liberal que culmina em Temer . (Esta parte bem analisada em diversos artigos ,com mais detalhes, neste blog ).
       E assim, de retrocesso  em retrocesso, com grandes casualidades ao meio, como diria nossa big mídia,em especial umas decisivas ,  caso da morte de Costa e Silva e Tancredo Neves , chegamos ao caos atual – mais do que conveniente aos interesses do Império – sem rivais na América do Sul, sequer competidores , para isso tendo  promovido golpes/ditaduras iniciais , modelo à brasileira, depois no Chile (antiga e grande democracia ) , Uruguai, Argentina, etc.

      ASSASSINATOS?

        Não se acreditando em casualidades, o velho Brasil , um potencial enorme quanto a povo, reservas minerais,  mercado consumidor , desenvolvimento industrial, etc. – foi vítima de um “homicídio premeditado”, por certo discutido parte por parte, impetrado por um conluio entre o Império e oligarquias locais traidoras, além de militares  e outros iludidos com o canto da sereia imperial ou corrompidos por coisas mais concretas ou impressionados com um falso e provocador “perigo comunista “  .
       Para tal.  foram usadas as  armas as mais conhecidas , de longa data  – corrupção , quando em períodos de “paz”; violência, e armas em períodos de guerra.
            O Brasil mudou “em qualidade” , na economia e na política , transmutando-se num  Braz$l, com diferente economia e organização política  – e o povo está longe de entender isso, pois não pode perder tempo com bobagens – está  cantando rock e jazz no Carnaval brasileiro e brincando,  enquanto o acima  se passa e consolida .
       As forças militares brasileiras não têm condições de enfrentar mais  ninguém – de fora . Teria problemas até em enfrentar uma rebelião interna,  muito maiores do que há  50 anos- recorreria a forças estrangeiras .  Até porque conforme seus objetivos guerreiros , o povo se recusaria a dar respaldo a quem tem no currículo o que fizeram de 1964 em diante e a contribuição antes destacada – torturas,  perseguições, prisões, etc.
         O Brasil mudou, sim, qualitativamente, na economia – e na política,  como vimos, em linhas gerais – embora necessários  estudos  aprofundados , que  deverão chegar a resultados e respostas mais surpreendentes ainda.
             A mídia continua manobrando, confundindo , desinformando, analisando o Oceano Político nacional  como se ele consistisse naquela aguinha rasteira que beira a areia das praias.
      Solenemente, e com pose, ignora o resto – e para isso conta com intelectuais , formados direta ou indiretamente pelo Império, que confirmarão a análise da água que beira a areia da praia como uma verdade relativa a todo um Oceano – omite-se, corta-se, apequena-se , para manter a “governabilidade”, o povo “calmo”, sem raiva ou exaltações – brincando o Carnaval, curtindo feriados , calmo nas filas de hospitais,  enquanto seus parentes morrem nos corredores. Deve manter-se educado, chamando  autoridades e policiais violentos sempre de “senhor”.

    MUDANÇAS E RUPTURAS 

             As mudanças ocorridas no Brasil, foram lentas, aplicadas qual veneno sutil pouco a pouco, envolvendo até a construção de líderes como Lula da Silva e Dirceu, o “dedo” do Império, com muita probabilidade em partidos como o PT e PC do B(desvendado, destruído,  após a Lapa ,  tomado pela repressão CIE/CIA ). A história da reconstrução desse último partido,não bem  documentada , precisa ser estudada , por motivos óbvios.
         A História brasileira foi manipulada, falsificada, houve intervenção direta e inteligente  nela , desde 50 anos.
              Intervenções clássicas e conhecidas – corrupção (uma poderosa arma política, cf. Sun-Tsé) – ; divulgação de narrativas práticas , falsificadas, e também teóricas , complexas, escrevendo-se  essa história conforme informações parciais liberadas pelo Império e de seu interesse ;  atuação intensiva dos serviços de inteligência ; possíveis poucos assassinatos seletivos, tipo Tancredo ou Costa e Silva , em especial , em momentos em que eram chave decisiva da história do Brasil , feitos de forma a jamais serem descobertos ; e, em certo momento, 1964 em diante  – torturas, assassinados, “virada ” de militantes comunistas,  que tornaram-se agentes da repressão (atuando ainda , talvez,alguns que permanecem  vivos ) , desaparecimentos .
           Primeiro ,na violência , a tomada do estado (Dreifuss) e daí da economia . Finalmente, consolidação e domínio geral .A  violência inicial , a anistia pela metade, a democracia possível relativa , uma série de ardis e armadilhas seguem-se , caso de um Lula , de “desaparecidos” ainda desaparecidos, a Constituição  falha e protegendo as oligarquias locais traidoras, aliadas a interesses estrangeiros , a dívida pública crescente, os juros os maiores do mundo, a corrupção alcançando todos os poderes da República  – e não havendo, no momento ,  forças sociais e políticas  capazes de mudarem essa situação  .

                E AGORA ? 

        Tudo isso atesta a situação do Braz$l, sua existência, uma situação que importa em novos métodos, entendimentos e capacidade de estudo , a fim de ir mais adiante no desvendamento dessa bem possível trama macabra real – que liquidou o Brasil .
        O Brasil foi “globalizado” –  como diz um Secretário de Estado Americano. À força e via armadilhas- acrescentamos. Tenderá a tornar-se , se  bem administrado, um Hong Kong , Porto Rico ou Dubai , ou o reinado dos cassinos da América do Sul ?
          Administrar bem a província, para isso trabalham Temer, Lula, Aécio e outros. Deixar de ser província, mudar , isto não lhes passa, por certo, na cabeça – difícil demais,  toda a traição aqui desenvolvida foi longe demais.
          Só que o Império, agora por  Trump , foi claro- privilegiará, antes , o povo americano – o papel de serviçal, morando em favelas, estará reservado aos povos sem independência, capacidade de luta ou  negociação – o nível mais baixo . É o caminho escolhido pela oligarquia  local brasileira subordinada, desde que livrando os seus interesses e situação social e financeira de minoria. Ao resto, se não cair nos genocídios ou no controle de natalidade(que desde muito foi promovido, deliberadamente, pelo Império. Cf. docs. liberados do CSN, segurança nacional dos EUA ), caberá o papel o mais humilhante .
        A falta de capacidade de luta até agora demonstrada pelo povo brasileiro(em que pese a traição de Lula )  induz que  este poderá ser  seu destino.   A mídia cumpre seu papel , sob condução do Império – o povo, se o desejar, terá que criar alternativas simples de comunicação e organização , porque toda a comunicação brasileira, inclusive a de aviões e navios e guerra e, claro, a internet, está sob controle do Império. (Mangabeira Unger, com razão ).

             JANOT , LAVA-JATO, JUSTIÇA

         A lava-jato, ignorada pelas esquerdas ,cumpre seu pequeno papel, havendo manipulações, como as feitas por Janot , que a “Isto É” denunciou, há longo tempo – ter procurado advogados  de  delatores para pedir-lhes que excluíssem de suas denúncias os nomes de  Lula e Dilma (Cf. coleções, cf. artigos, detalhes, datas, neste site ). Este procurador é chamado , aliás, por M.A.Villa, historiador , de Enganot ,  e com razão , segundo a revista citada.
        A tendência será a destruição lenta e gradual das investigações,  muitos acordos internos, sumiço de processos – até um  incêndio é possível. Deve estar havendo, nos bastidores do STF , e do MP , um “festival do Diabo”, para confundir, proteger, retirar nomes de acusados  .
        O Império é hegemônico, manda e decide – não tem interesse na arrebentação geral política, no Braz$l . Mas, na acomodação ,que deverá vir – se vier , sem riscos de maiores mudanças, virá com algumas  mudanças para melhor conservar, na tradição conhecida mundial clássica. Isto é, qualquer mudança “normal”, legal , institucional – será com a participação e nos limites permitidos pelo Império do Capital dominante.
      A mera continuidade das correções atuais, jurídicas, políticas ou econômicas deverá  conduzir apenas  a uma Província Braz$l consolidada, disfarçada, organizada , centro do capital financeiro internacional , possivelmente com belos cassinos , controle maior de natalidade e aumento dos genocídios, com mais investimentos – estrangeiros . Uma parte da população aplaudirá .
ó
        Alteração desses rumos apenas com ampla organização e intervenção popular, autêntica, de base, hoje inexistente quase , face à destruição interna e divisão das esquerdas patrocinada por Lula da Silva, PC do B, isto é, do Império, por trás deles , de forma muito inteligente , sutil ,complexa – a ponto de até hoje enganar muitos honestos democratas e socialistas.
         Ou , simplesmente, entender que o destino do povo brasileiro está ligado ao de outros povos da América Latina e do  mundo, no combate ao Império – e na busca de uma outra alternativa de vida(perspectiva de Ianni).

           XII –  CONCLUSÃO

         Acreditamos que foram respondidas as perguntas iniciais , do subtítulo destas anotações .
       Quem ?
       O Império e oligarquias locais traidoras, puxando cordéis através dos serviços secretos e forças armadas locais.
       Por quê ?
      O Império não admitia nacionalismo, soberania, independência , em seu sistema de dominação mundial (“Chomsky, N.”Como entender o poder”, citando o CNS dos EUA- cf. neste site ) .
        Como ?
     Aos poucos, a começar pela intervenção militar e depois algumas atuações violentas e uso da corrupção como arma política , de infiltrações e serviços secretos – qual veneno aplicado ,lentamente , mas  em direção certa- alvo determinado .
       Com que armas ?
       Em especial armas de fogo, fuzis, e corrupção e ardis diversos .
       
        Alguém poderá indagar  – e o   primeiro passo , se quisermos mudar isso? 
         Não há volta para “aquele” Brasil – morto . Quem não se conformar com o hoje Braz$l  , província , protetorado, “neocolonizado” , terá  que pensar num terceiro”Brasil” .Este ainda inexistente, utopia ;  ou , então, conformar-se mesmo com o Braz$l, talvez (?!) melhor administrado(?!) , mais “estabilizado”, ou ,quem sabe, assistindo a uma degringolada lenta  dele – do Braz$l /província .
  [ Se ainda um país com certas formas republicanas e democráticas , mesmo mais formais do que materiais , assistindo também à separação , em pedaços , do  Brasil , do já hoje Braz$l . Tal depende de variáveis  e ações em curso , a nível internacional e local, inclusive do Império, e de suas necessidades de sobrevivência, que mostrarão tendências logo e nos próximos anos .
 
( De qualquer modo, os dirigentes brasileiros não encetaram ou promoveram , nas últimas décadas , mínimas ações protetoras do Braz$l e de seu povo,  deixando-o à mercê das hipóteses acima . Agiram no exato sentido contrário de todas as receitas políticas de Maquiavel. (Cf.”O príncipe”) ]  .
        Ah, de resto,  o mesmo preconizado há centenas de anos pelos grandes mestres – conhecer-se muito bem e aos inimigos. Para isso, é preciso estudá-los – e já há a contribuição básica  de mestres do passado – caso de um Freud, Marx, Rousseau, Maquiavel , Marcuse e outros . E  “luta ideológica”. O que os brasileiros querem, afinal , no que se refere a um país? Já discutiram ou pensaram nisso? A omissão ou ignorância consistem numa séria decisão. Aceitação passiva do existente , política e econômicamente  , e mudanças no sentido dos  que detêm o poder. No caso, o Império.
          Talvez , dirão alguns –  mas já fizemos “muito” até agora, embora “a trancos e barrancos” ( movimentos,alguma organização ,etc.)   . Ótimo. Avaliar, corrigir rumos , ir adiante . Pode ser. Então ?
       Cuidado – pode-se estar trabalhando, sem saber ,  para o adversário ;  ou ter trabalhado, por má-fé ou ignorância, ou por ter-se caído em armadilhas  , agindo no sentido contrário ao que declaram e aparentam , nos seus programas , certos “partidos ” e movimentos. No Brasil, aliás ,  isto virou lugar comum.
Política não é  só a aparência, programas, mas práxis  .
Na sua essência , é  “coisa séria” , decisiva ,fundamental para todos (poder , a qualquer preço) – a “civilizada” ( “democrática”) ,de hoje,  em alguns lugares, ilude – mas tal apenas significa estar oculta a parte mais decisiva do “jogo” (mortal)   (  corrupção, mortes,guerras, infiltrações , assassinatos disfarçados, golpes militares,  traições,ardis,etc. – temos sempre a “raposa e o leão” , Maquiavel, Freund, CIA, Sun-Tsé, Clapmar … ) .Pensar.
         Manter espaços conquistados, corrigir, dar um passo atrás em muitas questões, desde que o pensamento precede a ação( ou integra-se ? Maquiavel)  –  e  nenhum navio chegará ao porto desejado se não tiver roteiro prévio – e uma boa “bússola” (velha afirmaçāo ) .
       Além de saber corrigir rumos – na viagem, caminhando .Hoje, trata-se de GPS –desde que não manipulado ou com roteiros  errados e perigosos – ardis  . Cuidado – os ardis do Império , que detém o real poder  ocidental , ao menos – são muitos. Pode comprar  os pilotos do navio , falsificar os roteiros, abrir buracos no casco, dividir os tripulantes ou envenenar o comandante .
         Exagero? Nāo acreditam ? Então, interessante ler , por exemplo, entre outros,  o “Diário da CIA “, de P.Agee .(Moniz Bandeira o fez, com cuidado) .
____________________________________________________________
(Original em estado bruto, não revisado , o que não impede entendimento  ).( Este site esteve “fora do ar ” por razões não entendidas e independentes de nossa vontade ,embora cumpridas todas as obrigações contratadas )

Related Posts

Share This

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *